Segunda-feira, 4 Fevereiro, 2019

ELI KESZLER Stadium CD / 2LP

€ 13,50 CD Shelter Press

€ 25,50 2LP Shelter Press

No passado Eli Keszler já impressionou com as suas experimentações com jazz, sobretudo com os seus dois álbuns na Pan, “Cold Pin” e “Catching Net”, já se aventurou com Joe McPhee na italo-portuguesa 8mm records, com “Ithaca”. “Stadium” convence pela simulação de algo diferente. Soa a jazz programado com laivos de electrónica impressionista, ao fim de algumas audições fica um álbum simulado de dissimulações, com uma costela “easy” e uma profundidade sónica inatacável. Se há um problema em “Stadium” é ser fácil. Gosta-se de imediato, entra e escorre com facilidade. E, vá, para considerar isto um defeito é preciso ser muito picuinhas. Ou chato. Ou simplesmente querer ser difícil por ser, porque há algo de mágico neste know-how de saber criar ambiente que parece música horizontal, frontal, quando na verdade é algo na diagonal, preciso mas complicado de precisar, abstracto nos lugares entre as suas formas redondas. Miles David vem à memória, num dos seus picos criativos, mas não há Miles aqui. Keszler faz-se rodear de Daniel Lopatin e Laurel Halo para colmatar isso e na busca por qualquer coisa perfeita, redonda, consegue virtualizar a sensualidade de “In A Silent Way” com o quarto mundo de Jon Hassell. “Stadium” é um disco de muitas portas, sempre a abrirem-se, que nunca se fecham, com caminhos para várias dimensões, outros mundos. É um álbum que quer ser nosso amigo, uma pessoa fácil, acessível, razoável à primeira vista, que continua a ser assim à segunda, terceira, quarta, quinta visita. E, por isso, melhor. É amor, é.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 19 Outubro, 2012

ELI KESZLER Catching Net 2CD

€ 16,50 2CD Pan
  ENCOMENDAR

Hora e meia de música espalhada por dois CDs, “Catching Net” é uma das peças representadas, embora o destaque principal vá para uma mais antiga (e que até já foi editada pela Pan), “Cold Pin”. Ao todo são quatro versões, duas delas anteriormente editadas no LP da Pan, uma com os mesmos músicos (Ashley Paul, Geoff Mullen, Greg Kelley, Reuben Son, Benny Nelson) que nunca tinha sido editada e ainda outra sem músicos. Três destas versões (à excepção da segunda versão do primeiro CD) foram registas no Cyclorama em Boston, uma estrutura fantástica que fica dentro do Boston Center Of The Arts. A versão mais intensa da peça é, curiosamente, aquela com outros músicos que nunca tinha sido editada. Além de ter cerca de dez minutos a mais do que qualquer uma das outras, há uma presença mais afirmativa da guitarra e as cordas – provavelmente devido à gravação – fazem-se sentir com um carácter mais vivo, alguns sons quase que parecem ferir. “Catching Net” é uma peça bastante diferente na sua estrutura: só construída para cordas (o registo aqui presente foi gravado com os mesmos intérpretes de cordas de “Cold Pin”) e com uma dinâmica muito mais cortante do que a anteriormente referida. Tanto uma como outra e “Collecting Basin” (que finaliza o segundo disco) são impressionantes pela forma como aproveitam o espaço acústico em que foram registadas (as gravações são todas excelentes). Tudo pensado e visionado pelo génio de Keszler.



http://soundcloud.com/pan_recs/eli-keszler-catching-net


Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , / / Comentar: aqui »