Quinta-feira, 7 Abril, 2016

GLOBEX Inversia 1 12″

€ 10,50 12″ Acting Press

[audio:http://www.flur.pt/mp3/PRESS04-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/PRESS04-2.mp3]

LOJA FÍSICA APENAS / PHYSICAL STORE ONLY

Amigos, este disco parece não ter tempo. Sabemos que insistimos muito com o assunto da “intemporalidade”, mas não é uma manobra vazia para justificar o que não merece. Aqui trata-se de uma entidade que escolhe navegar as águas por vezes tépidas da house e techno dos anos 90, e nesse caldo confortável produz não só matéria para reflexão como o próprio combustível para o fogo, isto é, batidas e harmonias para a pista de dança. O tom meio distanciado deste texto talvez seja motivado pelo questionário anexo ao disco, que começa por perguntar “Quão dependente está do loop?” No fundo, “Inversia 1″ promove a ideia de que é necessário algum distanciamento (temporal) para entender o contexto da experiência que vivemos e até o valor da experiência ela mesma. Quando falamos de “anos 90″ estamos a admitir que a distância nos fez bem em termos de valorização de muito do que aconteceu então (o mesmo se pode afirmar de outras épocas, porventura de todas as épocas) e que a revisitação, neste caso do ambiente musical, transporta uma sensação de plenitude que talvez não se tenha experimentado correctamente nesses anos. Chega. PLO Man produz ambos os lados, A com Hashman Deejay (Future Times, Mood Hut) e B com C3Dee (Acting Press, PLO Man?). Adormeçam ao volante da vossa mente.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 7 Abril, 2016

ANDREW PEKLER Cue: LP

€ 17,50 LP (2016 reissue) Muscut

[audio:http://www.flur.pt/mp3/MUSCUT4-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/MUSCUT4-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/MUSCUT4-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/MUSCUT4-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/MUSCUT4-5.mp3]

“Cue:” saiu em CD, em 2007, pela Kranky, numa altura em que Andrew Pekler andava a tocar com Jan Jelinek. É natural que algumas semelhanças se revelem neste álbum, mas nada substitui chegar a ele em branco. Pode ser um álbum tardio de pós-rock, com tudo meticulosamente colocado entre o “rock” e a electrónica para que os acontecimentos diminutos não soem nem a Oval nem a Mouse On Mars nem a Tortoise clássicos. “Cue:” desenvolve uma matriz que parece unir todos os pontos desse universo vago que acabou, mesmo assim, por reunir um clube já desde a segunda metade dos 90s. O detalhe na melodia é impecável e soa ainda extraordinário como se consegue produzir música, enfim, estranha, quase a existir nas entrelinhas do que é normal, e comunicar emoções tão universais, nada elitistas (ou outro termo que denote exclusividade). “Cue:” é um grande álbum em qualquer década na nossa memória, desfiando um fio narrativo que equivale a uma história irresistível contada à lareira por alguém em cujo colo nos sentamos.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 7 Abril, 2016

JORGE BEN Ben É Samba Bom LP

€ 33,95 LP (2014 reissue) Polysom

OUVIR / LISTEN:
Todo o álbum / Whole Album

1964. Entre samba e James Bond, “Descalço no Parque” instala imediatamente o sentimento arrebatador das canções de Jorge Ben (e o refrão de “Onde Anda O Meu Amor” soa quase como a canção-título de um Bond clássico). Canções de amor, saudade, querer chegar a uma vida melhor. Desarmante, a simples linha “Gabriela, como você é bela” transmite directo a mensagem, sem filtros nem excessivos floreados para compôr o texto. O tom de excitação constante em que “Gabriela” é cantada é possivelmente único no mundo da canção pop. Com 22 anos, Jorge Ben canta como homem maduro, conquistando todos os corações em especial nas canções onde deixa a sua voz tremer (“Samba Menina” é outro exemplo). Que dizer mais?

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 7 Abril, 2016

ORQUESTRA AFRO-BRASILEIRA LP

€ 33,95 LP (2014 reissue) Polysom

OUVIR / LISTEN:
Todo o álbum / Whole Album

Distraídos, lembramo-nos imediatamente da apresentação colorida do Brasil ritual em “Tam… Tam… Tam…!”, atribuído a José Prates e que já comentámos aqui. Orquestra Afro-Brasileira avança na década seguinte, ano 1968, e este LP documenta o africanismo muito presente na espiritualidade brasileira. Bem melhor que nós, o elucidativo texto de Abigail Moura, na contracapa, afirma:
“A CBS acaba de proporcionar, através do presente “Long playing”, a oportunidade para a observação dos amantes do ritmo, ora vibrante, ora monótono; da melodia e dos cânticos, às vêzes, lamurienteos e de profundo sentido místico, que foram o apanágio do sentimento do negro, no Brasil, há séculos passados. (…) Encontram-se músicas vocais nas línguas bantu, nagô, nhengatu e em português (obedecendo, em alguns casos, as corruptelas); como, também, as formas rítmicas desde o opanijé, (ritmo especial para Omolu), alujá, (ritmo especial para Xangô), culminando com a polirritmia afro-brasileira, cuja base é recolhida nas cerimônias litúrgicas afro-brasileiras. (…) Sim, a Orquestra Afro-Brasileira preserva e divulga a música de característica negra. É o sentimento de uma raça que, em tôdas suas nuanças, não se amalgamou com determinadas “sensibilidades”. É o que a música dêste original conjunto, também, traduz.”
“Saudação Aos Orixás” traz para nós toda a carga de densidade ritual na selva tropical. Somos espectadores não como turistas que assietm à dança colorida executada em trajes típicos, mas como exploradores curiosos a quem é oferecida uma oportunidade real de entendimento. Prensagem boa, dedicada, fabricada com autoridade no Brasil pela Polysom.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 7 Abril, 2016

SENSIBLE SOCCERS Villa Soledade CD / LP

€ 9,95 CD Ed. Autor / Azul De Tróia

€ 24,95 LP Ed. Autor / Azul De Tróia

OUVIR / LISTEN:
Todo o álbum / Whole Album

A entrada é solene, chama-se “Clausura” e os synths são trabalhados à maneira clássica para criar um espaço sólido. Muita melancolia de beira-mar, adivinhando-se a todo o momento a fuga à clausura. A trip de ondas prossegue semi-Disco e em modos que reconhecemos como parte de um léxico particular que os Sensible Soccers adoptaram e, de certa forma, expandiram. É possível que a referência contemporânea mais próxima seja o álbum de Lindstrom & Prins Thomas (2005), onde escutámos uma semelhante apetência pela majestade cósmica dos 70s enquanto, em simultâneo, baixo e bateria abriam sulcos na terra – oiçam “Boilissol”, dos SS, por exemplo. Depois, “Nunca Mais Me Esqueces” reanima uma estrutura que hoje já não faz sentido chamr pós-rock (pensamos que já haverá mais dois ou três “pós” a acrescentar a esse, como uma cadeia de respostas a emails cujo assunto cresce em forma de Re:Re:Re:…) mas que manda as almas direitinho para os Tortoise que toda a gente lembra. O duplo impulso para o Espaço e para a Terra sente-se em todo o álbum e, no processo, isso cria alguns épicos portugueses do século XXI.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 7 Abril, 2016

VAKULA Modulations EP 12″

€ 10,95 12″ Arma

[audio:http://www.flur.pt/mp3/ARMA011-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ARMA011-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ARMA011-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ARMA011-4.mp3]

Após dois álbuns conceptuais (“Voyage To Arcturus”, a partir do romance com o mesmo título, e “Dedicated to Jim Morrison”), Vakula deixa um disco rijo de techno analógico, minimalista em tudo menos no impacto. Quatro “Modulations” no estilo UK de James Ruskin, sem história especial ou arranjos estrategicamente definidos, apenas o grande, vibrante pulsar das máquinas. EP incrível. “Modulation 03″ apela a uma espécie de estado de emergência, isso torna-se perceptível à medida que a faixa avança, acrescentando um alarme e depois outro alarme, para no fim descer em paz, afinal. Óptimo techno sem rosto, jurando com a mão em cima do Livro que tudo está conforme as regras dos outros tempos. No fundo, as regras perfeitas que formam este som.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Segunda-feira, 4 Abril, 2016

CALHAU! U LP

€ 19,95 LP Kraak

[audio:http://www.flur.pt/mp3/K087-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/K087-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/K087-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/K087-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/K087-5.mp3]

Calhau! no seu rock milenar, em duas faces distintas no vinil: uma reapresenta o anterior CD “A Côrte D’Urubu” em todos os seus quase 18 minutos de apreciação celestial “por cima das vozes do Côro de Santa Cecília de Vila do Conde” (escrevemos nós); a outra face manda 5 faixas, de “Manada” a “Herodes”, em que o som tradicional do projecto é ainda mais evocativo de laboratório em madeira com tubagens complicadas. Ouve-se mais desafio sónico, mais pancadas, ritmos (!!), a Marcha de Von Calhau nas intermináveis palavras com S em “S”, depois “Herodes” quase em modo ritualista tibetano, profundo, respiratório, e o mantra de “Uruburro” no meio da mítica paisagem desolada de “Stalker”, um sonho estético industrial para quem vivia a cultura nos anos 80. Calhau! entregam mais esta mala cheia de dobrões reluzentes.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Segunda-feira, 4 Abril, 2016

KUNLUN Time Remaining Unknown LP

€ 16,50 LP Audiomer

[audio:http://www.flur.pt/mp3/AUDIOMER014LP-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/AUDIOMER014LP-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/AUDIOMER014LP-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/AUDIOMER014LP-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/AUDIOMER014LP-5.mp3]

Max P, de quem habitualmente falamos enquanto High Wolf ou Black Zone Myth Chant, relevou-se desde o início da sua carreira como alguém sem medo de arriscar em diferentes campeonatos da electrónica. Kunlun é mais um veículo para a sua criatividade e este “Time Remaining Unknown” (acabadinho de sair e, atenção, é uma edição muito limitada) é uma exploração mais pacífica do que aquelas em que se aventura como Black Zone Myth Chant, procurando padrões mais próximos da new age e da library music recriados por via de um Harald Grosskopf. É, mais uma vez, impressionante o que consegue fazer com tão pouco, centrando-se em beats económicos mas hipnóticos que se desenvolvem com um bom sentido de tempo: e é um conceito que surge agarrado ao título. O tempo aqui, tanto a sua gestão nas canções, como aquele aliado ao título, ao que sugere, são importantes para absorver esta viagem que Kunlun oferece.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »