Quinta-feira, 27 Setembro, 2018

MIDORI TAKADA & LAFAWNDAH Le Renard Bleu LP

€ 19,50 LP (1-sided, etched) !K7

Midori Takada vê o seu nome cada vez mais presente no meio musical contemporâneo. Muito mais do que a curiosidade arqueológica que os seus discos das décadas de 80 e 90 possam suscitar (curiosidade mais que justificada!), Takada tornou-se, através da reedição de “Through The Looking Glass”, numa espécie de figura tutelar da cena ambiental / ritual / exótica já em curso há alguns anos. Cuidadosamente empenhada na transmissão da sua música, sem emoções (a vírgula é importante), Midori Takada desliga-se dessa componente deliberadamente emotiva para se concentrar na técnica. Ao executar as suas peças, aí então ela procura transmitir um certo estado meditativo “que as pessoas receberão como quiserem”. “Le Renard Bleu” é uma espécie de obra total que parte da marca Kenzo e da sua colecção Primavera / Verão 2018, concretizada visualmente pela dupla Partel Oliva (directores criativos da Kenzo) com base na fábula japonesa da raposa azul. Apropriadamente, Takada estabelece uma base percussiva que, do nosso canto na Europa, transporta o ouvinte através de oceanos, quase literalmente percorrendo a geografia com passagem por África, Médio Oriente, Índia e, por fim, o Japão. A voz de Lafawndah paira sobre toda a música como que em vôo planante, contrastando com o R&B futurista que temos ouvido nos seus discos. Muito especial. Um lado de som apenas, com gravação visual no outro lado do vinil.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 27 Setembro, 2018

COLORED MUSIC Colored Music CD / LP

€ 12,50 CD (2018 reissue) WRWTFWW

€ 24,95 LP (2018 reissue) WRWTFWW

OUVIR ÁLBUM COMPLETO / LISTEN TO FULL ALBUM:
Colored Music

Como sempre, difícil reduzir um álbum como “Colored Music” a um estilo específico. Em 1981 era certamente pop, um híbrido entre new wave, dub, disco e synth-punk, com passagem por momentos mais paisagísticos. Álbum elegante, facilmente fora de maneirismos de época que encontramos em muitos discos desse período, interpretando de forma discreta essa fusão entre rock e dança (um pouco questionável dizer isto, já que o rock n roll parece ter nascido exactamente como música para dançar). “Anticipation” e “Sanctuary” soam um pouco como algo que poderia ter saído, anos mais tarde, pela Disques Du Crépuscule. Pop esclarecida, se assim lhe quiserem chamar, “Colored Music” é um álbum que não revela especialmente o Oriente (e quando o faz, em “Ei Sei Raku”, acontece de modo tão bizarro que acaba por soar proveniente de um local incerto onde os Residents se encontram.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 27 Setembro, 2018

BERNARD PARMEGIANI Les Soleils De L’île De Pâques | La Brûlure De Mille Soleils CD / 2LP

€ 12,50 CD WRWTFWW

€ 31,95 2LP WRWTFWW

Duas bandas sonoras para filmes, respectivamente, de 1965 e 1972, ambos realizados por Pierre Kast, ambos respeitados como culto no submundo cinéfilo mais ligado a experiências surreais e encantatórias. “Les Soleils…” começa com manipulação do que parece ser o som de didgeridoo e prossegue, nas 27 minúsculas partes, com um pulsar tecnológico frenético, mais à frente quebrado por drone espacial que sugere vácuo e desolação. Em plena tradição de discos de library, os tipos de ambiente sucedem-se em faixas consecutivas. Prosseguindo o caminho, ouvimos o som de cordas como num instrumento que associamos ao Oriente, e a obra termina em tons ameaçadores, descragas electrónicas de drama e preocupação, provavelmente reflectindo a evolução narrativa do próprio filme. “La Brulure..:” soa mais alienígena, solto e abstracto, também mais próximo da música concreta, intensa mesmo quando é pausada. Em certo momento, o disco começa a dividir o tempo entre a extrema exploração sintética e ambientes plácidos com cordas e flauta. No final, a habitual tensão opressiva é aberta pelo que soa como um excerto de ópera, confundindo as expectativas. Tudo o que não entendemos estará certamente nas extensas notas que acompanham esta edição.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 26 Setembro, 2018

NEUROTRIBE Life Recorder 12″

€ 9,95 12″ Acting Press

Abordagens muito angulares ao contacto de breakbeats com house, pegando na chama dos 90s para inovar com um propósito missionário de cruzar o Espaço enquanto tudo gira, cá em baixo. Se repararem, os ambientes são quase sempre bem profundos, tão definidores do som da Acting Press como os ritmos geralmente rápidos (BPMS = 130s…). A equipa reforçada com Neurotribe, incansáveis referências à cultura rave esotérica, à Natureza, ao Primordial, ao Espaço Mental. “Where Is The Ultimate Computer?”. Viagem incrível por uma nostalgia futurista utópica. Quem passou por lá, sabe. Mas todos ainda a tempo.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 26 Setembro, 2018

AUTECHRE NTS Session 4 3LP

€ 47,50 3LP Warp

Autechre serão sempre do outro mundo, para não dizer exclusivamente do seu próprio mundo. Esta incrivelmente ambiciosa edição resulta de quatro sessões de 2 horas cada, na NTS Radio durante o mês de Abril de 2018. Quem convive regularmente com o som de Autechre não precisa de qualquer introdução, mas vamos humildemente procurar introduzir quem não está tão familiarizado. Desde o primeiro álbum em 1993, Autechre afastaram-se progressivamente das coordenadas estabelecidas para a música electrónica contemporânea, sentindo-se mais como uma extensão no tempo do trabalho pioneiro de Tod Dockstader ou Bernard Parmegiani e menos como um nome vanguardista na cena IDM tradicionalmente mais melódica. Longínqua, também, a origem na cena electro e breakdance que varreu o Reino Unido nos 80s, embora durante alguns anos fosse até bastante aparente que a sua carismática construção rítmica tinha uma raiz hip hop bem mais do que techno. “NTS Sessions” é apresentado como álbum de pleno direito e não como compilação, já que o material nos oito CDs (aqui em 1 de 4 LPs triplos, vendidos em separado) é inédito. Outro planeta, outra galáxia, outro universo mesmo. Não procurem comparação, é infrutífero.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 26 Setembro, 2018

AUTECHRE NTS Session 3 3LP

€ 47,50 3LP Warp

Autechre serão sempre do outro mundo, para não dizer exclusivamente do seu próprio mundo. Esta incrivelmente ambiciosa edição resulta de quatro sessões de 2 horas cada, na NTS Radio durante o mês de Abril de 2018. Quem convive regularmente com o som de Autechre não precisa de qualquer introdução, mas vamos humildemente procurar introduzir quem não está tão familiarizado. Desde o primeiro álbum em 1993, Autechre afastaram-se progressivamente das coordenadas estabelecidas para a música electrónica contemporânea, sentindo-se mais como uma extensão no tempo do trabalho pioneiro de Tod Dockstader ou Bernard Parmegiani e menos como um nome vanguardista na cena IDM tradicionalmente mais melódica. Longínqua, também, a origem na cena electro e breakdance que varreu o Reino Unido nos 80s, embora durante alguns anos fosse até bastante aparente que a sua carismática construção rítmica tinha uma raiz hip hop bem mais do que techno. “NTS Sessions” é apresentado como álbum de pleno direito e não como compilação, já que o material nos oito CDs (aqui em 1 de 4 LPs triplos, vendidos em separado) é inédito. Outro planeta, outra galáxia, outro universo mesmo. Não procurem comparação, é infrutífero.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 26 Setembro, 2018

AUTECHRE NTS Session 2 3LP

€ 47,50 3LP Warp

Autechre serão sempre do outro mundo, para não dizer exclusivamente do seu próprio mundo. Esta incrivelmente ambiciosa edição resulta de quatro sessões de 2 horas cada, na NTS Radio durante o mês de Abril de 2018. Quem convive regularmente com o som de Autechre não precisa de qualquer introdução, mas vamos humildemente procurar introduzir quem não está tão familiarizado. Desde o primeiro álbum em 1993, Autechre afastaram-se progressivamente das coordenadas estabelecidas para a música electrónica contemporânea, sentindo-se mais como uma extensão no tempo do trabalho pioneiro de Tod Dockstader ou Bernard Parmegiani e menos como um nome vanguardista na cena IDM tradicionalmente mais melódica. Longínqua, também, a origem na cena electro e breakdance que varreu o Reino Unido nos 80s, embora durante alguns anos fosse até bastante aparente que a sua carismática construção rítmica tinha uma raiz hip hop bem mais do que techno. “NTS Sessions” é apresentado como álbum de pleno direito e não como compilação, já que o material nos oito CDs (aqui em 1 de 4 LPs triplos, vendidos em separado) é inédito. Outro planeta, outra galáxia, outro universo mesmo. Não procurem comparação, é infrutífero.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 26 Setembro, 2018

AUTECHRE NTS Session 1 3LP

€ 47,50 3LP Warp

Autechre serão sempre do outro mundo, para não dizer exclusivamente do seu próprio mundo. Esta incrivelmente ambiciosa edição resulta de quatro sessões de 2 horas cada, na NTS Radio durante o mês de Abril de 2018. Quem convive regularmente com o som de Autechre não precisa de qualquer introdução, mas vamos humildemente procurar introduzir quem não está tão familiarizado. Desde o primeiro álbum em 1993, Autechre afastaram-se progressivamente das coordenadas estabelecidas para a música electrónica contemporânea, sentindo-se mais como uma extensão no tempo do trabalho pioneiro de Tod Dockstader ou Bernard Parmegiani e menos como um nome vanguardista na cena IDM tradicionalmente mais melódica. Longínqua, também, a origem na cena electro e breakdance que varreu o Reino Unido nos 80s, embora durante alguns anos fosse até bastante aparente que a sua carismática construção rítmica tinha uma raiz hip hop bem mais do que techno. “NTS Sessions” é apresentado como álbum de pleno direito e não como compilação, já que o material nos oito CDs (aqui em 1 de 4 LPs triplos, vendidos em separado) é inédito. Outro planeta, outra galáxia, outro universo mesmo. Não procurem comparação, é infrutífero.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 26 Setembro, 2018

THE CARETAKER Everywhere At The End Of Time – Stage 5 2LP

€ 32,95 2LP HAFTW

OUVIR ÁLBUM COMPLETO / LISTEN TO FULL ALBUM:
Everywhere At The End Of Time – Stage 5

É impossível perceber o que está a acontecer em “Everywhere At The End Of Time” sem entender o desenvolvimento deste projecto nas mãos de Leyland Kirby / Caretaker. Fazemos o que podemos aqui. A obra de arte não precisa de ser explicada, mas “Everywhere At The End Of Time” precisa de ser experienciado num todo para ser compreendido. Sim, coloca o ouvinte, principalmente o que chegou atrasado, numa situação complicada. Mas não impossível. Cada “Stage” tem as suas qualidades, mas no todo, na sequência, na forma como se vive a música, no compasso de espera entre cada álbum, é que está a real obra-prima. “Everywhere At The End Of Time” evolui para uma daquelas ideias que só existem uma vez nada vida de um artista; enquanto se mostra como uma das obras da electrónica contemporânea mais importantes. Por várias razões, mas vale a pena realçar duas: reinventa a possibilidade de se poder contar uma história/narrativa através do som e de como ele se constrói/desconstrói; só pode ser realmente apreciada se for ouvida, insistentemente, e perceber os seus pequenos deslizes, nuances. Exige muito do ouvinte? Claro. Caso contrário seria uma chatice. Só que essa exigência é recompensada, o ouvinte sente-se parte de “Everywhere At The End Of Time” e em nenhum momento se sente enganado: o que foi prometido é entregue e cada “Stage” supera as expectativas. Talvez por isso o corte entre o terceiro e o quarto tenha sido tão marcante, disfuncional e incomodativo; mas é também por isso que entre o primeiro e o terceiro há uma espécie de fascínio pelo que vai acontecendo por causa das pequenas nuances: os nossos ouvidos lidam bem com pequenas nuances, julgamo-nos inteligentes quando as percebemos. Mas chegamos ao quarto e, agora, ao quinto estágio, onde Kirby nos deixa ao abandono, entregues a resquícios das memórias dos primeiros três álbuns. No quarto ouvia-se um edifício – a memória da música passada – a desabar, no quinto é só poeira, uma tempestade de areia que arrasta as memórias, com violência e falta de misericórdia. Percebe-se, até aqui Kirby tinha sido piedoso, tinha jogado com o fascínio das pessoas pela sua música (especialmente enquanto The Caretaker, quarto de memórias e de melodias que encantam); aqui estende-nos para o silêncio que o ruido causa, para a ausência de melodias, de vida. Não há nada a desabar, ou a ser desconstruído, como no estágio anterior, aqui está tudo no chão, a ser levado, já destruído, a caminho do esquecimento. “Stage 5” é o grande dilúvio da música do secúlo XXI. Uma obra-prima dentro de uma obra-prima. 

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Segunda-feira, 24 Setembro, 2018

FOODMAN Aru Otoko No Densetsu LP

€ 19,50 LP + Art-book Sun Ark

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

No campo da electrónica experimental é raríssimo encontrar música generosa, isto é, música que genuinamente se explique, que se ofereça de livre vontade ao ouvinte e que o gratifique a cada momento. E por cada momento não se pede cada segundo, mas cada faixa, ou numa espécie de “cinco em cinco minutos” e por gratificação entenda-se por algo a que o ouvinte se sinta com vontade de dizer obrigado. A música de Foodman tem esse condão. Já o seguimos há alguns anos, mas só agora é que conseguimos arranjar um álbum seu, este “Aru Otoko No Densetsu”, álbum de música mas também álbum com um art-book com muitos trabalhos de Foodman: quem já conhece, sabe o quão original o seu universo é, quem não conhece, ficará surpreendido. “Aru Otoko No Densetsu” é feito da luxúria pop que queremos no futuro, o excesso genuíno de uma barriga cheia, sem regurgitar; a intenção do ruído como criação de paisagem – ténue e bonita, como se quer, para eliminar o suposto “ruído”; e melodias fraccionadas, que tanto criam reconhecimento como desvendam soluções. Foodman é um músico de soluções, inconformado, à procura do compromisso essencial entre a electrónica experimental, música de dança e o apuro pop britânico das vozes femininas britânicas que anunciaram o futuro no presente recente (FKA Twigs, Mica Levi, Tirzah). Soluções térreas mas feita com música extraterrestre, inconformada, com o compromisso único da visão do seu autor. E, por isso, o som de Foodman é livre, fresco e uma das coisas mais originais que surgiram nos últimos anos. Doze temas, doze aventuras – mesmo -, doze histórias com sorrisos, abstração e a alegria de quem faz o seu caminho caminhando. Não conheciam Foodman? Preparem-se. O genuíno e o rico raramente têm um date que dê num casamento para a vida.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Segunda-feira, 24 Setembro, 2018

BITCHIN BAJAS Rebajas 7xCD

€ 39,95 7xCD


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 21 Setembro, 2018

JOLLY MARE Logica Natura LP

€ 20,95 LP Orbeatize

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

Perfeito exemplo da parceria entre homem e máquina na criação de música. “Logica Natura” resulta do contacto acidental de Fabrizio Martina (Jolly Mare) com uma caixa-de-ritmos de fabrico japonês, há menos de um ano. Nas notas do LP: “Demorou apenas três dias de ensaios para conceber o esqueleto deste disco: eu programei o módulo para receber os sons de bateria do Alex e o aparelho começou a criar linhas de sintetizador, quase como se falasse a sua própria linguagem. Encontrei uma alma nesta máquina.” (Jolly Mare). Assim ouvimos uma espécie de álbum de falsa library, por vezes uma versão mais tribal de “Head Hunters” de Herbie Hancock. Essencialmente um disco de percussão, como não tem sido raro nos nossos dias, fora do formato pop / rock (ouvir também o disco do Ricardo Martins). Não apenas o batuque primordial tão celebrado por aqui de tempos a tempos, mas uma fusão entusiasmante de orgânico e sintético com a bateria de Alex Semprevivo (notem o apelido que indica que a importência do tembor nunca morre) a juntar-se a equipamento em tempos alienígena como o Korg Ms-20, para além da Toyo Gakki Ult Sound DS-4 que inspirou todo o projecto.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 21 Setembro, 2018

DAF Gold Und Liebe LP

€ 14,00 LP Virgin (204 165-320)

Exemplares originais da edição alemã de 1981 / Original 1981 German release. Sound clips and sleeve not from actual copy.

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

Este álbum de 1981 nunca foi efectivamente ultrapassado por gerações subsequentes de Body music. “Verschwend Deine Jugend” e a sua linha de baixo distorcida tornou-se padrão para incontáveis reproduções EBM não apenas de ambos os lados do Atlântico mas também no Japão, por exemplo, com DRP ou 2nd Communication. A opção minimalista pela utilização de bateria e sintetizador, frequentemente em modo pré-gravado, com Robert Görl na bateria e Gabi delgado na voz e postura física de frente de palco. A tendência para germanizar esta música é fácil de entender, mas o que fica registado é sobretudo música com enorme carga física, largamente catártica, ainda que em momentos pareça exacerbação de um universo exclusivamente masculino (“Ich Will” ou “Muskel”). “Absolute Korperkontrolle” resume e conceptualiza a abordagem, retomada mais tarde, em 1985, com o título traduzido para “Absolute Body Control” (também o nome adoptado por um dos projectos industriais filiados nos Klinik, na Bélgica). Justificada e gloriosamente influente, “Gold Und Liebe” relembra de onde vem muita da música electrónica de dança que hoje escutamos, adicionando a estética Homo hoje removida de pudor e nem sempre aparente para quem ouvia DAF nos 80s. Diabo no corpo. Exemplares originais de armazém, estado variável: vinil como novo, capas podem apresentar dobras ou pequenos defeitos.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Segunda-feira, 10 Setembro, 2018

AUTECHRE NTS Sessions 1-4 8xCD Warp

€ 69,95 8xCD Warp

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5CLIP6CLIP7CLIP8CLIP9CLIP10

Autechre serão sempre do outro mundo, para não dizer exclusivamente do seu próprio mundo. Esta incrivelmente ambiciosa edição resulta de quatro sessões de 2 horas cada, na NTS Radio durante o mês de Abril de 2018. Quem convive regularmente com o som de Autechre não precisa de qualquer introdução, mas vamos humildemente procurar introduzir quem não está tão familiarizado. Desde o primeiro álbum em 1993, Autechre afastaram-se progressivamente das coordenadas estabelecidas para a música electrónica contemporânea, sentindo-se mais como uma extensão no tempo do trabalho pioneiro de Tod Dockstader ou Bernard Parmegiani e menos como um nome vanguardista na cena IDM tradicionalmente mais melódica. Longínqua, também, a origem na cena electro e breakdance que varreu o Reino Unido nos 80s, embora durante alguns anos fosse até bastante aparente que a sua carismática construção rítmica tinha uma raiz hip hop bem mais do que techno. “NTS Sessions” é apresentado como álbum de pleno direito e não como compilação, já que o material nestes oito CDs (ou 4 LPs triplos, vendidos em separado) é inédito. Outro planeta, outra galáxia, outro universo mesmo. Não procurem comparação, é infrutífero.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 11 Maio, 2017

V/A Mono No Aware 2LP

€ 23,50 2LP PAN

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

“Mono No Aware” é a primeira compilação do catálogo da Pan e é um presente aos mais fiéis, como uma carta de apresentação para quem está fora da acção de uma das melhores editoras de música electrónica da última década. Pega em artistas do seu catálogo (a maior parte já editou na Pan, outros estão por editar) e reuniu uma série de material inédito concentrado na música ambiente. Nomes como Yves Tumor, Helm, ADR, M.E.S.H., Kareem Lofty estão aqui presentes. Há uma exemplar coerência ao longo dos dois discos, a selecção e o alinhamento contam uma história. Alguns dos artistas tiram os ossos à sua música, outros revelam uma clarividência e sedução pelo lado primordial da música ambiente. O resultado é muito bonito, coerente e com uma reunião exemplar de material inédito. É daquelas que vai ficar para a história da música ambiente.

01. Kareem Lotfy ”Fr3sh” 02. Malibu “Held” 03. Yves Tumor ”Limerence” 04. HELM “Eliminator” 05. ADR “Open Invitation” 06. AYYA “Second Mistake” 7. Flora Yin-Wong ”Lugere” 8. Mya Gomez ”justforu” 9. Bill Kouligas ”VXOME” 10. Jeff Witscher ”ok, American Medium” 11. TCF “C6 81 56 28 09 34 31 D2 F9 9C D6 _BD 92 ED FC 6F 6C A9 D4 88 95 8C 53 B4 55 DF 38 _C4 AB E7 72 13″ 12. James K feat. Eve Essex ”Stretch Deep” 13. SKY H1 ”Huit” 14. M.E.S.H. “Exasthrus (Pane)” 15. Oli XL ”Heretic” 16. HVAD & Pan Daijing ”Zhao Hua”

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 20 Outubro, 2016

YVES TUMOR Serpent Music LP

€ 18,95 LP (+ mp3) PAN

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

Os Hype Williams não editaram pela PAN e se no momento actual isso acontecesse pela via única de Dean Blunt o resultado seria este “Serpent Music”. A vontade da frase não é tirar crédito a Yves Tumor e, sim, de explicar as diversas formas que a sua música assume, o direito que tem de se assumir como mais do que música e existir nela um contexto de performance/arte/mensagem e o desejo de contrariar as regras e as expectativas do outro lado (nós). É dilacerante como “Serpent Music” é construído em volta de paisagens selvagens, exóticas e de cidades muito cheias. Por vezes une isso num só momento, diferencia o caos e a selvajaria com esboços bonitos, mas depois junta-os como se tivesse a dizer que é a mesma coisa. Há exotismo na cidade, há confusão na selva. Há paranóia e ansiedade, a tensão pré-milenar está longe da vista, agora é substituída por essa tensão de que às vezes para se ser qualquer coisa, tem que se ser tudo. A música de Yves Tudor não é tudo, é óptima a consumar o conceito dessa ideia, de realizar em si mesmo vulnerabilidade, encantamento e cometer o sacrilégio de por vezes fazer valer as ideias em favor da estética. É um álbum que se revela a cada momento e que é frequente se deslumbrar com o seu próprio feitiço.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , , , , , / / Comentar: aqui »