Quinta-feira, 7 Fevereiro, 2019

GEMINI Welcome To The Future 12″

€ 10,50 12″ (2018 reissue) Anotherday

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 7 Fevereiro, 2019

GEMINI Imagine A Nation 12″

€ 10,50 12″ (2018 reissue) Anotherday

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 7 Fevereiro, 2019

GEMINI U Know How I Feel 12″

€ 10,50 12″ (2018 reissue) Anotherday

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 7 Fevereiro, 2019

GEMINI The Beginning 12″

€ 10,50 12″ (2018 reissue) Anotherday

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 7 Fevereiro, 2019

GEMINI Imagine-A-Nation 2LP

€ 19,95 2LP (2016 reissue) Anotherday

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

Nas sucessivas vagas de talento saídas de Chicago, Gemini representa ainda hoje uma luz referencial e uma ponte segura entre passado e presente. “Imagine-A-Nation” pode ser tanto uma expressão que remete para a Nação House como, mais a fundo, algo ligado a uma via de construção possível de uma outra realidade, da Nação propriamente dita. A primeira faixa chama-se “Native To America”. Muitas considerações foram já feitas também sobre a noção de afro-futurismo e o seu impulso definidor de muita cultura importante que consumimos hoje, mas desligando a teoria, este é um álbum de House num tempo (1997) em que o género perdera o chão e massificara-se em resposta ao capitalismo da clublândia. Produtores como Gemini mantiveram o foco, nunca perdendo de vista a fundação Disco, as técnicas de loop importantes para autonomizar a House enquanto género e os breaks directamente inspirados em Jazz e Funk. Com tudo o que está sempre a acontecer de comprometedor, um título como “How Can i Chill” demonstra a necessária inquietação que mantém as coisas assentes em bases sólidas. Após uma atmosfera mais aberta, o álbum encerra, em todo o lado D, com três faixas chamadas “Future Beat” onde Gemini deixa visíveis as fundações e comunica aquela personalidade jack que mudou consciências e mexeu com corpos uma década antes. Imaginem só.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 7 Fevereiro, 2019

NIAGARA Comboios 7″

€ 7,95 7″ (2018 reissue) Ascender

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3

Terceiro vinil no forte empreendimento Ascender, Niagara claramente a sentir e executar uma liberdade muito invejável. Novos sons advêm de novos instrumentos, os quais geram novas ideias e novas soluções. Ouvimos, assim, três faixas com grande afinidade ao dub, mas que dizer de “Volta”, onde um tímido baixo quer, no entanto, sustentar o groove no meio da batida e de uma harmónica que – se a memória não falha – nunca tinhamos escutado nos Niagara. “Calor” anda ali próximo de uma exótica Sun Araw, com água e vento a sugerirem uma tentativa de contrariar a temperatura elevada e shakers + percussões soltas a formarem um postal dos trópicos.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 7 Fevereiro, 2019

NKISI 7 Directions LP

€ 18,50 LP UIQ

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

As faixas numeradas excitam um certo anonimato e facilitam o povoamento dos grooves com as imagens que a nossa cabeça convoca. “7 Directions” é um disco de movimento, enredado de forma extasiante no seu próprio ritmo, algures entre um parentesco techno distante e uma cultura de breaks resumida a isso mesmo: cultura, herança cultural, já nem sequer referências explícitas a este ou aquele género. O percurso apaixonante aberto por estas sete faixas ajuda de forma bem consequente na transmutação constante da música de dança. A inspiração directa chega forte dos ritmos Bantu da região do Congo, e o próprio nome Nkisi refere-se à materialização física de entidades espirituais (por exemplo em estatuetas que, no entanto, não se destinam à adoração como ídolos). Tecnologia, Além, Simbolismo, tudo ligado.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 7 Fevereiro, 2019

GLOBAL ELECTRONIC NETWORK Time Square MLP

€ 11,50 MLP Sound Metaphors

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2

Sexta edição da mega influente Mille Plateaux em 1994, aqui cortada para duas faixas na reedição Sound Metaphors. Ainda assim, quase 40 minutos a ocupar boa parte do espaço disponível num disco de vinil e uma janela bem panorâmica para uma classe expansiva, ambiental, de trance. Hipnose rítmica, movimento circular, uma espécie de jogo com a possibilidade de eternidade, de esta música continuar a fluir para lá do limite imposto no formato físico. Lado B, em especial, parece recriar um mundo de espíritos em que as vozes se ouvem mas as palavras não se entendem nem os corpos se mostram. Tudo sensações que facilitam o escape daqui.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 7 Fevereiro, 2019

DREW McDOWALL The Third Helix LP

€ 20,50 LP DAIS

€ 22,50 LP (coloured) DAIS

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

O processo desconstrucionista de Drew McDowall espelha as cambiantes de um percurso não-linear que pode ser a própria vida, para maximizarmos logo a questão. Variantes da sonoridade dos Coil em que esteve envolvido na década de 90, com todas as manifestações esotéricas intangíveis que implica a ciência da obscuridade, mas também descargas muito concretas de som que ainda pode estar no limiar do industrial, cruzando com a infinitude de possibilidades abertas pela geração e produção digital de música. Para dentro das tubagens e dos circuitos, sim, mas quase como David Lynch, sempre uma perspectiva muito cinemática que tende a transformar o desconforto inicial numa fascinante jornada de observação.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 7 Fevereiro, 2019

OMAR S [005] 2LP

€ 22,50 2LP FXHE

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

Não foi aqui que tudo começou mas é neste disco que pela primeira vez se sentiu em maior escala a visão única de Omar-S. Filtros, blips, o beat arrastado como Theo Parrish e a improbabilidade de se chamar house, sem problemas, a este salto para dentro da engenharia de som (o que Omar diz que faz). Um conjunto de temas que fazem deste álbum um título fundamental na discografia que se elaborar da primeira década do século XXI e para além. Clássico da casa de Detroit, sentimental de forma crua e totalmente a reescrever, em 2005, o livro de estilo.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 31 Janeiro, 2019

JULIA KENT Temporal CD / LP

€ 12,50 CD Leaf

€ 17,95 LP Leaf

A música de Julia Kent vence a sua própria fragilidade. Depois de “Character” e “Asperities”, Kent largou algum fascínio por ambientes de tensão e confronto na sua música e constrói algo que se eleva acima do que resta: a fragilidade. De certa forma, “Temporal” é o que sobrevive da tensão de “Asperities”, um corpo sem protecção, exposto, e que resiste ao lado mais sónico da sua música. O seu som fica mais orgânico, a manipulação do som é subtil e – pode-se dizer – quase inexistente, no sentido de que é indiferente ou irrelevante para o ouvinte. Isto é, importante a cadência, o som supremo e gravitacional que Kent produziu e que é superior às amarras da música ambiental, do neo-clássico ou das emoções de bolso. Intenso na sua calmaria, frágil como a meditação. Um disco para ser ouvido a ser ouvido. 

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 30 Janeiro, 2019

TORO Y MOI Outer Peace CD / LP

€ 12,95 CD Carpark

€ 20,95 LP Carpark

“Outer Peace” rebenta como um genérico de uma qualquer série de televisão. “Fading” explode em cores, uma toada de sentidos e momentos século XXI vêm à cabeça. São referências que caem, que se montam ao longo que os segundos passam. LCD Soundsystem e James Murphy vêm logo à cabeça e não é para menos: há uma referência a isso ao terceiro tema, “Laws Of The Universe”. “Outer Peace” monta-se com as várias caras que Toro Y Moi tem vindo a vestir ao longo do tempo, as várias coisas que tentou, as que resultaram, as que falharam, as que ficaram na memória e as que ficarão para sempre esquecidas. O fascínio de – e por este – “Outer Peace” vem daí: trabalho de exposição. Chaz Bear está nu, está vestido, tem várias faces, multiplica-se para corresponder às multitudes da actualidade. Ao invés de fazer uma música disto ou daquilo para caber numa qualquer list de Spotify – como quase todos os artistas do seu estatuto, da sua geração, fazem -, Chaz testa o território, desmarca-se, arrisca. Erra, cai no chão, por vezes estatela-se. Por vezes a sua música é demasiado outra coisa qualquer, cópia ou rascunho. “Outer Peace” é um álbum com a consciência de teste, de uma prova de som, de um ver o que resulta e não resulta. Nesta descrição pode ficar a ideia de retalhos, de um tremendo falhanço, mas a coisa dá a volta. O agrupar das coisas desmonta tudo, ou melhor, monta a ideia certa: “Outer Peace” revela-se como a conjuntura da desconjuntura actual. Belíssima pastilha elástica para 2019. A música pop toda está aqui.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 28 Novembro, 2018

DEENA ABDELWAHED Khonnar CD

€ 12,50 CD Infiné

€ 20,95 LP Infiné

Imagem e som num só fôlego de mensagem, em linha com preocupações sociais muito presentes no mundo de hoje. O facto de ser um dos nomes convidados por Fever Ray para co-produzir faixas no seu álbum “Plunge” coloca a tunisina Deena Abdelwahed bem no centro de algumas convulsões contemporâneas na pop e nos circuitos em torno dela. “Khonnar” está longe de ser pop e Deena elabora este manifesto sobre uma base híbrida de electrónica em continuidade com a cena Bass e tons que naturalmente transporta da Tunísia, acertando-se com uma nova seriedade que atravessa a “música de dança”, empenhada em reflectir o estado pouco agradável do mundo e sociedade actuais. “A Scream In The Conciousness” atinge um pico de alienação em relação a coordenadas familiares, antes de deixar a batida marcar um compasso que já conseguimos seguir. Pouca alegria, mas esta nunca foi condição essencial para que a música tenha impacto ou consequência. Forte apelo à reflexão, bem mais que ao gozo, em “Khonnar”.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Terça-feira, 18 Outubro, 2016

TIM MAIA 1973 LP

€ 35,50 LP (2016 reissue) Polysom

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

Alguns fãs brasileiros chamam a Tim Maia “o papa da soul music do Brasil”. Se, nos álbuns anteriores que temos comentado aqui (conhecidos como “1970″ e “1971″), a soul não é de todo a componente fundamental, neste que é, de acordo com a cronologia, o seu quarto álbum, nota-se uma proximidade maior com o género, ainda que, sempre, passado por uma sensibilidade brasileira, o que faz toda a diferença. Isso nota-se claramente em “New Love”, que até pelo facto de ser cantada em inglês poderia ser uma mera reprodução do que se fazia na América (onde o músico, aliás, viveu). O álbum é luxuriante na utilização de sopros, como os anteriores eram na utilização de cordas, aqui menos preponderantes na definição do ambiente próprio de cada canção. E é nas canções em português que notamos o potencial de brilho que Tim Maia tem para oferecer. Uma canção aparentemente descontraída como “Gostava Tanto De Você” encerra uma riqueza generosa, na entrega vocal como nos arranjos complexos que soam fáceis ao ouvido, e percebe-se a delicadeza quando ficamos a saber que é dedicada auma sua grande paixão de juventude. O tom confessional é adoptado em outras canções, até tudo terminar com o funk puramente instrumental que é “Amores”, título que, curiosamente, sugeria uma emocionada torrente verbal.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Terça-feira, 18 Outubro, 2016

TIM MAIA 1971 LP

€ 35,50 LP (2016 reissue) Polysom

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

“A Festa Do Santo Reis” e “Salve Nossa Senhora” fixam bem no Nordeste do Brasil uma das sementes da música aberta de Tim Maia, informada também por convivência com Roberto Carlos e Jorge Ben (e a de estes músicos informada pela convivência consigo) e a ligação a um estilo de soul/funk norte-americano. Juntam-se guitarra ácida e cordas exuberantes e, então, estamos perante o caldeirão musical de Tim Maia. Toda a sequência inicial deste álbum vive da sobreposição de vários destes elementos, aos quais é acrescentada a voz muito viva (“trabalho / trabalho / no fim do mês não vejo um tostão”). Em “Broken Heart”, Maia soa como uma estrela pop internacional mas nem sequer da década de 70, mais da década anterior, quase no alvor da pop. O disco é vociferante, no que toca a uma extroversão pop com vontade de espalhar energia e cantar aos quatro cantos o que se passa. “Você” alterna entre o pomposo e orquestral formato quase Festival da Canção e a balada de segredar ao ouvido. Esse tom continua em “Preciso De Aprender A Ser Só”, chamando-nos mais uma vez para a emoção muito intensa na voz do cantor. Por vezes a guitarra mais ácida fica bastante sufocada na mistura mas, com audição cuidadosa, é claro que está presente, como se Tim Maia não quisesse abdicar de nenhuma parte constituinte do seu som. Robusto.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »