Sexta-feira, 14 Novembro, 2014

DIRTY BEACHES Stateless CD

€ 16,50 CD Zoo Music

[audio:http://www.flur.pt/mp3/ZM022CD-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ZM022CD-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ZM022CD-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ZM022CD-4.mp3]

Absolutamente arrebatador, este novo e, talvez, último álbum de Dirty Beaches. À medida que o seu som característico (ou o mais conhecido) se foi desmoronando, mais fomos ficando conquistados pela novidade. Talvez tenha começado com “Water Park EP”, uma obra gigante, mas ainda agarrada à guitarra; no álbum do ano passado – na parte “Love Is The Devil” – começou a sentir-se que uma outra linguagem emergia por entre os escombros do rock de “Badlands”. Contudo, se quisermos ser mesmo correctos, é com “Landscapes In The Mist”, um concerto com material original, dedicado a Lisboa, tocado no Maria Matos em Abril deste ano, que um novo mundo se abriu diante de nós. Na verdade, foi uma galáxia, onde entrava uma planificação ambiental de repercussões inesperadas. Depois desta explosão, não havia hipótese de retrocesso; e o resto do ano serviu apenas para caminhar lentamente para a extinção de Dirty Beaches e para definitivamente encarar o futuro como um local sem amarras e sem passado. Cidadão errante por natureza, Alex Zhang Hungtai lança-se no vazio, uma vez mais: “Stateless” é a banda sonora da sua perdição, um testemunho claro de como ele e a sua música não podem permanecer quietos. Daí os títulos, daí as imagens, daí este mar musical imenso que tanto trabalha o drone como um raro artesão, como compõe para sopros com rins contemporâneos. Quatro temas absolutamente geniais, de uma dimensão sonora rara, inesperada, que nos fazem crer que, afinal, o melhor de Alex Hungtai está agora a chegar. Dirty Beaches despedem-se com uma obra-prima.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 27 Junho, 2013

DIRTY BEACHES Drifters / Love Is The Devil CD

€ 16,50 CD Zoo Music

[audio:http://www.flur.pt/mp3/ZM015CD-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ZM015CD-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ZM015CD-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ZM015CD-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ZM015CD-5.mp3]

“Badlands” (2011) ainda parece ser o grande disco de Dirty Beaches, mesmo que a sua banda sonora para “Water Park” – vocês sabem, têm lido aqui a nossa devoção -, seja mesmo um grande disco – é, certamente, um dos discos do ano aqui para a malta Flur. E depois desse fogo aquático instrumental, hipnótico e quase mágico, Alex Hungtai reactiva o projecto na sua dimensão oficial, recuperando, claro, o sabor rockabilly que fez a fama em “Badlands”. Mas a novidade está no maior deslocamento da realidade, como se estilos, música e voz ganhassem relevo, deixando tudo com sombras. Com este expressionismo, o motor rockabilly apenas aparece engrenado, deixando espaço para a conquista de paisagens que tão bem se autonomizaram em “Water Park”. Se “Badlands” parecia querer ser um grito de raiva (portanto, afirmação), este álbum – que são dois, na verdade! – estende-se a perder de vista, dando-nos mais hipóteses e mais alimento. E depois há “Love Is The Devil” a tal segunda obra – se precisam de melhor indicação para tudo, “Drifters” é um melhor “Badlands” e “Love Is The Devil” é um fantástico “Water Park”. E é por isso que gostamos mais de Dirty Beaches em 2013: porque nos faz imaginar um mundo em que Dean Blunt possa fazer parte de uns Excepter, por exemplo. Um disco imenso, em todos os sentidos. Será que vamos colocar dois discos de Dirty Beaches na lista dos melhores do ano? A não perder!

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 27 Março, 2013

DIRTY BEACHES Water Park (OST) MCD / 10″

€ 9,50 € 5,95 MCD a

€ 12,50 € 10,50 10″ a

[audio:http://www.flur.pt/mp3/AUK104-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/AUK104-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/AUK104-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/AUK104-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/AUK104-5.mp3]

“Water Park” é uma absoluta maravilha. E uma valente surpresa. Quem tropeçou em “Badlands” (álbum de há um par de anos) é porque tem um fraquinho pelo rockabilly e, neste caso, pela energia lo-fi contagiante de Alex Zhang Hungtai, um músico que precisa de pouca companhia para fazer a festa total. Mas “Water Park” não é rockabilly, nem sequer vizinho de qualquer versão actualizada e esquizóide desse género – uma traição não tão invulgar nos muitos discos que tem editado. É uma pequena grande banda sonora para um documentário – “Waterpark” – de Evan Prosofsky sobre um parque aquático que habita dentro de um gigantesco centro comercial em Edmonton, no Canadá. E se o realizador sempre foi fascinado pela única distração de Edmonton, Alex Hungtai parece ter também ficado hipnotizado pelo vácuo e artificialidade das filmagens, pelo clima tropical falso e pelo look vintage da fotografia. Eminentemente ambiental, os temas de “Water Park” criam um efeito de realidade paralela vertiginoso, frágil, feito de camadas de sons, melodias de guitarras e sons analógicos, nunca perdendo um fito lúdico e, digamos, estival. A uma ideia de utopia, Dirty Beaches dá-nos o seu doppelganger sonoro que espelha perfeitamente o surreal da paisagem. Com a reedição de Deux Filles este ano, este “Water Park” parece ser a terceira irmã – e assim talvez percebam melhor o retrato desta banda sonora. E não é por causa do disco ter duração reduzida: temas como “Floating Underwater” ou “Canadian Prairies” obrigar-vos-ão a esfolar o botão de rewind até desaparecer. Fantástica surpresa.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

WATERPARK Official Trailer from Evan Prosofsky on Vimeo.


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »