Quinta-feira, 18 Fevereiro, 2016

DENNIS BOVELL Dub 4 Daze LP

€ 16,95 LP Glitterbeat

[audio:http://www.flur.pt/mp3/GBLP028-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/GBLP028-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/GBLP028-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/GBLP028-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/GBLP028-5.mp3]

Dennis Bovell foi um nome fundamental para a expansão do dub e reggae em Inglaterra, não apenas com a sua banda Matumbi mas com todo o trabalho de produção que fez ainda bem lá atrás na década de 70. Mãos fortes e conhecedoras em boa parte da evolução do reggae nas Ilhas Britânicas, começando talvez no período mais militante da cena roots, mas também passando pela alegada invenção inglesa do Lovers Rock, solidificando na arte do dub e culminando na explosão para o exterior através da sua influência no punk e no que veio a seguir (famosa a sua ligação, enquanto produtor, ao álbum “Cut” das Slits, um favorito nosso e vosso, a avaliar pelo número de exemplares que já vendemos). Não sendo uma compilação, “Dub 4 Daze” é construído a partir do imensurável arquivo de riddims e misturas que Bovell foi acumulando ao longo de décadas, e o som que nos chega é o que mais desejamos: clássico dub com todo o espaço que isso convoca e também o risco de se trabalhar sempre na crista dos sons, ou seja, há que saber quando eles devem ocupar o seu espaço. É tudo bastante fluído (vários produtores de dub aplicavam o seu trabalho de estúdio ao vivo, enquanto corria a fita original), funky e no ponto. Ninguém sai desiludido.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 17 Fevereiro, 2016

GOLDEN TEACHER meets DENNIS BOVELL At The Green Door 12″

€ 9,50 12″ Optimo Music

[audio:http://www.flur.pt/mp3/OM26-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/OM26-2.mp3]

Negócio perfeito e seguro: Golden Teacher vão buscar um dos responsáveis pela força do dub em Inglaterra e, no processo, partilham uma influência directa na sua música (dub) enquanto prestam homenagem a um dos grandes. O som da banda fica assim mais fantasmagórico, pesado, científico e irreal. “Like A Hawk”, especialmente, demonstra a intersecção com reggae, partindo da matriz house analógica do original. As vozes ficam sem sexo, ganham contornos de grandes feiticeiras/os. “Instigator” é mais lento, segue princípios semelhantes, algo mais hipnótico e ritualista paira na atmosfera. Podemos perder-nos nesta música, debaixo destas toneladas. É um esforço que compensa.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »