Quinta-feira, 27 Dezembro, 2018

DELROY EDWARDS & DEAN BLUNT Desert Sessions LP

€ 20,95 LP L.A. Club Resource

OUVIR ÁLBUM COMPLETO / LISTEN TO FULL ALBUM
Desert Sessions


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 31 Janeiro, 2018

BLUE IVERSON Hotep MLP

€ 10,50 MLP Deviation

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

Novo projecto de Dean Blunt, nova viagem com outro nome, desta vez continuando com maior coesão a sua aventura deixada no último álbum que assinou enquanto Dean Blunt: ou seja, abandonou tudo o que estava para trás (embora ainda haja algum Arthur Russell) e abraçou as dinâmicas de um Dam-Funk que passou os últimos dois anos a ouvir o “Blue Lines” dos Massive Attack. O resultado? É preciso resposta? Ok, está bem. É do Dean Blunt mais fino que existe: uma economia fabulosa de gestos e sons que se espalham por oito maravilhosas canções. Nem a Lauryn Hill sabe de onde vem tanta soul.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 10 Janeiro, 2018

JOANNE ROBERTSON & DEAN BLUNT Wahalla MLP

€ 21,50 LP Textile RDS

OUVIR ÁLBUM COMPLETO / LISTEN TO FULL ALBUM

Em Joanne Robertson, Dean Blunt encontrou a sua Inga Copeland para as suas incursões pop-psych. Era ela que se ouviu em “The Redeemer” e aqui volta a encaixar nessa fatia do universo de Dean Blunt com a singelidade que lhe é conhecida. Ao contrário dos restantes álbuns editados neste ano, “Walhalla” encaixa no vazio deixado por “Black Metal” como uma espécie de continuação para a sua carreira. Ou seja, não são restos de génio deixados noutro momento na sua carreira e encontrados para edição em 2017, é uma pura aventura nova, entre o psych-folk e a indie-pop dos Teletubbies.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 25 Outubro, 2017

HYPE WILLIAMS Rainbow Edition CD / LP

€ 14,95 CD Big Dada

€ 18,95 LP Big Dada

[audio:http://www.flur.pt/mp3/BD283-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/BD283-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/BD283-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/BD283-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/BD283-5.mp3]

Se o ritmo de edições do universo Hype Williams está a cansar neste ano, então é porque algo está mal na vossa vida. Por nós, poderia sair qualquer coisa de novo nesta semana. Dean Blunt tem estado activíssimo a buscar pérolas do passado recente (haverá mais novidades sobre isso em breve) e conseguiu reactivar os Hype Williams com este “Rainbow Edition”, algo que, mesmo após todas as partidas que nos pregaram, não estávamos à espera. O ponto final dos Hype Williams parecia definitivo. Não era. Ainda bem. Vinte novos temas de Dean Blunt e Inga Copeland em busca de um futuro que já existe, onde tudo conflui e bate certo. O tempo não passou, a invenção e a reinvenção que oferecem a cada momento continua a ser um oásis na música popular actual. Temos uma sorte do caraças em viver num presente onde se faz música assim. Talvez hoje um disco como “Rainbow Edition” não seja tão quintessencial como seria há dois ou três anos, mas ainda é o melhor comprimido para evitar a anestesia global. Ainda são os maiores.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 19 Outubro, 2017

DEAN BLUNT Stone Island LP

€ 18,50 LP Ed. Autor

OUVIR ÁLBUM COMPLETO / LISTEN TO FULL ALBUM
Stone Island

Editado originalmente em 2013, apenas online, em circunstâncias meio bizarras (surgiu primeiro num site russo, com os títulos em russo), “Stone Island” é o missing link entre os Hype Williams e a carreira a solo de Dean Blunt. Claro que também há os CDR (“The Narcissist”), mas este álbum é onde se formata o futuro da sua carreira a solo dos próximos anos, canções ainda cruas e cruéis (nunca deixaram de ser cruéis) com o flow único de Dean Blunt. Os instrumentais são sintéticos, falsos, uma falsa partida com o jeito habitual de Dean, onde não se sabe os limites da verdade e do que é sério ou não. É essa ilusão que prende desde que os Hype Williams surgiram e que ainda hoje mostra a magia daquilo que Blunt faz, sempre entre o real, o imaginário, a mentira e a completa desilusão pelo mundo em sua volta: seja o musical ou não.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 23 Agosto, 2017

DEAN BLUNT As Long As Ropes Unravel Fake Rolex Will Travel 12″

€ 13,95 12″ white label

[audio:http://www.flur.pt/mp3/WMA12-002-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/WMA12-002-2.mp3]

Numa altura em que foi anunciado o regresso dos Hype Williams (confessamos que não estávamos à espera, mesmo vindo de quem só se pode esperar o imprevisível), Dean Blunt edita um dos 12” limitados que desaparecem num instante. “As Long As Ropes Unravel Fake Rolex Will Travel” é um clássico Dean Blunt da altura do auge dos Hype Williams e serve também para reintroduzir – a quem se esqueceu – esse universo a quem se perdeu num mundo sem os Hype Williams. Enigmático como sempre, mas universal como explora o universo dos beats e das possibilidades e impossibilidades que Blunt/Hype Williams tornaram reais ao longo dos seus anos no activo (será que alguma vez deixaram de estar?). Edição muito limitada e já esgotada na fonte. Já tínhamos saudades de ver isto a acontecer com Dean Blunt.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Terça-feira, 11 Novembro, 2014

DEAN BLUNT Black Metal CD / 2LP

€ 11,95 CD Rough Trade

€ 28,50 2LP Rough Trade

[audio:http://www.flur.pt/mp3/RTRADCD725-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RTRADCD725-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RTRADCD725-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RTRADCD725-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RTRADCD725-5.mp3]

Aplica-se: somos do tempo em que Dean Blunt nos vinha entregar em mão CDRs de Hype Williams. Não passou muito tempo, mas desde então muita coisa mudou. O som que faz hoje, desde “The Redeemer”, que pouco tem a ver com a sonoridade de Hype Williams. Contudo, algumas formas, uma forma de procurar continua lá. E é por isso que apesar de “Black Metal” (o título é mais um artifício à Blunt) ser ainda mais pop do que “The Redeemer” (que era uma ode a Arthur Russell), quase cheesy, nós ouvimo-lo como sendo uma qualquer coisa mais do que é. Parece presunçoso assumi-lo, mas sentimos que vale a pena fazê-lo porque mais cedo ou mais tarde descobrimos que é. Este é o disco mais “banda” de Dean Blunt, é uma coisa que tanto parece Yo La Tengo como um hit MTV pop de finais dos anos 1990 que hoje apenas vive nos charts da VH1 e nas nossas memórias tristes. Nas nossas e na de Dean, e entre algum do seu ruído típico, canções que claramente são mais arrojadas do que o formato pop geral de “Black Metal”, encontram-se algumas dessas memórias espalhadas por canções entre o cheesy e o mau gosto, mas suficientemente apuradas e ligadas a uma realidade de artifício que as tornam em qualquer coisa mais. Sabemos da fixação de Dean Blunt por algum do imaginário e atitude do início dos 1980 (muito do que os Hype Williams faziam, iam buscar aos Throbbing Gristle e arredores, por exemplo), e este disco claramente liga-se a projectos mais pop de artistas de outras áreas (já temos falado nalguns deles) que resolveram experimentar a fórmula e tentar a sua sorte. Blunt com “Black Metal” junta-se a esse panteão. Clássico.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 4 Setembro, 2014

THE WIRE #367 (September 2014) REVISTA

€ 6,50 € 1 REVISTA The Wire

Desde os anos Hype Williams que Dean Blunt está sempre no nosso radar. Antes e depois da mudança – a saída de Inga Copeland, apesar de Hype Williams ter oficialmente muitos mais colaboradores -, a música nunca deixou de quebrar limites e empurrar-nos para um mundo novo, contagiante e intrigante. Pouco dado a conversas (claras), muito menos aparecer em palco ou em público, esta aparição na Wire pode trazer-nos revelações que aumentam o mistério – confiem em David Keenan para a aventura. Na mesma não ficamos, por isso, confiem naquela mão impossível que se ampara nas suas costas. No resto das páginas da revista de Setembro, há ainda Drew Mulholland dos Mount Vernon Arts Labs, Catherine Lamb, uma ida a Singapura, o mundo mágico e futurista de Sarah Angliss, o jogo dos discos invisíveis com Justin Broadrick, um mergulho nos 50 anos de música e conquistas tecnológicas de David Rosenboom, um primer de categoria sobre Pharoah Sanders, críticas e mais críticas, concertos, livros. O nosso mês não cabe em tanta coisa; e o vosso?

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 9 Maio, 2013

DEAN BLUNT The Redeemer CD / LP

€ 11,95 CD World Music / Hippos In Tanks

€ 16,95 LP World Music / Hippos In Tanks

[audio:http://www.flur.pt/mp3/HIT025CD-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HIT025CD-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HIT025CD-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HIT025CD-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HIT025CD-5.mp3]

Os Hype Williams podem ter deixado de existir como os conhecíamos (será? nunca se sabe com eles) mas as notícias dos seus dois membros, Dean Blunt e Inga Copeland, bem como música nova sua tem-nos chegado com uma saudável regularidade. Acabámos o ano com a reedição de “The Narcissist” de Dean Blut, já com a notícia de que haveria um disco novo de Blunt na Primavera de 2013. Pouco depois foi divulgado “Papi”, um dos temas de “The Redeemer” e aí percebeu-se que vinha algo diferente. Surpreendentemente diferente. Mais no campo da sonoridade, convém dizer, porque há uma série de princípios inerentes ao esqueleto das canções, à estrutura dos álbuns, a uma certa imprevisibilidade que se mantêm com vivacidade na cabeça de Dean Blunt. Não poderia ser de outra forma. Tal como “The Narcissist”, “The Redeemer” parece uma falsa ode de um alter ego inventado por Dean Blunt. A grande – e principal – diferença é que desta vez a mensagem foi clarificada e descodificada: por outras palavras, “The Redeemer” é um exímio disco de canções. O disco que Arthur Russell faria hoje com a cabeça de alguém com concentração apenas para canções de três minutos. Não se veja isso como um defeito, mas uma parte do processo de clarificação: quantas vezes não sentimos ao ouvir Dean Blunt e os Hype Williams que aquele som é uma magnífica digestão de quem tem demasiadas janelas do browser abertas e não fica mais de 15 segundos numa? Em vez de perpetuar esse estado, Dean Blunt resolveu edificar isso e estruturar canções com belíssimas orquestrações, uma produção de vozes que tanto lembra o ítalo disco dos anos oitenta como Cat Power no seu melhor. E, claro, a voz de Dean, o cantor soul amargurado que este mundo nunca conheceu. São dezanove temas espalhados por 45 minutos. As ideias rodam a uma velocidade incrível, não se repetem e é quase como se cada tema fosse uma banda-sonora representativa de um género qualquer. Esperávamos isto de Dean Blunt, claro, só não esperávamos que a redenção chegasse tão cedo. O que torna tudo tão mais especial e impressionante. Estamos apaixonados.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 1 Fevereiro, 2013

DEAN BLUNT The Narcissist II LP

€ 16,50 12″ Hippos In Tanks (Ed. Limitada)

[audio:http://www.flur.pt/mp3/HIT022-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HIT022-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HIT022-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HIT022-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HIT022-5.mp3]

Colocámo-lo como um dos nossos discos favoritos de 2012 e até já falámos dele, na sua primeira incarnação, na altura (há quase um ano) em CD-R e apenas como “The Narcissist”. “The Narcissist II” é uma versão ampliada desse CD-R, com melhor som, mais trabalhada e mais extensa. A razão porque escrevemos só agora sobre ele é porque a primeira remessa que recebemos desta edição esgotou num instante. Esta semana recebemos mais cópias. Para quem não sabe, Dean Blunt é metade dos Hype Williams, juntamente com Inga Copeland (que também colabora nalguns temas deste “The Narcissist II”) criam alguma da música mais importante dos últimos três anos. Não vale a pena encontrar aqui os Hype Williams, “The Narcissist II” é um objecto à parte e um desenho fabuloso daquilo que são as ideias de Dean Blunt a solo. O trabalho de colagens, de browsing pela cultura popular, podem ser semelhantes, mas há um lado mais mellow a solo (e isso comprova-se no pouco que se pode ouvir do seu próximo álbum, a ser editado na Primavera). “The Narcissist II” funciona como uma mixtape inteligentemente descuidada (por exemplo, a mudança entre o lado A e o lado B corta um dos temas, mas isso faz parte do seu encanto), onde tudo parece a milímetros de correr muito mal, mas bate sempre tudo certo. E quando dizemos tudo. É mesmo tudo. Tudo se conjuga na perfeição, é uma das experiências mais gratificantes que tivemos em 2012. E acreditem, foi dos álbuns que mais ouvimos. Estatuto de clássico. Porque não? :)

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 27 Abril, 2012

DEAN BLUNT & INGA COPELAND Black Is Beautiful CD / LP

€ 12,50 CD Hyperdub

€ 16,50 LP Hyperdub

[audio:http://www.flur.pt/mp3/HDBCD012-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HDBCD012-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HDBCD012-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HDBCD012-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HDBCD012-5.mp3]

Quem já os viu ao vivo mais do que uma vez (talvez baste só uma) já percebeu que Hype Williams é um corpo em movimento. Mais do que uma banda, um projecto, é uma espécie de conceito distinto de tudo o que se passa no resto do mundo actualmente. De certa forma, estamos tão habituados que tudo seja tão certinho, que o conceito de performance/arte num concerto seja tão parte da história, que o choque ou a surpresa têm pouco lugar no nosso léxico. Só que – o melhor – é que os Hype Williams fazem disso carreira. Seja pelos seus nomes falsos, backgrounds falsos, linhas de imprensa à procura de uma verdade que não existe. Neste álbum, provavelmente o seu lançamento mais marcante até à data, nem a verdade no nome existe. Deixaram de ser Hype Williams, passaram a ser Dean Blunt e Inga Copeland. O pretexto deles existirem neste momento é muito especial, numa altura em que tudo é válido de uma forma catalogável, que a certeza criada pela internet é a única segurança que ela às vezes nos pode dar, surge este duo que põe isso tudo em questão sem questionar. A sua própria existência e aceitação é a questão. E o melhor é que a sua música não se torna válida por causa disso, a sua música é válida porque é um ressoar do limbo meta-género em que vivemos agora, um esboço de ritmo em alta definição que se conjuga com a voz de Copeland de um modo quase precioso (e se até hoje era difícil perceber, aqui temos a prova de que é maravilhosa). “Black Is Beautiful” é, como se seria de esperar, algo de único.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 27 Janeiro, 2012

DEAN BLUNT The Narcissist CDR

€ 8,50 CDR Edição de Autor

[audio:http://www.flur.pt/mp3/SEMCODIGO132-1.mp3]

Propagando o culto da relevância ou irrelevância da modernidade, actualidade ou novidade, o universo dos Hype Williams e tudo em seu redor é uma espécie de culto do falso, uma espécie de big prank que está prestes a acontecer. A piada está em ela nunca vir a acontecer mas também nunca vir a ser desmentida. E nesse lugar, ao longo dos últimos dois anos, têm basicamente reinventado conceitos na música popular e atribuído um novo significado ao sample / cover / ou até ao roubo. Se os Residents tivessem nascido algures nas últimas três décadas, procurassem inovar e encontrar terreno na música de dança, provavelmente seriam os Hype Williams. Dean Blunt, uma das metades do projecto, tem editado algumas coisas em nome próprio (a melhor, o 12″ de Ramirez que saiu no ano passado) e resolveu adoptar um sistema habitualmente usado pelo projecto mãe, a edição de CD-Rs de distribuição limitada com material recentemente gravado e num estado cru. Em “The Narcissist” ouve-se um pouco do universo de pilhagem de Hype Williams a confluir com aquilo que vimos em Ramirez, resultando numa espécie de soul-boogie altamente adulterado e com samplagem desadequada mas que acaba por encaixar e fazer sentido.


Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , / / Comentar: 2 Comentários »

Quinta-feira, 22 Dezembro, 2011

DEAN BLUNT Jill Scott Herring OST CASSETE

€ 9,95 CASSETE The Trilogy Tapes

Dean Blunt é metade de Hype Williams e tem editado também a solo um pouco à margem do som que produz no projecto mãe. Falámos há umas semanas de “A.M.Y.”, tema produzido para Ramirez, mas este “Jill Scott Herring” é bem diferente. 15 minutos (o tema é repetido nos dois lados) de massa sonora, colagens difusas e incompreensíveis que se confundem com os próprios problemas que se conhecem numa cassete. Edição limitada a cem cópias e esgotada em praticamente todo o lado.


Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 18 Novembro, 2011

RAMIREZ A.M.Y. 12″

€ 8,50 12″ Rush Hour

[audio:http://www.flur.pt/mp3/RHD-002DF-1.mp3]

Dean Blunt de Hype Williams, depois de Inga Copeland ter gravado um maxi (também via Rush hour) há poucos meses. Não propriamente nos antípodas de Hype Williams, mas todo o arrasto narcótico do seu som é ultrapassado pelo groove disco muito intenso em “A.M.Y.”, bomba certificada com imensa acção psicadélica para fazer rodar cabeças. Na letra, cantada em natural postura lo-fi, Dean Blunt quer ver a rapariga nua, mas depois já não quer ver. Ficamos a pensar no defeito que o faz mudar de opinião. Limitado e imperdível, um dos maxis de dança mais quentes deste ano. Pura liberdade. Apenas uma faixa.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 2 Setembro, 2011

HYPE WILLIAMS Kelly Price W8 Gain Vol.II 12″

€ 8,50 12″ Hyperdub

[audio:http://www.flur.pt/mp3/HDB052-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HDB052-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HDB052-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HDB052-4.mp3]

“Kelly Price W8 Gains Vol II” é uma espécie de reedição com bónus de “Rise Up”, que anteriormente tinha saído numa edição de apenas 50 cópias exclusivas na loja Second Layer. Este é também o primeiro passo dos Hype Williams na Hyperdub (álbum para breve?), depois de terem passado por editoras como a De Stijl e a Hippos In Tanks, com álbuns e singles seminais para compreender grande parte da música feita na actualidade. Se existe a ideia de som fresco hoje, passa por eles. O modo como trabalham o seu som, os beats, talha uma fronteira única entre géneros e a falsa sujidade (ou fumo) que se ouve nas suas canções é quase um manifesto de como ainda se pode desbravar terreno com música em segunda mão. Este maxi é bem mais expansivo do que os restantes lançamentos dos Hype Williams (contando até com o álbum homónimo na Carnivals), provando mais uma vez que cada momento deles é uma parte do seu território que eles bem conhecem, mas que nos estão a dar a conhecer aos poucos. E se isto é assim até aqui, é impossível prever o quão grandioso vai ser o resto, aquilo que nos falta descobrir.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »