Quarta-feira, 29 Abril, 2015

BENOIT PIOULARD Sonnet CD / LP

€ 16,50 € 15,95 CD Kranky

€ 20,50 LP Kranky

[audio:http://www.flur.pt/mp3/KRANK193-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/KRANK193-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/KRANK193-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/KRANK193-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/KRANK193-5.mp3]

Para quem tem amor para dar a estas coisas, “Sonnet” é um festim de emoções que nos convoca e suga tudo o que temos para dar. Tal como as matrizes dub ou techno ou house continuam válidas e extasiantes, a electrónica ambiental contemporânea, luxuriante e feita de dezenas de camadas que sobrepõem e nos elevam os calcanhares, é quase sempre irresistível quando se juntam os ingredientes certos e quando estes estão nas mãos dos cozinheiros certos. Pensem em Ben Frost quando é para aí que está virado, ou Tim Hecker quando faz aquilo de que tanto gostamos, ou Fennesz que fez um fascículo desta enciclopédia só para ele, ou, até, o filtro William Basinski que é das coisas mais fulminantes que existe. Benoit Pioulard é bem mais melódico que todos esses nomes, mais encantatório e directo: o primeiro tema, com 33 segundos, faz um resumo de tudo o que tem para nos dizer. Simples. A novidade deste novo álbum é o seu romance com o analógico – sim, o computador está cada vez mais com o papel de pós-produção -, entre efeitos e gravações de campo: mas tudo voa da mesma maneira que os seus outros discos. Não interessam os ingredientes quando o instinto ambiental é matador. “Sonnet” é um estrondo ambiental.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »