Quinta-feira, 3 Abril, 2014

JOHNNY OSBOURNE Never Stop Fighting LP

€ 11,95 LP Greensleeves

[audio:http://www.flur.pt/mp3/GREL38-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/GREL38-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/GREL38-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/GREL38-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/GREL38-5.mp3]

Produção de Henry ‘Junjo’ Lawes em 1982, gravação no Channel one, mistura por Scientist no estúdio de King Tubby. Só para aguçar o apetite. Nunca existindo uma reedição em CD, este LP vale ainda mais como um essencial para discografias minimamente orientadas para a cena pós-roots / lovers rock de reggae e dub na década de 80. Considerado pobre nos textos das canções, vamos ter de contra-argumentar que as canções de amor, especialmente, são tão certeiras a um nível pop que parece incompreensível desconsiderá-las. “Over 31 Under 31″ fala sobre a relação de um rapaz de 21 com uma mulher de 31; “Strange how we love, strange how we kiss, strange how we give our hearts away” é o que ele canta em “Love Is Universal”; “In your eyes i can see a million star lights”, canta em “In Your eyes”, e esta canção, meu deus, está numa zona de perfeição muito difícil de atingir – harmonia vocal absolutamente arrepiante, o skank da banda de apoio (Roots Radics) é a cama perfeita. Tudo molhado, a começar pelos olhos. “Give A Little Love” tem Scientist com dub a fundo; “Never Stop Fighting”, a canção, espalha a tradicional mensagem de incompreensão em relação ao conflito constante: quando toda a gente parece querer paz, as guerras continuam. Sempre válido. Lado A perfeito, lado B não perfeito. As várias belíssimas canções soam como um grande disco pop e, se escutarem com atenção, há coisas estranhas a acontecer em fundo através da consola de Scientist (em “Words Of The Ghetto”, por exemplo). Bom som numa das editoras essenciais para a História do que se produziu de realmente bom na Jamaica.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »