Sábado, 22 Dezembro, 2018

OBJEKT Cocoon Crush 2LP

€ 12,50 CD PAN

€ 24,50 2LP PAN

Desde muito cedo em “Cocoon Crush” que bate a sensação de que o alemão se preocupou em voltar às edições – passaram-se mais de quatro anos desde “Flatland” – com um álbum tão minucioso nos seus detalhes que fizesse frequentemente esquecer que se está a ouvir um disco de electrónica. Pode-se ver isso como uma qualidade ou uma mera abstração, contudo, “Cocoon Crush” desfaz-se em elogios por si próprio à medida que se vai ouvindo: é de uma mestria excepcional, o nível de detalhe é impressionante e a sua habilidade de visitar diferentes espectros da electrónica de uma forma totalmente orgânica é, no mínimo, fenomenal. Estamos perante uma obra-prima? Talvez não é preciso chegar a tanto. Há algo de angustiante nisto tudo, as faíscas de “Cocoon Crush” são também impecáveis momentos de auto-realização em que por vezes o género pode ser um pouco asséptico. Mas também é essa consciência – dos limites e de como se extravasam esses limites – que torna “Cocoon Crush” tão especial. É um bom compromisso sem sentimentos, com música estranhamente impressionista e mortífera, onde a máquina oferece múltiplas interacções. É um futuro mesmo muito estranho. E não dá para desligar de “Cocoon Crush”.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 20 Dezembro, 2018

V/A The Black Book 3LP

€ 31,95 3LP iDEAL Recordings

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

“Mono No Aware” da Pan lançou claramente uma tendência que se julgava perdida. Já são algumas as editoras que voltam às clássicas compilações explorando artistas do seu catálogo – ou com ele relacionados -, trabalhando-as com o desejo de criar uma obra una e única, criando uma unidade que servirá como identidade para o futuro. E que também marca o seu momento no tempo. “The Ideal Book” é para a Ideal o que “Mono No Aware” foi para a Pan, com a pequena diferença de que aqui não há o deslize para uma unidade sonora – o ambiente, no caso do álbum da Pan – e, sim, para uma exploração dos imensos universos que cabem nas músicas de alguns artistas, como Jasss, Ramleh, Ectoplasm Girls, Robert Aiki Aubrey Lowe, Jonathan Uriel Saldanha ou Stephen O’Malley. Uma viagem de assimilação, em que o ouvinte se perde em cada sentido. “The Ideal Book” traz electrónicas sem coordenadas mas que ditam as coordenadas de tudo o que está a acontecer. A editora de Joachim Nordwall tem passado os três últimos anos sem vacilar, com propostas que têm dominado as nossas atenções. “The Ideal Book” é ouro sobre azul a fechar um ano maravilhoso.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

A1. Jasss – “Parental Youth”
A2. Pact Infernal – “The Eternal Return”
A3. Ramleh – “Entropy II”
A4. Vanity Productions – “Ideal Life”

B1. Jim O’Rourke – “In Regards”
B2. Morika – “Cats In The Cradle”

C1. Jonathan Uliel Saldanha – “Siren Frontier”
C2. Robert Aiki Aubrey Lowe – “Ehh??? (For Folke Rabe)”
C3. Dungeon Acid – “One”

D1. Carlos Giffoni & Prurient – “Returning Rains”
D2. Ectoplasm Girls – “Neuropean”
D3. JS Aurelius – “All In Sync With All & Me”
D4. John Duncan – “Shortwave6″

E1. JH1 FS3 – “At The Bottom Of The Night”
E2. Stephen O’Malley – “LOUP”
E3. Trepaneringsritualen Manifest – “Ond Pau Ne Atto, O O Pau Ne Hofoo”

F1. Coppice – “Flywheel (Flood Blowing)”
F2. Autumns – “Lose It”
F3. Drew St Ivanny – “A Mixer & A Delay Unit”

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 20 Dezembro, 2018

MARY JANE LEACH (F)lute Songs LP

€ 18,95 LP Modern Love

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4

Por vezes trabalhamos de memória: não nos recordamos da Modern Love ir ao passado desta forma. “(F)lute Songs” reúne trabalhos de Mary Jane Leach de voz e flauta compostos durante 1985-2018. Esteve em Nova Iorque quando importava e fez parte do DownTown Ensemble, trabalhou junto de Arthur Russell, Ellen Fullman, Peter Zummo, Philip Corner e Arrnold Dreyblatt. Uma edição no ano passado da Blume, “Pipe Dreams”, chamou atenção – de novo – para o trabalho de Leach, que nunca tinha tido direito a grande atenção e estava condenado a ficar perdido. Os quatro temas que a Modern Love editou neste ano são lenha para uma fogueira de interesse em volta de Mary Jane Leach, aqui num modo delicado e frágil. “(F)lute Songs” é um paraíso perdido à espera de ser encontrado.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 20 Dezembro, 2018

NENEH CHERRY Broken Politics CD / LP

€ 16,50 CD Smalltown Supersound

€ 22,50 LP Smalltown Supersound

Neneh Cherry parece falar directamente com o ouvinte, não apenas cantar algo para a rede, passível de ser apanhado ou não. As preocupações políticas e sociais são tudo menos novidade, mas são sempre novidade enquanto a sociedade continuar a mudar. Ainda classificado como trip hop aqui e ali, o disco é, isso sim, uma actualização pop do empenho, carácter e talento da cantora e compositora. Produção de Four Tet com reverberação mais ou menos aparente da década de 90, nas batidas e algumas cores, mas é num momento mais universal como “Slow Release”, assente em elementos mínimos e com a voz bem clara, que Cherry transcende épocas. Ainda assim, algo tão referencial como “Faster Than The Truth”, que remete de ouvido para Tricky / Martina, consegue efeito semelhante no salto entre décadas, ficando a iluminar 2018 como uma canção própria deste ano.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 20 Dezembro, 2018

THOM YORKE Suspiria CD / 2LP

€ 11,95 CD XL Recordings

€ 31,50 2LP* XL Recordings

* OFERTA de um totebag na compra do LP (LIMITADO AO STOCK EXISTENTE)

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

Talvez por ser uma banda-sonora, talvez pelo passado Goblin em “Suspiria”, Thom Yorke apresenta na banda-sonora para o filme de Luca Guadagnino um leque variado de composições que atravessam a sua carreira a solo e enquanto vocalista dos Radiohead. Defeito ou feitio, isso fica ao julgamento de cada um, mas ninguém pode tirar o direito a Thom Yorke de soar ao que quiser. Em “Suspiria” acontece uma elaborada biblioteca sonora, entre a tradição clássica do género de terror e uma ambição de orquestrar algo mais do que música para um filme. À medida que se convive com esta banda-sonora, percebe-se que é uma obra completa, seguindo a tradição recente de muitos artistas que vêm da pop – como Mica Levi, por exemplo – em assumir estes trabalhos como álbuns completos, figuras de uma discografia e não um elemento secundário para ser descoberto no futuro. Tiraríamos “Suspiria” do nome e tínhamos um belo álbum de Thom Yorke. Fica “Suspiria” e existe isso, claro, mas também a melhor banda-sonora deste ano.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 20 Dezembro, 2018

AGAINST ALL LOGIC (NICOLAS JAAR) 2012-2017 2LP

€ 26,50 2LP Other People

Against All Logic foi um hit quase instantâneo, mais atrás em 2018, e esta reprensagem traz para a mesa, com mais calma, o trabalho detalhado do produtor chileno em torno de samples vocais e construção rítmica. As canções soam orgânicas, comprometidas apenas com a mensagem particular de cada uma, transmitida através das vozes soul e funk que Jaar utiliza como “convidadas”. Abstraindo-nos da técnica de corte e sobreposição, tudo aqui soa extremamente natural, em torno de um formato quase-house – “Cityfade” é talvez o exemplo emocionalmente mais intenso. Algures entre mixtape e álbum de estúdio, produção para pista de dança e canções pop para a rádio, “2012-2017″ não se ocupa em tornar 100% fácil a nossa tarefa de escutar e, por isso mesmo, reforça a ideia de que a pop consegue ainda ir um pouco mais longe, ou mais fundo.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Segunda-feira, 17 Dezembro, 2018

SILVER JEWS American Water CD / LP

€ 12,95 CD Drag City

€ 17,95 LP (2018 reissue) Drag City

Half-speed master.

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Segunda-feira, 17 Dezembro, 2018

OREN AMBARCHI, JIM O’ROURKE & U-ZHAAN Hence LP

€ 21,95 LP Editions Mego

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2

As tonalidades suaves nos quase 40 minutos encantatórios deste álbum puxam-nos rápida mas gentilmente para dentro de uma teia de harmonias de qualidade meditativa. Ambarchi, O’Rourke e U-Zhaan combinam guitarra, sintetizador e tabla e, em momentos, esquecem-se as partes para acedermos a um glorioso todo, sempre cambiante, ensinador, a mostrar o prazer no percurso, no movimento, na dinâmica sónica e, por consequência, das próprias emoções. “Hence One” mais sugestivo de uma prece monumental a poderes superiores, “Hence Two” mais enredado em contemplação devocional. Álbum muito íntimo, entre nós e os nossos pensamentos, nem sequer procurando fixar em imagem o que terá acontecido no encontro entre os três músicos mas sim o que está a acontecer nos nossos recantos.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 14 Dezembro, 2018

PEARLS BEFORE SWINE Balaklava CD / LP

€ 12,95 CD (2018 reissue) Drag City

€ 19,50 LP (2018 reissue) Drag City

Tom Rapp faleceu no início deste ano, numa altura em que havia um novo interesse à volta da sua música, com a reedição do seminal “One Nation Underground” – do qual voltámos a receber stock. No início deste século, quando a folk teve um renascimento, os Pearl Before Swine vieram com ela, mas demorou mais de uma década até os seus discos terem o tratamento merecido. A Drag City anda a compor uma falha importante do mercado, restaurando o som – e as capas! – da belíssima discografia dos Pearl Before Swine. “One Nation Underground”, o primeiro disco, era – e ainda é – um ovni no universo folk; “Balaklava” traz sonoridades de maior familiaridade, mas é um disco sem a magias e as fadas – ou as drogas – reconhecíveis de final dos anos 1960s, mas um baú de contradições entre belíssimas melodias que se vão alojando em locais negros. Uma paranóia em contínuo num dos mais belíssimos quadros, que ganha maior profundidade quanto mais se conhece. Poucos discos aguentam tão bem o tempo como este “Balaklava”: presente em 1968, presente hoje.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 14 Dezembro, 2018

EIKO ISHIBASHI The Dream My Bones Dream LP

€ 18,95 LP Drag City

Saudades da pop de Jim O’Rourke? Problema que só esperando se resolve, mas a sua participação na mistura de “The Dream My Bones Dream” relembra-nos o quão especial é a música de Jim. E se ainda não conhecemos Eiko Ishibashi – este é o seu sexto álbum a solo -, esta é uma boa desculpa para entrar. Entre. Numa altura em que se passa tanto tempo a descobrir passados da música japonesa, em que entrou na espiral de recolha sentimental, nada melhor do que olhar para o presente, para o que se faz, e ser abençoado por música que fará parte dos clássicos do futuro. “The Dream My Bones Dream” fascina enquanto escultura pop, uma delicada viagem entre o algodão doce nos intermédios de Scott Walker – as primeiras e segundas versões de Walker – e, adivinhou, a folk exótica-onírica-perversa de Jim O’Rourke. Algures há jazz, banda-sonoras de filmes italianos e um pedido de casamento. No fim do disco fica a ideia: ficamos a dever um mundo de sonhos a Ishibashi.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 16 Agosto, 2018

MIDORI TAKADA Through The Looking Glass CD / LP / 2×12″

€ 12,50 CD (2017 reissue) We Release Whatever The Fuck We Want

€ 21,50 LP (2017 reissue) We Release Whatever The Fuck We Want

esgotado 2×12″ (2018 reissue) We Release Whatever The Fuck We Want

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

“Through The Looking Glass” (1983) é gravado em dois dias já com o foco de Midori Takada em tradições asiáticas e africanas, que ela identificou como parte de culturas não-materialistas. Os quatro movimentos no álbum parecem seguir um relevo de paisagem, oscilando entre a contemplação pacífica da Natureza e, consequentemente, do Eu, e a agitação do movimento expressa através de momentos em que a percussão soa como força motriz da nossa postura no mundo. Midori Takada trabalhou aqui sobretudo sob a influência de ritmos asiáticos, mas a tradição e ancestralidade misturam-se com a modernidade em “Crossing”, onde ela se inspira nos sons que capta em passagens de nível no Japão. Não é difícil imaginar a marcha de um comboio sobre os carris ao escutar o passo sincopado das marimbas. O disco termina com máxima adrenalina em “Catastrophe ?”, assinalando o pleno contraste com o início espreguiçante de “Mr. Henri Rousseau’s Dream”, em que o trabalho do pintor francês é revisto pela música até chegarmos à capa de Yoko Ochida, ela própria assemelhando-se a uma revisão da exótica esotérica que Rousseau produziu na segunda metade do século XIX. Tudo se torna simples quando se ouvem estes quarenta minutos, divididos em quatro peças que parecem navegar para um sentido comum. E se a navegação é feita numa espécie de mar sonoro, sempre mais visível quanto mais se ouve este álbum, então a música de Takada flutua pelas nossas mentes como um sonho bonito que ficou perdido e do qual se está constantemente à procura.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Terça-feira, 7 Agosto, 2018

EIKO ISHIBASHI & DARIN GRAY Ichida LP

€ 21,50 LP Black Truffle

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2

Ishibashi e Gray dividem-se por múltiplos universos de música, entre colaborações e concretização de ideias a solo. Jazz, Exotica, neo-classicismo, rasgos de electrónica e muita facilidade na transição de instrumentos. Eiko Ishibashi mais concentrada em teclas e percussão, Darin Gray sobretudo ocupado com o baixo, tecem neste álbum longas ambiências evolutivas a partir de camadas estéticas diversas. A uma certa tradição mântrica do drone acresce a versatilidade livre de uma sensibilidade jazzística. O piano, principalmente, vagueia quase autónomo no meio da profusão de outros sons. Intenso e pacífico em medida semelhante.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 22 Março, 2018

PENDANT Make Me Know You Sweet 2LP

€ 24,50 2LP West Mineral

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

Pendant é “Huerco S” e “Make Me Know You Sweet” é um sucessor espiritual de “For Those Of You Who Have Never (And Also Those Who Have)”, pérola de 2016 que, recentemente, teve direito a nova prensagem. Como Pendant assume uma evocação menos ingénua à música ambiente, uma captura de drones e loops riquíssimos entre o pastoral e o shoegaze aventuroso de Rafael Anton Irisarri. O centro de “Make Me Know You Sweet” é a criação de uma intimidade entre o ouvinte e esta música que parece uma sala de Carateker/Leyland Kirby iluminada, em caminhos e linguagens que são vastamente conhecidos e a apresentação em lugares estranhos que coordenam um certo “ambiente-espiritual” que criam um caos nessa ideia de música como lugar de memória. É quase uma hora de música que funciona como um novelo a desenrolar-se, que desperta uma reacção natural dos sentidos: como se o próprio som meditasse no cérebro. Número de cópias muito limitado.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 7 Dezembro, 2017

PEARLS BEFORE SWINE One Nation Underground – 50th Anniversary CD / LP

€ 12,95 CD (2017 reissue) Drag City

€ 19,50 LP (2017 reissue) Drag City

[audio:http://www.flur.pt/mp3/DC659CD-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/DC659CD-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/DC659CD-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/DC659CD-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/DC659CD-5.mp3]

Primeiro álbum de uma das bandas mais iluminadas do folk psicadélico dos 1960s. Talvez mais conhecidos pelo também magnífico “Balaklava”, os Peals Before Swine iniciaram o seu desbravamento por um universo imenso com este “One Nation Underground”. Liderados por Tom Rapp, provavelmente o sopinha de massa mais importante da música popular, os Swine procuram aqui o seu lugar na folk numa altura em que era muito difícil não ser original dentro do género. O que os distingue dos demais é o genial distanciamento da realidade: as canções de “One Nation Underground” estão em constante luta umas com as outras, como um desejo de não pertença a um grupo. É essa disjunção, ou incoerência, que torna este álbum tão fascinante – e os Swine tão especiais -, um desejo natural de não estarem ligados a qualquer rótulo e comporem as suas canções de uma forma muito distanciada do momento em que viviam. Não estavam à frente do seu tempo, “One Nation Underground” pertence aos 1960s, mas ainda hoje é um disco desconcertante, sem qualquer ordem ou sentido de direcção. Está totalmente desorganizado, um caos belíssimo que agrupa canções que entram no maravilhoso bucólico ou no mais aterrador dos pesadelos (e não estranhem se acontecer tudo ao mesmo tempo). Cinquenta anos depois, é fantástico revisita-lo e uma revelação quando ouvido pela primeira vez.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , , / / Comentar: aqui »