Quinta-feira, 7 Fevereiro, 2019

NIAGARA Comboios 7″

€ 7,95 7″ (2018 reissue) Ascender

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3

Terceiro vinil no forte empreendimento Ascender, Niagara claramente a sentir e executar uma liberdade muito invejável. Novos sons advêm de novos instrumentos, os quais geram novas ideias e novas soluções. Ouvimos, assim, três faixas com grande afinidade ao dub, mas que dizer de “Volta”, onde um tímido baixo quer, no entanto, sustentar o groove no meio da batida e de uma harmónica que – se a memória não falha – nunca tinhamos escutado nos Niagara. “Calor” anda ali próximo de uma exótica Sun Araw, com água e vento a sugerirem uma tentativa de contrariar a temperatura elevada e shakers + percussões soltas a formarem um postal dos trópicos.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 22 Novembro, 2018

NIAGARA Apologia CD / LP

€ 12,50 CD Príncipe

€ 14,50 LP Príncipe

Esta volta de Niagara pelo mundo natural marca com cunho forte o seu álbum de estreia (descontando os vários CD-R que lançaram na Ascender). Faixas quase todas económicas na duração, representando outras paragens no essencial, não se detendo demasiado em cada uma, antes oferecendo um sabor de algo que ficamos a desejar mais. As grandes excepções, na duração, são “6:30″ e “Siena”, duas faixas que podem ser a âncora, em “Apologia”, e conduzem o ouvinte a regiões realmente ambiciosas, na ideia de exotismo. Não tentam mascarar o mundo natural, oferecem um outro mundo em que a integração de elementos sintéticos já é ela própria uma nova natureza. Como um organismo em mutação, mas cuja evolução já está perfeitamente definida. “Damasco” segue com quase 5 minutos em meditação percussiva de falsa repetição. O corpo está sempre em mudança.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 2 Março, 2018

NOVO MUNDO Tenda 12″

€ 9,95 12″ Ascender

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3

Niagara abrem Novo mundo com esta trip “conceptual” onde largam algumas produções techno que têm testado ao vivo. No entanto, quem segue a sua música não espera linearidade. Apreciem os 2 minutos e meio de quebra no final de “Dezembro”, por exemplo. O kick pesado em “Leviathan” (bom, o título é pesado) transporta para os 90s e Novo Mundo entrelaçam ácido meio distante, quase tímido, com alguns recortes atmosféricos por cima; “Arsenale” exercita o poder esotérico do trio em suspensão de batida, com harmonias e conversas maquinais interinas que aproximam a faixa de um postal audio dos trópicos imaginados. Bom, claro. Niagara.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Sábado, 22 Abril, 2017

NIAGARA Tools + Acids CDR

€ 4,95 CDR Ascender

[audio:http://www.flur.pt/mp3/ASCCDR07-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ASCCDR07-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ASCCDR07-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ASCCDR07-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ASCCDR07-5.mp3]

Segue em frente a série de CDR do arquivo pessoal dos Niagara. Total propriedade na concepção rude destas oito ferramentas que eles próprios informam serem utilizadas nos seus sets (na Noite Príncipe e fora dela). Niagara ligam o sistema à terra, onde vão buscar o sustento que mantém estas batidas intemporais. Podia ser Unit Moebius no bunker, ali em 1995, mas isto bate em 2017 e continuará a fazê-lo. Para que não haja equívocos, são faixas produzidas para serem tocadas num set de DJ, tenham isso em atenção se a vossa vocação não for essa. No entanto, se sentem amor pela caixa de ritmos, isto é totalmente vosso.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Segunda-feira, 30 Janeiro, 2017

NIAGARA 37 12″

€ 10,50 12″ Ascender

[audio:http://www.flur.pt/mp3/ASC002-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ASC002-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ASC002-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ASC002-4.mp3]

Sempre algo desconfortável, nos Niagara, que rapidamente nos prova que estão certos ao produzir assim, com aqueles sons, aquela cena nervosa e repetitiva, mangas arregaçadas e mãos bem activas nos controles. Puxa vibes antigas mas é só porque as máquinas já existiam. As ideias de Niagara são frescas e em 2016 entraram finalmente numa muito necessária velocidade de cruzeiro com solidificação no catálogo da Príncipe e editora própria (Ascender) a permitir soltar muita música que estava guardada. “37″ tem estilo sem qualquer esforço adicional, inclui quatro sons vanguardistas para deixar orgulhoso o português que há em nós. A pesquisa continua e, se não for para dançar, é para alimentar. Grande.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Terça-feira, 25 Outubro, 2016

NIAGARA São João Baptista 12″

€ 10,95 12″ Príncipe

[audio:http://www.flur.pt/mp3/P017-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/P017-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/P017-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/P017-4.mp3]

O início de ano fulgurante, por parte dos Niagara, abrandou nos meses de calor, mas unicamente porque há trabalho a fazer. No que se refere apenas à música (e a vida é bem mais que isso), os métodos mudam, há experiências constantemente a ser realizadas, instrumentos diferentes acrescentados ao lote e uma curiosidade enorme por parte dos três Niagara (Alberto, António e Sara). Eles próprios mudam o seu jogo, forçam-se novas questões para serem obrigados a novas soluções, e “São João Baptista” reflecte admiravelmente o que está diferente desde a última vez. A ideia de techno ou house está muito difusa, aqui, e recebe-se com naturalidade uma incorporação que diriamos bem próxima do jazz, tal como, em “Amarelo”, um intensificar do seu enamoramento por um compasso que já levou alguma imprensa a aproximá-los de um cenário pós-punk. O EP avança a estética, prende também mais à terra o ouvinte, com blocos de som bem concretos. A acústica é maravilhosa em “São João Baptista”, muitos deslizes por muitas plataformas e, se o som pode eventualmente soar austero, acreditem que se trata de diversão. Clássico instantâneo, e não o diríamos se não acreditássemos 100%.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 15 Abril, 2016

NIAGARA Félix, Fernando e Constantino CDR

€ 4,95 CDR Ascender

[audio:http://www.flur.pt/mp3/ASCCDR06-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ASCCDR06-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ASCCDR06-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ASCCDR06-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ASCCDR06-5.mp3]

Niagara, quê? Quinto CDR em 2016? Mais um maxi (e vem aí outro). Máquinas de trabalho bom, variando sempre o suficiente e planeando as faixas correctas para cada edição. Não pensem nem por um momento que isto são meros aglomerados de música que por acaso está pronta. 15 faixas, a fazer render bem o tempo, house e techno sempre aquele bocado ao lado da norma (Niagara é Niagara). Agora enquandrados por uma bateria de nomes e editoras a fazerem o que têm de fazer, fazem parte de uma cena por enquanto saudável de bangers nacionais. Mas “Félix, Fernando e Constantino”, sejam quem forem, metem o coração a trabalhar de maneira diferente. Há muito barulho no meio da dança, “Picaponto” pica o miolo como ele precisa de ser picado com certa regularidade. Quem tem os outros, não vai hesitar, nem 5 EUR saem do bolso. Duas capas á escolha, nós preferimos a do pombo, mas há menos.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 26 Fevereiro, 2016

NIAGARA Canas CASSETE

€ 8,50 CASSETE Videogamemusic / Ascender


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 25 Fevereiro, 2016

NIAGARA 2013-2014 CDR

€ 4,95 CDR Ascender

[audio:http://www.flur.pt/mp3/ASCCDR05-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ASCCDR05-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ASCCDR05-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ASCCDR05-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ASCCDR05-5.mp3]

19 faixas retiradas do arquivo no Castelo Niagara. Os subterrâneos são o sítio para estar, e isso nada tem de sombrio. Os anos 2013-2014 foram ontem, mas o brilho histórico que a música transmite parece provir de bem mais além. Faixas rudes de house/techno a servir o momento, improvisações que se sentem, semi-edits às vezes. Os cortes são rudes, em várias das faixas, porque a gravação analógica em 4 pistas dispara um reverse (audível no final de algumas faixas, não é defeito). Além disso, quando termina termina, não há entradas nem saídas, só o momento presente. Niagara a meio caminho entre eles como produtores e eles como DJs.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 25 Fevereiro, 2016

NIAGARA Escola De Condução CDR

€ 4,95 CDR Ascender

[audio:http://www.flur.pt/mp3/ASCCDR04-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ASCCDR04-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ASCCDR04-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ASCCDR04-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ASCCDR04-5.mp3]

Experiências sem batida, esboços com ADN de Niagara, recolhidos também do período 2013-2014 (ver CDR “2013-2014″), dispersos por hardware informático provavelmente em desuso. Muitas referências afectivas pairam à nossa frente ao ouvir isto. Material cósmico mas também algum borbulhar electrónico mais proveniente das entranhas do equipamento. O estilo de Niagara resumido em pequenas peças (são 17, no total) que, por partes, vão compondo a figura. Baixa fidelidade, calor, energia – de novo – afectiva e confortável. O espaço que ocupam em 2016 não é de mais ninguém, e o ano praticamente acabou de arrancar. #orgulho


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Segunda-feira, 18 Janeiro, 2016

NIAGARA Ninho Do Açor CDR

€ 4,95 CDR Ascender

[audio:http://www.flur.pt/mp3/ASCENDER003-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ASCENDER003-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ASCENDER003-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ASCENDER003-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ASCENDER003-5.mp3]

“Ninho Do Açor” segue a deixa de “Orbital” mas a música assume-se claramente como dj tool sem vergonha. Apontado aos aventureiros de ouvido e a DJs necessitados de quebrar a melodia em sets demasiado certinhos. Estas seis faixas não fazem compromisso, é-lhes dado um revestimento quase de aço. Esta é a personalidade de Niagara em bruto. Açoite!


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Terça-feira, 12 Janeiro, 2016

NIAGARA Orbital CDR

€ 4,95 CDR Ascender

[audio:http://www.flur.pt/mp3/ASCENDER002-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ASCENDER002-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ASCENDER002-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ASCENDER002-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ASCENDER002-5.mp3]

Niagara afinam as suas ferramentas rítmicas numa dimensão que ainda não tinham explorado tão a fundo. É um vislumbre mais puro do seu mundo cheio de eventos. Festival de efeitos sobre compassos até bastante regulares que sustentam a desordem. Enquanto soa complexo, quase nonsense, os Niagara estão na verdade mais próximos do coração rítmico da house, uma espécie de transposição dos blocos da zona sul de Chicago para a zona a norte de Lisboa. Estica-se uma corda transatlântica e faz-se um nó com material de outras proveniências (Europa, até, os muitos ecos – literalmente – do período mais fértil do industrial). Seco, mas não parece em vias de secar.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Sábado, 26 Dezembro, 2015

GALA DROP Nova 12″

€ 11,95 12″ Golf Channel

[audio:http://www.flur.pt/mp3/CHANNEL061-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/CHANNEL061-2.mp3]

Niagara, Tiago RMXS

Não custa dizê-lo: este 12″ representa com uma perfeição muito elevada o que tem sido a produção de música de dança em Lisboa na segunda década deste século. Existem no activo outros actores importantes, mas a concentração destes três nomes mapeia um percurso que ajuda a distinguir mais claramente Lisboa de outros centros. Gala Drop, em si, cumpriram em Lisboa uma função análoga à de LCD Soundsystem em Nova Iorque, que foi a união de dois circuitos – rock e dança – que pouco cruzavam ou, pelo menos, passaram a cruzar-se de forma verdadeiramente natural e descomprometida. Tiago, como co-fundador da banda ainda antes da sua fase, digamos, rítmica, transporta com total autoridade esse legado, puxando aqui “Nova” para aquela área híbrida que a sua música tão bem personifica: disco, house, techno e até, nesta instância, broken beat, mas isso parece-nos que foi Tiago a saber aproveitar muitíssimo bem o rico jogo percussivo de Afonso Simões nos GD e dar-lhe uma espinha dorsal que este, em toda a sua maleabilidade rítmica, persiste em não manter. Como bónus, um “tss tss tss” de boca a pontuar a batida :) Niagara saem por momentos da sua cápsula de improvisação controlada, muito reconhecível através dos seus sons e estruturas – oiçam qualquer disco deles desde o CDR na Dromos – e acompanham, diriamos com total discrição, o groove de Gala Drop lado a lado, como se os três Niagara fossem um só músico convidado que parece sobressair, sobretudo, quando a banda acalma a marcha no bloco central da faixa. Como dizem, “win-win”.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 26 Novembro, 2015

NIAGARA Ascender 001 12″

€ 9,95 12″ Ascender

[audio:http://www.flur.pt/mp3/ASC001-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ASC001-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ASC001-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ASC001-4.mp3]

Niagara mantêm um nível de produção intenso, isso não é novidade para nós, mas o que faz sempre pensar que são um nome especial na cena (não apenas nacional) é a visão muito particular que têm da música de dança, meia parte laboratório de quem analisa as coisas ao microscópio e meia parte atelier onde realmente se colocam as mãos no equipamento que faz, que produz música. O seu output é tanto, actualmente, que faz todo o sentido começarem a carimbar (literalmente) os seus discos com selo próprio, Ascender. A estrutura viva dos seus sons nunca falha em deixar uma impressão duradoura, seja nos momentos em que há criaturas repetitivas a manifestarem-se (como no motivo principal em “SEE”) ou quando abrem directamente para a pista de dança universal (como em “Beto”). Boas memórias de tudo aquilo que já ouvimos deles e também do futuro que este maxi desvenda, tudo colado em 4 composições que levam toda a gente para cima. LOVE.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 17 Junho, 2015

NIAGARA Mustor / Falcão 12″

€ 12,50 12″ FTD Records

[audio:http://www.flur.pt/mp3/FTD002-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/FTD002-2.mp3]


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 3 Junho, 2015

NIAGARA Ímpar 12″

€ 9,95 12″ Príncipe

Niagara quase funcionam como um laboratório onde são testadas novas soluções para música de dança e, ao mesmo tempo, comprovadas algumas já bem credibilizadas no passado. No equilíbrio entre o peso da inescapável herança house e disco e a força pesquisadora na natureza dos irmãos Arruda e Sara Eckerson está o som distinto de Niagara. O “groove que nunca pára” entra logo em “Arruda”, a primeira faixa, com um corte vocal que começa por soar como teclado; “Abacaxi Limão” coloca bem à frente um baixo que passa logo a ser Niagara a partir do primeiro acorde; baixo, também, marca o passo em “Legume”, abrindo-se alguns curtos abismos de silêncio para a faixa poder subir para um som de flauta que logo faz magia; “Cheetah” acontece todo o tempo em cascata, provocando a desconcertante mas boa sensação de se estar constantemente a desagregar – e como a música neste EP é, em grande parte, gravada ao vivo, a sensação de realidade é grande aqui; depois chega “Alagarta”, quanto a nós no topo de uma pirâmide de personalidade Niagara. Nesta faixa somos servidos com uma visão absolutamente iluminada de como a música de dança parece ter sido criada com o Universo. “Alagarta” contém tantos nutrientes que quase arriscamos o delírio. Que final.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Terça-feira, 4 Novembro, 2014

NIAGARA 506 CD-R

€ 4,95 CD-R Ed. Autor

[audio:http://www.flur.pt/mp3/NIAGARA506-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/NIAGARA506-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/NIAGARA506-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/NIAGARA506-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/NIAGARA506-5.mp3]

Niagara produzem ao lado do seu flow normal um conjunto de temas atmosféricos que foram acontecendo ao longo do último ano. Orgão e baixo eléctrico em harmonia perfeita para um clima de paz e contemplação dinâmica. A habitual quintessência de Niagara encontra-se bem vincada nos sons que ouvimos aqui: tudo parece puxado directamente da terra e da água, agarrado com as mãos enquanto vive, aplicado depois num contexto musical que cria um espaço semelhante ao que nos lembramos de sentir com Scratch Pet Land, Tsembla ou Takako Minekawa & Dustin Wong. A aparente forma de esboço nesta música pode não encontrar adeptos junto de mentes mais formalistas mas “506″ joga com a intuição, o real e a invenção natural que estes sons vivos proporcionam. Vale muito e há poucos exemplares: apenas 30! Aguardam-vos.

1.Espuma 2.Lanterna 3.Corsa 4.Egyptiu 5.Mégane 6.7 7.Baixo Selva

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 26 Julho, 2013

NIAGARA Ouro Oeste 12″

€ 8,50 ESGOTADO / SOLD OUT 12″ Príncipe

[audio:http://www.flur.pt/mp3/P003-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/P003-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/P003-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/P003-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/P003-5.mp3]

Mesmo mesmo lá atrás, Photonz e Niagara, juntamente com Marfox, estiveram na génese do pensamento de viabilidade que fez nascer a editora Príncipe Discos. “Ouro Oeste” poderia ter acontecido antes, mas tudo foi conjugado para que representasse não apenas alguns favoritos da editora mas também uma determinada fase dos próprios Niagara, cujo ritmo de produção é elevado e abençoado. Os sets ao vivo deste trio (António, Alberto e Sara) com base em Loures, em locais como o bar Capela, no Bairro Alto, por exemplo, faziam tremer de prazer quem treme de prazer ao ouvir música de dança gerada ao vivo com mãos a mexer em botões. Lindo. A manifestação de criatividade de Niagara já tinha sido fixada em disco num mini-CD para a editora Dromos, mas “Ouro Oeste” retira-os talvez de um contexto mais conotado com a vaga (boa, atenção) de projectos nacionais pós-Loosers para os colocar numa zona única dentro do circuito de música de dança. Favorito antigo, aqui, é “Caracas”, faixa de groove por excelência quando se tem oportunidade de ouvir como deve ser todas as camadas de som. Complexa, feliz, intuitiva, perfeita na sua intenção melódica. “Urmeiras” faz o dub acontecer mesmo mesmo lá em baixo (mais uma vez, é preciso ouvir com atenção) enquanto o brilho panorâmico das harmonias faz o trabalho de conquista. “Onda Blue”, outra favorita bem do início, e “Kraftor” manobram a complicada mecânica de Niagara de forma incrível e excitante. Não sabemos se tem de se chamar house ao que ouvimos, temos só a certeza de que o trio construiu pacientemente uma identidade que não conseguimos, neste momento, comparar a ninguém a não ser, possivelmente e por afinidade de um ou outro som, apenas, ao espírito geral que a editora Future Times costuma passar. Portugal, anos 10 do séc. XXI, que cenário fantástico de possibilidades. Limitado a 300 exemplares pintados e carimbados à mão.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: Um comentário »

Quinta-feira, 9 Dezembro, 2010

NIAGARA Niagara CDR

NIAGARA

€ 6,95 CDR Dromos

Nas seis faixas do CDR ouvimos uma concentração de ideias que transportam para a frente e para trás no tempo sem ordem aparente. Isso deixa a boa sensação de que Niagara não parecem preocupados em citar modelos clássicos (ou menos clássicos) de house ou techno, antes divertirem-se com soluções feitas no momento. Kraftwerk em “Todi” só são perceptíveis por quem é meio doente pela discografia deles nos anos 70 (er… nós e outros como nós). Muito do que se ouve aqui soa rude no sentido de parecer composto durante a gravação. Uma pequena sugestão de abordagem sónica semelhante a Wareika rapidamente se esquece porque quando se pensa que estamos a ouvir uma derivação sofisticada e mais orgãnica de techno minimal o jogo muda de cenário até nos sentirmos envergonhados por ter pensado isso. “Todi” prossegue aos solavancos até uma fase em que parece um DJ set mais do que uma música só, quando entram as palmas sintéticas e os pratos de choque. Falem de house progressivo, este progride!
Sente-se frescura e boa dose de risco largamente possíveis porque Niagara não são produtores de música de dança, não têm pontes a defender, apenas território a conquistar. A música rítmica em várias das seis faixas do CDR entra em choque consigo mesma para resolver questões de groove como outros nem sequer tentam. É precisamente na escuta do que acontece que se encontra prazer, aqui nunca nada está perdido ainda que pareça estar, a meio de um tema como “Balão”. Niagara não fazem de modo algum regressar qualquer espírito house português dominador nos anos 90, o trio lisboeta parte de uma zona que, em princípio, nunca existiu cá. Como se Jan Jelinek, nos tempos vintage de Farben por volta do ano 2000, colasse o seu material com algumas produções house americanas mais gordas na substância rítmica. Vocês têm de ouvir isto.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: 2 Comentários »