Sábado, 23 Julho, 2016

DJ MARFOX Revolução 2005-2008 2LP

€ 19,95 2LP (+ colour insert) Boomkat Editions

Marfox apanhou, com muito respeito, a dica de DJ Nervoso, mas ele próprio iniciou a sua dinastia desde os tempos dos DJs Di Guetto e da lendária compilação que lançaram no primeiro dia de escola em 2006. Trabalhador incansável e com sentido de direcção (“Eu Sei Quem Sou” é o título do seu primeiro EP na Príncipe, em 2011), ele agiu também muito como agregador de talentos, entre os quais vários que conhecemos agora na Príncipe (Maboku, Lilocox, Firmeza, etc.). “Revolução” mostra o jovem produtor dos 17 aos 20 anos, em aperfeiçoamento de batidas e na escuta da voz interior que traduz tudo aquilo de excitante que ouvia pelas mãos de Nervoso e da corrente que chega de Angola, sobretudo. Batidas transcontinentais que, nesta fase apesar de tudo ainda formativa, tinham que culminar, para efeitos de retrospectiva, em “A Própria”, mega bomba de festa, muito ouvida e muito tocada, co-produzida a meias com DJ Nervoso. Especial carinho também pelo tarraxo sempre narcótico, aqui representado por “Sem Fronteiras”, e ainda a – esta sim – revolução em cadência de house que é “5 da Manhã”. História que nos orgulha. Vaai!

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 29 Abril, 2016

DJ MARFOX Chapa Quente 12″

€ 10,95 12″ Príncipe

[audio:http://www.flur.pt/mp3/P014-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/P014-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/P014-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/P014-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/P014-5.mp3]

Que longo caminho desde “Eu Sei Quem Sou” no final de 2011. Mas Marfox sabe ainda perfeitamente quem é, em 2016, talvez ainda melhor. A idade traz conhecimento, primor, as viagens mais perspectiva, a personalidade reforça-se e as influências do seu próprio percurso (que mesmo antes da Príncipe já era bem respeitável) e ambiente tornam-se assumidas de forma cada vez mais natural. Ouvimos um Marfox mais global sem que isso signifique um encosto ao meio da rua “global” que alimenta muitas pistas de dança. “Tarraxo Everyday” enterra a ideia de zouk bass num brilho de kizomba futurista saído de uma mente congelada nos início dos 90s. Lindo. O resto anda pelo bairro todo a absorver melodias e vibrações das comunidades com quem Marfox conviveu, juntando um vislumbre do futuro (melhor: do presente) que ele inventa enquanto anda. No entanto, há toneladas de trabalho e dedicação nessa invenção aparentemente leve. Em loop, ele sabe quem é e dedica tempo a isso.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 12 Março, 2015

DJ MARFOX Revolução 2005-2008 CD

€ 10,95 CD NOS Discos

[audio:http://www.flur.pt/mp3/NOSDISCOS201503-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/NOSDISCOS201503-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/NOSDISCOS201503-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/NOSDISCOS201503-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/NOSDISCOS201503-5.mp3]

Marfox apanhou, com muito respeito, a dica de DJ Nervoso, mas ele próprio iniciou a sua dinastia desde os tempos dos DJs Di Guetto e da lendária compilação que lançaram no primeiro dia de escola em 2006. Trabalhador incansável e com sentido de direcção (“Eu Sei Quem Sou” é o título do seu primeiro EP na Príncipe, em 2011), ele agiu também muito como agregador de talentos, entre os quais vários que conhecemos agora na Príncipe (Maboku, Lilocox, Firmeza, etc.). “Revolução” mostra o jovem produtor dos 17 aos 20 anos, em aperfeiçoamento de batidas e na escuta da voz interior que traduz tudo aquilo de excitante que ouvia pelas mãos de Nervoso e da corrente que chega de Angola, sobretudo. Batidas transcontinentais que, nesta fase apesar de tudo ainda formativa, tinham que culminar, para efeitos de retrospectiva, em “A Própria”, mega bomba de festa, muito ouvida e muito tocada, co-produzida a meias com DJ Nervoso. Especial carinho também pelo tarraxo sempre narcótico, aqui representado por “Sem Fronteiras”, e ainda a – esta sim – revolução em cadência de house que é “5 da Manhã”. História que nos orgulha. Vaai!

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , / / Comentar: aqui »