Quarta-feira, 14 Setembro, 2016

JONI MITCHELL The Hissing Of Summer Lawns CD

€ 7,50 CD Elektra

[audio:http://www.flur.pt/mp3/7559-60332-2-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/7559-60332-2-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/7559-60332-2-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/7559-60332-2-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/7559-60332-2-5.mp3]

Editado em 1975 e com recepção pouco favorável, foi um álbum que cimentou Joni Mitchell como alvo de forma comparável a Bob Dylan quando electrificou a sua música (Mitchell colocou-se a jeito com o álbum anterior “Court And Spark”). O padrão singer-songwriter mais rígido e tão caro à crítica mais conservadora desvanece-se a cada canção que passa em “The Hissing Of Summer Lawns”. Experiências com o formato de canção, com harmonias, recordam por vezes Steely Dan ou Todd Rundgren, e nada disso significa abdicar da melodia, como foi acusada na época. O foco confessional foi também alterado para um formato de narração e não de confissão na primeira pessoa (alegadamente o álbum não contém uma única vez o sujeito “I” como centro da acção narrativa). “The Jungle Line”, a segunda canção no álbum, excede-se na desconstrução do formato, e aqui sim, a noção tradicional de melodia pode ser colocada em causa. No entanto, como não apreciar o modo como Mitchell compõe por cima de uma trilha directamente retirada de um álbum de percussões do Burundi (que mais tarde re-emergem como clássico afro-cósmico como Burundi Black)? Prince citou “The Hissing Of Summer Lawns” diversas vezes e Joni Mitchell revelou que é verdade que ele lhe escrevia cartas de fã apaixonado. Um álbum que redefine, ainda, a ideia linear que se tende a formar sobre soft rock como estéril. Novo standard após “Blue” (1971), muito superior a qualquer média que se imagine na escrita de canções.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »