Quinta-feira, 22 Março, 2018

ZOMBY Mercury’s Rainbow 2LP

€ 24,95 2LP Modern Love

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

Numa altura em que se começa a descobrir a influência de uma certa cultura (a dos videojogos e da anime) na mente de alguns produtores europeus, seja pela recente edição da compilação “Diggin In The Carts” da Hyperdub ou pela reedição de “Ghost In The Shell” pela We Release Whatever The Fuck We Want há alguns meses, esta compilação de trabalhos efectuados por Zomby entre 2008-2009 tem um oportunismo incrível. Incrível porque se consegue vislumbrar o trabalho de Zomby reduzido a um esqueleto, transformando uma paleta de sons reconhecíveis do universo dos videojogos em música de dança frenética e urgente. Se há dez anos este trabalho era visionário e, talvez, menos compreensível, agora serve a sua função de oferecer uma leitura mais clara do restante trabalho de Zomby (fica mais claro de onde vêm certos sons, ritmos, construções) e de mostrar de como a influência japonesa tem estado presente na mente de diversos produtores de dubstep, grime e da electrónica em geral (fora do campo da dança/pop) da última década. Há todo um processo diferente em “Mercury’s Rainbow”, um encadeamento de ideias livres e que ainda hoje, quase dez anos depois, parece música do futuro. Zomby criou visões sónicas de como certa música da sua infância poder-se-ia instalar no futuro, trabalhando a mecânica de certos sons (simples, directos, que provocam uma reacção imediata) com uma alta definição e melodias que estavam ausentes nos sons originais: ou, melhor, na paleta de sons, melodias, encadeamentos, que o influenciaram. A urgência do melhor Zomby está compactada em pequenos momentos, em relações que cria com sons de videojogos e que procuram o instinto do ouvinte. No fundo, este torna-se num peão no universe de Zomby, uma bola a ser empurrada por flippers e com direcção incerta. Provavelmente na altura em que Zomby produziu estes temas o mundo não estivesse pronto para absorver o vanguardismo destas produções. Agora ainda é música de vanguarda, mas há todo um contexto em volta e um conhecimento do corpo completo das produções de Zomby: e, por isso, a descoberta destes temas são oportunos e oferecem direcções para o rumo que a electrónica está a tomar. Estes sons instalaram-se na cabeça dos produtores que hoje têm 20/30 anos e obviamente estão instalados na sua música, cada vez mais presentes e notórios à medida que o mundo absorve a importância desta influência. Obrigatório viver isto agora para encarar o futuro mais próximo da electrónica/dança.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Segunda-feira, 5 Fevereiro, 2018

DATACIDE Ondas CD

€ 16,50 CD (RI 040) Rather Interesting

Exemplares originais SELADOS da edição alemã de 1996 / Original 1996 German release. SEALED. Sound clips and sleeve not from actual copy.

OUVIR / LISTEN
Holy Microwave
Good Vibe
Onsurf (Hello Mr. Wilson!)
Eternal Frequency


Em 96, Uwe Schmidt e Tetsu Inoue já traziam no currículo três Datacide (“I”, “II” e “Flowerhead”), mas “Ondas” representa uma outra avenida, em consonância com a presença forte, na época, da exotica, lounge e easy listening na pop e na música de dança. Burt Bacharach, Les Baxter, Martin Denny e, até, a exotica pop de Brian Wilson (há aqui uma faixa chamada “Onsurf (Hello Mr. Wilson!)”. “Ondas” reinventa de facto a postura em relação ao revivalismo “easy”, não só através de uma certa distância digital que dá à música uma qualidade de miragem mas também reforça a nostalgia, que deixa de ser palpável como outros eram na época (crooners a imitar crooners ou secções de cordas a imitar clássicos) para se assumir mais abstracta e, com isso, universal. Além disso, as faixas, relativamente longas, são quebradas por diversos ambientes no mesmo espaço, mudando abruptamente de tom (“Holy Microwave” é um excelente exemplo). Álbum magnífico para escutar com rigorosa atenção, para aceder devidamente a um “mundo de prazer”.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 31 Janeiro, 2018

COIL present TIME MACHINES CD / 2LP

€ 12,50 CD (2017 reissue) Dais

€ 28,95 2LP (2017 reissue) Dais

OUVIR ÁLBUM COMPLETO / LISTEN TO FULL ALBUM
Time Machines

Assumidamente dirigido ao interior, expandindo a consciência para dentro de si própria através do que Coil chamaram Sidereal Sound (“Das estrelas”), Time Machines desafia a química do cérebro enquanto avança esteticamente os interesses de Jhon Balance e Peter Christopherson. Com uma certa base nas ideias e técnicas de Austin Osman Spare, cujos desenhos procuravam a característica “das estrelas” que pudesse abrir portas ao contacto com outros planos de realidade e consciência, o som do disco, correspondente a substâncias químicas, entretém a noção de deslocação no tempo, colocando-nos idealmente face a uma certa desorientação no contacto connosco próprios, se deixarmos a mente seguir o seu curso. Na verdade, o que se encontra durante o caminho delimitado pela duração do álbum pode, até, equivaler, a uma proveitosa sessão de meditação. Não é descabido argumentar que toda a obra de Coil se orientou no sentido de contactar com forças desconhecidas, e aí reside parte do fascínio continuado que o projecto exerce, bem para além da morte. Ao “utilizar” música de Coil, estamos com a possibilidade de aceder a um qualquer Lado De Lá. Não percam.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 28 Dezembro, 2017

CÂNDIDO LIMA Oceanos LP

 € 18,95 LP Grama

Em Dezembro de 2016, por ocasião da reinterpretação de “Oceanos”, no Rivoli, Cândido Lima afirmou que “uma das coisas que me marcou e entusiasmou sempre, em Xenakis, era a sensação de que algumas obras nasciam desordenadas. Iam encontrando a sua ordem”. Talvez essa ideia se aplique a muita da música que se considera inacessível, para a qual é necessário estarmos disponíveis. Gravada em 1979 por encomenda da Gulbenkian, “Oceanos”, para orquestra, vozes, percussão e electrónica, inspirava-se na possível descoberta, pela NASA, de oceanos em Neptuno. A natureza obviamente alienígena da música e o seu grão clássico contribuem para a imagem fortíssima e segura de um cosmos onde, por defeito, perdemos o pé. Fascinante e importante inauguração do catálogo Grama, cuidado pela Matéria Prima, no Porto, e com arranjo gráfico de Miguel Carvalhais.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 28 Dezembro, 2017

FILIPE PIRES Canto Ecuménico LP

 € 18,95 LP Grama

Três obras compostas entre 1972 e 1979, reunidas originalmente num LP com o mesmo alinhamento deste, em 1980. “Homo Sapiens” simboliza a terra e a criação através da manipulação da voz humana. Sequências quebradas, momentos guturais, frases sem língua-mãe definida, ecos e cascatas de som, num trabalho que Filipe Pires completou enquanto estudante nos estúdios GRM; “Canto Ecuménico”, a peça mais longa (ultrapassa os 20 minutos) expressa claramente a intenção de agregar a humanidade sob uma bandeira comum, fazendo conviver o som de tradições religiosas de diversas partes do globo numa longa sequência de colagem que desafia o ouvido mas talvez, também, as ideias feitas de alguns de nós. Pires foi, aliás, de acordo com João Almeida, no site da RTP, “Especialista de Música no Secretariado Internacional da UNESCO, em Paris, participando em missões oficiais a vários países da Europa de Leste, África e América Latina.”, ainda na década de 70. A sua formação mais clássica nunca foi barreira para a vontade de exercer liberdade criativa e, quando chamado a dirigir o Conservatório Nacional, em Lisboa, “introduziu a disciplina de Música Eletroacústica e retomou a disciplina de Análise.” Por último, “Litania” segue uma corrente de fascínio, na música concreta e electro-acústica, pelo som do metal, mais puro e/ou em bruto ou mais trabalhado através de meios electrónicos. A peça funciona, no contexto português, como uma espécie de abordagem ao que, na música popular, já se poderia chamar de industrial. Importante.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 21 Dezembro, 2017

RICHARD HOROWITZ Eros In Arabia LP

€ 24,50 LP (2017 reissue) Freedom To Spend

[audio:http://www.flur.pt/mp3/FTS004-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/FTS004-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/FTS004-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/FTS004-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/FTS004-5.mp3]

Nada de estranhar a presença de Jon Hassell na ficha técnica (“tuning assistance”) neste fascinante álbum editado originalmente em 1981 (LP e cassete). A editora de Pete Swanson retoma o assunto em 2017, aumentando o poder do exotismo global (quase sempre próximo de África ou Oriente) nos tempos de hoje. Muitas linhas já foram certamente escritas sobre a necessidade escapista actual, o apelo de locais exóticos e longínquos acessíveis através da música, o esgotamento de fórmulas ocidentais, etc, mas não desejamos de todo que a conjuntura distraia do disco em questão, tornando-se mais importante a discussão do que a própria música. “Eros In Arabia” é informado por uma série de técnicas da vanguarda nova iorquina, já de si a procurar distância dos cânones do ocidente, e o universo acústico sofre, assim, processamentos vários, deslocando, em primeiro lugar, a música do ocidente para, depois, a tornar a deslocar do Oriente (Java, por exemplo) para parte incerta, através da pós-produção. Os 21 minutos de “Elephant Dance” deveriam ser suficientes para conquistar os ouvidos. Premissa minimalista com vários tons de vibrafone (memórias de Steve Reich) que depois se transforma, gradualmente, numa marcha ritual inundada de luz.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 21 Dezembro, 2017

MORITZ VON OSWALD / ORDO SAKHNA Moritz Von Oswald & Ordo Sakhna CD / 2×10″

€ 16,50 € 10,95 (-34%) CD Honest Jon’s

€ 18,95 2×10″ Honest Jon’s

[audio:http://www.flur.pt/mp3/HJRCD076-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HJRCD076-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HJRCD076-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HJRCD076-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/HJRCD076-5.mp3]

EM BREVE / SOON

Documento do talvez improvável encontro entre Moritz Von Oswald e o colectivo Ordo Sakhna, do Quirguizistão, resultando numa manobra de extrema elegância que sobrepõe a tradição musical desse país centro-asiático com a pulsação electrónica criada por Von Oswald. A própria repetição de padrões presente em muita música tradicional encontra paralelo nos movimentos circulares do techno mais profundo, ainda que este álbum pouco se aproxime de techno. “Draught” e a respectiva versão dub são claramente os momentos Basic Channel – o kick arredondado para dentro, em shuffle, já pressupõe uma outra música tradicional: dub techno de Berlim; e “Facets”, ao longo dos seus 15 minutos, é talvez o exemplo mais próximo da submersão aguerrida em dub, sem batida, que ouvimos em certos discos da Chain Reaction. Precioso.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Segunda-feira, 18 Dezembro, 2017

SALIK / DJ SOTOFETT Inna Brixton / Acid Site Mix 10″

€ 9,95 10″ Wania / Sex Tags

[audio:http://www.flur.pt/mp3/WANIATI70-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/WANIATI70-2.mp3]

Ocasionalmente, na Sex Tags ou Wania, vem à superfície uma ligação forte com um som UK house mais quebrado, uma manifestação de amor pelos tempos rudes da rave menos glamourizada. “Inna Brixton” vem fixar a acção numa das zonas mais fervilhantes nos 80s e 90s, em Londres, e traz um ambiente de sobrancelhas carregadas em pano de fundo para claps insistentes – uma espécie de UK-jack-bass? Os rótulos… No lado B, Sotofett engrandece a turma ácida com uma jam sem batida, psicadélica por definição, exploratória, forte em blip. Memórias bem vivas do ambiente científico e mais maquinal de algumas referências dos 90s como este incrível “Solid Pressure”.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Segunda-feira, 18 Dezembro, 2017

JESSE / LNS & DJ SOTOFETT Pohja / Soft Peak Mix 10″

€ 9,95 10″ Wania / Sex Tags

[audio:http://www.flur.pt/mp3/WANIATI80-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/WANIATI80-2.mp3]

Jesse, de Helsínquia, com um exclusivo nas mãos de DJ Sotofett. Cadência house com a batida aumentada por como vocoder, linha direita em hipnose rítmica; lado B é Laura Sparrow, ela também já tinha gravado como LNS para a Freakout Cult, gravou mixes para a Trushmix; segurança ambiental, espiral ascendente, nuvem de vapor refrescante, etc. etc. Wania!


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 14 Dezembro, 2017

CHRIS GANTRY At The House Of Cash CD / LP

€ 12,95 CD Drag City

€ 19,95 LP Drag City

[audio:http://www.flur.pt/mp3/DC686CD-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/DC686CD-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/DC686CD-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/DC686CD-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/DC686CD-5.mp3]

Dificilmente existirá catálogo melhor para descobrir americana/acid-folk das décadas de 1960 e 1970 do que o da Drag City. “At The House Of Cash”, gravado em 1973, mostra Chris Gantry em topo de forma, de guitarra à solta e com uma voz de mil mundos. Há alguma espiritualidade americana na sua voz, um misto de inocência, romantismo e total selvajaria que culminam em algo que soa a fresco em 2017. Nas músicas com mais arranjos, Gantry explora o psicadelismo e a acid-folk de forma monumental. As suas canções soam a fresco, como se tivesse a rebentar algo de novo nos ouvidos: mesmo que já se tenha percorrido estradas parecidas no passado. A cadência da sua voz cria imaginação, pontua um passado que já não se pode recuperar mas que vive tão bem no presente. Ah, e é a primeira vez que este álbum é editado.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 14 Dezembro, 2017

ANGEL OLSEN Phases CD / LP

€ 15,50 CD Jagjaguwar

€ 24,50 LP Jagjaguwar

[audio:http://www.flur.pt/mp3/JAG314CD-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/JAG314CD-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/JAG314CD-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/JAG314CD-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/JAG314CD-5.mp3]

Há qualquer coisa de álbum novo em “Phases” mesmo não sendo um álbum novo. Uma compilação de canções que estão fora dos álbuns (em EPs, lados Bs ou noutras compilações), Angel Olsen é inteligente em compila-los assim num álbum. Sozinha, com a sua guitarra (como será a sua próxima digressão, na próxima primavera, que passará por Lisboa e Guimarães), “Phases” encandeia diferentes momentos da sua carreira numa lógica de aprofundar o universo de Olsen. Porque, ao fim de tantos anos, começa-se a ver uma certa espectacularidade na sua carreira. Se em “My Woman” encaixou os Fleetwood Mac em 2016 na sua voz, guitarra e na sua banda, em “Phases” é como se estivesse a explicar a existência de como chegou aí e muito mais. É mais do que um disco para fãs, mais do que um disco que procura uma justificação, é uma paleta de sons que situam e definem a importância de Olsen na pop/rock actual. São canções que não encaixam em nenhum dos seus álbuns, mas que são luminosas assim juntas. Sente-se como um novo álbum de originais. É isso que se quer. Quanto mais não seja para mostrar como, quando ela quer – e para quem ainda não percebeu -, é a melhor crooner deste século.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 14 Dezembro, 2017

KAITLYN AURELIA SMITH The Kid CD / 2LP

€ 15,50 CD Western Vinyl

€ 34,50 2LP Western Vinyl

A resposta à pop de “The Kid” está nos outros discos de Kaitlyn Aurelia Smith. Nos anteriores “Euclid” e “EARS” era por demais evidente que as aventuras sonoras de Aurelia Smith iriam encontrar um formato mais condensado e acondicionado a melodias mais vistosas, orelhudas e imediatas. Olhando para trás e reouvindo os álbuns anteriores, essa vontade está lá. Talvez faltasse a coragem ou o poder de síntese para encontrar esse espaço na sua música. Encontrou-o agora em “The Kid” sem se desencontrar com os universos multicoloridos e explosivos dos seus sintetizadores. É tudo o que vivemos nos seus anteriores álbuns e mais, dizendo que “The Kid” é o começo de um futuro ainda mais brilhante. Há pouca música tão luminosa como a de Aurelia Smith e, melhor, tão convencida da sua luz e da importância para nos transportar para um mundo de exageros belos. Obrigatório.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 6 Dezembro, 2017

GOLDEN TEACHER No Luscious Life CD / LP

€ 12,95 CD Golden Teacher

€ 22,50 LP Golden Teacher

[audio:http://www.flur.pt/mp3/GT003CD-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/GT003CD-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/GT003CD-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/GT003CD-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/GT003CD-5.mp3]

O esperado primeiro álbum. E se não é uma compilação de faixas anteriormente editadas, representa um conjunto de música que a banda já afinou ao vivo (como bem sabemos, por cá) e no seu estúdio The Green Door. Golden Teacher chegam a 2017 como uma força séria no circuito ao vivo mas também com uma impecável reputação de edições em disco. A junção entre África, acid house, industrial e pós-punk soa muito natural e nada complicada, apesar dos arranjos ricos. GT são o que !!! e Spektrum poderiam ter sido se não tivessem amaciado o seu som, são a reencarnação das experiências dub de Andy Partridge e XTC (“What Fresh Hell Is This?”), os LCD Soundsystem com mais nervo, são a pátria de várias periferias. Na contínua reinvenção do encontro entre dança e pop, “No Luscious Life” entra para o topo.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 29 Novembro, 2017

EQUIKNOXX Colón Man 2LP

€ 21,95 2LP DDS

[audio:http://www.flur.pt/mp3/DDS027-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/DDS027-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/DDS027-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/DDS027-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/DDS027-5.mp3]

Depois de no ano passado terem lançado novas direcções para o dub/dancehall, os Equiknoxx regressam com “Cólon Man”, um álbum que continua esse processo, agora mais contido na sua explosão e com uma direcção mais refinada no processamento desse som. Gavin Blair e Jordan Chung apresentam agora o seu primeiro álbum a sério (“Bird Sound Power” era mais uma reunião de trabalhos que tinham feito até àquele momento), uma leitura dissonante, psicadélica, de uma leitura contemporânea de como se deve visionar o dancehall em 2017, ao jeito de Lee Gamble mas com um caminho menos escuro e sem estar preso a acções teóricos. Isso é a base de “Cólon Man”, o resultado é algo que nem se aproxima muito do dancehall, melhor, é uma abstração do mesmo a favor de um techno mutante e fluído, partido para ser tanto dissonante como acolhedor. A costela de música de dança de “Bird Sound Power” parece posta de lado aqui, a favor de uma orientação mais redonda, caseira, aqui. Música de fusão à britânicos, como ela deve ser em 2017.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Segunda-feira, 27 Novembro, 2017

ALICE COLTRANE World Spirituality Classics 1: The Ecstatic Music Of Alice Coltrane Turiyasangitananda CD

€ 16,50 CD Luaka Bop

[audio:http://www.flur.pt/mp3/680899008723-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/680899008723-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/680899008723-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/680899008723-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/680899008723-5.mp3]

Acontece de vez em quando e sentimo-nos honrados. Por vezes temos visitas de pessoas cujo trabalho nos toca e nos honramos. Na semana passada esteve cá Yale Evelev, actual responsável pela Luaka Bop, e deixou-nos umas cópias da fantástica edição de Alice Coltrane que colocou cá fora neste ano, dedicada à música que fez com os membros da Sai Anantam Ashram na Califórnia. A música de Coltrane aqui é uma viagem espiritual proporcionada por cânticos que seguem uma orientação quase pós-religiosa: porque sente-se como música de união, ultrapassando a barreira entre religiões. Há um efeito gospel, sim, mas o seu ritmo e as suas escalas correm pelo jazz e absorvem bem diversas influências das mais diversas variações formas de cântico religioso. Música livre, calma, por vezes ambiental porque ocupa o espaço com a sua celebração e o ouvinte é absorvido para o estado frenético-pacífico para onde as vozes encaminham. O CD é acompanhado por um booklet recheado de informação sobre esta fase da vida de Alice Coltrane.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 25 Outubro, 2017

CIRCUIT DES YEUX Reaching For Indigo CD / LP / CASSETE

€ 12,95 CD Drag City

€ 18,95 LP Drag City

€ 7,95 CASSETE Drag City

“Reaching For Indigo” nasce, de acordo com a sua autora, de um daqueles momentos inexplicáveis em que a vida parece estar por um fio. O seu colapso e convulsões verificadas algures em 2016 reorientaram naturalmente a postura perante o mundo e, segundo a própria, Haley Fohr, o álbum é dedicado a esse momento. Disco difícil, sofrido, tenso, não no sentido do lamento mas da instalação de um clima “de limite”, à beira de qualquer coisa apocalíptica (a voz ajuda). Um quê de Diamanda Galas e uma grande ambição em tomar como livre um certo padrão indie que ainda se lhe pode reconhecer. Talvez “Black Fly”, na vastidão dos seus mais de 7 minutos, contenha o essencial deste rasgo transformador, mas o álbum, no seu todo, atinge o mesmo nível elevado.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 7 Setembro, 2017

ACCELERA Surplus 12″

€ 11,95 12″ Acting Press

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3

Acting Press passou discretamente por 2017, apesar de três edições que tornam a visão da editora mais forte. A mensagem de futuro e de deslocação meio etérea na sociedade actual é veiculada através de música anónima – não por desconhecermos os autores mas porque, de um modo bem vincado, a música sobrepõe-se aos nomes. A expressão “faceless techno” era usada nos 90s para descrever música cujos autores não tinham particular interesse em promover a sua imagem. De forma análoga, Accelera é apenas um nome na lista de combinações que a Acting Press tem fabricado entre produtores que gravam para a editora, e o som em “Surplus” mantém muito vivo o fascínio por esta operação house que parece ter adoptado um recanto da História para desenvolver e maturar uma personalidade única. Pode não fazer sentido, assim escrito, mas o convívio com o catálogo deixa isso bem claro, para nós.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »