Quarta-feira, 24 Abril, 2013

TOM BUGS Living Leaving 12″

€ 11,50 12″ FXHE

[audio:http://www.flur.pt/mp3/TOMBUGGS-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/TOMBUGGS-2.mp3]

Arritmia boa via Bristol já não era coisa escutada há muito (parece-nos). Entra Tom Bugs, criador de synths modulares construídos à mão para a sua Bug Brand, e temos o Poder Cósmico do lado da FXHE, de novo. Faixas longas de variação rítmica imprevisível e confusa para os sentidos, mas é nas calmas. Demora até chegar ao ponto e é precisamente por isso que o impacto faz coçar a cabeça. O que se passa ali? Manuel Göttsching ajuda a inventar o techno outra vez? Delírio synth-a-délico que chega a Detroit OUTRA VEZ? Género de revisitação do Tempo em modelo atípico na FXHE, herança em cima de herança. Não fazemos sentido mas a música faz.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 21 Março, 2013

LUKE HESS Keep On 2LP

€ 22,95 2LP FXHE

[audio:http://www.flur.pt/mp3/LH1221-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/LH1221-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/LH1221-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/LH1221-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/LH1221-5.mp3]


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Segunda-feira, 11 Fevereiro, 2013

FIT feat. GUNNAR WENDEL Enter The Fog 12″

€ 13,50 12″ FXHE

[audio:http://www.flur.pt/mp3/FXHEFNH-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/FXHEFNH-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/FXHEFNH-3.mp3]


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 3 Janeiro, 2013

OB IGNITT Space Age Steppin’ / Oh Jabba 12″

€ 12,50 12″ FXHE

[audio:http://www.flur.pt/mp3/FXHEIGNIT-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/FXHEIGNIT-2.mp3]

Mais um pedaço de brilhantismo house na casa de Omar S. OB Ignitt já tinha mostrado talento num maxi anterior (“Wayne County Hill Cops”) e aqui, a abrir, mostra logo um exemplo luxuriante de house sintética espacial com ácido antigo muito muito ao longe. É old school, podia ser um pouco o que Dâm-Funk faria se produzisse house (há aqui uns teclados DAMN funk), mas aponta para a frente. “Oh Jabba” mostra no rótulo o contrabandista que queria o escalpe de Han Solo em “Star Wars” e o ácido está mais forte, mais em cima, mas mantém um tom grave de linha de baixo e não de demência psicadélica. Habituais pormenores techy de quem sabe colocar os sons no ponto certo para mexer com a música + edits de Omar S e, que dizer mais, óptimo maxi.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Sábado, 22 Dezembro, 2012

OMAR S Triangulum Australe (Say It Space) 12″

€ 12,95 12″ FXHE

[audio:http://www.flur.pt/mp3/AOS7501-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/AOS7501-2.mp3]


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Segunda-feira, 2 Julho, 2012

OMAR-S High School Graffiti REPRESS 2×12″

€ 21,95 2×12″ FXHE

[audio:http://www.flur.pt/mp3/FXHE-3000-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/FXHE-3000-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/FXHE-3000-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/FXHE-3000-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/FXHE-3000-5.mp3]


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 16 Dezembro, 2011

OMAR-S / SHADOW RAY Oasis Collaborating – Album 1 – Remastered Edition CD

€ 14,95 CD FXHE

[audio:http://www.flur.pt/mp3/OASISOMARS-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/OASISOMARS-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/OASISOMARS-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/OASISOMARS-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/OASISOMARS-5.mp3]

A remasterização do álbum de 2004 de Omar S e Shadow Ray significa, quando comparamos ambas as edições, mais identidade para os sons individuais, agora em alta definição de topo. Mas, independentemente disso, este é um dos álbuns house da década, quando frequentemente nem sequer é house. Passaram apenas 7 anos mas este disco é um clássico. A aparente aridez da música é totalmente ultrapassada pelos arranjos fora do comum e o calor de muitas subtilezas espalhadas pelo groove. “Oasis Five” e “Oasis Nine” são quase inultrapassáveis, neste jogo. No segundo caso, o efeito de bola de ping pong no ritmo é das soluções mais inventivas de sampling que ouvimos em house desde o primeiro álbum de Matthew Herbert em 1996. Alguns extras como bónus e versões diferentes produzidas em 2011 intensificam (como na Loud Mix para “Oasis Fourteen”) este mundo ainda novo e vital. Aqui se encontram passado e futuro num presente sem mácula. Álbum bonito e um testemunho da alma que ainda reside em Detroit muito depois da Motown ter deixado de ser importante.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 16 Setembro, 2011

DJ BLEND DJ Blend Detroit / Eclat 12″

€ 9,50 12″ FXHE

[audio:http://www.flur.pt/mp3/FXHE-DJBLEND-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/FXHE-DJBLEND-2.mp3]

Como introdução / apresentação ao seu som, “DJ Blend Detroit” é um magnífico cartão de visita. O título diz o nome e a origem do autor, a música encarrega-se de toda a substância que precisamos de sentir. Produção totalmente Omar S (Blend usa as máquinas dele?), aquela materialização doce no meio de uma atmosfera rude. Uma espécie de voz sintética vai balbuciando o que não compreendemos até um cowbell atípico neste som abrir outra zona. House com poder de hipnose também no lado B, traços de dub, movimento circular de beats num compasso pausado difícil de gerir se as expectativas forem de maior intensidade. Aqui existe pouca, falando em termos de aquecimento na pista de dança, tudo amplamente compensado pela extrema elegância desta música, o seu estilo natural e todos os sons certos, nenhum supérfluo.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Segunda-feira, 22 Agosto, 2011

OMAR-S It Can Be Done But Only I Can Do It CD

€ 19,50 € 16,95 CD FXHE

[audio:http://www.flur.pt/mp3/884501544771-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/884501544771-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/884501544771-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/884501544771-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/884501544771-5.mp3]


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 24 Junho, 2011

OMAR-S Here’s Your Trance, Now Dance!! (Shadow Ray RMX) 12″

€ 11,50 12″ FXHE

[audio:http://www.flur.pt/mp3/AOS00912 -1.mp3]


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 6 Janeiro, 2011

OMAR S and KAI ALCE Jive Time 12″

€ 10,95 12″ FXHE  ENCOMENDAR

[audio:http://www.flur.pt/mp3/FXHEEA-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/FXHEEA-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/FXHEEA-3.mp3]

Um dos nossos melhores de 2010, já tardio (Dezembro) e a lembrar que até ao ano seguinte nenhuma lista é realmente definitiva. “Jive Time” tem Kai Alce a repetir presença na FXHE. Aqui é uma colaboração com Omar S, sentimento rude em house verdadeira, um toque de ácido junto com lágrimas a cair na verdadeira balada que é “Not Phazed”; “Jive Time” e “Incognigro” mantêm as palmas jack para que não se pense que ficou tudo mole demais, tudo o resto é dub e ideias simples maximizadas com total efeito. Sem enganos e, diriamos, sem modernices decorativas. Puro e para durar.

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 19 Novembro, 2010

ROY DAVIS JR. / OMAR S FEAT. DJ B-LEN-D All I Do / Da-Teys 12″

€ 10,95 12″ FXHE

[audio:http://www.flur.pt/mp3/FXHEGANGSTERS-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/FXHEGANGSTERS-2.mp3]

No split Roy Davis Jr. / Omar-S, “All I Do” (Roy Davis Jr.) vem de 1996 com reputação de clássico no circuito garage house nova-iorquino, uma canção soul submersa em beats sólidos, muito físicos, habitual nos sets de Omar-S. Lado B tem Omar com DJ B-len-D numa trip cósmica como tem sido habitual em maxis como “Psychotic Photosynthesis” ou “Plesetsk Cosmodrome”. Como habitual, também, o produtor de Detroit deverá defender “Da-Teys” como DJ tool, mas independentemente da sua utilização por DJs a música é capaz de chegar bem fundo na cabeça de quem escuta. Festival de congas por cima de um beat clínico, som de pandeireta provavelmente tocada à mão durante a sessão e teclados espaciais que levam tudo o resto para um plano elevado. Que dizer mais?

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 11 Fevereiro, 2010

ALEX O. SMITH Plesetsk Cosmodrome 12″

omar s plesetsk

€ 9,95 12″ FXHE

Três maxis de Omar-S em poucos meses e continuamos sem dúvidas quanto ao seu alcance. O som particular da produção é reforçado pelas ideias de composição que tornam a sua música muito especial. Depois de dois discos em que a canção principal é cantada, Omar inclui aqui três novas faixas de intensa emoção e grava aquele que é, quanto a nós, o seu disco mais sólido desde “Psychotic Photosynthesis”. Há uma sugestão de boogie em “Skynet 2 B”, camadas de drama em “Plesetsk Cosmodrome”, assumindo a vocação galáctica do título, e sons mais aguçados em “Kosmos 1402″, dominado pela percussão em regime jack mas com muito mais a acontecer para além disso. Não durmam em serviço, estamos no segundo mês de 2010 e já há discos essenciais para descreverem no futuro às pessoas de quem gostam.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 26 Novembro, 2009

OMAR-S + BIG STRICK 1992 CDR

€ 14,50 CDR FXHE

Gravada em cassete em 1992, mixtape realmente clássica com passagem por jack de Chicago, garage de NY, boogie e electro dos 80s, Michael Jackson e Saint Etienne, aqui podemos sentir e ouvir de onde vem o que move estes dois produtores. Quase não tem hits, a menos que vocês saibam de cor toda a história da house. O som é quente, a primeira voz que se ouve diz “The password is Play” e o sentimento geral não será encontrado nos inúmeros CDs misturados que inundam o mercado e dificilmente nos incontáveis sets que enchem blogs na net.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 26 Novembro, 2009

OMAR-S / SHADOW RAY Oasis Collaborating – Album II CD / 2LP

€ 14,95 CD FXHE

€ 21,50 2LP FXHE

Regresso a Omar-S com o que, na prática, é o seu terceiro álbum em cerca de um ano, e o segundo em colaboração com Shadow Ray. Após a Era Clássica que durou até meados da década de 90, e correndo o risco de generalizarmos, apenas Carl Craig, Moodymann e Theo Parrish continuaram a ser consistentes na sua produção. O som de Detroit passou para o outro lado do Atlântico e produtores como Kirk DeGiorgio ou Stefan Robbers da Eevolute ou, em tempos mais recentes, a Delsin, a Clone e a Rush Hour, sempre nos Países Baixos, mantiveram o espírito em música que, nos melhores exemplos, conseguia o perfeito compromisso entre atmosfera e ritmo. A nova escola de Detroit é hoje revitalizada por Omar-S e a sua editora FXHE, anunciando sem vergonha neste disco: “This album contains the Motown minimal sound.” Tendo sido o primeiro disco com data de 2006 a entrar na loja, vimos nele uma promessa para o futuro e ouvimos a fusão entre Carl Craig e Theo Parrish da melhor maneira possível: o som é tratado ao pormenor, com respeito pelo espaço, o minimalismo não significa o mesmo que na Alemanha e a herança Soul que Moodymann sempre cultivou encontra em Omar-S um novo prolongamento. Existem ainda ecos de Artificial Intelligence da Warp (especialmente Polygon Window) em «Oasis Twenty Two» e o Jack de Chicago em certos temas que puxam a batida para máximo destaque. Quase tudo referencial e sempre com o twist certo para ser novo.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 26 Novembro, 2009

BIG STRICK 7 Days 12″

€ 9,50 12″ FXHE

A história é que Big Strick é primo de Omar e um deles aprendeu certamente coisas com o outro, possivelmente partilhando o mesmo equipamento. A definição de house é semelhante, a pureza abstracta, a emoção na música reduzida a componentes básicos que é preciso sentir em nós também, nada é imposto e é preciso procurar o ponto de contacto porque, se não o fizermos, estes discos não vão insinuar-se em frente a nós. Discreto e brilhante.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 26 Novembro, 2009

OMAR-S Just Ask The Lonely CD

€ 12,95 CD FXHE

Reedição em digipak e com tema extra do primeiro álbum (2005). Não foi aqui que tudo começou mas é neste disco que pela primeira vez se sentiu em maior escala a visão única de Omar-S. Filtros, blips, o beat arrastado como Theo Parrish e a improbabilidade de se chamar house, sem problemas, a este salto para dentro da engenharia de som (o que Omar diz que faz). A faixa extra nesta reedição é “Track #8?, que tinha aparecido em maxi de um lado apenas. De resto, um conjunto de temas que fazem deste álbum um título fundamental na discografia que se elaborar desta primeira década do século XXI.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 26 Novembro, 2009

OMAR-S Still Serious Nic 12″

€ 9,95 12″ FXHE  ENCOMENDAR

Sem grande margem para falhar, o produtor de Detroit mais citado nos últimos anos como representante de uma cultura no bulshit na música de dança tem lugar cativo no coração de quem valoriza a expressão genuína e crua da house. Quando ele escreve “Motown minimal sound” no próprio vinil de uma das suas edições está realmente a querer dizer que a sua música é Soul, de um modo que para um nativo de Detroit como ele está em perfeito alinhamento com a herança deixada pela Motown (a editora mas também o nome por que é conhecida Detroit). Raramente esperado no pico de uma noite, o som de Omar-S paira na sala como se estivesse lá desde sempre e prepara eficazmente o torpor confortável de quem quer subir um pouco mais nas emoções dessa noite. Críptico e enigmático, não é nunca banal nem quando se serve de vocalistas para transmitir melhor o que considera soul.

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 6 Maio, 2009

OMAR-S Out Of 853 Beats / Hot Ones Echo Thru The Ghetto 7″

€ 7,50 7″ FXHE  ENCOMENDAR

Edição limitada em vinil púrpura escuro.

[audio:http://www.flur.pt/mp3/AOS432-J-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/AOS432-J-2.mp3]


Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 20 Março, 2009

OMAR-S Detroit – Fabric 45 CD

omar-s-fabric-45

€ 13,95 CD Fabric  ENCOMENDAR

Omar S corre pela justiça e integridade e por isso é antipático e inconveniente. Quem se sente ofendido pode bem passar à frente, mas ao fazê-lo estará a boicotar uma das fontes de música mais genuínas da actualidade. O célebre comentário de Omar sobre não fazer ideia quem é Villalobos mostra a sua existência paralela a uma realidade que damos como adquirida – quer dizer, Ricardo Villalobos é megastar em muitas partes do mundo. Mas não tem Myspace nem site, manobra underground de que nem Omar S se pode gabar (ele tem as duas coisas). Ao dizerem que “fez um Villalobos” com esta edição no Fabric, isso significa que Omar gravou um set exclusivamente com música sua, alguma dela inédita. Parece coisa simples, quando se ouve, nada de especial, mas a verdade é que não se consegue transmitir eficazmente a importância do que este produtor de Detroit está a fazer se não se gostar naturalmente de house ou techno ou, pelo menos, se não existir uma predisposição para absorver e incorporar os mistérios e poderes da Força (= Música). De “Polycopter”, uma vibração rítmica meio diabólica como coisas de Plastikman à volta de 94, até “Set Me Out”, uma canção esquelética com voz soul clara e distinta, bem saliente na mistura final de som, Omar S faz o sangue pulsar nas veias e une a boca à cauda da serpente universal. Tudo isto sem pensar no assunto.

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: 2 Comentários »