Quinta-feira, 21 Março, 2019

FLOATING POINTS People’s Potential 12″

€ 8,50 12″ (2019 repress) Eglo

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2

Originalmente editado em 2010, “Peoples Potential” representava já Floating Points em cruzeiro numa área ampla que não criou mas que habitou com distinção. Já o escrevemos: “entre house, jazz e funk, numa incessante remodelação a partir de formas – podemos dizê-lo – clássicas.” O lado B “Shark Case” assume uma pressão mais electrónica, com a batida e os pratos em uníssono a fazer lembrar “Make It Happen” de Playgroup. mas também assume mais jazz no serpentear do piano, uma presença que, soando aleatória, expressa a vontade de transcendência do produtor. “People’s Potential” abre em boogie ácido para uma marcha pausada mas tensa. Old school. Classe, de regresso em reprensagem actual.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 21 Março, 2019

FLOATING POINTS Vacuum EP 12″

€ 8,50 12″ (2019 repress) Eglo

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3

Uma década, praticamente, desde a primeira edição de um EP que orgulhosamente trazia para a frente a fusão natural entre house, jazz e funk, numa incessante remodelação a partir de formas – podemos dizê-lo – clássicas. A sensibilidade, aqui, seria sempre diferente e mais abrangente do que o maxi médio que sai directo para a pista de dança. “Argonaute II” é um grande exemplo. Floating Points assinalou 2009 com vários discos (para a Planet Mu, R2 e a sua própria Eglo), deixando claro um programa que viria a expandir pouco depois, de forma mais orgânica, com o Floating Points Ensemble, praticando o seu treino musical clássico em regime mais sério. Classe, de regresso em reprensagem actual.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 7 Janeiro, 2016

FLOATING POINTS Elaenia CD

€ 15,95 CD Pluto

[audio:http://www.flur.pt/mp3/FPCD01-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/FPCD01-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/FPCD01-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/FPCD01-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/FPCD01-5.mp3]

Floating Points anda a cruzar zonas de jazz, broken beats, pós-rock e até Four Tet via Fridge (bom, pós-rock). Oiçam “Silhouettes” ou “Peroration Six”, por exemplo, onde a batida manda aquele estilo livre. Noutras faixas ouvimos encaixes de composição que levam a música para um nível de luxo mais polido: “Argente”, “Thin Air”, “Nespole”. Cabe à faixa-título sair da cápsula e andar pelo Espaço, são 7 minutos perto do centro do disco que instalam a paz. Pode encontrar-se em Floating Points um paralelo com Vakula, por exemplo, no modo como ambos procuram distanciar-se da música de dança mais funcional para adoptar linguagens mais livres, em ocasiões mesmo com formato de banda. “Elaenia” aponta mais densidade na música de Floating Points, não porque necessite de credibilidade ou “seriedade” mas porque o caminho de exploração na música começa frequentemente na cabeça e esta tem humores que nem sempre são fáceis de interpretar. Respeito.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 30 Setembro, 2015

FLOATING POINTS Shadows 2×12″

 € 18,95 2×12″ (2015 repress) Eglo

[audio:http://www.flur.pt/mp3/EGLO022-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/EGLO022-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/EGLO022-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/EGLO022-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/EGLO022-5.mp3]

“Jazz is the teacher” (Juan Atkins) é uma frase apropriada para o que acontece, maioritariamente neste EP. “Myrtle Avenue” estabelece o modo com o ritmo permanentemente quebrado, as teclas, as vibes e a espécie de swing; “Realise” soa a Burial num dia de Sol, complicando mais o padrão rítmico, e até “Obfuse”, na sua glória jack, pode ser interpretado como equivalente a um bom solo de bateria. “Arp3″ é deep house, mas reparem nas teclas: História. “Sais” é, de novo, uma deslocação de Burial para o Sol, algo ainda mais luminoso do que “Realise”. Pura beleza sintética com referência mais ou menos directa à cena broken beat de Londres de há uma década atrás.

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 30 Julho, 2015

MAALEM MAHMOUD GUINIA + FLOATING POINTS / JAMES HOLDEN Marhaba 12″

€ 11,50 12″ + LIVRO Eglo

[audio:http://www.flur.pt/mp3/EGBC001-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/EGBC001-2.mp3]

Parece difícil reconhecer a identidade de cada um dos nomes mais familiares neste disco – Floating Points e James Holden – mas é precisamente em projectos desta natureza que essa identidade mais ressalta. Talvez não a consigamos ligar ao que já conhecemos deles, e teriamos certamente de gastar muito tempo a seguir os pontos, só que estas jams com o mestre Mahmoud Guinia obrigaram cada um a decidir que abordagem resultaria melhor para si. Logo, a identidade de Floating Points está resolvida no modo como deitou um tapete electrónico em espiral, convidando a improvisação de Mahmoud Guinia e a sua banda. Notórias e celebratórias, as vozes, as palmas e as cordas do guembri. Para Holden, a marca resolve-se com mais drama na flutuação constante do seu synth modular por entre o fogo aguerrido da banda. Aconteceu em Marrocos, num dia à beira de uma piscina, com a comunicação entre os dois britãnicos e os músicos marroquinos a fazer-se inteiramente através de tradutores. Para a música que gravaram em conjunto, no entanto, não há necessidade de intermediários. A acompanhar o disco, livro generoso com a documentação dos acontecimentos em fotografia.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 1 Outubro, 2014

FLOATING POINTS Sparkling Controversy 12″

€ 8,50 12″ (1-sided) Eglo

[audio:http://www.flur.pt/mp3/EGLO038-1.mp3]


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 3 Junho, 2011

FLOATING POINTS Sais (dub) 10″

 € 8,50 10″ Eglo  ENCOMENDAR

<a href="http://www.youtube.com/watch?v=fRR_DeoILzo?hl=en"><img src="http://blog.flur.pt/wp-content/plugins/images/play-tub.png" alt="Play" style="border:0px;" /></a>

Floating Points foi um dos nomes de 2010 com “Peoples Potential”, parte de uma geração de produtores que actualmente domina as atenções. Desde esse ponto em Março de 2010 (“Peoples Potential” teve de ser reeditado meses mais tarde para satisfazer a procura), Floating Points gravou um single próximo de Cinematic Orchestra (para a Ninja Tune), com um ensemble que inclui a vocalista Fatima. “Sais (dub)” é uma espécie de pequena desmaterialização do som mais orgânico desse ensemble, aproximando-se de uma forma etérea tal como praticada por Burial embora mantenha um tom erudito na atmosfera. Os graves são profundos, os beats ganham progressivamente impacto e as cordas dramáticas, a meio da faixa, fazem pensar já no álbum que se avizinha na Ninja Tune. Um lado apenas, nesta edição pensada para o Record Store Day 2011. Restam poucos exemplares.

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »