Quinta-feira, 17 Maio, 2018

µ-ZIQ Challenge Me Foolish CD

€ 11,95 CD Planet Mu

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

Todos os primeiros anos de µ-Ziq, todos aqueles primeiros discos, marcaram de forma única o percurso da IDM (Intelligence Dance Music, chamava-se). Embora próximo de Aphex Twin, Luke Vibert, Freeform e outros, o som de Mike Paradinas conseguia ser sempre mais barroco, mais melódico, mais físico também. “Challenge Me Foolish” é uma compilação mascarada de álbum novo, já que se compõe inteiramente de material inédito gravado no período 1998-99. Escutamos aqui tudo o que é tradicional em µ-Ziq, incluindo orquestrações épicas que pareciam sempre desadequadas a um conceito de música do futuro mas que, nas suas mãos, soavam a propósito. “Robin Hood Gate” ilustra bem o cenário: sinos, cordas luxuriantes, uma espécie de timbalão, todos contribuem para uma manifestação bizarra de IDM na qual Paradinas encontrou voz única.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 5 Julho, 2013

µ-ZIQ Chewed Corners CD

€ 12,50 CD Planet Mu

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

Hoje em dia, na nossa cabeça, bem como nas nossas prateleiras, o nome de Mike Paradinas está mais presente como chefe da sua editora Planet Mu do que como homem que se esconde atrás de µ-ziq. Há muitos anos, havia uma espécie de tridente aguçado e reluzente, com Aphex Twin e, também, Autechre. Electrónica explosiva, sem freios, com todo o terreno pela frente. Deu gosto estar no lugar da frente nesses anos 90. E tal como Richard James montou a sua Rephlex, também Mike Paradinas montou a o seu planeta Mu. Durante muitos anos parecia uma escola do som µ-ziq, mas recentemente o footwork e as ramificações dançáveis da bass music fizeram-nos seguir de muito perto a editora: foi lá, recordamos, que Machinedrum nos deu o seu último e brilhante álbum. Depois de seis anos de ausência, Paradinas reaviva o projecto, limando algumas arestas e tentando aproximar-se de um maior público, diminuindo a velocidade e usando um flare retro que, aqui e ali, torna a sua electrónica mais humana e comunicativa. Sempre barroca e exagerada, evocando tanto Larry Heard ou Boards Of Canada, por exemplo, “Chewed Corners” reanima a discografia Paradinas, mas ainda parece dialogar mais com os seus fãs do que com novos seguidores da Planet Mu.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »