Quinta-feira, 16 Agosto, 2018

MIDORI TAKADA Through The Looking Glass CD / LP / 2×12″

€ 12,50 CD (2017 reissue) We Release Whatever The Fuck We Want

€ 21,50 LP (2017 reissue) We Release Whatever The Fuck We Want

esgotado 2×12″ (2018 reissue) We Release Whatever The Fuck We Want

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

“Through The Looking Glass” (1983) é gravado em dois dias já com o foco de Midori Takada em tradições asiáticas e africanas, que ela identificou como parte de culturas não-materialistas. Os quatro movimentos no álbum parecem seguir um relevo de paisagem, oscilando entre a contemplação pacífica da Natureza e, consequentemente, do Eu, e a agitação do movimento expressa através de momentos em que a percussão soa como força motriz da nossa postura no mundo. Midori Takada trabalhou aqui sobretudo sob a influência de ritmos asiáticos, mas a tradição e ancestralidade misturam-se com a modernidade em “Crossing”, onde ela se inspira nos sons que capta em passagens de nível no Japão. Não é difícil imaginar a marcha de um comboio sobre os carris ao escutar o passo sincopado das marimbas. O disco termina com máxima adrenalina em “Catastrophe ?”, assinalando o pleno contraste com o início espreguiçante de “Mr. Henri Rousseau’s Dream”, em que o trabalho do pintor francês é revisto pela música até chegarmos à capa de Yoko Ochida, ela própria assemelhando-se a uma revisão da exótica esotérica que Rousseau produziu na segunda metade do século XIX. Tudo se torna simples quando se ouvem estes quarenta minutos, divididos em quatro peças que parecem navegar para um sentido comum. E se a navegação é feita numa espécie de mar sonoro, sempre mais visível quanto mais se ouve este álbum, então a música de Takada flutua pelas nossas mentes como um sonho bonito que ficou perdido e do qual se está constantemente à procura.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 25 Outubro, 2017

BURIAL Rodent 10″

€ 9,50 10″ Hyperdub

OUVIR / LISTEN
Rodent
Rodent (Kode9 RMX)


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 21 Setembro, 2017

TERESA WINTER Untitled Death LP

€ 16,95 LP The Death Of Rave

[audio:http://www.flur.pt/mp3/RAVE020-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RAVE020-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RAVE020-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RAVE020-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RAVE020-5.mp3]


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 21 Setembro, 2017

RASKOVICH Science & Technology LP

€ 16,95 LP Dead-Cert Home Entertainment

[audio:http://www.flur.pt/mp3/VCR011-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/VCR011-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/VCR011-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/VCR011-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/VCR011-5.mp3]

Cada vez torna-se mais complicado de afirmar isto mas a reedição deste “Science & Technology” é um acontecimento. É um daqueles discos que não se sabia se existia, por ser tão raro e tão procurado. Uma espécie de Santo Graal da música electrónica italiana: Raskovich de Giuliano Sorgini. É um disco de industrial clássico feito há 40 anos, cria ligações com o trabalho de Conrad Schnitzler e é uma brisa de ideias e de pontos de fuga dentro do género. Por vezes intrigante, mas sempre mágico, potente e histórico.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 21 Setembro, 2017

V/A Trax Test: Excerpts From The Modular Network 1981-1987 2LP

€ 24,95 2LP Ecstatic

[audio:http://www.flur.pt/mp3/ELP030-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ELP030-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ELP030-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ELP030-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ELP030-5.mp3]

De todas as editoras actuais, a Ecstatic é provalmente a que mais surpreende no seu catálogo de reedições e compilações. Tem mostrado universos desconhecidos, ou pouco palpáveis, principalmente da música italiana das décadas de 1970 e 1980. Fala-se muito da electrónica e da música de dança italiana dessas décadas nos últimos anos – sobretudo por causa de reedições – mas a Ecstatic tem ido às margens e reeditado material que cria pontes certas com o DIY actual. Agora o destaque vai para a editora Trax, uma editora que era mais uma rede colaborativa de projectos artísticos do que propriamente uma editora. Merzbow editou por lá, por exemplo. A musica é desafiante, ecos da electrónica e da pop de então, muito em linha com que o se fazia no Reino Unido então (tanto num registo mais caseiro como num mais mainstream). Tal como outros discos da Ecstatic, há aqui uma história que não se quer perder, e que é essencial para conhecer os becos de algumas coisas que ouvimos hoje em dia. Esta edição vem com um booklet de 16 páginas com óptimo contexto da Trax e das pessoas em sua volta. É um disco, uma compilação, mas também um objecto histórico e uma peça de arte. Imperdível.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

A
1. Cancer – “Telematic” (4:34)
2. MA Phillips – “You’ve Lost That Lovin’ Feeling” (5:54)
3. Nausea – “No Conversation” (3:41)
4. Amok & Mecanique Vegetale – “Track 4″ (2:12)
5. Daniele Ciullini & Amok – “The Secret Door” (2:11)
6. E Coli – “Borax” (1:36)
7. The Cop Killers – “Cop Killers Theme/Calma Atmosfera” (4:31)

B
1. Peter Mayer, Rod Summers, Robin Crozier, Capitalist Pig & Biagio D’Egidio – “Notterossa & Rednight” (Excerpt) (4:07)
2. Piermario Ciani, Vittore Baroni, Noctural Emissions & De Rezke – “Live Blister Bump” (3:37)
3. Piermario Ciani, Ado Scaini, Enrico Piva & Giancarlo Martina – “I Love Cancer” (3:16)
4. B Sides – “Trybuna Ludu” (2:50)
5. Colin Potter – “Solidarity At Wujek Colliery” (6:15)

C
1. Piermario Ciani – “Co Mix” (3:11)
2. Naif Orchestra – “Fratelli D’Italia” (4:32)
3. Merzbow (Vacatiopn Om Merzbow Lowest Music & Arts) – “Kimigayo” (4:24)
4. Monty Cantsin – “Catastronics” (4:39)
5. Die Form – “Sex By Force” (3:20)
6. Utopia Production – “Chainsaw Massacre” (2:18)

D
1. Spirocheta Pergoli – “Merendine” (3:18)
2. Nostalgia – “Biosolution For Today” (3:19)
3. Ptose – “The Jellyfish’s Mood” (2:59)
4. Vittore Baroni – “(Living With) Prosthesis” (2:07)
5. Deficit Des Annees Anterieures – “Ghosts Of The Paper Trumpets” (3:41)
6. Zone Verte – “Le Fantome De L’Elephant” (3:33)
7. I Nipoti Del Faraone – “Prendi L’Osso E Corri” (1:36)

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Terça-feira, 19 Setembro, 2017

ORELHA NEGRA Orelha Negra III CD / 2LP

€ 11,95 CD Meifumado

€ 16,95 2LP Meifumado

OUVIR ÁLBUM COMPLETO / LISTEN TO FULL ALBUM
Orelha Negra III

Não se trata apenas de hip hop mas, por outro lado, que é o hip hop, na origem, se não uma recombinação de outros géneros? Nesse sentido, Orelha Negra continuam a ocupar um espaço clássico, e não somente por serem portugueses. A ciência da batida é uma dádiva universal e quem a recebe não tem de cumpriri outros requisitos que não a imaginação. Este colectivo, na realidade uma banda, estende o seu funk a um contexto bem mais pop que nos dois álbuns anteriores. As mudanças de tom dentro de cada faixa criam uma dinâmica que, se continua fiel ao livro hip hop e, mais tarde, ao livro do sampling, assume a naturalidade contemporânea do cruzamento de géneros e de épocas. Em 2017, esta miscigenação já é pensada como regra e não necessita de ser justificada perante quem escuta. Álbum ambicioso, épico, hi-fi e cristalino. Se quiserem, ainda, ele tem o funk.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Segunda-feira, 18 Setembro, 2017

V/A / JEREMY SPELLACEY Crown Ruler Sound CD / 2LP

€ 11,50 CD Spacetalk

€ 25,95 2LP Spacetalk

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

Uma das grandes compilações do ano passado foi, sem dúvida, “Beauty: A Journey Through Jeremy’s Underground Collection”. Quase um ano depois a Spacetalk traz-nos outra compilação para mostrar que ainda está viva, presente, e com um gosto intocável. Desta vez a escolha cabe a Jeremy Spellacey, digger incansável, que aqui espalha amor com temas de boogie, dub, reggae, soul, por vezes tudo misturado. Selecão impecável e de um exotismo infinito.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Ezy & Isaac – “Let Your Body Move (Oba Balu Balu)” (4:07)
Stimela – “I Love You” (6:53)
Kosmik 3 – “I’m Gonna Pack” (Jeremy Spellacey edit) (4:09)
Mike Fabulous – “Wang East” (instrumental) (4:01)
Feladey – “Forest Music (Anambra Na-imo)” (5:51)
Larry Maluma & Kalimba – “Kamusale” (4:14)
Acayouman – “Funk Around” (6:19)
JK Mandengue – “Afrika” (3:22)
The Staple Singers – “Slippery People” (club version) (6:31)
Brother Resistance – “Can I Get A Witness” (5:56)
Legacy – “Monday Blues” (4:02)
La Banda De Martin – “Mi Dueno” (3:29)
Devon Russell – “Move On Up” (3:53)
Costa & Chyps – “Detroit City Cats” (instrumental long version) (7:30)
Wilfred Percussion – “Andei” (3:01)

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 15 Setembro, 2017

ALEC MANSION Alec Mansion LP

€ 19,95 LP (2017 reissue) Be With

[audio:http://www.flur.pt/mp3/BEWITH022LP-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/BEWITH022LP-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/BEWITH022LP-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/BEWITH022LP-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/BEWITH022LP-5.mp3]

“Dans L’Eau De Nice” arranca este álbum homónimo de Alec Mansion e os primeiros acordes transportam imediatamente a “I Want You” de Gary Low, mas o movimento é muito mais rápido e depressa se desfaz. A intenção está lá e depressa se fica enamorado pelo boogie-funk de Alec Mansion, uma espécie de Dam-Funk francês estacionado nos 1980s. O álbum prossegue com um groove impressionante e jogos de vozes fascinantes (“Laid, Bête Et Méchant”) e um suor lento constante exigido em final de verão. A Be With só nos encanta.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 15 Setembro, 2017

THE NECESSARIES Event Horizon LP

€ 19,95 LP (2017 reissue) Be With

[audio:http://www.flur.pt/mp3/BEWITH021LP-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/BEWITH021LP-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/BEWITH021LP-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/BEWITH021LP-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/BEWITH021LP-5.mp3]

Um dos segredos mais bem guardados da pop? É possível. Contudo, não é suposto ser segredo. The Necessaries era uma banda com Arthur Russell e ao contrário de muitas edições com o nome de Russell associado, este “Event Horizon” (1982) e o anterior “Big Sky” (1981) foram álbuns onde colaborou e que são objectos finais. Isto não deveria ser novidade, mas é. E é graças à Be With, a editora que nos últimos meses nos trouxe maravilhas, como o homónimo dos Air, “The Awakening” de Ahmad Jamal Trio ou os incríveis discos de Willie Hutch na RCA (“Soul Portrait” e “Season For Love”). É gente atenta. “Event Horizon” é um disco maravilhoso, preso à época, talvez, mas com um decoro que passa pela própria capa: é o negativo de “A Trip To Marineville” dos Swell Maps. E também pode ser um negativo do próprio disco. Há luz e cor em todas as canções de “Event Horizon”, há coisas tontas adoráveis (“AEIOU” e “State-Of-The-Art”). É o que acontece quando se junta Arthur Russell (nas teclas e por vezes na voz), Ed Tomney (voz), Emie Brooks (The Modern Lovers, baixo), Jesse Chamberlain (Red Crayola, bateria), Peter Zummo de vez em quando no trombone e Bob Blank a produzir. Dream team? Sem dúvidas e é um dream team de época, perfeito para espaço e tempo. Caramba, respira-se uma vida a gostar de Arthur Russell e passa-se ao lado disto? Impossível. Imperdível. Que disco mais bonito.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 15 Setembro, 2017

MARCOS VALLE Marcos Valle LP

€ 18,95 LP (2017 reissue) Preservation

[audio:http://www.flur.pt/mp3/PRESERVATION017-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/PRESERVATION017-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/PRESERVATION017-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/PRESERVATION017-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/PRESERVATION017-5.mp3]

Através das reedições da Light In The Attic há uns anos deu para perceber que Marcos Valle é uma espécie de camaleão da música brasileira. Cada disco soa a algo completamente novo, mantendo o groove, a boa disposição (já viram a quantidade de cocktails na capa?) e uma métrica lírica que garante naqueles momentos que ninguém canta coisas tão bonitas e felizes como ele. Este “Marcos Valle” de 1983 é um disco contaminado pelo sol, a soul norte-americana e os instintos baleáricos naturais do homem. Até há assobios em midi.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 15 Setembro, 2017

LEON WARE Leon Ware LP

€ 19,95 LP (2017 reissue) Be With

[audio:http://www.flur.pt/mp3/BEWITH001LP-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/BEWITH001LP-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/BEWITH001LP-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/BEWITH001LP-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/BEWITH001LP-5.mp3]

Produtor de “I Want You” de Marvin Gaye, Leon Ware era um nome de peso na Motown desde a década de 1960. O seu segundo álbum homónimo sai dez anos depois da sua estreia e é uma viagem pela soul clássica com o travozinho que a coisa ganhou na década de 1980. “Leon Ware” foi editado em 1982 pela Elektra e manteve um percurso discreto, mas voltou há três anos pelas mãos da Be With para nos mostrar como é importante contornar as enciclopédias de música. A descoberta de tanta coisa boa na Be With tem-nos feito viajar pelas pérolas do seu catálogo. Este foi o seu primeiro lançamento. E que início.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Sábado, 9 Setembro, 2017

BRUNO SPOERRI & RETO WEBER The Sound Of The UFOs LP

€ 21,95 LP (2017 reissue) We Release Whatever The Fuck We Want

[audio:http://www.flur.pt/mp3/WRWTFWW015-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/WRWTFWW015-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/WRWTFWW015-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/WRWTFWW015-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/WRWTFWW015-5.mp3]

Orgasmatron de sintetizador e percussões várias, gravado em Zurique em 1978, o mesmo ano de “Voice Of Taurus”. Quando a bateria entra, em “First Impression”, quase soa a Photek! Jazz aceso, nessa faixa, mas também ouvimos exótica galáctica em “Strange Creatures”, um mundo natural artificial, se é que entendem. “Cosmic Samba” transporta a selva para o Espaço, e “Sun Spots”, no final, abre a panorâmica, sem batida, com o vocoder na mesma linha de Mike Oldfield em “Platinum” mas sem procurar fazer pop. Como se diz, com alguma frequência: cinema para os ouvidos.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 7 Setembro, 2017

SW. The Album 2LP

€ 21,50 2LP Apollo / SUED

[audio:http://www.flur.pt/mp3/AMB1706SUE015-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/AMB1706SUE015-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/AMB1706SUE015-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/AMB1706SUE015-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/AMB1706SUE015-5.mp3]

Nova vida para um álbum que, ainda em 2016, quando foi editado, já era raro. Reeditado agora pela Apollo / R&S e de novo importante no cenário. SW, SVN, a equipa SUED, são nomes dedicados à manutenção do rosto anónimo na cena techno/house. O som de base é atmosférico, ancorado entre Detroit, house ambiental e alguns truques com breaks, próprios dos anos 90. A sensação curiosa é que parece que nada de pessoal é colocado no som e, no entanto, estes discos soam sempre desejáveis, definitivos e sérios. O álbum prolonga uma nobre linhagem de música electrónica de dança que é difícil de capturar. Não dizemos isto por os discos normalmente desaparecerem depressa, mas sim pela textura vaporosa da música, sempre a passar a ideia de que existe independentemente do(s) criador(es).

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Sábado, 15 Julho, 2017

KENJI KAWAI Ghost In The Shell OST LP / LP + 7″

€ 22,50 LP We Release Whatever The Fuck We Want

€ 38,50 LP + 7″ We Release Whatever The Fuck We Want

Em ano de remake da animação japonesa “Ghost In The Shell”, a enorme We Release Whatever The Fuck We Want, reedita em vinil uma das bandas-sonoras mais importantes da década de 1990. É importante, mesmo que nunca a tenham ouvido ou ouvido falar sequer nela. O trabalho de Kenji Kawai serve na perfeição o filme. Se não viram o original, a sério, do que estão à espera? É um dos trabalhos mainstream mais importantes sobre identidade dessa década. E talvez hoje aquele universo realizado em 1995 ainda faça mais sentido. “Ghost in The Shell” não seria o mesmo sem o som de Kawai, a banda-sonora conta uma narrativa dentro do filme, segura a mão do espectador na questão existencial da protagonista, enquanto lhe abre os olhos para toda a cidade em redor. Tal como na década anterior a banda-sonora de “Akira”, dos Geinoh Yamashirogumi, o fazia. Aqui a expansão é maior, as canções sobrevivem sem as imagens e mostram uma exploração concisa entre o tradicional e a electrónica, o ambiental e a música de dança, e o eterno confronto entre passado e futuro. Facto curioso, “Ghost In The Shell” soa menos datado hoje do que soava quando foi editado. É sinal de que as coisas foram na direcção certa (parece contrassenso, mas não o é, é preciso ouvir o disco para o perceber). Kawai revela uma noção de tempo assombrosa (“Ghosthack” é simplesmente perfeito) e o modo como pauta o som de ficção científica pós-“Blade Runner” e Vangelis é visionário. Talvez hoje, no presente, falte o hábito para perceber isso, mas estas reedições servem precisamente para descobrir, redescobrir e perceber a história. Kawai e “Ghost In The Shell” é uma peça que ajuda a compreender alguma da electrónica e música ambiente que e ouve em 2017. A música, ainda por cima, vejam lá, é soberba.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 11 Novembro, 2016

OLIVEIRA TRIO O Justiceiro / Boo 7″

€ 8,50 7″ Discos Dinamite!

Longa espera por este novo Oliveira Trio e notícias da Discos Dinamite! O combo de orgão, bateria e baixo ataca com total segurança e convicção o tema-título da série “Knight Rider”, original de Stu Pjilips que se tornou num clássico cósmico / synth pop talvez com mais credibilidade do que a série veio a ter, com os anos. A malha suja e funky do Oliveira Trio acrescenta uma dimensão mais física ao tema, enquanto “Boo”, no lado B, conduz o baile com exotismo. O compasso quebrado dessa faixa remete para um universo mais claramente rock n roll, apoiado no orgão muito expressivo que, a este nível, eleva tudo para uma dimensão futurista. Tudo feito cá.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »