Sexta-feira, 24 Fevereiro, 2012

KIMO AMEBA Rocket Soda CD

€ 7,50 CD Cafetra  ENCOMENDAR

[audio:http://www.flur.pt/mp3/CAFETRA022012-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/CAFETRA022012-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/CAFETRA022012-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/CAFETRA022012-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/CAFETRA022012-5.mp3]

A Cafetra entrou em força em 2012. Agora é a vez dos Kimo Ameba, com “Rocket Soda”, um som distinto do catálogo da editora, mas com o mesmo espírito. Isto é, aquele sentimento indie norte-americano 90s está todo lá, mas há um lado troglodita-bom nestes temas que nos fazem lembrar – e bem! – o catálogo da Load de há dez anos. Mais do que pujança – que há, e muita – há um sentido de irreverência que é transversal ao longo de “Rocket Soda” (e também na Cafetra) e isso é daquelas coisas que são genuínas com a idade e, a bem dizer, estes putos estão no ponto. Como se mais nada importasse, ligar guitarras e bateria e soltar a imaginação numa duração curta, às vezes parece demasiado trabalho para um tema tão curto. Mas parte da irreverência e do virtuosismo está aí. A conduzir isso tudo, palavras – ou berros, gemidos – dificeis de perceber, como se isso fosse secundário e a voz fosse só mais matéria para o som. Como não gostar de um disco que acaba com “Tang It Up Faggopt”?


/ / Etiquetas: , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 2 Dezembro, 2011

OS PASSOS EM VOLTA Até Morrer CD

OS PASSOS EM VOLTA
Até Morrer

€ 6,95 CD Cafetra  ENCOMENDAR

[audio:http://www.flur.pt/mp3/CAFETRA2011-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/CAFETRA2011-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/CAFETRA2011-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/CAFETRA2011-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/CAFETRA2011-5.mp3]

É possível que tenha passado despercebido, mas uma das melhores coisas a acontecer no panorama musical português de 2011 foi a Cafetra Records. Um grupo de miúdos incríveis começou uma editora de CDRs e puseram-se a editar uma série de projectos, alguns deles cruzam artistas da editora. Se o nome Cafetra falhou, talvez o cruzamento com nomes como Pega Monstro, Kimo Ameba, 100 Leio, Go Suck A Fuck e estes Os Passos Em Volta não seja assim tão estranho. “Até Morrer” é, de certa forma, o primeiro lançamento mais oficial da editora, um esforço conjunto que teve um momento bem visível há um mês na noite de angariação de fundos que a editora organizou n’A Barraca. Sala cheia para ver esta nova geração que quase de certeza vai fazer muita da melhor música portuguesa que vamos ouvir nos próximos anos. “Até Morrer” é um daqueles acontecimentos felizes onde se encontram uma série de condições para tornar este momento mesmo especial. Rock juvenil/adulto com o à-vontade indie norte-americano dos anos 90 com uma veia que passou pelos Times New Viking e Psychedelic Horseshit dos primeiro discos, algo mais entornado para o mundo Siltbreeze do que para qualquer outra coisa. Só que há uma força e uma pujança tal que faz isto soar a algo completamente fresco, como um composto de uma universalidade da música em que a associação é apenas uma bengala para nos situarmos. E essa força, raça, à-vontade, “preocupação despreocupada” d’Os Passos Em Volta é algo novo no indie-rock português, sem paralelos, nem mesmo com a Bee Keeper ou uns Pinhead Society, um acto singular de manifestação da adolescência, de amizade, amor, de mandar cá para fora. Grande, grande disco.


/ / Etiquetas: , , / / Comentar: aqui »