Quarta-feira, 20 Março, 2019

JUNG AN TAGEN Agent Im Objekt LP

€ 17,50 LP Editions Mego

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

Apesar de uma carreira curta, Jung An Tagen tem andado nas bocas do mundo da electrónica, pela exploração absolutamente simbiótica entre a música electrónica e a da dança. Os padrões dos seus sons parecem uma coordenação exemplar de sons produzidos por máquinas do século XXI. Se no seu anterior álbum na Mego, “Das Fest Der Reichen” (2016), já apontava as intenções de explorar o universo de Ryoji Ikeda numa linguagem actual (e isso também se sente nos seus outros álbuns), em “Agent Im Objekt” leva essa intenção mais além e processa sons que mais parecem uma exploração de dados lançados de um computador de uma forma absolutamente explosiva e cerebral. No fundo, é neste disco que conquista o seu domínio, abandona todas as referências. É música estimulante, que cria imagens à medida que se ouve, e que facilmente lança coordenadas sobre como transformar este género de electrónica em dança para o futuro. Mas coloca-lo só aí é injusto, “Agent Im Objekt” é um disco que transcende os headphones e a pista de dança, a sua versatilidade na construção de ritmos enquanto cria e controla o caos é simbólica no desejo de Jung An Tagen se afirmar como um dos músicos mais criativos da cena electrónica desta década. E não só é um dos novos, como o seu currículo já lhe começa a dar calo suficiente para ser levado muito a sério. “Agent Im Objekt” é um universo de cores, de imagens que não se vêem mas que se sentem, que se constroem a partir dos ouvidos, como nunca ouvimos ou vimos. É absurda a forma orgânica como constrói os seus sons, como teoriza o caos à medida que os sons surgem e como constrói uma narrativa absolutamente clara ao longo do disco. Raramente somos tão estimulados por um disco. “Agent Im Objekt” vai marcar 2018. E o futuro. Visionário, da melhor ficção científica sonora do presente e lindíssimo. Magnífico, sim.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 22 Março, 2018

CONJOINT Earprints 2LP

€ 22,95 2LP (2018 reissue) DDS

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

A afinação no mercado de reedições motiva recuperações de discos relativamente próximos de nós no tempo mas que, por motivos vários, passaram abaixo do radar na sua época. Editado na Source (de Move D ) no ano 2000, “Earprints” foi o segundo de três álbuns deste combo de jazz electrónico: David Moufang (Move D), o pianista Karl Berger (tocou, entre outros, com Don Cherry), Jamie Hodge (editou na Plus 8 de Richie Hawtin tão longe quanto 1993 e 1994) e o guitarrista Gunter Kraus. A eterna referência da banda que toca na cantina de Mos Eisley no primrieo “Star Wars” é válida para convocar a imagem de um jazz sideral, de elevador, que assume com naturalidade o seu papel de música de fundo enquanto se insinua com classe perante nós.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 16 Março, 2018

BEAUTIFY JUNKYARDS The Invisible World of Beautify Junkyards CD / LP

€ 13,50 CD Ghost Box

€ 18,50 LP Ghost Box

Depois de um 7” na Ghost Box em 2016, os portugueses Beautify Junkyards regressam aos longa-durações com um belíssimo disco na editora inglesa. O terceiro álbum, “The Invisible World Of…” é um riquíssimo trabalho em volta de folk inglesa e do leste europeu anos 70 (há muita influência das bandas-sonoras que descobrimos via Finders Keepers aqui) e de Tropicália. A colaboração de Helena Espvall adiciona o tom ácido certo à folk que aqui exploram, talvez no disco mais Espers que colaborou após o final dos Espers. Bonito disco de nova-exótica, rico, fantasioso e outonal ainda com sol. Como se quer.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 16 Março, 2018

KAORI SUZUKI Newsun CD

€ 12,50 CD Sounds Et Al

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2

“Newsun” remete-nos logo para “Vision Creation Newsun”, o fabuloso álbum de 1999 dos Boredoms. Embora as duas peças de Kaori Suzuki pouco devam ao som dos Boredoms – e, em particular, desse disco -, sente-se aqui uma nova vida na exploração da electrónica experimental e do uso de efeitos sonoros que distorcem a nossa sensação de espaço: o uso de estéreo ao longo das duas peças é de mestre. Mas Suzuki remete-nos para outros nomes da electrónica/experimental, à cabeça vem logo uma Éliane Radigue com um som muito mais preenchido, um Phil Niblock com uma visão mais além ou, mais contemporâneo, o controlo espacial de uma Kaitlyn Aurelia Smith e de Catherine Christer Hennix.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 7 Março, 2018

FELT The Seventeenth Century LP

€ 29,95 LP (2018 reissue) Cherry Red

A.K.A. “Let The Snakes Crinkle Their Heads To Death”


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 7 Março, 2018

FELT Ignite The Seven Cannons LP

€ 29,95 LP (2018 reissue) Cherry Red


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 7 Março, 2018

FELT The Strange Idols Pattern And Other Short Stories LP

€ 29,95 LP (2018 reissue) Cherry Red

Segundo álbum, um dos dois editados em 1984, passo em frente em relação à arrebatadora atmosfera de “Crumbling The Antiseptic Beauty”. bateria normalizada, canções mais escorreitas como “Roman Litter” ou “Spanish House”. A entoação Lou Reed é jogada com – há quem escreva – a influência dos Television, mas a renda complicada da guitarra de Maurice Deebank, com Lawrence em guitarra secundária e sobretudo a entregar uma voz impossivelmente estilosa, todo esse conjunto faz dos Felt uma tradição em si mesmos. Os pequenos instrumentais “Sempiternal Darkness” e “Imprint” não se limitam a cortar a sequência de canções pop, eles de facto elevam este edifício a um plano supra-indie. Se isto fizer sentido para vocês.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 7 Março, 2018

FELT The Splendour Of Fear LP

€ 29,95 LP (2018 reissue) Cherry Red

Editado em 1984, tal como “The Strange Idols Pattern And Other Short Stories”, este álbum puxa alguns contrastes para a frente. O título glorifica o medo (com ou sem ironia), enquanto lá dentro há uma canção chamada “The World Is As Soft As Lace”, reconhecimento deliberadamente naive de um mundo bonito na incerteza, porque “If I knew all about this world Do you think I’d stay here that’s absurd”. Enorme presença ainda de Maurice Deebank na guitarra, realçando o espaço neste álbum maioritariamente instrumental. Pode ser assustador, este vazio de palavras, mas é bonito e está pronto a receber as nossas emoções pessoais.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 7 Março, 2018

FELT Crumbling The Antiseptic Beauty LP

€ 29,95 LP (2018 reissue) Cherry Red

OUVIR ÁLBUM ORIGINAL / LISTEN TO ORIGINAL ALBUM
Crumbling The Antiseptic Beauty

O maravilhoso instrumental “Evergreen Dazed”, que abre o disco, revela toda a arte do guitarrista Maurice Deebank, que Lawrence chamou para a banda depois de ele lhe ter afinado a guitarra em três tempos. Considerado por alguns como “pai da guitarra indie”, Deebank moldou decisivamente todo o som dos primeiros álbuns de Felt. Os complicados e belos ornamentos de guitarra, em “Crumbling The Antiseptic Beauty”, juntam-se à bateria sem pratos – soando assim muito tribal – e à voz oscilante, meiga, de Lawrence. Aqui encontramos, em 1982, parte importante do livro da pop independente inglesa. “Fortune” é um exemplo superlativo. O rolar da bateria em canções como “Birdmen” e “Cathedral” evoca o som semelhante que Stephen Morris marcou em “Movement” dos New Order. A voz de Lawrence paira sobre tudo, largamente ininteligível, um acorde entre acordes, melancólica, um ambiente em si mesma, por vezes um espectro de Lou Reed. Álbum muito minimalista, homogéneo no som e com um impacto nada diminuído pelos anos – mostrando, aliás, de onde sai muita gente que pegou em guitarras e começou a cantar depois disto. Imprescindível.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 22 Fevereiro, 2018

ALVA NOTO & RYUICHI SAKAMOTO Glass CD / LP

€ 19,50 CD Noton

€ 26,50 LP Noton

O segundo lançamento da Noton em apenas um mês é outra experiência ao vivo maravilhosa. Em Setembro de 2016 Alva Noto e Ryuichi Sakamoto tocaram na Glass House em New Canaan (Conecticut), usando apenas teclados, misturadoras e sons vindos de objectos feitos de vidro. E, claro, usando a arquitectura do espaço. O que se ouve em “Glass” pode ser definido como uma banda-sonora para o trabalho de Caretaker nas suas explorações do “haunted ballroom”. Embora não exista exploração e processamento de sons do passado, o som que os microfones de contacto apanharam na actuação na Glass House criam um ambiente fantasmagórico espacial, algures entre a celebração dos mortos e uma visão perfeita do que seria a banda-sonora de “2001 Odisseia no Espaço” no século XXI. Quase quarenta minutos de pura magia, onde novos sons ecoam uma eternidade assombrada para ser vivida bem alta.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Alva Noto and Ryuichi Sakamoto site specific performance at the Glass House from The Glass House on Vimeo.

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 21 Fevereiro, 2018

BONGA Angola 72 LP

€ 19,95 LP (2018 reissue) Lusáfrica

OUVIR ÁLBUM COMPLETO / LISTEN TO FULL ALBUM
Angola 72

Verdadeiramente um álbum de soul, com instrumentação simples (guitarras acústicas, baixo e percussão) e a característica voz rouca de Bonga em união para a sedução das almas. Num período (ainda) de perseguição política em Portugal, o músico foi forçado ao exílio. Foi em Roterdão que gravou este álbum, cujo conteúdo considerado subversivo motivou um mandado de captura emitido em Angola (ainda sob jurisdição portuguesa). A canção de protesto ganhava força em Portugal, mas o espírito e a necessidade de revolta chegavam a todas as regiões ainda debaixo do regime. O exílio, a perseguição política, geravam na música um misto de enorme fidelidade às raízes, saudade e protesto. “Angola 72″ será para sempre um documento de tempos difíceis e errados, sim, mas também da implantação de uma sensibilidade africana na música feita em Portugal e da sua – em perspectiva, inevitável – importância na união de mentes e enriquecimento do património.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 21 Fevereiro, 2018

BONGA Angola 74 LP

€ 19,95 LP (2018 reissue) Lusáfrica

OUVIR ÁLBUM COMPLETO / LISTEN TO FULL ALBUM
Angola 74

“Kamin Longe”, uma canção tradicional mais tarde popularizada por Cesária Évora como “Sodade”, é a primeira faixa no lado B deste álbum. Bate pela familiaridade, claro, mas impossível ignorar a entrega de Bonga enquanto voz de uma diáspora já então longa no tempo. O tom triste das músicas mais emotivas é equilibrado por canções mais assertivas no ritmo e arranjos – o saxofonista guineense Jo Maka é decisivo para que se possa dizer que “Roots” é um misto de Brasil, Afrobeat e jazz. Groove intenso, nesta música, com o incrível e solto dedilhar na guitarra acústica a servir como voz principal até o sax tomar conta. Intensidade retomada mais à frente em “Ai-Ué Mama” (a segunda metade é bem fogosa), antes do encerramento do álbum em total modo tropical: “Kinga Kueta” mostra os caminhos por entre a selva.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Segunda-feira, 12 Fevereiro, 2018

LES FILLES DE ILLIGHADAD Eghass Malan LP

€ 23,95 LP Sahel Sounds

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

Os mantras circulares norte-africanos, entrelaçando percussão e guitarra, instalam-se na cabeça e corpo com enorme facilidade. A nossa procura de uma rota de equilíbrio conduz-nos a estas harmonias minimalistas, seguras e em simultâneo esvoaçantes, encimadas pela polifonia vocal das Filles e as palmas que marcam também o compasso. Música que sugere devoção, tocada e cantada em cerimónias mas também para aligeirar o recolhimento quando o tempo não está de feição. Marcha rítmica muito decidida, sem necessitar de grande protagonismo na mistura de som, dá a “Eghass Malan” um tom de caminhada, peregrinação, um bom abandono à sorte. Muito inspirador.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Segunda-feira, 12 Fevereiro, 2018

MAX RICHTER Hostiles CD

€ 17,50 CD Deutsche Grammophon

Hábil em construir música para completar os nossos sonos e paraísos sonoros de música ambiente, Max Richter tem construído um perfil que o encaixa num dos mais completos compositores da contemporaneidade. Por isso, não é de estranhar que o apanhemos a construir bandas-sonoras, normalmente exercícios riquíssimos que completam a sua carreira fora destas andanças. A banda-sonora de “Hostiles” é uma paisagem coberta pelas tormentas e com a fluência da construção de um universo que subsista às imagens, com base em dimensões sonoras riquíssimas e multidimensionais. Obrigatório para quem adora o trabalho de Mica Levi em “Under The Skin” e “Jackie”.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Segunda-feira, 12 Fevereiro, 2018

NILS FRAHM All Melody CD / 2LP Erased Tapes

€ 12,50 CD Erased Tapes

€ 24,50 2LP Erased Tapes

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

O piano de Nils Frahm tem o poder de suspender a realidade. Discos como “Solo”, “Felt” e “Spaces” têm feito parte do nosso imaginário ao longo da última década e têm coordenadas para localizar a evolução do cruzamento entre a música clássica e contemporânea no século XXI, bem como a sua aproximação com a pop. A pop enquanto localização e estado de espírito. Para “All Melody” Nils Frahm ocupou o estúdio Funkhaus na Berlim do leste, estúdio mítico construído em 1950, e transformou-o numa casa onde permitiu que este disco nascesse e crescesse. Foram dois anos a construir a matéria de sonhos que agora se tem a oportunidade de ouvir. Matéria de sonhos porque “All Melody” é uma nuvem de melodia, enriquecida pelo de desejo de Frahm elevar a sua música a um estado que tanto serve a electrónica como soluções clássicas, criando belíssimas espirais que fazem lembrar algumas melodias de Robert Ashley a brincar com a candura de uns Múm. A erudição faz-se sentir em cada segundo deste álbum, até nas alturas em que o sentido pop de Frahm é accionado ao máximo e queria belíssimas epopeias sonoras: “Sunson” ou “A Place”. E rapidamente transforma o horizonte, nas belíssimas teclas que caem no ambiente de “My Friend The Forest” ou na revisitação a Jon Hassell em “Human Range”. Álbum que inflaciona com as sucessivas – e inevitáveis – audições e que é um ponto alto – mais um – na carreira do pianista. O título ainda por cima dá a indicação certa, mas não aponta para a saída deste “quarto mundo” de Nils Frahm. Delícia.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 9 Fevereiro, 2018

PANDA BEAR A Day With The Homies MLP

€ 19,50 MLP Domino

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

Enquanto esperamos um novo universo em formato longa-duração de Panda Bear, ele vai-nos deixando pedaços do que poderá estar aí para vir. Depois de “Crosswords”, é a vez de “A Day With The Homies”, cinco novos temas que tocam no Panda Bear mais techno-melódico que se ouviu tão bem em “Merriweather Post Pavilion”, entre o psicadelismo das suas colagens e avantajados beats que servem de caminha para a sempre preciosa voz de Panda Bear.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »