Quarta-feira, 6 Março, 2019

SALLIM A Ver O Que Acontece CD

€ 11,95 CD Cafetra

Desligando da capa, do imaginário que Sallim tem potenciado através da sua imagem (hoje é no Instagram e não nos jornais), fechando os olhos a tudo o resto e com os ouvidos abertos para a música, “A Ver O Que Acontece” é um salto em relação a “Isula”. Já passaram três anos – caramba! – e agora é preciso fechar os olhos e acreditar que quando se abrirem se estará num qualquer mundo mágico. A música de Sallim é agora uma banda-sonora fictícia de uma anime, com uma narrativa de histórias de insegurança, de impaciência e harmonia de uma jovem adulta. “A Ver O Que Acontece” é um bonito compêndio de créditos alternativo de séries de anime anovelezadas (imaginem o refrão de “Mais Ninguém” a abrir uma qualquer novela de prime-time), ausente de juízo de sobranceria e consciente de que a consistência de se escreverem dez canções é o poder para tornar isto credível. Sallim é ela própria uma outra Sallim que é criada nas suas canções. Tudo tão brilhantemente fictício e amoroso de real. “A Ver O Que Acontece” são as chaves para o maravilhoso mundo de Sallim, onde a pop asiática dobra-se sobre a Ariana Grande a ditar poesia de rua.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , / / Comentar: aqui »

Terça-feira, 22 Maio, 2018

IGUANAS Lua Cheia CD

€ 11,50 CD Cafetra


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 11 Agosto, 2017

ÉME Domingo À Tarde CD

€ 9,95 CD Cafetra

[audio:http://www.flur.pt/mp3/CFR025-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/CFR025-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/CFR025-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/CFR025-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/CFR025-5.mp3]


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 19 Maio, 2016

LOURENÇO CRESPO Nove Canções CD

€ 8,50 CD Cafetra


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , / / Comentar: aqui »

Terça-feira, 22 Março, 2016

SALLIM Isula CD

€ 16,50 CD Cafetra

[audio:http://www.flur.pt/mp3/CFR022-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/CFR022-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/CFR022-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/CFR022-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/CFR022-5.mp3]

Olhamos para Portugal e para as diferentes gerações das últimas décadas (esqueçamos, por momentos, que uma geração tem 25 anos, mais coisa menos coisa) e há algo que aconteceu com a Cafetra, pelo menos em Lisboa (é aquilo que presenciamos e vivemos) que é uma raridade em Portugal. Sim, sempre existiram miúdos (agora os Cafetra já não são assim tão miúdos) a fazerem música. Esses também falavam sobre os questões da idade e essas coisas. Mas na Cafetra sempre existiu um lado não romântico, um contornar das questões pop nucleares, de fazer como manda o livro, e criar a sua própria cena. E conseguiram. E já andam por aqui há muitos anos. E é natural que ao fazerem isso chamem a atenção de outras pessoas, de pessoas que se reconhecem naquilo que fazem e, assim, criaram um espaço para descobrir uma quantidade de talento, para inspirar pessoas a explorarem isso e, melhor, a perderem a timidez de não existir um lugar para si. Isto a propósito de Sallim, um nome que não estava presente no boom da Cafetra, mas que nos últimos tempos se tem feito ouvir. Depois de edições em CD-R, “Antes Que Se Vá Embora” e “Sallim” (ambos também disponíveis), apresenta agora o seu primeiro álbum dito a sério. Gravado e misturado por Leonardo Bindilatti, que faz parte do gangue (e já havia feito o mesmo com “Alfarroba” das Pega Monstro), “Isula” é um disco que não só vem preencher um vazio que existe no mercado editorial português, mas que é um fresco no modo de apresentar canções, lá está, cantadas em português. A escrita de Sallim é límpida e clara, a sua voz é calma e às vezes é qualquer coisa de anjo. Guitarra e voz essencialmente, é escusado dizer que há lugares comuns com outros singers-songwriters da actualidade e não só, mas tal como grande parte dos lançamentos da Cafetra – só para não se arriscar a dizer todos – é algo indiferente a essa ideia de influência. É conteúdo próprio, sem uma natural preocupação de se parecer qualquer coisa e, sim, soar a essa coisa estranha de se ter pouco mais de vinte anos e falar sobre os seus problemas. De forma presente, vivida, imaginada – quando Sallim entra num mundo de fantasia é maravilhoso e a sua escrita é um roteiro perfeito para esses lugares -, sem os lugares comuns do romantismo importado. E essa coisa das canções reflectirem experiências que estão desassociadas de referências é algo que também expõe o seu talento, a sua diferença – e indiferença – em relação ao resto. Faz uma coisa só sua. E faz muito bem. E é um disco lindíssimo, do início ao fim, nas suas onze canções, que ficam logo no ouvido – não é exagero – à primeira audição. Não se pode passar ao lado de uma voz assim, de uma atitude tão inocente e transparente. E, claro, de um álbum que a qualquer momento coloca o ouvinte noutro lado, num lado bonito, do qual não se quer voltar.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Terça-feira, 22 Março, 2016

V/A Fetra Tape 2015 CASSETE

€ 8,50 CASSETE Cafetra


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

1. Lourenço Crespo – Acabou 02:14
2. Calhau – A Fuga da Fuga 04:09
3. Afonso Simões e Manuel Mota – xGORDYS 03:38
4. B Fachada – Branca 02:17
5. Jewels – Amor 01:57
6. Smiley Face – Fico à Sombra e Não 02:49
7. Bleiddwn – Beatstep 04:18
8. 666MFRas & Yan-Gant Y-Tan – Fetra Style! 04:28
9. Mer – Campolide 03:27
10. Éme – Puxa a Patinha 01:58
11. Putas Bêbadas – Nabo 01:28
12. Caveira – Contracto de Realismo Devoção Fé Presente 05:43
13. Rabu Mazda & Van Ayres – Matilha Preta 05:18
14. Pega Monstro – Responso para Maridos Transviados 03:00

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 30 Outubro, 2013

PUTAS BÊBADAS Jovem Excelso Happy LP

€ 11,95 LP Cafetra

Putas Bêbadas é um dos grandes triunfos da Cafetra. Composto por metade de Kimo Ameba, Abras e agora com Junória (Os Passos Em Volta), as Putas Bêbadas são uma espécie de reinvenção actual de uma certa degeneração – boa – do indie rock dos últimos vinte anos que se viveu em editoras como a Siltbreeze ou a Load. Tudo bate certo e tudo é uma cacofonia exaltante de uma irreverência que só a idade concede e uma conjugação perfeita entre desejos e aspirações de quatro pessoas, que são capazes de exaltar um universo sem fazer disso necessariamente uma referência e produzir um álbum tão visceral, poderoso, irreverente e afirmativo como “Jovem Excelso Happy”: provavelmente o melhor título deste ano, em qualquer parte do mundo, com um artwork totalmente a condizer. Tudo parece a brincar, mas também é sério, e a parte a brincar não é ironia nem coça a qualquer género, é genuína, porque isso também faz parte do que são as Putas Bêbadas (afinal, nunca esquecer, chamam-se Putas Bêbadas). Muito bem produzido, cheio de classe, “Jovem Excelso Happy” justifica o seu título. É tudo isso e muito mais.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Terça-feira, 19 Junho, 2012

ÉME Gancia CD-R

€4,95 CD-R Cafetra  ENCOMENDAR

[audio:http://www.flur.pt/mp3/CAFETRA052012-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/CAFETRA052012-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/CAFETRA052012-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/CAFETRA052012-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/CAFETRA052012-5.mp3]

 


/ / Etiquetas: , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 27 Abril, 2012

V/A Compila (Cafetra) CD

€4,95 CD Cafetra  ENCOMENDAR

[audio:http://www.flur.pt/mp3/SEMCODIGO165-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/SEMCODIGO165-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/SEMCODIGO165-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/SEMCODIGO165-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/SEMCODIGO165-5.mp3]

Edição feita com muito amor e carinho para o Record Store Day aqui na Flur, “Compila” (a versão revista de “Granda Compilação” da Cafetra) é uma excelente recolha do catálogo da editora, que HOJE, faz imenso sentido e é uma óptima porta de entrada para saber, ou pelo menos ficar a conhecer, o que vai na cabeça destes miúdos. Apanha-se a diversidade que corre por ali: há declarações indie-rock formais que batem hoje tanto como em qualquer outra altura (Os Passos em Volta, Pega Monstro); costelas de singer songwriter que vêm ao de cima com toda a emoção & humor (Éme, Smiley Face); revisitações actuais do universo da Load, que reflectem um imaginário próprio e único sem a previsibilidade do copy/paste (100leio, Kimo Ameba e Putas Bêbadas) e acontecimentos difíceis de descrever, ou de situar, como os Go Suck a Fuck. Tudo faz muito sentido neste momento e este é um objecto precioso para apanhar toda uma realidade que está a acontecer agora. Foram feitas apenas 30 cópias e sobram muito poucas!


/ / Etiquetas: , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 16 Março, 2012

PEGA MONSTRO Pega Monstro CD

€ 7,50 CD Cafetra

Oiçam aqui

Duas irmãs, guitarra e bateria, gravação directa para quatro pistas com um som abrasivo, cru, livre, com uma espontaneidade de ir às lágrimas e uma facilidade de comunicação que parece tornar tudo, bem, fácil. O primeiro álbum das Pega Monstro é um verdadeiro monumento no rock português. E não é por soar a isto ou aquilo, nem é pior por se achar isto ou aqueloutro, mas por atingir um estado de pureza e de inocência que é raro e ainda mais raro neste cantinho. Porque, admitamos, se é fácil, se é preciso não ter vergonha para fazer um álbum destes em 2012, então porque é que nunca ninguém o fez antes? E é isso, se por um lado é um álbum excelente com uma visão adolescente, por outro Maria e Júlia Reis entregam uma espécie de sonho que nos escapou durante toda a adolescência. Porque, admitamos, apesar de todos nós termos tido as nossas cenas nessa idade, quantos não gostariam de ter tido uma banda como as Pega Monstro nesses anos e, melhor, ter algo como a Cafetra a acontecer? “Pega Monstro” tem uma emergência fascinante, aquela vontade de expressão sem limites, tão evidente nas letras, que demonstram de uma forma muito bonita o mundano de certas vivências, o à-vontade para exigir um certo desconforto, que é natural, e que se manifestou em todos desde que existe a “adolescência”. E é aí que elas ganham a tudo, falam de coisas genéricas mas não falam dessas coisas de uma forma genérica, falam com uma linguagem que lhes é própria. E agora encaixem isso em canções que são bem tocadas, com melodias incríveis e letras que as abençoam. Assim nascem canções como “Carocho”, “Lisboa-Porto”, “Homosec”, “Fetra” (a melhor “Fetra” das “Fetra” dos Cafetra) e “Akon” (sublime). Pega Monstro é um acontecimento no evento Cafetra, um que esperávamos há muito tempo (décadas) e que finalmente vimos acontecer.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 24 Fevereiro, 2012

KIMO AMEBA Rocket Soda CD

€ 7,50 CD Cafetra  ENCOMENDAR

[audio:http://www.flur.pt/mp3/CAFETRA022012-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/CAFETRA022012-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/CAFETRA022012-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/CAFETRA022012-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/CAFETRA022012-5.mp3]

A Cafetra entrou em força em 2012. Agora é a vez dos Kimo Ameba, com “Rocket Soda”, um som distinto do catálogo da editora, mas com o mesmo espírito. Isto é, aquele sentimento indie norte-americano 90s está todo lá, mas há um lado troglodita-bom nestes temas que nos fazem lembrar – e bem! – o catálogo da Load de há dez anos. Mais do que pujança – que há, e muita – há um sentido de irreverência que é transversal ao longo de “Rocket Soda” (e também na Cafetra) e isso é daquelas coisas que são genuínas com a idade e, a bem dizer, estes putos estão no ponto. Como se mais nada importasse, ligar guitarras e bateria e soltar a imaginação numa duração curta, às vezes parece demasiado trabalho para um tema tão curto. Mas parte da irreverência e do virtuosismo está aí. A conduzir isso tudo, palavras – ou berros, gemidos – dificeis de perceber, como se isso fosse secundário e a voz fosse só mais matéria para o som. Como não gostar de um disco que acaba com “Tang It Up Faggopt”?


/ / Etiquetas: , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 3 Fevereiro, 2012

GO SUCK A FUCK Para O Seu Marido CDR

€ 2,50 CD-R Cafetra  ENCOMENDAR

[audio:http://www.flur.pt/mp3/SEMCODIGO131-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/SEMCODIGO131-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/SEMCODIGO131-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/SEMCODIGO131-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/SEMCODIGO131-5.mp3]

Mais um lançamento da Cafetra, um mês depois do essencial “Até Morrer” d’ Os Passos Em Volta. Este é o primeiro dos seus CD-Rs que nos chega às mãos (existem bastantes para trás) e também o primeiro de Go Suck A Fuck, outros dos óptimos projectos a sair da Cafetra. “Para O Seu Marido” é composto por 20 temas, quase todos eles com duração inferior a um minuto. Quase todos são feitos através de processos simples, lembrando a música para publicidade feita por alguns ingleses durante os anos sessenta e setenta, mas o que aqui se ouve é um avanço significativo para o século XXI, lembrando ao longo dos seus temas Leyland Kirby, Ariel Pink, Ducktails e as coisas da Pre-Cert Home Entertainment sem o cunho forçado do tempo e da memória. Essa diversidade, inconformismo ou grande número de ideias que passa ao longo deste mini-álbum altera substancialmente a percepção que temos da duração dos temas. Parecem maiores porque, no fundo, estão muito bem trabalhados e adornados para serem tão curtos. Mas é assim mesmo e isso é razão suficiente para ser um dos discos mais ouvidos cá na loja desde que nos vieram entregar em mão.


/ / Etiquetas: , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 2 Dezembro, 2011

OS PASSOS EM VOLTA Até Morrer CD

OS PASSOS EM VOLTA
Até Morrer

€ 6,95 CD Cafetra  ENCOMENDAR

[audio:http://www.flur.pt/mp3/CAFETRA2011-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/CAFETRA2011-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/CAFETRA2011-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/CAFETRA2011-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/CAFETRA2011-5.mp3]

É possível que tenha passado despercebido, mas uma das melhores coisas a acontecer no panorama musical português de 2011 foi a Cafetra Records. Um grupo de miúdos incríveis começou uma editora de CDRs e puseram-se a editar uma série de projectos, alguns deles cruzam artistas da editora. Se o nome Cafetra falhou, talvez o cruzamento com nomes como Pega Monstro, Kimo Ameba, 100 Leio, Go Suck A Fuck e estes Os Passos Em Volta não seja assim tão estranho. “Até Morrer” é, de certa forma, o primeiro lançamento mais oficial da editora, um esforço conjunto que teve um momento bem visível há um mês na noite de angariação de fundos que a editora organizou n’A Barraca. Sala cheia para ver esta nova geração que quase de certeza vai fazer muita da melhor música portuguesa que vamos ouvir nos próximos anos. “Até Morrer” é um daqueles acontecimentos felizes onde se encontram uma série de condições para tornar este momento mesmo especial. Rock juvenil/adulto com o à-vontade indie norte-americano dos anos 90 com uma veia que passou pelos Times New Viking e Psychedelic Horseshit dos primeiro discos, algo mais entornado para o mundo Siltbreeze do que para qualquer outra coisa. Só que há uma força e uma pujança tal que faz isto soar a algo completamente fresco, como um composto de uma universalidade da música em que a associação é apenas uma bengala para nos situarmos. E essa força, raça, à-vontade, “preocupação despreocupada” d’Os Passos Em Volta é algo novo no indie-rock português, sem paralelos, nem mesmo com a Bee Keeper ou uns Pinhead Society, um acto singular de manifestação da adolescência, de amizade, amor, de mandar cá para fora. Grande, grande disco.


/ / Etiquetas: , , / / Comentar: aqui »