Quinta-feira, 21 Junho, 2018

URSULA K. LE GUIN & TODD BARTON Music & Poetry Of The Kesh LP

€ 22,95 LP (2018 reissue) Freedom To Spend

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

Tudo inventado: o povo Kesh, a sua poesia e a sua música em instrumentos também inventados por Ursula K. Le Guin, conhecida sobretudo como autora de ficção científica. Ao escutar a sua voz, recitando e cantando em Kesh, pairam sombras de “Avatar”, o filme, também por semelhantes considerações ecológicas que Le Guin incluiu no seu livro “Always Coming Home” (1985), que serviu de base às gravações neste LP. Introspecção freak sempre em busca de um mundo melhor, cânticos e celebrações, uma possibilidade de experimentarmos o contacto com um povo imaginário através de um legado muito concreto. Escutar a maior parte do disco implica quase necessariamente a observação de um respeito por esta tradição inventada. Adicionalmente, segue como testemunho de uma outra tradição, esta musical, de proximidade com a natureza e uma forte procura de limpeza de alma, reforçada naqueles anos 60 em que a contracultura parecia indicar o caminho certo.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 26 Abril, 2018

V/A Fresh ‘N’ Up LP

€ 10,00 LP (TM/FULP1) EMI

Exemplares originais da edição portuguesa de 1985 / Original 1985 Portuguese release. Sound clips and sleeve not from actual copy.

OUVIR / LISTEN
Shina Williams & His African Percussionists – Agboju Logun (Don’t Rely On Family Wealth)

“Fresh ‘N’ Up” foi editado em Inglaterra em 1984 e parece hoje claro que marcava um ponto de encontro, para posterior dispersão, da música de dança ainda decorrente do som Motown dos 60s e disco e funk dos 70s. Boa parte deste som é sintetizado na versão artificial e futurista do electro (Rama, Beat Box Boys, Keine Ahnung, Voice Of Authority), parte em nova soul (Denise lasalle), synth pop (Out) mas a parte realmente distinta, neste LP, é “Agb’oju L’ogun” de Shina Williams & His African Percussionists. Ainda que na versão mais curta (mas mais de 6 minutos), esta malha africana bem compassada, com linha hipnótica na guitarra, coro feminino e sintetizador a marcar a melodia principal, é tão incrível que justifica plenamente os anos que demorámos até conseguirmos uma mão cheia de exemplares da prensagem portuguesa para devido destaque. Acreditem que o que pagam por este LP será sempre mais baixo do que o dinheiro que circula até pela reedição de 2017, na Strut, de “Agb’oju L’ogun”. Fela em Disco. SUPER TIGHT.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

-Rama – Don’t Want You To Be
-Denise LaSalle – Come To Bed
-Out – Tough Enough
-Shina Williams & His African Percussionists – Agboju Logun (Don’t Rely On Family Wealth)
-Dr. Jeckyll & Mr. Hyde – Fast Life
-The Beat Box Boys – Give Me My Money
-Keine Ahnung – Plastik (C’est Chic)
-Voice Of Authority – Very Big In America Right Now
-Four Corners Of The Earth – Cut The Beat

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 7 Março, 2018

FELT Ignite The Seven Cannons LP

€ 29,95 LP (2018 reissue) Cherry Red


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 14 Julho, 2017

THE DURUTTI COLUMN Domo Arigato (Deluxe) 3CD+DVD / 2LP+7″

€ 17,50 3CD + DVD (2017 reissue) Factory Benelux

€ 23,95 2LP + 7″ (2017 reissue) Factory Benelux

[audio:http://www.flur.pt/mp3/FBN52CD-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/FBN52CD-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/FBN52CD-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/FBN52CD-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/FBN52CD-5.mp3]

Nos últimos anos a Factory Benelux tem reeditado a discografia de Durutti Column com um cuidado impressionante. Agora é a vez de “Domo Arigato”, concerto gravado em Tokyo em Abril de 1985. Esta caixa inclui a edição original da gravação, uma versão remasterizada e um outro concerto – até agora inédito – em Tokyo de Abril de 1984 e um DVD com a gravação do concerto de 1985 que anteriormente tinha sido editada em laser disc (a versão em LP só contém o concerto e um 7”, “Dedications For Japan”). Vini Reilly, Bruce Mitchell, John Metcalfe e Tim Kellet em palco para interpretar material da discografia de Durutti Column (na altura “Without Mercy” estava bem presente). Para quem não conhece, o registo de “Domo Arigato” é muito frágil e uma espécie de longa canção de embalar. A interpretação dos temas é muito delicada e há uma vazio constante no fundo, um silêncio de palco que contribui para um ambiente fantástico nas canções. É um concerto muito bem gravado e bem misturado, com interpretações magníficas de muitos temas (a abrir, “Sketch For Summer”, deixa-nos logo rendidos). E vem numa edição cuidada e muito especial, como tem sido hábito da Factory Benelux, com preço irresistível.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 21 Junho, 2017

GIOVANNI CRISTIANI Alpha Percussion LP

€ 19,50 LP (2017 reissue) Mondo Groove

[audio:http://www.flur.pt/mp3/MGLP103-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/MGLP103-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/MGLP103-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/MGLP103-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/MGLP103-5.mp3]

Sabemos quantas vezes já destacámos discos italianos de library, mas sigam-nos mais um pouco: “Alpha Percussion” é diferente d eoutros discos de percussão que temos ouvido. Tem uma natureza mais ambiental e hipnótica, trazendo cores de África e do oriente para reforçar narrativas. Se procuram uma malha cósmica para os vossos sets, basta “Dancing For Diletta”. De outra forma, é um extraordinário álbum panorâmico gravado em 1985 por este músico com formação específica como percussionista. Como parece normal, Cristiani tocou com músicos de jazz durante boa parte da década de 70, até começar a dar cursos de percussão. Este disco foi uma proposta livre, e assim se desliga da por vezes excessiva funcionalidade de discos do género.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Terça-feira, 30 Maio, 2017

BLANCMANGE What’s Your Problem + Side Two 7″

€ 4,00 7″ London (6.14454AC)

Exemplares originais da prensagem alemã de 1985 / Original 1985 German pressing. Sound clips and sleeve not from actual copy.

OUVIR / LISTEN:
Side Two

Directos para o lado B (lado A é apenas synth pop britânica OK). Então, a canção simplesmente intitulada “Side Two”, aqui presente na versão curta de 3:05, é um exemplo sólido de tempos híbridos, em que a linha de baixo electro boogie já soa um pouco a house, reforçada pelas palmas sintéticas. Voz grave, tensa, ligeiramente irritada. “You should have been there”.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 30 Novembro, 2016

MARVIN GAYE Sanctified Lady 2×7″

€ 6,00 2×7″ CBS (DA4894)

Exemplares originais da prensagem inglesa de 1985 / Original 1985 UK pressing. EXC. Sound clips and sleeve not from actual copy.

OUVIR / LISTEN:
Sanctified Lady
Sanctified Lady (instrumental)
Sexual Healing
Rockin’ After Midnight

Esta edição junta canções do último álbum que Marvin Gaye gravou em vida (“Midnight Love”) e do primeiro póstumo (“Dream Of A Lifetime”), destinado a cumprir o contrato com a Columbia. “Sanctified Lady” é uma colagem de sessões e tem o seu título alterado do original “Pussy” para um aceitável “Lady”. A produção com ritmos electrónicos parece antecipar uma tendência muito britãnica de street soul, mais para o final dos 80s e para dentro dos 90s, que combinava produção sintética com a tradição soul / r&b nas vocalizações. Incluída a versão instrumental para o brilho da produção passar intacto para nós. O segundo disco reúne dois singles tirados de “Midnight Love”: o inevitável “Sexual Healing”, a essência da street soul, e “Rockin’ After Midnight”, actualização com palmas sintéticas do tom festivo de tanta música soul importante gravada por Marvin Gaye. Atenção também ao baixo electrónico, que coloca isto em território boogie. Tudo embalado em pacote gatefold com certo luxo, anunciado na capa como edição limitada.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 15 Junho, 2016

SADE Promise LP

€ 8,50 LP (gatefold) Epic (EPC 86318)

Exemplares originais da prensagem holandesa 1985 / Original 1985 Dutch pressing. Sound clips and sleeve not from actual copy.

OUVIR / LISTEN:
The Sweetest Taboo, Jezebel, Never As Good As The First Time, Maureen, Fear


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Terça-feira, 14 Junho, 2016

GEORGIE RED Help the Man 7″

€ 3,00 7″ Ariola (107845-100)

Exemplares originais da edição alemã de 1985, pequeno corte promocional no centro da capa / Original German 1985 release. Sound clips and sleeve not from actual copy.

OUVIR / LISTEN:
Help The Man

Phill Edwards, a voz de Georgie Red, tem um álbum posterior, em 1989, em plena fase de interação House / Soul II Soul, quando as batidas se confundiam numa salada de festa que incluía, por vezes, rap. Mas a palavra-chave é mesmo Soul, e na década de 80 foi bem melhor tratada do que algumas manifestações mais superficiais pareciam demonstrar. “Help The Man” surge em ano de glória de Sade (“Promise”) e reúne muitos ingredientes que identificam a época, sim (saxofone, logo ali), mas de uma forma que realça as qualidades da produção bem sintética da época. O brilho por vezes excessivo dado aos instrumentos resulta, na verdade, em seu favor, em canções como “Help The Man”. O saxofone soa artificial (provavelmente É artificial, a julgar pelas modulações estranhas no som), a linha de baixo é electrónica, mas a voz paira com suavidade e elegância por cima de tudo o resto. O clip que juntamos a este texto é da versão longa de 12″, basta-vos imaginá-lo mais curto. Em adição, a versão mais instrumental (“Silent Dollar”) para o groove também mais puro. Jam lenta incrível. Composição de George Kochbek, desconhecido apenas de quem não tem internet. O que vos pudermos dizer não é diferente do que lá encontrarão. “Help the man he got no aim / his life seems to be all in vain / he’s friendly but he can’t get thru / cause all he really needs is you”

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 10 Março, 2016

MASQUERADE Set It Off 12″

€ 7,00 12″ Streetwave (MKHAN 55)

Exemplares originais da edição inglesa de 1985 / Original UK 1985 release. Sound clips and sleeve not from actual copy.

OUVIR / LISTEN:
Set It Off, Set It Off (Variety Mix)

A constante reciclagem de materiais na música popular intensificou-se nos géneros dançáveis. Resultados sempre variáveis, mas alguns exemplos valem ouro. O original de 1984 (“Mixed with love by Walter Gibbons”) é suficientemente incrível, claro, mas as diferenças que Masquerade conseguem justificam esta versão, um mero ano mais tarde (para não mencionar uma segunda versão, por Harlequin 4′s, em 86). Masquerade respeitam a duração longa do original, fortificam claramente a batida e a linha de baixo fica mais electro. E mais rua, também. Cânticos de festa vão aquecendo o pessoal e, a certa altura, estamos tão dentro do groove que nunca quisemos estar noutro sítio. Mais adiante, piano e sopros. Arraso. Comprem ou limpem-lhe o pó, se já têm o disco. LOCO.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 3 Fevereiro, 2016

AFRICAN HEAD CHARGE Off The Beaten Track LP

€ 23,50 LP (+mp3) (2016 reissue) On-U Sound

[audio:http://www.flur.pt/mp3/ONULP40-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ONULP40-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ONULP40-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ONULP40-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ONULP40-5.mp3]

Três anos passam desde “Drastic Season” e agora, em 1986, encerra-se um ciclo na discografia de African Head Charge. O beat em “Some Bizarre” soa incrivelmente próximo de uma faixa dos Flux (ex-Flux Of Pink Indians) do mesmo ano. Mentes ligadas? Mais provavelmente um caso de máquinas semelhantes. E tem Jah Wobble no baixo. A percussão não abranda, em “Off The Beaten Track”. Menos gente integrada no projecto, nesta fase, não significa menos riqueza sónica, mas é pacífico dizermos que, após o absoluto pico experimental que foi “Drastic Season”, seria difícil manter o veículo tão à esquerda sem perder rumo, talvez. E, no entanto, este é inquestionavelmente um álbum poderoso na maneira como sintetiza os vários locais exóticos percorridos em som e até títulos, em todos os discos anteriores, num único todo – repetimos – mecânico, alienígena, uma espécie de reprodução artificial da humidade na selva brava. Giro, ainda, perceber as ligações ao industrial através do som das máquinas: “Release The Doctor”, por exemplo, tem um kick igual ao dos Ministry em “Over The Shoulder” (e noutras faixas do mesmo período encostado ao meio dos 80s). Muitos cruzamentos, muita coisa a acontecer e para aprender transformam discos como “Off The Beaten Track” em algo mais do que um mero registo musical.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 3 Setembro, 2015

THE COCOON While The Recording Engineer Sleeps CD / LP

€ 12,50 CD (2015 reissue) Staubgold

€ 14,50 LP (2015 reissue) Staubgold

[audio:http://www.flur.pt/mp3/STAUBGOLD138-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/STAUBGOLD138-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/STAUBGOLD138-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/STAUBGOLD138-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/STAUBGOLD138-5.mp3]

A Staubgold tem tido este dom de nos surpreender com as reedições que nos oferece. Tem a ver com a forma como nos mostra pop à margem – sobretudo dos anos 1980 -, não tanto de discos perdidos, mas de bandas que existiram em contextos muito próprios e criaram algo de único. Os Cocoon são mais um exemplo a juntar aos 49 Americans e aos Family Fodder. “While The Recording Engineer Sleeps” foi gravado em 1985 na Alemanha por uma espécie de supergrupo (à semelhança dos 49 Americans) alemão (Gunter Hampel, Jürgen Gleue, Rüdiger Klose, Matthias Arfmann e Thomas Keyserling) à procura do mesmo que algumas bandas na altura: formas de contornar a pop, fazendo pop, mas de uma forma mais madura/intelectual, que fundisse de uma forma menos natural géneros que reinavam nas margens. “While The Recording Engineer Sleeps” parte de um certo psicadelismo (um psicadelismo de cabaret, vá) misturado com tragos de jazz que recordam os Steely Dan. Nada de novo, mas o sotaque alemão e o groove meio contido de algumas músicas atiram-nas para territórios funk-saloio, com a liberdade e o fascínio-ingénuo de um Doug Hream Blunt. Desconhecíamos. Ficámos a conhecer. Não temos ouvido outra coisa.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 11 Junho, 2015

GIANCARLO TONIUTTI La Mutazione LP + CD

€ 17,50 LP + CD (2015 reissue) Black Truffle

[audio:http://www.flur.pt/mp3/BT014-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/BT014-2.mp3]

No vasto, complexo e variado universo da música industrial, a editora Broken Flag existiu perto do Centro, ajudando a solidificar trabalho e credibilidade para nomes fundamentais na época como Cranioclast ou Controlled Bleeding mas, sobretudo, para Ramleh, projecto do fundador Gary Mundy. “La Mutazione” divide-se em duas faixas longas totalizando quase uma hora de imersão em atmosfera densa. Loops que navegam em fundo, ondas sucessivas de sintetizador, vozes desencarnadas e o evoluir de um cenário que se mantém sempre na penumbra. O que se chamava “power electronics” era habitualmente mais guerreiro, violento, alto (como Controlled Bleeding), mas alguns desvios permitiam a imaginação de um pântano onde a marcha é lenta (claro), tudo parece suspeito e o Diabo espreita. “La Mutazione” está na linha, por exemplo, de algumas gravações mais ambientais de Illusion Of Safety (Jim O’Rourke chegou a colaborar com eles), e é impressionante como a solidez e coerência deste material atravessam 30 anos abaixo dos radares para a música reemergir em 2015 como exemplar magnífico de um sector de actividade que, catalogado como industrial, era na verdade dedicado a causas profundas, interiores e exploratórias, todas elas com dificuldade em responder a um só nome. Brilhante.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 8 Abril, 2015

WAYNE SMITH Icky All Over 7″

€ 9,50 7″ Dubstore / Jammy’s

[audio:http://www.flur.pt/mp3/DSR-LJ-003-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/DSR-LJ-003-2.mp3,]

Prince Jammy outra vez, época emergente do dancehall digital, 1985 com o riddim Sleng Teng a aquecer a voz de Wayne Smith uma vez mais. “Room full, all full, stadium full, the people them come just to get them belly full”, só podemos adivinhar o tema desta letra “suspeita”. A voz está sempre em suspensão, os jornalistas estrangeiros querem entrevistar Wayne Smith (está na letra), o flow é cerrado, não abranda a não ser, obviamente, na versão do lado B onde o riddim faz sentir toda a magia das caixas de eco e arranjos sintéticos deste momento especial na história musical da Jamaica. Sempre igual (não é o que diz do reggae quem ouve a correr?), sempre boom!

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Sábado, 27 Dezembro, 2014

LEWIS BALOUE Romantic Times CD

€ 17,50 € 8,50 CD (2014 reissue) Light In The Attic

[audio:http://www.flur.pt/mp3/LITA123-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/LITA123-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/LITA123-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/LITA123-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/LITA123-5.mp3]

Foi uma das histórias de 2014. Já conhecíamos “L’Amour” de Lewis mas entregá-lo ao mundo como a Light In The Attic fez, e as histórias que se seguiram, foi uma dádiva que agradou a muitos e, sobretudo, deu a conhecer a música muito particular desta figura misteriosa. O melhor de tudo? O melhor de tudo é que não acabou aí. Pouco depois da bomba explodir, soube-se que a LITA tinha descoberto outro disco associado a Lewis, este “Romantic Times”, onde assina com um Baloue à frente mas o ar de vedeta-playboy esquecido continua lá. E também continua lá na música, o capítulo seguinte do romantismo de “L’Amour”, com apontamentos que nos lembram clássicos de outros – ainda mais de outros – tempos: “We Danced All Night” é “Strangers In The Night”. “Romantic Times” soa melhor que “L’Amour”, não por ser necessariamente melhor, mas porque há um lado genérico no som que nos relaciona com uma série de melodias e destinos familiares. E esse sentido de presença, seja por associarmos a um bom disco de sala de fundo, uma música para o Natal, ou o disco que devia tocar em todos os elevadores (sem qualquer sentido pejorativo), faz com que a nossa relação com “Romantic Times” não seja de amor à primeira vista – como o outro – mas de assimilar e reconhecer algo de que já gostamos e que estamos a ouvir numa frequência de perfeição. Esse era o principal dom de Lewis, sem fazer nada de especial, fazia o que queria/sabia bem. No ponto. E é por isso que hoje bate. Mesmo sem histórias.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 18 Dezembro, 2014

THE FATES Furia CD / LP

€ 13,95 CD Bird / Finders Keepers

€ 16,95 LP Bird / Finders Keepers

[audio:http://www.flur.pt/mp3/016EGGSCD-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/016EGGSCD-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/016EGGSCD-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/016EGGSCD-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/016EGGSCD-5.mp3]

Una Baines, que fazia parte da formação original dos The Fall e dos Blue Orchids de Nico, lançou em 1985 este projecto, composto apenas por membros femininos e um pouco a ressacar do pós-punk britânico. Ressacado é o termo correcto, “Furia” é um disco que parece fora do seu tempo e isso talvez explique o facto de apenas ter tido direito a uma prensagem privada. Mas perto de trinta anos depois somos quase que forçados a olhar para essas catalogações de forma diferente e não ligamos tanto ao som que era relevante no início dos 80s e estaria ultrapassado uns anos depois. “Furia” é um álbum de canções refinadas, cheio de mel e sem aquela rebeldia de outras bandas femininas como as Raincoats ou as Slits. Apesar da parte instrumental ter sido gravada de uma forma muito crua, as vozes criam uma harmonia que reveste as canções com uma luminosidade de conto de fadas, entre o pastoral e uma folk que nos lembra alguns dos melhores momentos dos Fairport Convention, em versão redux. Fora do tempo do seu tempo, mas a tempo de ser apreciado agora. Mais um grande saque do baú da Finders Keepers, que continua a descobrir e a mostrar-nos algumas das pérolas de Manchester que ficaram esquecidas.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 11 Dezembro, 2014

NICK CAVE & THE BAD SEEDS The Firstborn Is Dead LP

€ 23,95 LP (2014 reissue) Mute


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 8 Agosto, 2014

VIRGO Go Wild Rhythm Trax LP

€ 9,50 LP (2014 reissue) Trax / Other Side

[audio:http://www.flur.pt/mp3/OST485-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/OST485-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/OST485-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/OST485-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/OST485-5.mp3]


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 7 Agosto, 2014

JESSE VELEZ Super Rhythm Trax MLP

€ 9,50 MLP (2014 reissue) Trax

[audio:http://www.flur.pt/mp3/CS001-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/CS001-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/CS001-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/CS001-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/CS001-5.mp3]

“Girls Out On The Floor” não define uma época mas sim um desejo que atravessa épocas. O fogo latino empregue na dança mexe como pouca coisa, é bastante imperativo. Não há outra ordem que não seja Mexer! e cada um dos discos mais representativos é como um programa anti-estático em si mesmo. “Fire” junta electro norte-americano com Italo Disco para segurar pontas transatlânticas que há algum tempo vinham trabalhando juntas em trocas de influências. “Super Rhythm Trax” é um manual de ritmo, o princípio de tudo, e alguns cânticos facilmente considerados tribais no contexto da cultura de clube. Está tudo dirigido ao chão, onde acontece a acção. O ritmo, assim intenso e descarado, faz e acontece. Jesse diz “We Don’t Need No Music”. Vinil vermelho, como o original.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 31 Julho, 2013

GERMAN SHEPHERDS Music For Sick Queers LP + 7″

€ 20,95 LP + 7″ Superior Viaduct


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »