Segunda-feira, 16 Dezembro, 2013

BURIAL Rival Dealer MCD / 12″

€ 9,50 € 8,50 MCD Hyperdub

€ 11,50 € 9,50 12″ Hyperdub

[audio:http://www.flur.pt/mp3/HDB080CD-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HDB080CD-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HDB080CD-3.mp3]

Sejamos francos: para quem alimenta o anonimato, esta estratégia de se lançar um disco em live release, a dias do natal, quando todas as espingardas de 2013 estão contadas, é de génio. Do mesmo modo como se esquiva à exposição, também Burial se auto-exclui de qualquer súmula do ano. Se procuram coerência onde ela às vezes é tão difícil de descortinar, eis este camuflado músico a levar até às suas últimas consequências todo um plano de marketing. Portanto, aqui está “Rival Dealer”, a prenda do Natal 2013, depois de há um ano termos tido o fenomenal combo “Street Halo/Kindred”. Como vem sendo hábito, não há álbuns para oferecer: apenas generosos pedaços em formato EP, que andam pela meia hora, que dão suficiente material para saciar a fome e não sentirmos uma grande ressaca. Três temas, que rompem com um certo passado Burial, mais vocalizados, mas que continuam aquela visão meio nebulosa do dub contemporâneo, pós-dubstep, e de uma certa memória distorcida da rave music. “Come Down To Us”, o tema final, consegue desafiar todas as convenções assentes – dos géneros que aglutina e da própria história Burial -, dando-nos uma incrível narrativa épica, tanto negra como optimista, esfregando-nos na cara o puro génio da sua música. São 13 minutos que nos derrubam nos primeiros instantes para depois nos erguer sem esforço. “Rival Dealer” tem tanto de novo como de Burial, o que dito de outro modo significa que há suficiente reinvenção para continuarmos a acreditar que poucos fazem música assim. Este rapaz – seja ele quem for – é um portento e este é um disco mais que essencial para quem tem seguido Burial.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »