Segunda-feira, 18 Dezembro, 2017

JESSE / LNS & DJ SOTOFETT Pohja / Soft Peak Mix 10″

€ 9,95 10″ Wania / Sex Tags

[audio:http://www.flur.pt/mp3/WANIATI80-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/WANIATI80-2.mp3]

Jesse, de Helsínquia, com um exclusivo nas mãos de DJ Sotofett. Cadência house com a batida aumentada por como vocoder, linha direita em hipnose rítmica; lado B é Laura Sparrow, ela também já tinha gravado como LNS para a Freakout Cult, gravou mixes para a Trushmix; segurança ambiental, espiral ascendente, nuvem de vapor refrescante, etc. etc. Wania!


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 19 Outubro, 2017

PENGUIN CAFE The Imperfect Sea CD

€ 14,95 € 11,95 (-20%) CD Erased Tapes

[audio:http://www.flur.pt/mp3/ERATP097-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ERATP097-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ERATP097-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ERATP097-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ERATP097-5.mp3]

Após a morte do pai (Simon Jeffes) em 1997, Arthur Jeffes deixou Orchestra e continuou como Penguin Cafe, procurando no novo milénio prolongar uma importante história na música contemporânea. Penguin Cafe Orchestra representaram, na década de 70, parte da corrente alternativa ao rock, no seio da música popular, tecendo harmonias tradicionais talvez mais neutras, seguindo próximo dos mundos ambientais de Brian Eno e projectando um certo optimismo em relação ao estado do mundo e à relação do ser humano com a Natureza. Na verdade, estas últimas linhas podem ser aplicadas na íntegra a “The Imperfect Sea”, um novo manifesto sobre o poder da música na cura emocional (para quem a procura). Penguin Cafe transportam a mesma ruralidade de câmara, com Arthur Jeffes rodeado de colaboradores (nenhum da formação original) como CassBrowne (Gorillaz, Senseless things), Neil Codling (Suede) e vários outros nomes mais reconhecíveis dos circuitos de música clássica e contemporânea. O álbum sugere um filme em écran panorâmico e HD. Palavra-chave: esperança.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 19 Julho, 2017

THE WIRE #401 (July 2017) REVISTA

€ 6,50 REVISTA The Wire

Alguém cujo nome foi directamente inspirado na tenente Uhura (Nichelle Nichols) da série Star Trek começa a vida com boas possibilidades de exploração. O pai de Nicole Mitchell arranjou uma fusão de letras reduzida a Nicole, mas parecia inevitável a referência a ficção científica quando, segundo a artista, ele viu um OVNI quando era miúdo. Nicole Mitchell está na capa da Wire. Adicionalmente, alguns outros destaques são a peça sobre Ectopia (minimal synth em drag), a Invisible Jukebox com Shabazz Palaces, , epifania de Paul Rooney, um Primer sobre a tentacular carreira de Evan Parker, artigo grande sobre Kassel Jaeger e críticas a Nídia e Firma Do Txiga, ambos da Príncipe. De resto, vocês em princípio sabem a quantidade e qualidade de novo conhecimento musical (mas não só) contido nestas 100 páginas. Até com os anúncios se aprende.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation


/ / Etiquetas: , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 19 Julho, 2017

THE PASSAGE Pindrop CD

€ 11,50 CD LTM

OUVIR / LISTEN
Carnal
Watching You Dance
Locust
A Certain Way To Go
Shave Your Head

The Passage eram um híbrido muito estranho de pop com sintetizadores e obscurantismo pós-punk. Letras panfletárias cheias de ângulos aguçados, expressão de teclados muito presente na mistura de som e uma qualidade sintética sempre a preencher todos os intervalos do que vamos chamar pop/rock, ainda mais do que os Joy Division faziam em “Closer”. “A Certain Way To Go” é glacial e escuro e até um título como “Watching You Dance” esconde algo sombrio no meio dos sintetizadores cósmicos próximos da fase Brian Eno de David Bowie. Toneladas de extras nesta reedição do álbum original, que junta ainda os dois primeiros EPs (8 faixas) e mais minutos de música.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 19 Julho, 2017

FLUX Uncarved Block CD

€ 10,50 CD One Little Indian

OUVIR / LISTEN
The Value Of Nothing
Children Who Know
Footprints In The Snow
Nothing Is Not Done
The Stonecutter

Flux Of Pink Indians chegam a 1986 com outra atitude mas os princípios anarco-punk intactos – “Nothing Is Not Done”, todos os seus gloriosos 9 minutos de dub tribal On-U Sound, anunciam claramente: “Refusing to submit!”. Temos uma coisa por este álbum há muitos anos. Adrian Sherwood nos controles, numa amálgama ambiciosa que junta elementos de African Head Charge, Gentle Giant e punk rockers com mente aberta. Tratamento On-U Sound muito particular, num disco que poderia ser pop – ouvimos “Footprints In The Snow” e a guitarra quase quase soa a The Edge, enquanto a voz de Lu Bell recorda Lora Logic. Mas a percussão desvia bastante a música para outras paragens e acaba por unificar diversas faixas no álbum, começando pela jam inicial, “The Value Of Nothing”, com Style Scott a brilhar. “Uncarved Block” termina com “The Stonecutter”, combinação genial de ambiência dub, vozes etéreas e um quê do universo arty de Brian Eno. O álbum inaugurou o catálogo da One Little Indian, editora fundada precisamente por Derek Birkett dos Flux. Tudo aqui funciona.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 19 Julho, 2017

DOC JAY Cite Des Arts 12″

€ 11,95 12″ Sunken Rock

[audio:http://www.flur.pt/mp3/SR12003-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/SR12003-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/SR12003-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/SR12003-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/SR12003-5.mp3]

Se olharmos para a ficha técnica deste disco vamos cruzar os dias de hoje com tempos áureos das editoras Border Community e Output, para onde gravaram Lopazz (masterizador) e Petter Nordqvist (mistura de som). Coerente com a natureza das duas anteriores edições da Sunken Rock, ouvimos house atmosférica, analógica, programada para planar, parecendo nunca subir ou descer a não ser – e isso é relativo – na última faixa “Stagnated Life”, onde o ácido é só um pouco mais aparente e as melodias mais abstractas.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 19 Julho, 2017

DUQUESA Norte Litoral LP

€ 13,50 LP Lovers & Lollypops

[audio:http://www.flur.pt/mp3/LL081-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/LL081-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/LL081-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/LL081-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/LL081-5.mp3]


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 19 Julho, 2017

YALLY Burnt / Sudo 12″

€ 11,95 12″ Boomkat Editions

[audio:http://www.flur.pt/mp3/BK12X1201-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/BK12X1201-2.mp3]

Raime é Yally, novo projecto para se aventurar em sons mais próximos da “bass culture” e do seu futuro. Faz parte de uma nova série da Boomkat Editions, intitulada 12 x 12, de edições com apenas um lado, de músicos próximos da Boomkat. “Burnt” e “Sudo” são temas muito livres que exploram os ambientes de Raime num contexto mais próximo da pista de dança. Em “Sudo” há boa ressaca de jungle e d’n’b, optimizado para o presente. Música fresca e vital.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Segunda-feira, 17 Julho, 2017

UMFANG Symbolic Use Of Light CD / LP

€ 13,50 CD Technicolour

€ 18,50 LP Technicolour

[audio:http://www.flur.pt/mp3/TCLRCD024-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/TCLRCD024-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/TCLRCD024-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/TCLRCD024-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/TCLRCD024-5.mp3]

Para lá do enquadramento techno-feminista promovido pelo colectivo Discwoman, Umfang cria de acordo com o impulso do momento e afirma que não procura fazer “arte alta” nem conceptualizar a música que lhe sai. “Symbolic Use Of Light” não soa tão rave como o maxi na 1080p que comentámos há meses, mas essa espécie de recuo estratégico beneficia claramente o formato de álbum. A condição etérea da maioria do material não dispensa a pulsação do groove e as faixas com batida clara não chegam a ocupar metade do disco, reforçando a ideia muito larga de techno que tem tomado conta de um bom sector na cena de dança. Belo, discreto álbum.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Segunda-feira, 17 Julho, 2017

X.Y.R. Labyrinth LP

€ 22,95 LP Not Not Fun

[audio:http://www.flur.pt/mp3/NNF340LP-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/NNF340LP-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/NNF340LP-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/NNF340LP-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/NNF340LP-5.mp3]

Música imersiva, vagamente aquática e com a capa de granulado a que a Not Not Fun habituou os ouvintes do seu catálogo. Acrescentado a isto, o ponto certo de nostalgia New Age eternamente presa num futuro hipotético, sempre positivo. “Shadows Of Forgotten Ancestors” pode referir-se ao filme de Sergei Parajanov, de 1965, mas há ali qualquer coisa de “Zamia Lehmanni”, dos SPK (1986). O disco termina com uma óptima jam cósmica, lenta, directa do estúdio de produção de X.Y.R. em S. Petersburgo. A editora pode ter saído dos radares que marcam hypes mas acreditem que continua a valer a pena conhecer a música que escolhe colocar no mercado.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Segunda-feira, 17 Julho, 2017

EKOPLEKZ Bioprodukt CD / 2LP

€ 11,95 CD Planet Mu

€ 18,50 2LP Planet Mu

[audio:http://www.flur.pt/mp3/ZIQ386-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ZIQ386-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ZIQ386-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ZIQ386-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ZIQ386-5.mp3]

“Bioprodukt” arranca com um belo digi-reggae e sustenta o seu corpo com a reverberação da cultura ácida dos 90s e blips do norte de Inglaterra. Há também um tom muito orgânico em faixas como “Consequences” que recorda Peaking Lights no seu mais quente. O álbum mantém, claro, o lado de ciência geek característico da Planet Mu, exibindo com orgulho os sons analógicos “de época” enquanto procura sair do mapa e trilhar alguns caminhos menos definidos, mais sujos talvez. Bom pedaço de IDM clássica na mistura, também, e a satisfação garantida para quem sabe de que se trata quando se escutam estes sons. Para quem não sabe, bem-vindos a um mundo estranho e acolhedor.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Segunda-feira, 17 Julho, 2017

NOLEIAN REUSSE First Generation EP 12″

€ 10,50 12″ Bio Rhythm

[audio:http://www.flur.pt/mp3/RHYTHM022-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RHYTHM022-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RHYTHM022-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RHYTHM022-4.mp3]

Comunicação além-fronteiras de Noleian Reusse, de novo com recurso a um vocabulário que não é exactamente aquele mais comum na cena techno. “Beet Juice” pode mandar sensações ghetto tech mas, na verdade, é como se três faixas fossem sobrepostas e competissem por atenção na mistura final. Todo o disco é nervoso, isso é comunicado pela dissonância em linhas de teclado que desafiam os cânones da melodia. Algum ácido e muita tensão mesmo morta para ser descarregada numa pista de dança.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Segunda-feira, 17 Julho, 2017

PAUL HASLINGER Halt And Catch Fire OST CD / LP

€ 11,95 CD Fire Soundtracks

€ 16,95 LP Fire Soundtracks

[audio:http://www.flur.pt/mp3/FROST001CD-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/FROST001CD-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/FROST001CD-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/FROST001CD-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/FROST001CD-5.mp3]

Haslinger fez parte de uma encarnação tardia dos Tangerine Dream, a partir de 1986, e sozinho tem álbuns registados desde 1994, incluindo bandas sonoras para jogos (“Need For Speed: Undercover”, por exemplo) e cinema (“Resident Evil” de 2017, por exemplo). O trabalho que fez com a atmosfera da série “Halt And Catch Fire” capta bem a descoberta de um mundo novo, por vezes radicalmente novo, quando se desenvolviam os primeiros computadores pessoais e se lançavam as bases para o estabelecimento da internet, tal como é conhecida hoje. Os dramas associados ao processo são vividos através da equipa da Mutiny, uma companhia de jogos independente e punk, que evolui progressivamente para criação de hardware e programação de sistemas em rede. O tom da música é tenso e nostálgico, em partes mais românticas estranhamente bem associado a um mundo informático e digital.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Terça-feira, 27 Junho, 2017

PEDRO One Kind Of Love LP

€ 24,95 LP (2017 reissue) Musique Plastique

[audio:http://www.flur.pt/mp3/MP002D-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/MP002D-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/MP002D-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/MP002D-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/MP002D-5.mp3]

Peter Mekwunye editou “One Kind Of Love” em cassete pouco depois de se ter mudado da Nigéria para Portland, nos EUA, em 1993. Pode dizer-se que esta música não é característica de lugar nenhum, fora da cabeça de Pedro. relaciona-se de alguma forma com certa pop dançável da época e, de forma muito pouco clara para nós, com a tradição nigeriana (é comunicado que Mekwunye ouvia Fela Kuti e William Oneyabor). As letras parcialmente inteligíveis e um certo desajuste rítmico parecem aplicar-se não apenas à comunicação revolucionária de Pedro (o álbum é dedicado a todos os “freedom fighters” no mundo) mas também ao modo como a música foi produzida num teclado Casio para não deixar escapar a urgência. Som de baixa fidelidade, honesto, estranho, lindo de morrer. Às vezes uma só cabeça pensa melhor que várias.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 1 Junho, 2017

KARA-LIS COVERDALE Grafts LP

€ 16,95 LP (1-sided) Boomkat Editions

[audio:http://www.flur.pt/mp3/BK12X1204 -1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/BK12X1204-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/BK12X1204-3.mp3]

Kara-Lis Coverdale, a par de Kaitlyn Aurelia Smith, são dois dos nomes mais relevantes a surgirem na electrónica nos últimos cinco anos. São ambas mulheres e o que as torna parte deste grupo exclusivo é a sensibilidade com que abordam um passado analógico da música electrónica (mais ligado às décadas de 1970 e inícios de 1980) em que o minimalismo também era feito pela descoberta e pela experimentação. Agora, décadas depois, elas redescobrem e exploram com essa descoberta. “Grafts”, uma peça de 22 minutos, é uma viagem pelo minimalismo modal, uma peça refinada em que Kara-Lis faz os seus instrumentos soarem a folk, os expande como se fossem vozes, enquanto cria espaços periféricos para onde o ouvinte se pode mover. É luz em HD.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Segunda-feira, 24 Abril, 2017

NINO NARDINI Musique Pour Le Futur LP

€ 23,50 LP (2017 reissue) We Release Whatever The Fuck We Want

[audio:http://www.flur.pt/mp3/WRWTFWW013-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/WRWTFWW013-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/WRWTFWW013-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/WRWTFWW013-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/WRWTFWW013-5.mp3]

Espectacularmente, de 1970 para cá não se encontram muitos exemplos de sons tão fora quanto estes gravados por Nino Nardini num álbum largamente retirado de um 10″ chamado “Musique Concrete”. Ambos os discos são do mesmo ano, mas “Musique Pour Le Futur” fixa muito bem a temática ao apresentar visões de outras paragens e de um tempo que não custa imaginar bem no futuro (ainda hoje). Harmonias estranhas, máquinas em sobressalto, consciência à deriva entre planetas, sem uma gota de dúvida quanto à vocação experimental séria desta música que, ainda assim, ou talvez por isso, oferece diversão em todo o espectro. Queremos mais.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 23 Março, 2017

V/A OZ Waves LP

€ 21,50 LP (+ mp3) Efficient Space

[audio:http://www.flur.pt/mp3/ES004-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ES004-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ES004-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ES004-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ES004-5.mp3]


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 17 Junho, 2015

AZYMUTH Azimuth CD / LP

€ 11,50 CD (2015 reissue) Far Out

€ 18,95 LP (2015 reissue) Far Out

[audio:http://www.flur.pt/mp3/FARO117LPX-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/FARO117LPX-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/FARO117LPX-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/FARO117LPX-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/FARO117LPX-5.mp3]

A Far Out tem criado um muro editorial em volta da música brasileira erguido sobre uma ideia de soul, disco e funk e dentro desse segmento trabalha num registo que nem é muito obscuro nem popular. É um meio termo mas um meio termo que necessita de existir porque é comum os discos do meio serem aqueles que são mais esquecidos. E por meio não se entenda qualidade, mas algo que não é suficientemente obscuro nem popular. É assim que nos chega “Azimuth”, o álbum de estreia de Azymuth, um clássico que encaixa na perfeição no catálogo da Far Out e que tardava em chegar. É a primeira vez que é editado em vinil fora do Brasil e é um daqueles álbuns que cresceu ao longo dos anos graças a alguns programas de rádio e DJs que tornaram o nome Azymuth rodado em alguns circuitos. Apesar de uma carreira extensa e uma discografia que acompanhou o ritmo dos anos (muitos deles editados na Far Out), este é álbum que inclui alguns dos melhores temas e mais conhecidos dos Azymuth. Editado originalmente em 1975 (anos antes tinham editado “Som Ambiente” como Som Ambiente, que incluía Marcos Valle).

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , , / / Comentar: aqui »