Segunda-feira, 18 Dezembro, 2017

JESSE / LNS & DJ SOTOFETT Pohja / Soft Peak Mix 10″

€ 9,95 10″ Wania / Sex Tags

[audio:http://www.flur.pt/mp3/WANIATI80-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/WANIATI80-2.mp3]

Jesse, de Helsínquia, com um exclusivo nas mãos de DJ Sotofett. Cadência house com a batida aumentada por como vocoder, linha direita em hipnose rítmica; lado B é Laura Sparrow, ela também já tinha gravado como LNS para a Freakout Cult, gravou mixes para a Trushmix; segurança ambiental, espiral ascendente, nuvem de vapor refrescante, etc. etc. Wania!


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 19 Outubro, 2017

PENGUIN CAFE The Imperfect Sea CD

€ 14,95 € 11,95 (-20%) CD Erased Tapes

[audio:http://www.flur.pt/mp3/ERATP097-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ERATP097-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ERATP097-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ERATP097-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ERATP097-5.mp3]

Após a morte do pai (Simon Jeffes) em 1997, Arthur Jeffes deixou Orchestra e continuou como Penguin Cafe, procurando no novo milénio prolongar uma importante história na música contemporânea. Penguin Cafe Orchestra representaram, na década de 70, parte da corrente alternativa ao rock, no seio da música popular, tecendo harmonias tradicionais talvez mais neutras, seguindo próximo dos mundos ambientais de Brian Eno e projectando um certo optimismo em relação ao estado do mundo e à relação do ser humano com a Natureza. Na verdade, estas últimas linhas podem ser aplicadas na íntegra a “The Imperfect Sea”, um novo manifesto sobre o poder da música na cura emocional (para quem a procura). Penguin Cafe transportam a mesma ruralidade de câmara, com Arthur Jeffes rodeado de colaboradores (nenhum da formação original) como CassBrowne (Gorillaz, Senseless things), Neil Codling (Suede) e vários outros nomes mais reconhecíveis dos circuitos de música clássica e contemporânea. O álbum sugere um filme em écran panorâmico e HD. Palavra-chave: esperança.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 6 Julho, 2017

LAUREL HALO Dust CD / LP

€ 11,95 CD Hyperdub

€ 14,95 LP Hyperdub

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

Fácil, perdermos o norte em plena escuta. Os avanços e recuos do som, por vezes tortuosos ao ponto da dobragem (imaginem som como plástico suave, temporariamente dobrável para depois voltar à forma original), guiam-nos ao seu modo. “Dust” é um álbum pop mas, se conhecem Laurel Halo, sabem que isso significa um mundo de outras coisas. A sua voz vagueia, sobe e desce, duplica-se, embala e transmite um semblante de tranquilidade no meio da composição bem complicada que acontece em toda a duração. “Moontalk” quase destoa, e se nos faz lembrar Chris & Cosey (curiosamente, “Arschkriecher” também), embora bem distante, é igualmente africano e oriental, algures na nossa sensibilidade. Entre ensaios de música concreta, quedas de graves e claps techno, a música organiza-se aparentemente sozinha. O ouvido segue-a. O desafio é proposto. Dificilmente vão encontrar música electrónica assim em qualquer outro universo feminino ou masculino.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 28 Junho, 2017

V/A Future Perfect CD

€ 6,00 CD (ASCD24) All Saints

Exemplares originais da edição inglesa de 1995 / Original 1995 UK release. Sound clips and sleeve not from actual copy.

OUVIR / LISTEN:
ROGER ENO – Domus In Nebulae
BRIAN ENO – Distant Hill
BRIAN ENO – Radiothesia III
CHANNEL LIGHT VESSEL – Testify
KATE ST. JOHN – For The Love Of You

A editora tinha um programa bem definido e atravessou toda a década de 90 como âncora num tipo de música ambiental diferente da que habitualmente era relacionada com música de dança. Transportando muito do universo clássico e de música contemporânea, a All Saints fixou os nomes de Roger Eno, Kate St. John, Channel Light Vessel e solidificou Jon Hassell, Harold Budd, Laraaji e um Andy Partridge bem ao lado da sua banda XTC. Música eternamente outonal, elegante, bem posta na convicção de que é arte e não entretenimento. É possível que, para alguns de vós, tenha ganho pretensiosismo com a distância; é possível que, para outros, o pretensiosismo fosse sentido na época e agora, com a distância, tudo se reduz à mais natural e neutra ideia de música. A editora foi retomada através da Warp, em anos recentes. Exemplares de armazém em muito bom estado, podem apresentar ligeiras marcas de uso.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 28 Junho, 2017

NÍDIA Nídia É Má, Nídia É Fudida CD / LP

€ 11,95 CD Príncipe

€ 13,50 LP Príncipe

Só Nídia. “Mulher Profissional”. O álbum arranca com essa afirmação forte, e a partir daí julgamos a matéria apresentada no terreno. Nídia continua a não soar como ninguém, e não apenas num qualquer submundo kuduro. Falamos de um contexto global e também falamos, é claro, do espectro que conhecemos. Há um house chamado “Dedo” e, se quiserem, podem convocar uma série de referências à esquerda e à direita, porque os sons parecem familiares. É a composição, no entanto, que prevalece. Então salta-se para o “Puro Tarraxo”, uma marcha industrial oriental com cortes melódicos absolutamente no ponto; o piano e as quebras de percussão em “I Miss My Ghetto”, amor ao Vale da Amoreira, zona do Barreiro, fazem equipa improvável e dissonante. A batida domina, sempre, e Nídia é fudida: convoca um apocalipse em “Arme” e, mesmo quando dedica uma malha ao sobrinho (“Shane Noah”, bónus no CD), é a sua visão que passa e nenhuma versão amansada para a comunidade. Grande. E três faixas extra no CD tornam-na ainda maior.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 28 Junho, 2017

YISHAK BANJAW Love Songs Vol. 2

€ 22,95 LP (Deluxe Edition) Teranga Beat

[audio:http://www.flur.pt/mp3/TBLP021-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/TBLP021-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/TBLP021-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/TBLP021-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/TBLP021-5.mp3]

Existe sempre mistério envolvido nestas reedições exóticas, mas é sempre preciso abordar com cuidado a informação nos autocolantes de promoção, que aqui falam em “minimal wave”. Essa classificação parece-nos desnecessária, quando existem outras disponíveis para esta música excitante, romântica e, até, dançável. Este conjunto de canções instrumentais faz parte de uma série de volumes gravados em casa, na segunda metade dos anos 80, na Eritreia. Pensem o que Jackie Mittoo poderia fazer no Oriente, mantendo até um certo skank do ska e reggae (se o quisermos escutar, ele está presente neste álbum). Maravilhosa sequência de oito faixas em que as emoções correm livres pela ponta dos dedos que tocam as teclas. A natureza do som coloca isto no futuro, distante no tempo e no espaço.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 21 Junho, 2017

GIOVANNI CRISTIANI Alpha Percussion LP

€ 19,50 LP (2017 reissue) Mondo Groove

[audio:http://www.flur.pt/mp3/MGLP103-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/MGLP103-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/MGLP103-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/MGLP103-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/MGLP103-5.mp3]

Sabemos quantas vezes já destacámos discos italianos de library, mas sigam-nos mais um pouco: “Alpha Percussion” é diferente d eoutros discos de percussão que temos ouvido. Tem uma natureza mais ambiental e hipnótica, trazendo cores de África e do oriente para reforçar narrativas. Se procuram uma malha cósmica para os vossos sets, basta “Dancing For Diletta”. De outra forma, é um extraordinário álbum panorâmico gravado em 1985 por este músico com formação específica como percussionista. Como parece normal, Cristiani tocou com músicos de jazz durante boa parte da década de 70, até começar a dar cursos de percussão. Este disco foi uma proposta livre, e assim se desliga da por vezes excessiva funcionalidade de discos do género.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Segunda-feira, 19 Junho, 2017

MUSLIMGAUZE Azzazin CD

€ 14,50 CD Staalplaat (2004 reissue)

[audio:http://www.flur.pt/mp3/MUSLIMLIM003-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/MUSLIMLIM003-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/MUSLIMLIM003-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/MUSLIMLIM003-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/MUSLIMLIM003-5.mp3]

Um disco intrigante de Bryn Jones, sonicamente (em aparência) mais desligado do Médio Oriente. Progride através de uma massa de glitch e graves, sempre tensa, algumas pulsações à beira da distorção sugerem o ritmo; há vozes, por vezes apenas suspiros, que entram e saem da mistura; não é um universo distante do mais laboratorial que escutamos nos Pan Sonic clássicos, passando a ideia de uma corrente perigosa que circula junto a nós com a possibilidade de nos anular, pura e simplesmente, a qualquer momento. Muito empolgante.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Segunda-feira, 19 Junho, 2017

FENNESZ Mahler Remix 2LP

€ 21,95 2LP Touch

[audio:http://www.flur.pt/mp3/TONE52V-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/TONE52V-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/TONE52V-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/TONE52V-4.mp3]

Uma peça tocada ao vivo três vezes apenas, desde a primeira em 2011, e uma dessas três vezes inclui o Carnegie Hall. Chama a atenção. Mas, independentemente, Christian Fennesz tem lugar cativo na nossa memória, e portanto qualquer disco novo faz-nos sentar e ouvir. A música baseia-se em samples retiradas de várias sinfonias de Gustav Mahler, reposicionadas através do precioso som granulado de Fennesz, envolto em tons cinza e acompanhado por uma adequada imagem de malha entrançada, na capa. O crescendo na segunda faixa (são quatro) é o momento mais épico no álbum, produzindo ondas de som quase líquidas (o som do oceano é facilmente intuído numa segunda camada); Fennesz, guitarrista, utiliza mais obviamente o seu instrumento de eleição na última faixa, submergindo-o em ambiência carregada, ampliando a dinãmica desta matéria shoegazer. Nenhuma das faixas é estanque, todas fluem em regime livre e faz sentido, quando temos presente o facto de que a música foi gravada ao vivo na Radiokulturhaus em Viena.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »