Quinta-feira, 7 Março, 2019

ANGEL-HO Death Becomes Her CD / LP

€ 11,95 CD Hyperdub

€ 16,95 LP Hyperdub

Com a explosão de música das margens e de todo o mundo – em todo o sentido – assiste-se cada vez mais a um caos brutalista na electrónica. O disco de estreia de Angel Ho, “Death Becomes Her”, é um portento figurativo, música brutal e desfigurada ao encontro de uma razão para existir através de música fraccionada, abstracta e constantemente reconstituída com ritmos virais. Já nos habitámos a ouvir música que morre e renasce constantemente, o que é capital no trabalho de Angel Ho – e de muitos artistas que nos últimos 5 anos seguem nesta direcção – é o modo fulminante com que o faz, desprezando o tempo e a urgência que existia na música do passado: agora é tudo urgente, a urgência deixou de ser uma questão, um costume. “Death Becomes Her” é tragédia de fórmulas obliquas, em constante transformação e sem nunca ajoelhar. Abram alas. Isto é arte bruta do século XXI.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 7 Março, 2019

STEVEN STAPLETON / DAVID TIBET The Threat Of Memory 5CD BOX

€ 29,95 5CD BOX United Dirter

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

Em vez de tentarmos descrever a música aqui contida, uma palavra: essencial. Mesmo para quem conhece no escuro as discografias de Current 93 e Nurse With Wound, “The Threat Of Memory” revela tantas pérolas que o brilho ofusca. Música regida pelo seu próprio Cosmos, definida como experimental e com uma área de acção tão vasta que, sem nos perdermos, abandonamo-nos à sorte. Quatro CDs correspondem aos álbuns “The Sadness Of Things”, “Musical Pumpkin Cottage”, “Musicalischer Kürbs=Hütte” e “Octopus”, todos editados na década de 90 como resultado da colaboração criativa entre David Tibet, Steven Stapleton e músicos seleccionados. O quinto CD disponibiliza inéditos e versões alternativas (não ignorem a incrível “Bubblehead/Dreambreath”), prolongando um percurso épico paralelo às carreiras habituais dos dois músicos, já de si enormemente preenchidas. Material singular, menos dadaísta que as produções de NWW, mais avant do que a música de C93 durante a mesma década. Estamos no chão, em êxtase.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 7 Março, 2019

V/A Midday Moon: Ambient & Experimental Music From Australia & New Zealand 1980-1995 2LP

€ 30,95 2LP Bedroom Suck

Olhar (não tão breve assim) sobre a rica cena experimental / ambiental da Oceania. Terapia sónica (New Age +), explorações mentais tanto quanto paisagísticas, pop celestial (“Guitar Fantasia” tem o seu quê de Digital Sex / Steve Sheehan), música que atravessa década e meia de plena mudança de paradigmas na música popular. Edições privadas, música para teatro e performance, fontes perdidas no dilúvio de edições que aconteceram no underground desses tempos. Austrália e Nova Zelândia, talvez no exacto ponto de intersecção entre “Ocidente” e “Oriente”, geram naturalmente uma sensibilidade híbrida, sons que, deixados livres, vagueiam entre latitudes e longitudes. “Midday Moon” reclama essas zonas como uma só, acrescentando à geografia a imagem da lua ao meio-dia como inspiração para estados de consciência que não aqueles a que estamos habituados. Ambicioso e bonito.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 7 Março, 2019

COSEY FANNI TUTTI Tutti CD / LP

€ 12,95 CD CTI

€ 25,50 LP (blue vinyl) CTI

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

“Tutti” foi gravado como acompanhamento de uma exposição retrospectiva do colectivo COUM (pré-Throbbing Gristle), em 2017, o mesmo ano da publicação da autobiografia de Cosey. Agora ela explica que o título “Tutti” se refere simplesmente ao facto de a música no álbum resultar de gravações que percorrem toda a sua carreira e vida, desde projectos artísticos a sons recolhidos em casa. O processamento transforma estas oito peças num prolongamento natural da estética industrial mais electrónica, suavizando tecnologicamente ângulos anteriormente aguçados numa espécie de techno mais esotérico que faz ressoar Maurizio / Chain Reaction num contexto de arte conceptual desligada da pista de dança. Rara aparição de voz em “Heliy”, brilhando, com a sensualidade que reconhecemos, por cima da pulsação sem batida que dá identidade a esta faixa. Álbum extremamente pessoal que funciona como túnel que percorre épocas, com os sons indistintos a formarem o todo homogéneo que se capta durante o percurso. Sem throwbacks, “Tutti” existe em limbo próprio.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 7 Março, 2019

MAJA S.K. RATKJE Sult CD / LP

€ 12,50 CD Rune Grammofon

€ 21,50 LP Rune Grammofon

Recolhida em torno de um instrumento principal – orgão -, Maja S.K. Ratkje acrescenta tratamentos e algum equipamento acessório (percussão metálica, vidro, fio de resina, um arco) para uma experiência que diferencia este álbum de outros na sua carreira. A música foi alterada a partir da sua própria banda sonora para o ballet “Sult”, cujas apresentações Maja acompanhava ao vivo, no orgão, praticamente sem experiência prévia no instrumento. Quase um trabalho de aprendizagem à força, um salto para fora do conforto, que resulta num disco emocional, superiormente acompanhado pela sua voz em canções abstractas que, funcionalmente, atingem os nervos certos. A gravação cristalina transporta-nos para a mesma sala da compositora para um momento de abandono estético na intimidade.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 7 Março, 2019

BLACK BOMBAIM w/ Jonathan Saldanha, Luís Fernandes & Pedro Augusto 2LP

€ 19,95 2LP Lovers & Lollypops

A ideia da zona de conforto continua a parecer algo inventado para substituir expressões como “arrisca, não sejas um totó”. Em finais de 2017 os Black Bombaim decidiram sair dela. É precisamente aqui que a coisa fica delicada, porque os Black Bombaim nunca tiveram uma, a sua música é uma constante batalha com as fronteiras do rock e a cópula do rock com outros géneros. Mais do que sair constantemente da tal zona de conforto, revela sim uma não conformidade e um estatuto de absoluta-constante revolução. É assim que chegamos a este disco em conjunto com Pedro Augusto, Jonathan Saldanha e Luís Fernandes. Os Black Bombaim convidaram três músicos/produtores para participarem nas suas músicas para saírem, então, da tal zona. Mas se ela não existe, não se pode sair dela. O que acontece? Acontece que a música dos Black Bombaim expande, testa os limites da sua criação e impõe-se a coabitar noutros espaços. Mais importante, sente-se com uma imaturidade relevante, a crescer para o sítio certo e a estimular o pico criativo potenciado pela colaboração com músicos. É rock multidimensional, techno à procura do quarto mundo, ambient em disfunção com as suas próprias regras. Andámos anos a chamar pós-rock às coisas erradas.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 6 Março, 2019

SALLIM A Ver O Que Acontece CD

€ 11,95 CD Cafetra

Desligando da capa, do imaginário que Sallim tem potenciado através da sua imagem (hoje é no Instagram e não nos jornais), fechando os olhos a tudo o resto e com os ouvidos abertos para a música, “A Ver O Que Acontece” é um salto em relação a “Isula”. Já passaram três anos – caramba! – e agora é preciso fechar os olhos e acreditar que quando se abrirem se estará num qualquer mundo mágico. A música de Sallim é agora uma banda-sonora fictícia de uma anime, com uma narrativa de histórias de insegurança, de impaciência e harmonia de uma jovem adulta. “A Ver O Que Acontece” é um bonito compêndio de créditos alternativo de séries de anime anovelezadas (imaginem o refrão de “Mais Ninguém” a abrir uma qualquer novela de prime-time), ausente de juízo de sobranceria e consciente de que a consistência de se escreverem dez canções é o poder para tornar isto credível. Sallim é ela própria uma outra Sallim que é criada nas suas canções. Tudo tão brilhantemente fictício e amoroso de real. “A Ver O Que Acontece” são as chaves para o maravilhoso mundo de Sallim, onde a pop asiática dobra-se sobre a Ariana Grande a ditar poesia de rua.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , / / Comentar: aqui »

Terça-feira, 20 Novembro, 2018

ESG Come Away With ESG CD / LP

€ 11,95 CD (2018 reissue) Fire Records

€ 18,50 LP (2018 reissue) Fire Records

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

Pode já não ser notícia para alguns privilegiados com cópias originais, mas para os restantes de nós a visão de uma edição original da 99 Records é emocionante. Na sequência do recente «Optimo/Cavern» de Liquid Liquid, prossegue o mistério sobre quem é responsável pelas reedições da 100% perfeita editora de Nova Iorque que, na primeira metade dos 80′s, construiu riqueza musical suficiente para valer muito ainda hoje. Enquanto aguardamos a outra das reedições de ESG e depois de termos listado «Dance To The Beat Of Moody», o prazer é todo para «Come Away», o primeiro álbum da mais incrível banda pós-tudo a ser fabricada pela família Scroggins em Nova Iorque. A transformação do Disco não foi pacífica mas, quando se voltou a olhar, o Disco continuava em espírito mas com diferente envólucro. A época de experiências que cruzou Manhattan de uma ponta à outra tem um símbolo poderoso na noite de encerramento do Paradise Garage em 1987, quando precisamente actuaram as ESG. A reedição, tal como as anteriores, respeita na íntegra o original e a visão da capa original provoca uma satisfação que só alguns nerds sabem verdadeiramente compreender. A música, felizmente, é acessível a todos.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 9 Novembro, 2018

ANA DA SILVA & PHEW Island CD / 2LP

€ 11,50 CD Shouting Out Loud

€ 23,95 2LP Shouting Out Loud

Em “Bom Tempo”, Ana Da Silva fala: “Aqui está chovendo. E aí, está bom tempo?”. Poderia estar a escrever em Lisboa no dia de hoje, 7 de Março de 2019. Dois ícones da geração punk / pós-punk juntam-se num álbum de electrónica que em nada parece remeter para os anos 70/80. A atmosfera de drama que percorre “Island” foi composta em intercâmbio de ficheiros entre as duas compositoras, resultando num processo de escuta, ponderação e acção sobre o trabalho mútuo. Deslocados do contexto a que habitualmente associamos Ana da Silva e Phew, começamos a partir do zero a imersão neste álbum, observando uma espécie de ritual em processo, uma aparente descida a zonas escuras para que se possa vislumbrar uma luz. Faixas sonicamente compactas, algures entre a primeira fase de Asmus Tietchens e o catálogo mais recente da Raster.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 1 Outubro, 2015

THE RAINCOATS The Raincoats CD / LP

€ 12,50 CD We Three

€ 18,95 LP (2015 reissue) We Three

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP3CLIP3

As Raincoats têm um significado especial para nós portugueses. É aquela coisa de “portugueses no mundo”, Ana da Silva era um dos elementos deste quarteto (neste disco, depois passaram a trio com a saída de Palmolive em Julho de 1979). “The Raincoats” é um disco que se enfia naquele complicado processo entre o punk e o pós-punk (talvez o disco definitivamente pós-punk é o seguinte, “Odyshape”) e no processo de enfiar as coisas em género, pensar em inovação, talvez as Raincoats tenham sido sempre ultrapassadas por outras coisas que aconteceram na altura. A verdade é que tanto este disco como “Odyshape” são grandes discos, tanto ali, naquele período, como agora. Este é um disco cru, sem a raiva ou 100% dos processos do punk, mas com uma base bastante simples e canções bem realizadas e bastante orelhudas. Há os clássicos inevitáveis, como “Fairytale In The Supermarket”, “Lola” (uma versão dos Kinks) ou “The Void”. Há um desespero e uma pobreza encantadora na forma como cantam, próximo de um refinado desleixo que funciona na perfeição com as vozes, por vezes desalinhadas, raramente afinadas, mas com uma liberdade fustigadora que ora transmite felicidade ora entra no desespero (“The Void” é o melhor exemplo). Certo é que é sempre contagiante.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »