Sexta-feira, 9 Novembro, 2018

APHEX TWIN Richard D James Album CD / LP

€ 14,95 CD Warp

€ 24,50 LP (2012 repress) Warp

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Terça-feira, 23 Outubro, 2018

APHEX TWIN … I Care Because You Do CD / 2LP

€ 14,95 CD Warp

€ 24,50 2LP (2012 repress) Warp

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Segunda-feira, 24 Setembro, 2018

APHEX TWIN Collapse EP MCD / 12″

€ 11,50 MCD Warp

€ 16,50 12″ Warp

A atracção que sentimos por Aphex Twin quando regressou há cerca de quatro anos com “Syro” vem pelo lado majestoso com que trabalha a música de dança / electrónica. Absteve-se do novo, do fresco, da novidade, de criar o futuro, para trabalhar aquilo que entende e lê da música electrónica actual e de como essa música digeriu muita da dança que foi feita no Reino Unido nos 1990s. “Collapse” viaja como exercício, algo que Aphex Twin tenta construir e que vai descobrindo melhores formas de o fazer ao longo deste mini-álbum. A faixa que o tem promovido – que é maravilhosa – é a menos boa de não é preciso grandes aventuras para descobrir esse facto: “1st 44” vem logo a seguir com mais força, robustez e inventividade. Os restantes 3 temas seguem esta ordem de pensamento, mais variados, criativos e conscientes de que o bruto de “T69 Collapse” se pode tornar em elegância. Um bom colapso. Caso isso exista.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Sábado, 21 Julho, 2018

APHEX TWIN Selected Ambient Works 85-92 2LP R&S

€ 26,50 2LP (2018 reissue) R & S

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

Aphex Twin fundou tantos sons mais tarde recorrentes, formou tanta gente na maneira punk como criou música, comparável, em outra escala, à influência dos Sex Pistols na formação de bandas. Aphex mostrou a muita gente que se podia fazer o que se quisesse, como se quisesse, sem sair do quarto. De um lado ao outro do espectro, sentimental e aéreo em “Ageispolis”, aquático em “Schottkey 7th Path”, Ácido Maior, breakbeat já na antecipação de uma escola IDM e – atrevemo-nos – trip hop; futurista e easy listening. “Actium” poderia ter sido gravado hoje e ia directo para um disco da L.I.E.S., com “Green Calx”. “Hedphelym” desce do futuro, daquela cidade nas nuvens que às vezes imaginamos, apresenta a tradicional ambiência pacífica de Aphex e, inevitavelmente, remete para os videos digitais da era rave. Demasiado importante para não ser lembrado em qualquer altura, não precisa de pretexto.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 26 Outubro, 2016

MIKE & RICH Expert Knob Twiddlers 2CD / 3LP

€ 13,50 2CD (2016 reissue) Planet Mu

€ 28,95 3LP (2016 reissue) Planet Mu

[audio:http://www.flur.pt/mp3/ZIQ369-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ZIQ369-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ZIQ369-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ZIQ369-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ZIQ369-5.mp3]

Isto foi incrivelmente especial em 1996. O encontro entre µ-Ziq e Aphex Twin juntava os dois nomes mais significativos na cena electrónica que saíu da rave para criar novo território (e novos paradigmas). “Expert Knob Twiddlers” mantém bem visível a postura destes produtores que nunca se levaram muito a sério. Se isso é mais notório quando pensamos em Aphex Twin, ao ouvir µ-Ziq (ou outros projectos de Mike Paradinas) ficamos logo ligados a uma ideia muito lúdica de som. Em ambos os casos, as referências à infância são muito presentes, isso também é explícito na capa do disco, onde ambos aparecem a jogar Downfall. Muito longe de techno ou house. O álbum mostra uma série de composições que tanto se inspiram na BBC Radiophonic Workshop como no mundo colorido da Exotica dos anos 50/60 que, por acaso, a meio dos anos 90, estava a influenciar alguma pop e alguma electrónica. Uma certa postura de jazz na desconstrução dos ritmos é também um ponto identificador da música. A estrutura soa bastante livre, há uma criatividade quase clássica nos arranjos, mas é precisamente isso que, aliado à estranheza dos sons, torna o álbum tão bom ainda em 2016. Gravado originalmente em 1994, durante o Mundial de Futebol nos EUA, foi cortado, preparado e editado por Richard D. James (Aphex) na sua Rephlex. A presente reedição foi remasterizada, a ordem original das faixas reajustada para uma outra narrativa e inclui sete faixas extra.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 4 Agosto, 2016

APHEX TWIN Cheetah MCD / MLP

€ 9,95 MCD Warp

€ 14,95 MLP Warp

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

Sem dúvida menos atribulado do que discos anteriores, recentes, de Aphex Twin, “Cheetah” precisa de menos BPMs para fazer a síntese do som de Richard D James. Desde logo, “CHEETAHT2 (LD Spectrum)” e “CHEETAHT7b” escrevem o sentimento predominante, ligeiramente ácido mas muito pausado e contido, que acaba por tornar este EP especial. Espécie de house narcótica contrariada mais à frente pelo mais reconhecível “CIRKLON3 (Kolkhoznaya mix) ” e, no CD, “2X202-ST5″. O trabalho melódico é claramente Aphex Twin, mantendo a chama nostálgica bem acesa por um som futurista que ele próprio inventou e que ainda não encaixa exactamente bem em nenhuma tendência de época. Respeito. Vocês sabem.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Segunda-feira, 14 Setembro, 2015

AFX Orphaned Deejay Selek 2006-2008 MCD/ MLP

€ 9,95 MCD Warp

€ 16,50 MLP Warp

“Serge Fenix Rendered 2″ tem claps Disco a cortar um daqueles tortuosos esquemas electro de Aphex, também ácido e com aquele drama ambiental característico. O EP começa assim em força. Prossegue ácido, é muito a marca do autor, a geração, o percurso e o enquadramento. Há um permanente estado de rave, meio congelado, que este pessoal acarinha como a palha no berço do menino. “Bonus EMT Beats” é a dj tool de AFX, um break repetitivo mas que nunca é monocórdico durante os mais de 4 minutos. O característico “momento estranho” revela-se em “Midi Pipe1c Sds3time Cube/Klonedrm”, um artefacto que, neste contexto, soa feito à mão. Nesta fase não há aspecto de Aphex Twin que não se conheça já, mas ainda assim termina em beleza com “R8m Neotek Beat”, uma outra faixa de ritmo que abre um pouco para fora da cabeça de Richard James em direcção a uma realidade mais… consensual de ritmo e quebra.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 15 Abril, 2015

APHEX TWIN MARCHROMT30a Edit 2b 96 12″

€ 13,50 12″ Warp

[audio:http://www.flur.pt/mp3/WAP381-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/WAP381-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/WAP381-3.mp3]

Aphex Twin meio romântico na faixa-título (bónus de “Syro” na edição japonesa), 7 minutos de ambiente melancólico gerido por entre ciência rítmica, cortes e efeitos que sempre recordarão “Windowlicker” e “Come To Daddy”. Mo’Wax e Daft Punk no mesmo rolo. O maxi acrescenta uma versão alternativa, mais rápida, mais curta, praticamente apenas a aceleração do pitch para quem pensa melhor com BPMs mais acima; “XMAS_EVET1 N” completa o disco, é uma das faixas que brilharam em “Syro”, agora supostamente na versão original com menos ácido e menos puxada a drum & bass. Ganha musicalidade nesta contenção.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 30 Janeiro, 2015

APHEX TWIN Computer Controlled Acoustic Instruments Pt 2 CD / LP

€ 14,95 CD Warp

€ 16,50 LP Warp

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

Com todas as suas qualidades, “Syro” não indicava muito para além dos 90s, em especial da fase “Windowlicker”. Então “Computer Controlled Acoustic Instruments” soa realmente diferente? Mais ou menos. Há referências que podemos traçar ao “Richard D. James Album”, por exemplo (uns breaks percussivos mais acústicos), e a “Druqs” (piano preparado ou algo assim), há uma herança ancestral de breakbeats que parece óbvia em “0035 1-Audio”"Diskhat2″, “Diskhat1″ e outros. Mas não estaremos demasiado à espera do definitivo manifesto alienígena, de futuro ainda não imaginado? Chega de perguntas. O som quase steam-punk da mini-orquestra robótica que conjuga piano, ritmos e toda a espécie de sons metálicos, abre um segmento próprio, desligado de contexto. Os sons em si podem não oferecer gritos de “novidade!” mas o momento em que este disco aparece tem muito de surpreendente. Pouco tempo após “Syro” e numa fase de especial comunicação por parte de Aphex Twin (material inédito a ser oferecido no seu Soundcloud), Aphex soa até a Neubauten em introspecção (“Disk Prep Calrec2 Barn Dance [Slo]“). Quase afundamos o barco com constantes referências mas é a maneira mais simples de permanecer a bordo. A cabeça de Richard James desorienta, se procurarmos ordem em vez de deixar a confusão rolar e apreciar a vista.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 19 Setembro, 2014

APHEX TWIN Syro CD / 3LP

€ 13,95 CD (multi fold out) Warp

€ 32,50 3LP (triple gatefold) Warp

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

Há praticamente uma década, a série Analord veio mitificar Aphex Twin ainda mais como Mestre no seu mundo. “Syro” não representa nenhum salto radical face à inventividade já conhecida, é talvez uma conclusão, em 2014, de duas coisas: o que se esperaria de um álbum novo de Aphex Twin, por um lado, e o apuro da sofisticada e complexa grelha de sons que conhecemos dele, por outro lado. Ouvimos ecos de “Richard D. James Album”, “I Care Because You Do”, momentos de “Windowlicker” (momento fulcral, com Daft Punk, para ilustrar o que agora se chama EDM). Há um claro peso sintético que parece condensar 20 anos de música electrónica tal como Aphex ajudou a fundar. O álbum nada tem de estranho ou inesperado, nenhuma porta nova para indicar Desconhecido. Reabre, no entanto, algumas várias portas que mais ninguém se mostrou capaz de reabrir como deve ser. Este é, se calhar, o álbum pop de Richard D. James, um novo disco de consagração em que as correntes em que investiu são unidas para os seus fãs clássicos e para pessoal que apanhou o seu som mais recentemente. Breakbeats, jungle, wobbles, blips, ácido e muitos cortes que sugerem o que nos 90s eram puras experiências de laboratório mas que, agora, são agregadores de entusiasmo para quem nasceu a chamar “música electrónica” a quase tudo o que não tem guitarras. “Syro” é a cabeça de uma pessoa que mistura actividade agressiva com um sentido de beleza contemplativa e não vê nada de errado na sobreposição dessas camadas. Extremamente barroco em “Syro U473t8 E (Piezoluminescence mix)”, não deixa quase o menor espaço para respiração, obriga-nos a tomar tudo de uma vez. Aphex Twin reganhou um sentido de urgência meio demente que associamos claramente à sua pessoa (pública, pelo menos), é como se quisesse fazer de novo tudo o que já fez mas mais depressa, em menos tempo e antes que alguém comece a opinar demasiado. No fim de tudo, “Aisatsana” (fácil ler Anastasia ao contrário) abre uma janela para um mundo radicalmente diferente do resto do álbum. Tal como antes tivemos de lidar com tudo junto, agora sim, fazemos a nossa respiração toda de uma vez só.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 17 Maio, 2012

APHEX TWIN Selected Ambient Works Volume II 2CD

€ 21,95 2CD Warp

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

Aphex foi sempre a estrela improvável do circuito electrónico, nunca cedendo a produzir os sons de massa mas por alguns instantes casualmente alinhado com eles. Por isso foi grande logo aos 20 anos e, com 23, reunia mais um lote de faixas ambientais de data incerta (muitas provavelmente ainda gravadas nos 80s quando era teenager). Há múltiplas variantes no som que ouvimos neste volume de “Selected Ambient Works”, de Erik Satie a Conrad Schnitzler, Tangerine Dream, Sakamoto (banda sonora de “Merry Christmas Mr. Lawrence”), dub, industrial e uma vibe espacial ameaçadora como em “Alien”, o filme, quando não se sabe o que acontece a seguir. Obra majestosa pela sua afirmação estética que alcança incólume o presente e pode ser detectada nas camadas e camadas de abafo que se escutam, por exemplo, em editoras como a Tri Angle e em certas coisas da Not Not Fun. Mas Aphex Twin estava sozinho, como Criador, e foi a partir dessa posição que se tornou lenda. Como que a prová-lo, o seu logotipo tradicional aparece na capa, meio sumido, em superfície metálica corroída ou rocha muito antiga. Ele já lá estava.

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »