Quarta-feira, 2 Novembro, 2016

COIL The Ape Of Naples CD

€ 12,50 CD (2016 reissue) Important

[audio:http://www.flur.pt/mp3/IMPREC174CD-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/IMPREC174CD-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/IMPREC174CD-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/IMPREC174CD-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/IMPREC174CD-5.mp3]

Peter Christopherson completou este último álbum dos Coil em 2005, cerca de um ano após a morte de John Balance. “The Ape Of Naples” parece recuperar a poderosa inspiração que originou “Horse Rotorvator” em 1986, mantendo sempre presente a sombra que os textos de Balance colocam sobre a música. A sua voz, sempre um trunfo acarinhado na discografia do grupo, aceite com todas as suas imperfeições e desadequações, amada pelo tom profundo e sentido. Em “The Ape Of Naples” surge-nos mais distante, tratada (embora não em excesso), mas sempre carregada de intenção. Coil nunca tiveram propriamente um estilo reconhecível para além da voz de John Balance ou certos sons recorrentes, e foi isso que que sempre tornou fascinante e imprevisível qualquer nova edição. A evolução da relação do grupo com a tecnologia foi gerando diferentes posturas e até conceitos, como na fase ELPh vs. Coil ou Time Machines, e é portanto natural que cada disco soe diferente. “It’s In My Blood” reforça o que escrevemos acima sobre um dos fios condutores no som dos Coil – a voz de Balance, o seu pranto nesta música, assemelha-se ao que ouvimos em “Circles Of Mania” (“Horse Rotorvator”). Mais experiências e mundos sobrepostos, passado arrancado aos anos, futuro imaginado, aguardam-nos dentro de “The Ape Of Naples”, celebrando sem pompa especial a última grande declaração criativa deste nome de culto. Íntimo e onírico, se tivermos de acrescentar duas palavras ao resto.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »