Quarta-feira, 27 Fevereiro, 2019

GAS Zauberberg 3LP

€ 28,50 3LP (2019 reissue) Kompakt

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

Segundo de quatro álbuns de Wolfgang Voigt na seminal Mille Plateaux, editora que revolucionou todo o panorama da música electrónica na segunda metade dos anos 90. “Zauberberg” exibe imperialmente a assinatura de GAS no costumeiro cenário wagneriano imerso na floresta. A pulsação techno entra em camada muito discreta, submersa e submissa em relação à luxuriante ambiência que se apresenta na frente. Transparece aqui alguma da ciência do seu outro projecto M:I:5, mas “Zauberberg” (1997) limpa quase todo o glitch para proporcionar uma experiência cinemática de escuta profunda. É outro universo. A reedição em triplo LP inclui as mesmas sete faixas da edição original em CD, de 1997 (o LP original tinha apenas seis faixas e era duplo)

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 17 Maio, 2018

GAS Rausch CD / 2LP

€ 13,50 CD Kompakt

€ 25,50 2LP Kompakt

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

GAS permanece na Natureza. A capa remete, como habitualmente, para um espaço primordial longe da civilização, onde o contacto connosco próprios pode ser mais intenso, mas a música em “Rausch” adquire tons mais ambíguos. A marcha relativamente pausada e constante da batida, sumida por entre a poderosa orquestração e o ambiente sempre envolvente, em primeiro plano, sugere uma ligação, ainda que ténue, a um mundo tecnológico, mas talvez até a concepção de Natureza, em GAS, não seja restrita ao espaço natural, exterior eorgânico, como é conhecido, mas a um espaço mais abrangente, semi-idealizado como interior, a nossa visão particular. Neste caso, a de Wolfgang Voigt, que a esta edição junta uma construção poética que pode esclarecer parte da questão com a passagem “a murmur in the forest / a murmur in the head”. Como informação técnica, “o álbum foi concebido para ser escutado como um todo, do início ao fim. Foi indexado ou separado devido às restrições de formato.” É possível que o desígnio desta música seja existir meramente no espaço, incorpórea. Certo é que dificilmente tiraremos prazer da audição partilhada de “Rausch” com alguém. É um assunto solitário. E poderoso.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 28 Abril, 2017

GAS Narkopop CD Artbook / 3LP Artbook

€ 15,50 CD / Artbook Kompakt

€ 53,95 3LP Kompakt

[audio:http://www.flur.pt/mp3/KOMPAKTCD136-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/KOMPAKTCD136-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/KOMPAKTCD136-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/KOMPAKTCD136-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/KOMPAKTCD136-5.mp3]

Wolfgang Voigt tem mantido actividade regular mas do seu ambicioso projecto ambiental Gas não tinhamos notícias de material original desde o ano 2000. “Narkopop” pode ser encarado como a música de Gas sempre foi, essa espécie de pop ambiental tão cara à editora Kompakt (ver a série anual “Pop Ambient”). Cinemática, de ângulo largo, teutónica, hipnótica, ancestral, clássica, esta música atrai classificações bem épicas, enquanto se emancipa do padrão techno (ainda vagamente reconhecível, sob a superfície) para alturas onde o ar é mais rarefeito. Imperial é o termo.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 13 Junho, 2008

GAS (WOLFGANG VOIGT) Nah Und Fern 4CD

€ 24,50 4CD Kompakt

Começando pelo fim, esta será, decerto, uma das grandes reedições do ano: uma caixa com os quatro álbuns de Gas, um dos múltiplos projectos de Wolfgang Voigt, e, vendo à distância de uma década, talvez um dos mais determinantes. Em 1995, alguns anos antes de Vladislav Delay entrar em campo e em sintonia com alguns avanços laboratoriais da Basic Channel, um maxi na Profan daria o ponto de partida para uma nova visão do techno, tão difusa e original que quase anulava os seus princípios básicos – o ritmo – para os fazer emergir numa enigmática nuvem ambiental, hipnótica e declaradamente hipercalórica. “Gas”, em 1996, traçava todos os caminhos a percorrer sem esconder nenhuma das intenções; “Zauberberg”, no ano seguinte, seria mais penetrante, abrindo o leque de tons e cores, aumentando o nível de rarefacção ruidosa; “Königsforst”, 1998, intensifica o ritmo cardíaco e destapa uma noção simulada de melodia por entre as trevas; “Pop” poria o ponto final a Gas em 2000, num cristalino e ultradefinido álbum, repleto de luz e detalhes, denotando uma maior predominância ambiental e pondo o ritmo quase em surdina. Há, claro, um longo labirinto implícito nestes quatro álbuns, que com novo layout formam claramente 4 peças de um puzzle incompleto e críptico. Em 1995, muitas das hipóteses seriam abertas como Mike Ink no álbum “Life’s A Gas”, mas só depois desta tetralogia ficou claro todo o alcance sonoro dos loops e do ambientalismo de Wolfgang Voigt. Basta escutar todas as ondas que replicaram Gas desde então.

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »