Quinta-feira, 24 Outubro, 2013

THE SIDE EFFECTS The Side Effects 12″ EP

€ 16,00 € 12,00 12″ DB Recs

<a href="http://www.youtube.com/watch?v=8HfgmK4JDp0?hl=en"><img src="http://blog.flur.pt/wp-content/plugins/images/play-tub.png" alt="Play" style="border:0px;" /></a>
<a href="http://www.youtube.com/watch?v=tNN2jsILVBQ?hl=en"><img src="http://blog.flur.pt/wp-content/plugins/images/play-tub.png" alt="Play" style="border:0px;" /></a>
<a href="http://www.youtube.com/watch?v=DBM-uLA9RX0?hl=en"><img src="http://blog.flur.pt/wp-content/plugins/images/play-tub.png" alt="Play" style="border:0px;" /></a>
<a href="http://www.youtube.com/watch?v=hoBeDh_xWbM?hl=en"><img src="http://blog.flur.pt/wp-content/plugins/images/play-tub.png" alt="Play" style="border:0px;" /></a>

Exemplares originais de 1981 ainda selados! / Original 1981 US release. SEALED!

Quase que não seria necessário dizer mais nada para além disto: os Side Effects estrearam-se ao vivo no dia 5 de Abril de 1980 em Athens, Georgia (EUA), na mesma festa em que também se estrearam os R.E.M., ainda sem nome. De acordo com a História, Michael Stipe e Peter Buck convidaram, uns meses antes, Kit Swartz e Paul Butchart para ensaiarem com eles e formar uma banda, mas os dois últimos nunca apareceram. Decidiram antes formar os Side Effects e fizeram parte da nascente cena de Athens. A banda durou dois anos e editou apenas um EP: este. A capa óptica lembra algum grafismo dos 50s mas a música está em linha com o pós-punk da época. Logo em “Raining”, a guitarra rasgada e seca pode ser confundida com Gang Of Four. Propulsão movida pelo baixo, bateria tribal, voz ao mesmo nível dos instrumentos e com tensão e melodia nas doses certas. “Raining” soa como a perfeita canção pop pós-punk, mas o grupo, quando questionado, respondia que o seu estilo era pomp & stomp. Depois riam-se. Perguntam-lhes o que significa isso e um deles ri-se ainda mais e bate com os pés no chão, para exemplificar. Em “French Forest”, a voz de Kit Swartz quase soa como Mark Burgess dos Chameleons mas sem a carga cinzenta. “Pyramids” mantém a solidez e acrescenta um tom meio surf e algum eco na voz; no final, “Through With You” não está longe de B-52′s (que, aliás, gravaram “Rock Lobster” para a mesma editora) se estes tivessem adoptado um ãngulo mais rock. As quatro faixas cristalizam o som cru e honesto do período, são rápidas, claramente punk-ish nas raízes, claramente pop na postura, claramente pós-punk no resultado. Não interessa o que vem amanhã, interessa o que se faz hoje. Exemplares selados!

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 16 Outubro, 2013

MARCEL DETTMANN II CD / 2LP

€ 14,95 € 12,50 CD Ostgut Ton

€ 15,50 2LP Ostgut Ton

[audio:http://www.flur.pt/mp3/OSTGUTTONCD28-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/OSTGUTTONCD28-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/OSTGUTTONCD28-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/OSTGUTTONCD28-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/OSTGUTTONCD28-5.mp3]

Marcel Dettmann mantém intacta uma clara tradição alemã de techno directo, quase em estado puro, interessado em dub mas com um kick bem acima. Escuro como a capa, sintético como o techno deve ser. Temas como “Ductii” têm aquela característica de eternidade que os faz, em potência, nunca esgotar a sua presença. Dettmann é económico nos títulos, esta música não vive apoiada neles. Há um coração industrial a bater aqui, numa área de armazéns abandonados e infra-estruturas decadentes, em “Seduction” há também resquícios bastante claros de uma outra cena gerada, gerida e justamente atribuída a Cluster, Moebius & Roedelius. É um álbum carismático não por se distinguir absolutamente de outros num contacto superficial mas precisamente porque resistirá forte depois de outros terem amolecido. Sintam, em “Aim”, Detroit e ao mesmo tempo o som de um corpo sólido a colidir com o exterior do nosso submarino ou nave espacial. Dettmann entrega a experiência certa.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 16 Outubro, 2013

LAWRENCE Films & Windows CD / 2LP

€ 14,95 € 12,50 CD Dial

€ 16,50 2LP Dial

[audio:http://www.flur.pt/mp3/DIALCD29-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/DIALCD29-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/DIALCD29-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/DIALCD29-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/DIALCD29-5.mp3]

Uma visão segura para a sua editora Dial, mesmo quando faz incursões por um certo neo-classicismo pop, garante longevidade a Peter Kersten como editor mas também como músico e produtor (Lawrence). Sexto álbum desde o homónimo em 2002 e não se pode dizer que haja avanços e muito menos recuos. A música é constante, não só de disco para disco como também dentro de um mesmo álbum. Lawrence não joga com picos, quebras, joga com progressão, ambiente, suprema elegãncia num tipo de deep house que não se pode dizer geneticamente norte-americana, é realmente outra coisa. O humor não está totalmente ausente (“Étoile Du Midi”), só que um álbum de Lawrence é superior a considerações sobre boa ou má onda. É apenas onda. A sua. “Films & Windows” mostra-nos uma vez mais um dos pilares de sustentação da house europeia.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 16 Outubro, 2013

V/A Trevor Jackson Presents Metal Dance 2 – Industrial / Post-Punk / EBM : Classics & Rarities 79-88 / 2LP + 2CD

€ 29,50 2LP + 2CD Strut

[audio:http://www.flur.pt/mp3/STRUT107LP-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/STRUT107LP-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/STRUT107LP-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/STRUT107LP-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/STRUT107LP-5.mp3]

Mais do que no primeiro volume, é neste que Trevor Jackson melhor veicula a ideia de que havia mundos que, nos 80s, pareciam distantes e que, na verdade, se tocavam. O que era música para dançar não era normalmente confundido com industrial, ainda que, efectivamente, muito do que se chamou industrial mais não fosse do que música para dançar. Talvez por outro tipo de pessoas, mas para dançar mesmo assim. Abrindo a compilação com um clássico cósmico como “Unit” de Logic System poderia ser tomado como declaração de segurança, mas rapidamente Jackson foge para o coração mais negro da EBM com Psyche e Skinny Puppy (Canadá + Canadá). A seguir, Visage e Rusty Egan eram parte da mesma família Blitz que deixou marca forte na Londres de há 30 anos. o magnífico e duro processo metálico de Esplendor Geometrico é incontornável, neste disco, bem como o obscuro lado B de Godley & Creme, “Babies” (favorito nosso na zona vintage da Flur, regularmente). Front 242 e a versão 2 Trax de “Body 2 Body” é outro degrau obrigatório e, no duplo CD que acompanha esta edição em vinil duplo, test Department, Chris & Cosey e Conrad Schnitzler carimbam ainda mais fundo um som que está finalmente a ser reavaliado como merece, retirando todos os clichés sónicos que em torno desta cena se foram desenvolvendo e ainda subsistem hoje. Neste disco, Trevor Jackson apresenta mais uma selecção do que realmente importa conhecer. Não é completo (impossível em tão pouco espaço) mas dêem-lhe mais tempo.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

2LP tracklist:
01.Logic System – “Unit” 02.Psyche – “The Saint Became A Lush” 03.Skinny Puppy – “Dead Lines” (400 Blows remix) 04.Visage – “Der Amboss” (extended version) 05.Rusty Egan – “The Twilight Zone” (Trevor Jackson edit) 06.Rene Bendali – “Tanki Tanki” (Rabih Beaini edit) 07.Ministry – “Over The Shoulder” (12″ version) 08.Mile High Club – “Walking Backwards” 09.CHBB – “Ima Iki-Mashoo” 10.Esplendor Geometrico – “Necrosis En La Poya” 11.Vice Versa – “Riot Squad” 12.Crash Course In Science – “Jump Over Barrels” 13.Haruomi Hosono – “Platonic” 14.Godley & Creme – “Babies” 15.Front 242 – “Body 2 Body” (2 Trax) 16.Tuxedomoon – “59 To 1″

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Segunda-feira, 9 Setembro, 2013

FUNKINEVIL Ignorant / In The Grid 12″

€ 10,95 12″ Wild Oats

[audio:http://www.flur.pt/mp3/WOEVIL02-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/WOEVIL02-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/WOEVIL02-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/WOEVIL02-4.mp3]

O maxi electro de Kyle Hall e Funkineven, exibindo o tac-tac-tac da caixa-de-ritmos a cortar uma linha de baixo ácida que carrega tudo para a frente, mas devagar. Isso é “Ignorant”, passeio por uma subcave onde Funkinevil gostam de fazer experiências com as mãos nas máquinas. “In The Grid” não aumenta velocidade, mas acrescenta espaço de respiração por cima das palmas sintéticas ainda enraizadas nas zonas certas de >Detroit e Miami. Duas faixas nitidamente para a cabeça + uma Intro e uma Outro para estabilizar ainda mais.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 15 Agosto, 2013

TUFF SHERM Burglar Loops EP 12″

€ 13,50 12″ The Trilogy Tapes

[audio:http://www.flur.pt/mp3/TTT010-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/TTT010-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/TTT010-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/TTT010-4.mp3]

Logo na capa de Will Bankhead (um dos principais designers da Mo’Wax de James Lavelle) percebe-se que é um disco especial numa editora especial – com um catálogo de dezenas de títulos digitais, em vinil e um considerável número de cassetes, a Trilogy Tapes já lançou música de Ben UFO, Bee Mask, Dean Blunt e, entre muitos outros, Dro Carey, que aqui grava como Tuff Sherm um maxi assertivo de beats pós-bass, numa vibe techno/house mais abstracta, zona vizinha a Actress e algum novo industrial que temos ouvido bastante em editoras britânicas. Tuff mesmo, embora não propriamente agressivo, manda potência suficiente para alimentar gerações novas e mais antigas, faz o trabalho braçal com dedicação e indiferença palo grau de esforço. Interessa mesmo é fazê-lo. Chega a ser sentimental em “Burgular Loops”, (terceira faixa), com um belo lamento sintético a servir de base para um loop de voz que podia sair de um disco de Rashad ou RP Boo. O tempo atmosférico está meio esquisito, é tempo também de não recuarmos perante o que não compreendemos inteiramente. Esta é a altura.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Terça-feira, 14 Maio, 2013

GOLDEN TEACHER Bells From The Deep End 12″

€ 9,95 12″ Optimo Music

[audio:http://www.flur.pt/mp3/OM18-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/OM18-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/OM18-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/OM18-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/OM18-5.mp3]

Colectivo formado em Glasgow a partir da mais perfeita das junções: punk e house. Uma ética não-conformista e o trabalho de criar as coisas ao vivo em estúdio, em forma de jam, gera música que nunca poderá soar como as infinitas sessões super-trabalhadas em casa ou, na verdade, num écran de computador em qualquer casa, qualquer estúdio. Este disco parece ser puxado simultaneamente por várias cordas, em várias direcções. Se, por um lado, lembra fortemente o que se ouvia quando os Liaisons Dangereuses dominavam a Terra, há qualquer coisa de Pop Group também a acontecer e com certeza ainda uma aura ritual de vodu com potencial perigo para os intevenientes. No todo é uma trip electrónica punk enamorada do que Trevor Jackson tem chamado “Metal Dance”. Quem viu alguma luz na colectânea “Metal Dance”, de 2012, não vai querer ficar fora deste disco que honra com total consequência e actualidade um tipo de som que se julgava proscrito pelas pessoas que dançam.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 12 Outubro, 2012

FUNKINEVIL
Night / Dusk / After Dark 12″

€ 11,50 12″ Wild Oats

[audio:http://www.flur.pt/mp3/WOEVIL01-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/WOEVIL01-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/WOEVIL01-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/WOEVIL01-4.mp3]

Parte do processo de mutação de Kyle Hall ou, pelo menos, da linha estética mais intensa que segue em tempos mais recentes. Disco absolutamente normal para quem ouviu o seu set no Lux há poucos meses e aqui, combinado com Funkineven, segue para território duro em “Night”, uma súmula do corpo bem testado dos 90s, em que o beat é uma marca física inescapável. O disco está vagamente organizado em função dos momentos que encerram um dia. Se o que ouvimos de Evil se chamava “Night”, retrocedemos para “Dusk” com Kyle Hall a fazer magia com a sua ideia de house. Linha de baixo em contratempo num passeio de perfeição absoluta. Nas pontas do disco, “Intro” e “After Dusk” aproximam tudo isto do Contacto Cósmico universal, com linhas de sintetizador que parecem saídas de uma abstracção jazz fora deste mundo. Queremos mais disto.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 27 Agosto, 2009

TORTOISE Beacons Of Ancestorship CD / LP

€ 15,50 € 12,50 CD Thrill Jockey

€ 19,50 € 15,50 LP Thrill Jockey

[audio:http://www.flur.pt/mp3/THRILL210CD-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/THRILL210CD-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/THRILL210CD-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/THRILL210CD-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/THRILL210CD-5.mp3]

Será este o último álbum dos Tortoise? “It’s All Around You”, de 2004, já tinha anunciado que não havia planos para mais revoluções – e não chegam as que fizeram em tantos discos? -, mas que ainda subsistia um prazer enorme em montar as peças deste projecto. Porventura, estas reuniões são alimentadas pela amizade e pela necessidade de meter em marcha uma dinâmica colectiva que deslumbra quem a ouve. De certa maneira, repetem-se processos do álbum anterior: apenas há mais música. O que é bom também porque ainda podemos sentir aquilo de que gostamos tanto. Se isto for o funeral do mais icónico grupo da Thrill Jockey e da cena de Chicago, e se o tema “Prepare Your Coffin” quer mandar algum tipo de mensagem, então ouça-se como é esse adeus e como a despedida é feita com uma festa para os sentidos.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Terça-feira, 19 Setembro, 2006

TORTOISE Millions Now Living Will Never Die CD / LP

€ 15,50 € 12,50 CD Thrill Jockey

€ 19,50 € 15,50 LP Thrill Jockey

[audio:http://www.flur.pt/mp3/THRILL025-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/THRILL025-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/THRILL025-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/THRILL025-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/THRILL025-5.mp3]

Ainda a estreia estava quente, dois anos depois, influenciando o pós-rock, Chicago e um mundo inteiro ávido por uma revolução sonora que vinha das guitarras, e já tínhamos “Millions Now Living Will Never Die”. Um pouco antes, “94 Diskont” de Oval havia transformado a electrónica, sobretudo com o tema de abertura “Do While”; “Djed”, um título que é um programa, faz o mesmo para os Tortoise. Vinte minutos de puro delírio instrumental, hábil manipulação e inspirada jornada de estúdio. É aqui que o papel de John McEntire se torna visível para além do seu papel na bateria. E “Djed” é tão esmagador e experimental quando o resto é deslumbrante – jogando em campos opostos, “Millions” consegue o melhor de dois mundos, desbravando terreno virgem e reconvertendo alguns cânones do rock, impondo respeito sonoro e derretendo-nos com melancolia. Dificilmente se pode ocultar o título de “obra-prima” para este álbum.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Terça-feira, 8 Novembro, 2005

TORTOISE Tnt CD / 2LP

€ 15,50 € 12,50 CD Thrill Jockey

brevemente 2LP Thrill Jockey

[audio:http://www.flur.pt/mp3/THRILL050CD-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/THRILL050CD-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/THRILL050CD-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/THRILL050CD-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/THRILL050CD-5.mp3]

até dia 31 de Outubro: -20% de desconto!

Se os dois primeiros álbuns são profundamente revolucionários, este “TNT”, de 1998, parece recolher muitos dos louros dos seus fãs. De facto, quando se esperava que portas estranhas se abrissem depois de “Millions Now Living…”, este terceiro álbum surpreende pelo lirismo e pela investida no grupo de músicos – ao invés de procurar trabalho de pesquisa sonora de estúdio, por exemplo. Uma novidade importante: a entrada de Jeff Parker que, com o seu CV jazzístico, iria arrastar os Tortoise para uma aventura sem igual, onde toda a arte dos seus músicos viria ao de cima – que, aliás, ficaria provado através dos seus magníficos concertos. Muito krautrock – sempre foi um parentesco saudável nos Tortoise – mas também muitas outras coisas que complicam explicações credíveis. Se procuram introdução aos Tortoise, não seremos nós a explicar qual dos três primeiros álbuns é mais essencial: é um trio de discos fundamental e ouvidos na sua ordem é estar a testemunhar algo demasiado importante para se preterir algum destes volumes.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 5 Maio, 2005

WILL POWERS Adventures In Success + dub 12″

€ 8,95 € 7,50 12″ white label

[audio:http://www.flur.pt/mp3/WILL1-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/WILL1-2.mp3]

Lynn Goldsmith, fotógrafa, acaba por gravar música, ser produzida e ter gente a compôr para ela como Sting e Robert Palmer (“Adventures In Success”, precisamente), Todd Rundgren, Steve Winwood (Chicago) e Nile Rodgers (Chic). O discurso de auto-ajuda em toda a canção torna-se rapidamente hipnótico enquanto mete um boost na confiança de quem ouve e precisa de subir o nível de amor próprio. Beat que ronda as 100 BPMs e matou de certeza corpos em pistas lentas como as de Baldelli, a voz com o pitch alterado vai enumerando as “Leis do Sucesso” e alguns coros repetem “Make it happen!” e, mais importante, “It’s you! Only you!”. Mais de 8 minutos de groove seguro, totalmente absorvente na versão dub no lado B, ainda mais longa. Canção bonita, alienígena e ao mesmo tempo profundamente humana, clássica, pouca coisa aqui para soar datada. Edição não oficial mas acessível.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Terça-feira, 13 Abril, 2004

TORTOISE Its All Around You CD / LP

€ 15,50 € 12,50 CD Thrill Jockey

€ 19,50 € 15,50 LP Thrill Jockey

[audio:http://www.flur.pt/mp3/THRILL115-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/THRILL115-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/THRILL115-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/THRILL115-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/THRILL115-5.mp3]

Depois de “Standards” já a constelação Tortoise se ramificava por inúmeros projectos, fruto da natural evolução dos músicos, da sua ambição e das portas que Chicago abria à sua música. Talvez por isso, “It’s All Around You” tenha demorado quatro anos a aparecer e soe a um reencontro de amigos, cúmplices de tantas coisas boas. A capa confirma o optimismo, sim, mas também o tema de abertura, com o mesmo nome do álbum, como um dos mais bonitos e luminosos temas da carreira do grupo. Este é o primeiro álbum que parece não se interessar em romper estatutos adquiridos e por isso parece ser um passo ao lado na discografia. Para exigentes, este poderia ser um álbum a evitar, mas duvidamos que ouvir o que está aqui provoque essa renúncia. Até porque nada do que anda aqui está em mais sítio algum – nem que seja por isso, este local chamado Tortoise é único e insubstituível.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 13 Setembro, 2002

TORTOISE Tortoise CD / LP

€ 15,50 € 12,50 CD Thrill Jockey

€ 19,50 € 15,50 LP Thrill Jockey

[audio:http://www.flur.pt/mp3/THRILL013-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/THRILL013-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/THRILL013-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/THRILL013-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/THRILL013-5.mp3]

Autêntica pedrada no charco do rock – há quem diga que foi por aqui que o pós-rock se tornou uma página forte da nossa história musical -, os Tortoise inciavam assim a sua caminhada de álbuns marcantes, obrigando o mundo a tentar perceber exactamente o que se passava com aquela máquina de som e com um grupo de músicos que pareciam tocados pelo génio. Disco sombrio – o mais negro da discografia -, mas que não esconde nunca o lirismo que iria mais parte resplandecer. “Onions Wrapped In Rubber” pode hoje soar familiar, mas em 1994 – são vinte anos, para quem os conta como nós -, havia ideias que nos surpreendiam e deixavam inquietos. O inebriante “Spiderwebbed” ainda hoje nos mete em órbita, relembrando-nos momentos de glória de Dif Juz, outros ilustres do passado. O álbum fecha com “Cornprone Brunch”, anunciando o futuro. “Tortoise” não é apenas uma referência de 1994, ouvi-lo agora é ainda um prazer.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Domingo, 2 Dezembro, 2001

TORTOISE Standards CD / LP

€ 15,50 € 12,50 CD Thrill Jockey

brevemente LP Thrill Jockey

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

Foi, na sua altura, em finais de 2000, um álbum que irritou muitos dos adeptos da triologia iniciática dos Tortoise. Mesmo estando habituados a ser surpreendidos – e, facto, era isso que queríamos uma vez mais -, houve quem não conseguisse perceber a razão da preponderância do rock na equação “pós-rock”. Feito para mostrar as arestas – na composição, na gravação e na mistura sonora – “Standards” consegue deslumbrar pela quantidade de ideias e trajectos que pressupõe. E mais uma vez, ao ser tão cru, mostram também o poder avassalador dos seus músicos, exemplar em formar uma sólida banda rock – o automatismo que muitos criticaram é tão somente o espelho da facilidade com que estas ideias escorrem pelos seus dedos. Este foi o álbum que acabaria por ser licenciado na Europa pela Warp, abrindo o som de Chicago a um universo que, claramente, também lhe devia prestar vénias calorosas.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »