Terça-feira, 31 Março, 2009

SND Atavism CD

€ 15,95 CD Raster-Noton  ENCOMENDAR

Quarto álbum de SND, de Sheffield, e grande herança para quem escolhe música electrónica e vive naquela cidade. Conhecidos pela sua ligação à célebre editora Mille Plateaux e, enquanto parte dela, activistas da revolução digital por volta de 1999, SND aproveitavam os restos de som que ficam no ar quando estamos na sala ao lado de um clube de dança. Ou seja, as pulsações de graves, as repetições, alguns blips (Sheffield!) e organizavam tudo isso em composições minimalistas que retinham o essencial do groove e o reproduziam do princípio ao fim. A ouvido descoberto, a grande diferença de então para cá é a extroversão do som. Mantendo sensivelmente a mesma abordagem à matéria que escolhem usar, SND assumem agora a sala principal, muitos dos sons são quase literalmente os que se usam em techno ou house, já não são os restos, mas a sua organização em faixas sugere a subversão de qualquer groove original ao esquema SND. E que esquema é esse? Repetições e falhas claras como água, como se o leitor de CD ficasse preso mas alguém tivesse limpo todas as impurezas naturais nessa anomalia. Este álbum é o equivalente da actual tendência de regresso ás origens na house e techno, a procura de sons mais rudes e próximos do Big Bang, no caso de SND é como se houvesse uma necessidade de recorrer a uma paleta sonora mais ‘física’, próxima da música concreta (em que se ouviam objectos físicos) e mais distante da suavidade digital que caracterizou boa parte da evolução na música electrónica do séc. XXI.

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , / / Comentar: aqui »