Quinta-feira, 31 Março, 2016

JOSEPHINE FOSTER No More Lamps In The Morning CD / LP

€ 12,50 CD Fire Records

€ 16,95 LP Fire Records

[audio:http://www.flur.pt/mp3/FAME002-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/FAME002-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/FAME002-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/FAME002-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/FAME002-5.mp3]

Não é preciso muito tempo para perceber que este “No More Lamps In The Morning” é bastante diferente dos últimos discos de Josephine Foster. Diferente porque é um disco que volta ao passado de Josephine reinterpretando alguns temas de outros álbuns (“This Coming Gladness”, “I’m A Dreamer” e canções dos Born Heller) e não só. Nunca parece revisitação, mas uma exploração mais sensível e íntima do seu som. E daí vem a tal ideia ao passado, mais do que pela revisitação, há uma transparência e uma eloquência na voz de Josephine Foster que não se ouvia há uns bons anos. Quase como se “No More Lamps In The Morning” fosse um processo de redescoberta para si, um reencontro com as suas origens através da experiência que adquiriu na última década. E, por isso, este é um disco que soa melhor do que qualquer outro na sua discografia. Há uma maturidade avassaladora que está em sintonia com uma vertente mais livre e ingénua do início da sua carreira. E desde o primeiro segundo que a ouvimos brilhar como há muito não brilhava.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 19 Outubro, 2012

JOSEPHINE FOSTER Blood Rushing CD / LP

€ 15,50 € 12,50 CD Fire

€ 21,50 € 18,50 LP Fire

[audio:http://www.flur.pt/mp3/FIRECD265-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/FIRECD265-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/FIRECD265-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/FIRECD265-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/FIRECD265-5.mp3]

Para quem a conhece bem, a música de Josephine Foster tem sido empurrada pelo amor. Cantora e compositora única, a norte-americana tem-nos dado tudo em cada disco. Em cada momento, é essa a sua dádiva, porque é essa a sua generosidade: partilhar o que tem. Ultimamente, com o seu marido Victor Herrero, tem feito isso mesmo: deu-nos aquilo que recebeu, a cultura folk espanhola. Agora, com Herrero em guitarra e Heather Trost (A Hawk And A Hacksaw) em violino, voltam as canções da América profunda, revestidas de Natureza selvagem, tal como a sua voz e os seus arranjos. Nos momentos mais íntimos toca-nos o coração com a sua voz encantatória e sobre-humana, nos momentos mais expansivos a alegria é contagiante. Com Josephine Foster é sempre algo mais do que música, e são poucas as cantoras que com a sua voz apenas conseguem-nos dar tanto. Para quem agora chega à sua música, aproveitem as recentes reedições da sua discografia para remendar possíveis falhas na soberba colecção Josephine Foster.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 25 Maio, 2012

JOSEPHINE FOSTER & THE VICTOR HERRERO BAND Perlas CD / LP

€ 15,50 € 12,50 CD Fire

€ 19,50 € 17,50 LP Fire

[audio:http://www.flur.pt/mp3/FIRECD253-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/FIRECD253-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/FIRECD253-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/FIRECD253-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/FIRECD253-5.mp3]

A secção onde as lojas arrumam os seus discos pode ir mudando, mas Josephine Foster continua dona da sua própria voz, da sua excelente voz, seja em que contexto for. Depois de “Anda Jaleo” de há dois anos (também na Fire) e, sobretudo, depois da sua relação com Victor Herrero, a sua folk mudou-se de armas e bagagem para o cancioneiro espanhol. Com poemas antigos escolhidos por Josephine, amor e muita melancolia são quase temas únicos nas suas canções, fabricadas por arranjos simples e eficazes que tanto aludem à tradição como espreitam novos formatos. Seja em que direcção quisermos ouvir, as canções contagiantes de “Perlas” tanto parecem revisitações do passado com twist moderno, como folk contemporânea assombrada pela memória. Depois da América, da Alemanha e de Emily Dickson, Josephine mostra o quanto pode fazer com a sua voz. Pode não ser uma surpresa – porque essa já aconteceu com “Anda Jaleo” -, mas este quarteto anima qualquer sala ou salão.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »