Quinta-feira, 29 Março, 2018

TROPA MACACA Mais Pa Frente CASSETE

€ 8,50 CASSETE The Trilogy Tapes

A Tropa em modo mixtape, com uma espécie de flow de DJ aplicado às paisagens que vão desenhando. André e Joana em guitarra e coisas electrónicas, e por vezes, aos nossos ouvidos, parecem existir duas pistas paralelas com narrativas diferentes entre si. No entanto, o percurso de 50 minutos tem uma direcção só – em frente, sempre diferente. Mais do que esboços, são partes de um caminho próprio que se encontram aqui como pedaços de filme que depois formam imagens em movimento. Descrições (nossas) talvez demasiado académicas para um som tão natural.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 29 Março, 2018

TEREKKE Improvisational Loops LP

€ 18,50 LP Music From Memory

Neste desvio do trabalho conhecido na L.I.E.S., por exemplo, Terekke vem com uma ideia simples: abrir espaço para a funcionalidade da música, na tradição hoje em dia muito presente de música ambiental. Ainda perfeitamente relevante, a discussão sobre este ressurgimento do Ambiente e como isso se liga aos tempos actuais de rapidez, confusão/caos, demasiada informação e demasiado território nas nossas cabeças tomado por coisas que era suposto facilitarem a nossa vida mas agudizam a sensação de estarmos reféns de um progresso (sempre) imposto de fora. Este loops surgiram a partir de aulas de yoga em 2012 e, respeitando a simplicidade, foi usado um sintetizador digital e o efeito de reverb. Nós apanhamos a transmissão e dirigimo-la para onde entendermos.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 29 Março, 2018

BRIGID MAE POWER Two Worlds CD / LP

€ 11,95 CD Tompkins Square

€ 21,50 LP Tompkins Square

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

Em anos recentes, poucos artistas no campo da folk e das suas variantes, se podem orgulhar de ter um álbum de estreia tão forte como o homónimo de Brigid Mae Power. Em “The Two Worlds” honra o entusiasmo à volta dessa maravilha, com um segundo capítulo ainda melhor. Escrito ao longo do ano passado, quando Brigid se mudou para a sua terra natal, Galway, Irlanda, “The Two Worlds” é uma aventura completa, onde explora o preenchimento do espaço e as dinâmicas da sua voz – em parte graças à produção de Peter Broderick. O encanto do álbum homónimo permanece intacto, mas os ambientes aqui fortalecem uma maturidade essencial para o salto de um segundo álbum. A frontalidade de “Brigid Mae Power” é aqui mais real, viva, rica. A maior presença de outros instrumentos além da sua guitarra fortalecem o sentido vadio das suas canções e nada parece apressado: a urgência do primeiro álbum é enfeitiçada pela dinâmica dos outros elementos.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 29 Março, 2018

SILVIA KASTEL Air Lows LP

€ 16,50 LP Blackest Ever Black

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

Abertura bonita, emotiva, retirando do passado aqueles elementos certos para uma nova contemporaneidade que já aceitamos de olhos fechados. Muito tradicional, de certa forma, quase se percebendo a voz (inexistente) de Cosey Fanni Tutti em “Air Mob”, 6 minutos de compasso íntimo. Memórias vagas do industrial, ambientalismo isolacionista, dub aquático (“Heart 2 Tape”, por exemplo), tudo junto num álbum etéreo que simplesmente paira por aqui. Não se impõe e – lindo – insinua-se ao nosso encontro, discreto.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 29 Março, 2018

CARLA DAL FORNO The Garden 12″

€ 12,95 12″ Blackest Ever Black

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4

O celebrado álbum de 2016 e a óptima espécie de pausa com os F ingers trazem-nos a este EP que começa precisamente com o título “We Shouldn’t Have To Wait”. Difícil, neste ano de 2018, não nos refugiarmos em cada vez mais referências para situar um disco, apenas porque a bagagem dos anos passados é tão imensa que dificilmente se consegue escapar aos nomes. Caroline K, Virginia Astley, Cosey, até Siouxsie nos Creatures, todas elas entram e saem de cena conforme a nossa memória assiste. Mas sem enganos, “The Garden” mostra quatro canções de pop cinzenta mas nunca deprimente. Antes íntima, ou recolhida, seguindo um trilho pessoal, como todos nós seguimos o nosso inspirados por quem viveu e agiu antes. Muita atenção.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 29 Março, 2018

SPACEMEN 3 Playing With Fire LP

€ 21,50 LP (2018 repress) Space Age Recordings

Na curta e intensamente criativa carreira dos Spacemen 3, “Playing With Fire” ocupa um lugar de destaque. É o álbum onde melhor confluem as suas ideias, onde os universos de Kember e Pierce se fundem sem chocar e conseguem criar canções magníficas ou explorar a sua dimensão mais experimental sem isso chocar – necessariamente – com as suas ideias mais melódicas: talvez por tentarem replicar numa linguagem própria o poder das suas influências. Nomear as canções expressa a sua importância (“Honey”, “Revolution”, “Let Me Down Gently”, “So Hot” ou “Suicide”), ouvi-las mostra o jogo de conflito dentro da banda, criativo e pessoal. Apesar disso, conseguem harmonia aqui, “Playing With Fire” é num momento gentil, meigo, ternurento, como negro e violento. Essa dicotomia constante, presente noutros álbuns (por vezes até separada, como em “Recurring”, para as diferenças serem mais expressivas), é uma das suas mais valias: porque está na sua pele, não é preciso ler a história para entender que algo de estranho se passava. O negro nunca foi tão cândido e gentil com os Spacemen 3 e eles nunca foram tão directos e influentes como aqui.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 29 Março, 2018

SPACEMEN 3 Dreamweapon CD / 2LP

€ 11,95 CD (2018 reissue) Space Age Recordings

€ 26,95 2LP (2018 reissue) Space Age Recordings

OUVIR / LISTEN:
Dreamweapon (full album)

Virtualmente sem limite, a imersão possível nos mais de 40 minutos de “An Evening of Contemporary Sitar Music”, assente num drone que procura replicar respeitosamente a tradição indiana para um sério e tranquilo freakout. Os padrões circulares vão subindo de tom mas voltam a recolher-se no conforto da mente pacificada pela duração da peça. As duas versões de “Ecstasy” ocupam 17 minutos, uma enorme expansão de orgão Farfisa tenso, em eterna manobra de descolagem; nos últimos 15 minutos do álbum a banda desenvolve um mantra bem pausado, evocando grandes espaços num duelo serpenteante entre as duas guitarras (Sonic Boom e Jason Pierce). Tudo extremamente belo, nobre, necessário.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Terça-feira, 27 Março, 2018

HATIS NOIT Illogical Dance MCD / MLP

€ 11,50 MCD Erased Tapes

€ 13,95 MLP Erased Tapes

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4

Glitch extremo e a voz de Hatis Noit (Japão) entregue a miscigenações complicadas com electrónica e processamento pesado. Referências em caleidoscópio, desde tradição japonesa a ópera ocidental, vozes búlgaras, ambientes naturais, harmonias vocais, pop de vanguarda e, selando talvez a componente experimental, um edit voluntário dos Matmos para “Illogical Lullaby”. Disco ousado de música contemporânea que se desafia a si mesma, épico, dinâmico e, ao seu modo figurativo, rock ‘n’ roll.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Segunda-feira, 26 Março, 2018

JOANA GAMA / LUÍS FERNANDES At The Still Point Of The Turning World CD

€ 9,95 CD Room40

Piano, electrónica e orquestra. O novo trabalho de Joana Gama e Luís Fernandes (depois de “Quest” e “Harmonies”, este último com Ricardo Jacinto) cita um verso de um poema de T.S. Eliot no título e versa em volta de um sentimento de mudança amarga: “At The Still Point Of The Turning World”. Falar de harmonia neste novo trabalho é um recurso estranho, porque “At The Still Point Of The Turning World” vive num constante conflito e choque entre os sons. Contudo, é de harmonia que se trata (comum entre os dois, acontece nos dois trabalhos já citados), pode-se falar de harmonia de dissonância mas não é bem isso. É a harmonia que se encontra no choque, no centro das composições deste álbum (e poderíamos chamar-lhe só “composição”, porque os seis temas fluem como uma peça contínua). É música que cresce no conflito, no choque, no centro onde se tocam e lançam faíscas sonoras para o espaço e tempo. E essa harmonia acontece porque todos os elementos “At The Still Point Of The Turning World” estão a respirar e a tocar no espaço em volta (alias, estão com os sentidos todos activos), a sentir a estrutura e as dinâmicas dos ambientes que estão ocupar e por onde se movem. Poderia ser música ambiente – ou música ambiente versátil -, parágrafos inteiros de uma ideia de Mica Levi, mas com Joana Gama e Luís Fernandes as fronteiras são menos estanques. Também poderia ser só um estudo sobre a vocação do som e de timbres no tempo e espaço e na forma como transformam os ambientes enquanto criam a essência de um espaço imaginado, mas com Joana Gama e Luís Fernandes há a valentia de querer superar as dinâmicas dos ambientes que criam. Talvez por isso, “At The Still Point Of The Turning World” é um disco de gestos, danças imaginadas, de uma natureza que só existe no seu campo de acção. E apesar do constante sentimento de perda, de partida, é um abraço magnífico no seu constante ponto de choque. Há harmonia nesta infinita colisão.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 16 Março, 2018

ALVA NOTO Unieqav CD / 2LP

€ 19,50 CD Noton

€ 31,50 2LP Noton

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

Estamos em Março e tem sido um ano em pleno para a reconfiguração da editora de Carsten Nicolai. Três álbuns, todos eles fantásticos, e finalmente um em nome próprio. Este “Unieqav” enquadra-se na sua série “Uni” (“Unitxt” e “Univrs”), processo singular onde Alva Noto reconstrói a sua linguagem a um espaço próximo da música de dança. Tal como nos outros álbuns da série, a linguagem é mais solta e expressa em ácido via os beats-não-beats recorrentes do processo de trabalho de Alva Noto, além de contar com a colaboração (como é hábito) de Anne-James Chaton num dos temas. “Unieqav” é ficção científica de execução, um manual de ver, ouvir e interpretar código com ritmo. Profundo, solto e universal.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 16 Março, 2018

BEAUTIFY JUNKYARDS The Invisible World of Beautify Junkyards CD / LP

€ 13,50 CD Ghost Box

€ 18,50 LP Ghost Box

Depois de um 7” na Ghost Box em 2016, os portugueses Beautify Junkyards regressam aos longa-durações com um belíssimo disco na editora inglesa. O terceiro álbum, “The Invisible World Of…” é um riquíssimo trabalho em volta de folk inglesa e do leste europeu anos 70 (há muita influência das bandas-sonoras que descobrimos via Finders Keepers aqui) e de Tropicália. A colaboração de Helena Espvall adiciona o tom ácido certo à folk que aqui exploram, talvez no disco mais Espers que colaborou após o final dos Espers. Bonito disco de nova-exótica, rico, fantasioso e outonal ainda com sol. Como se quer.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Segunda-feira, 12 Fevereiro, 2018

NILS FRAHM All Melody CD / 2LP Erased Tapes

€ 12,50 CD Erased Tapes

€ 24,50 2LP Erased Tapes

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

O piano de Nils Frahm tem o poder de suspender a realidade. Discos como “Solo”, “Felt” e “Spaces” têm feito parte do nosso imaginário ao longo da última década e têm coordenadas para localizar a evolução do cruzamento entre a música clássica e contemporânea no século XXI, bem como a sua aproximação com a pop. A pop enquanto localização e estado de espírito. Para “All Melody” Nils Frahm ocupou o estúdio Funkhaus na Berlim do leste, estúdio mítico construído em 1950, e transformou-o numa casa onde permitiu que este disco nascesse e crescesse. Foram dois anos a construir a matéria de sonhos que agora se tem a oportunidade de ouvir. Matéria de sonhos porque “All Melody” é uma nuvem de melodia, enriquecida pelo de desejo de Frahm elevar a sua música a um estado que tanto serve a electrónica como soluções clássicas, criando belíssimas espirais que fazem lembrar algumas melodias de Robert Ashley a brincar com a candura de uns Múm. A erudição faz-se sentir em cada segundo deste álbum, até nas alturas em que o sentido pop de Frahm é accionado ao máximo e queria belíssimas epopeias sonoras: “Sunson” ou “A Place”. E rapidamente transforma o horizonte, nas belíssimas teclas que caem no ambiente de “My Friend The Forest” ou na revisitação a Jon Hassell em “Human Range”. Álbum que inflaciona com as sucessivas – e inevitáveis – audições e que é um ponto alto – mais um – na carreira do pianista. O título ainda por cima dá a indicação certa, mas não aponta para a saída deste “quarto mundo” de Nils Frahm. Delícia.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 24 Janeiro, 2018

DEDEKIND CUT The Expanding Domain MLP Hallow Ground

€ 18,95 MLP Hallow Ground

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

Em pouco mais de um ano Dedekind Cut formulou um espaço único no cenário do industrial/noise. Quando a Hospital Productions reeditou “American Zen”, meses após o álbum de estreia ter saído na NON, “$uccessor”, tornou-se real a conquista da lua para Fred Welton Warmsley III. Um constante salto de linguagem, entre o beat quebrado e o megamix, a confusão espacial e mental de quem não se desorienta com muitos tabs abertos. “The Expanding Domain” foi gravado há cerca de um ano e conta com a colaboração de Prurient, Zack Hill, Elysia Crampton, Mica Levi, Dirch Heather e Jesse Osborne-Lanthier em alguns dos cinco temas que compõem esta maravilha. Um álbum ocupado com a própria descompressão, desorientado na cadência de sequências que são processadas simultaneamente e investido em violentar o silêncio. Sensação nervosa, em espiral, constante ao longo de “The Expanding Domain” (e, principalmente, no tema que dá título a este MLP), que agarra na angústia e transforma a arte do som numa arma.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 8 Novembro, 2017

V/A Outro Tempo: Electronic and Contemporary Music from Brazil, 1978-1992 2CD / 2LP

€ 17,95 2CD Music From Memory

€ 25,95 2LP Music From Memory

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

Acreditamos que não existe maneira fácil de abordar esta compilação. Não se trata de música brasileira como normalmente se entende e também não é música académica. Mas a origem é até bastante aparente numa canção como “Madeira II (Mãe Terra)” de Marco Bosco. “Corpo Do Vento”, de Priscilla Ermel, soa até quase portuguesa (tambor e instrumentos de sopro). Ouve-se também pop de sintetizador muito deliciosa e muito fora; groove deslocado de contexto mas, há que reconhecê-lo também, muito brasileiro (Nando Carneiro, por exemplo), batucadas, vozes puras e também os campeões Mulheres Negras, dupla paulista de culto na década de 80, com direito a aparições no show de Jô Soares e cartoons na revista “Animal”, sempre no limite entre o vanguardista e o tradicional (isso é notório em “Eu Só Quero Um Xodó”), um pouco à semelhança de Ocaso Épico em Portugal. E praticamente não está nada dito. Obrigatório, mas por que motivo? Vocês descobrirão o vosso, mas o simples amor à música basta.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

1. Piry Reis – O Sol Na Janela
2. Nando Carneiro – G.R.E.S. Luxo Artezanal
3. Cinema – Sem Toto
4. Os Mulheres Negras – So Quero Um Xodo
5. Fernando Falcao – Amanhecer Tabajra
6. Anno Luz – Por Que
7. Andrea Daltro – Kiua
8. Os Mulheres Negras – Maoscolorida
9. Bene Fonteles – O M M
10. Carlinhos Santos – Giramundo
11. Priscilla Ermel – Gestos De Equilibrio
12. Carioca – Branca
13. Marco Bosco – Sol Da Manha
14. Maria Rita – Cantico Brasileiro No. 3 (Kamaiura)
15. Marco Bosco – Madeira II
16. Priscilla Ermel – Corpo Do Vento
17. Luhli E Lucina – E Foi

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 25 Outubro, 2017

BARK PSYCHOSIS Hex CD

€ 16,50 € 11,95 (-28%) CD (2017 reissue) Fire Records

€ 26,50 2LP (2017 reissue) Fire Records

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

Este álbum hipnótico, editado em 1994, mantém uma aura incrível em 2017, sustentada por um certo espírito revolucionário da pop. Com um quê de Prefab Sprout e, até, de Frazier Chorus, Bark Psychosis não ascendem a uma superfície tão visível, mantendo-se numa certa sombra, como se estivessem permanentemente na penumbra do seu espaço de ensaio na Igreja de St John The Evangelist, em Londres. Todo o álbum transmite uma sensação de intimidade muito forte, uma espécie de presença “ao vivo”. O pouco rock neste “pós-rock” é substituído por uma veia clássica, ambiciosa, pomposa até, mas não necessariamente barroca. Sente-se um verdadeiro desígnio de elevação de espírito, uma complexidade no desenho melódico e uma paixão tranquila transmitida pela voz. Bonito, mesmo.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 10 Agosto, 2016

BRIGID MAE POWER Brigid Mae Power CD / LP

€ 12,95 CD Tompkins Square

€ 16,95 LP Tompkins Square

[audio:http://www.flur.pt/mp3/TSQ5258-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/TSQ5258-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/TSQ5258-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/TSQ5258-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/TSQ5258-5.mp3]

O álbum estabelece muito cedo uma atmosfera de transe sentimental, colocando o ouvinte em suspensão através dos ambientes quase etéreos, não apenas facilitados pela voz mas também muito pelos arranjos. Piano com aquele tom vazio pronto a ser preenchido pela carga emocional de cada um; guitarra frequentemente dedilhada de forma repetitiva, mântrica, uma ou outra inclinação oriental, neste álbum gravado no Oregon por uma cantora irlandesa nascida em Londres. Facilmente seria tido como obra perdida de uma autora clássica, mas talvez Brigid esteja em linha para ser olhada como tal, no futuro. Para já, colaborações com Lee Ranaldo, Alasdair Roberts e Richard Dawson, entre outros, garantem a proximidade a alguns espíritos iluminados da arte da canção. No entanto, a cantora e autora revela autoridade na sua autosuficiência criativa, tocando acordeão, ukulele, piano e harmónio, para além de alimentar o fogo que origina as suas canções. Ficamos lá logo no início, com os mais de 6 minutos bastante devocionais de “It’s Clearing Now”.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , , / / Comentar: aqui »