Sexta-feira, 15 Junho, 2012

DISTAL Civilization CD / 2LP

€ 15,50 € 12,50 CD Tectonic  ENCOMENDAR

€ 16,50 € 13,50 2LP Tectonic  ENCOMENDAR

[audio:http://www.flur.pt/mp3/TECCD014-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/TECCD014-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/TECCD014-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/TECCD014-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/TECCD014-5.mp3]

Algo se passa neste mundo para que, de repente, quase tudo o que fuja à inequívoca categorização de house ou techno, acabe por ter na sua génese um par de referências e influências da bass music ou do dubstep. As fronteiras parecem tão distorcidas que chega a ser confuso saber exactamente o que ouvimos. E se é verdade que hoje em dia o cromossoma aberto do dubstep se tornou uma espécie de código da Monsanto na música, também é verdade que alguma da melhor música que ouvimos parte do assumido pressuposto que é no abastardamento dos géneros que mora o fascínio dos nossos dias. E noites. Michael Rathburn é americano e nos últimos dois anos preparou com incrível aplicação este “Civilization”, editando muitos maxis e espalhando a sua música noutros projectos. Habituou-nos a uma estonteante velocidade que, em “Civilization”, parece agora assumir outros compassos, mostrando claramente que sabe o que faz quando pensa em formato long play. Por isso, sabe bem ouvi-lo de uma ponta a outra: pausas bem determinadas, temas fechados, momentos de intensa fisicalidade, amor pelo som vintage, interesse pelas novas distorções sonoras, um pé na América, outro no Reino Unido. Por vezes, soa como se Actress fizesse música para as massas, imaginem. E funciona tão bem bem em casa como fora dela. Polegar bem para cima para um álbum que cresce com audições em contínuo. Óptimo.

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , / / Comentar: aqui »