Quinta-feira, 11 Abril, 2019

WEYES BLOOD Titanic Rising CD / LP

€ 14,95 CD Sub Pop

€ 21,95 LP Sub Pop

Temos acompanhado a carreira de Weyes Blood praticamente desde o início. Melhor, desde que nos tem sido permitido acompanhar, uma vez que os seus primeiros discos eram difíceis de obter. Mas estávamos lá quando surgiu com “The Outside Room” numa muito viva – na altura – Not Not Fun. Ver o seu percurso até “Titanic Rising” foi um prazer. Porque foi sempre mudando, arriscando, tentando perceber como o seu crescer, enquanto artista e pessoa, se poderia adaptar à sua música. Como fazer isso acontecer quando mundo está a mudar tão depressa? E, pior, quando o mundo é assim e estamos a fazer o caminho entre os 20 e os 30? A música de Weyes Blood, em retrospectiva, conta uma belíssima história sobre isso. É assim que se chega a “Titanic Rising”, sem se saber bem o que se está à espera. Não sabemos até que ponto Natalie Mering é fã dos Carpenters, mas digamos que fez isso funcionar em 2019. Acreditem, isso é um grande elogio. A tragédia insolúvel dos Carpenters está – obviamente – ausente, mas Natalie trabalha isso a partir da ideia de que vivemos num mundo que se está a afundar, que precisa de soluções. Soluções que podem não ser para os problemas de hoje, mas para os de sempre, que se vivem agora: parecendo que não, isso é bem diferente. É do amor, das relações e das expectativas de hoje que “Titanic Rising” fala. Natalie musicou essas coisas basilares com o encadeamento de uma pop sinfónica, com uma mentalidade de estúdio costa oeste dos 1960/1970, sem querer viver nesse tempo. O seu quarto álbum é música de um presente reencontrado, Natalie diz-nos o que há para lá da nostalgia. É frágil de bonito e bonito de frágil. É tão bom ainda se fazerem discos assim. Apetece dizer obrigado. Mas mais vale agradecer ouvindo a música que Weyes Blood criou para nós. 2019 a tocar no céu.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 11 Abril, 2019

MUTANT BEAT DANCE Mutant Beat Dance 2CD

€ 17,95 2CD Rush Hour

Traxx foi o DJ escolhido por LCD Soundsystem para a tour norte-americana de 2017. A ligação resulta em colaborações, neste álbum, com Gavin Russom, Tyler Pope e Patrick Mahoney. “Mutant Beat Dance”, em preparação desde 2015, junta Traxx e Beau Wanzer numa aventura extensa por toda a cultura electrónica subterrânea na música de dança. Álbum inacreditável de devoção ao Lado Negro, trampolim para afirmação de vida com esta militância inabalável no underground, encarado como raiz suprema, motivação, sustento e forma de vida. Se Traxx, por exemplo, se inspira em toda uma cultura, o seu exemplo serve como prova de força para todos quantos fraquejam perante as magras perspectivas de exposição da sua arte. Gigante. Afirmativo.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 11 Abril, 2019

V/A Kankyo Ongaku: Japanese Ambient Environmental & New Age Music 1980-1990 2CD / 3LP BOX

€ 36,50 2CD + LIVRO Light In The Attic

€ 74,50 3LP BOX + LIVRO Light In The Attic

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

Mais do que a tradicional ligação da música ambiental da época a terapias alternativas e estilos de vida New Age, esta colecção expande a ideia de música electrónica como etiqueta de coolness para corporações à procura de uma imagem conectada com o Futuro. Assim, música para publicidade, para lojas, espaços arquitectónicos, exposições, música funcional e música transcendental, em sintonia com uma década (os anos de 1980) de aceleração tecnológica. Notas extensas e biografias no livro que acompanha esta edição luxuosa que, uma vez mais, abre portas para um Japão em que tradição e modernidade coexistem generosamente no mesmo plano.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Tracklist 2CD:
Satoshi Ashikawa – “Still Space”
Yoshio Ojima – “Glass Chattering”
Hideki Matsutake – “Nemureru Yoru” (Karaoke version)
Joe Hisaishi – “Islander”
Yoshiaki Ochi – “Ear Dreamin’”
Masashi Kitamura + Phonogenix – “Variation III”
Interior – “Park”
Yoichiro Yoshikawa – “Nube”
Yoshio Suzuki – “Meet Me In The Sheep Meadow”
Toshi Tsuchitori – “Ishiura (Abridged)”
Shiho Yabuki – “Tomoshibi (Abridged)”
Toshifumi Hinata – “Chaconne”
Yasuaki Shimizu – “Seiko 3″
Inoyama Land – “Apple Star”
Hiroshi Yoshimura – “Blink”
Fumio Miyashita – “See The Light (Abridged)”
Akira Ito – “Praying For Mother/Earth” (part 1)
Jun Fukamachi – “Breathing New Life”
Takashi Toyoda – “Snow”
Yellow Magic Orchestra – “Loom”
Takashi Kokubo – “A Dream Sails Out To Sea: Scene 3″
Masahiro Sugaya – “Umi No Sunatsubu”
Haruomi Hosono – “Original BGM”

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 11 Abril, 2019

EFFICIENT REFINERIES Terahertz CD

€ 12,50 CD No.

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

Entre ambos, Siegmar Fricke e Miguel A. Ruiz gravaram muito material que rodou no circuito de cassetes nos 80s e 90s, essencialmente enquadrados na estética industrial que, em boa medida, alimentava a rede internacional de artistas e editoras underground. Upload para o futuro e “Terahertz” oferece uma alta definição impossível na época, sobretudo relevante na profundidade de campo transmitida pela ambiência. Passagem fugaz por uma ideia de techno em “Gitterdynamik” e, mais intuída ainda, no luxuriante ambiente em “Psychomotor Episodes”, onde o ritmo está ausente na prática mas presente em espírito. “Dhyana” avança pelos interstícios da música ambiental, colidindo suavemente com sons e detalhes diversos durante o percurso. Masterizado por Atom TM.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 11 Abril, 2019

ROBERT HOOD Internal Empire CD / 2LP

€ 12,50 CD (2019 reissue) Tresor

€ 29,95 2LP (2019 reissue) Tresor

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

“Internal Empire” significou, com “Minimal Nation”, no mesmo ano de 1994, uma marca autoral absolutamente vincada. Robert Hood já tinha fundado Underground Resistance (com Mike Banks e Jeff Mills) e com isso lançou as bases do mais duradouro bastião techno em actividade. Como Jeff Mills, isolou componentes e inventou o techno minimal que chegou até hoje. “Internal Empire” não oferece pausas, talvez se aproxime de uma pausa em “Home”, faixa mais atmosférica onde se escuta uma simulação da chegada de ondas a uma praia. Muitos minutos de energia solta num formato que, a partir de regras bastante simples, representa ainda e sempre o passo do futuro.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 11 Abril, 2019

SENSIBLE SOCCERS Aurora CD / LP

€ 11,50 CD (Ed. Autor)

€ 21,50 LP (Ed. Autor)

Gravado em regime de retiro, “Aurora” representa uma espécie de esperança no passado. O álbum é atravessado por um sentimento melancólico em relação a coisas que não voltam mais (de acordo com a info, “as férias com os pais, as visitas de estudo, o sul de Espanha, os setembros melancólicos, os singles pop e o FM estéreo, os primórdios do topless e as discotecas gigantes”). Flirt com certo exotismo exposto tanto em momentos mais “progressivos” como em pop baleárica instrumental, house tropical, ambientalismo, a voz de Maria João Ruela, o sintetizador modular de B Fachada, que também assina a produção do disco. Os synths abrem espaço para movimento mas também contemplação, junto com algum tradicionalismo que se ouve, por exemplo, em “Luziamar”. Ambicioso, preenchido, expressivo, uma obra que soa pensada para fruição à beira-mar durante um longo Verão.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 11 Abril, 2019

MARCOS VALLE Previsão do Tempo LP

€ 28,95 LP (2019 repress) Light In The Attic

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

Provavelmente a capa mais icónica de Valle, mas também o disco que arranca com uma das suas canções mais contagiantes: “Flamengo Até Morrer”. Completando o ciclo de quatro álbuns em quatro anos, “Previsão Do Tempo” (1973) é o álbum catarse depois da maravilha que é “Vento Sul”. É o disco mais groovy dos quatro, é uma espécie de sumário destes quatro anos loucos de Marcos Valle. Há mais presença de electrónica/sintetizadores e em vez de soar a algo ainda mais próximo do soul e funk norte-americano que abraçou noutros álbuns, Valle conquista aqui terreno próprio, onde as influências são claramente abafadas pelo seu génio e pelo importante contributo dos Azimuth (posteriormente Azymuth). Os sons electrónicos entram perfeitamente naquilo que bebeu anteriormente (samba, bossa nova, psicadelismo) e não parecem intrusos, mas pinceladas essenciais para o desenvolvimento do quadro da carreira do músico brasileiro. É também o disco mais jazz destes quatro, mas com uma dimensão que transcende os habituais discos pop que transpiravam jazz nesta altura. Não há um único tema em “Previsão Do Tempo” que não seja de génio, um disco tão perfeito quanto essencial. E com uma capa maravilhosa. A edição faz-se acompanhar por um texto de Allen Thayer (Wax Poetics) e uma entrevista a Valle, bem como a habitual explicação sobre cada um dos temas.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , / / Comentar: aqui »