Segunda-feira, 21 Agosto, 2017

PORTER RICKS Shadow Boat EP 12″

€ 8,95 12″ Tresor

[audio:http://www.flur.pt/mp3/TRESOR.288-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/TRESOR.288-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/TRESOR.288-3.mp3]


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 14 Julho, 2017

PORTER RICKS Anguilla Electrica CD / 2LP

€ 12,50 CD Tresor

€ 20,95 2LP Tresor

[audio:http://www.flur.pt/mp3/TRESOR295-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/TRESOR295-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/TRESOR295-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/TRESOR295-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/TRESOR295-5.mp3]

20 anos após o período dourado na Chain Reaction e Mille Plateaux. Mas não fica justo despromover “Anguilla Electrica” por ser actual. Na verdade, o álbum não só avança em relação aos clássicos como se destaca da produção corrente de techno. Mantendo um certo motivo aquático em dub, como “Biokinetics” em 1997, Porter Ricks colocam mais peso no ambiente que costumava ser um tanto etéreo. Soa mais mecânico, também, um decisivo destacamento da armada dub techno, usualmente com dificuldade em distinguir-se de nome para nome. Andy Mellwig e Thomas Koner parecem ter esperado para reunir os elementos sónicos certos para um regresso em álbum, com algo forte para dizer, algo que ninguém está a comunicar da mesma maneira, neste momento. Óptimo.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 2 Março, 2012

PORTER RICKS Biokinetics CD

€ 16,50 € 11,95 CD Type

[audio:http://www.flur.pt/mp3/CRD-01-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/CRD-01-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/CRD-01-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/CRD-01-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/CRD-01-5.mp3]

A Type justifica a edição de “Biokinetics” com o facto do techno ter deixado poucos álbuns marcantes. (A conversa levar-nos-ia para outras paragens, mas há muita verdade aqui.) Não é apenas essa a relevância deste Porter Ricks, mas este feito é algo notável. “Biokinetics” cruzou no mesmo laboratório o techno implacável alemão, o dub bastardo de Berlim e os abismos experimentais de Thomas Köner. Não foi apenas em 1996 – e voaram quase vinte anos! – que este álbum brilhou e colocou alguns contadores a zero; hoje, em 2012, “Biokinetics” parece tão demolidor, intrincado e essencial como no dia do seu nascimento. Inaugurou no seu tempo a estrondosa série de 11 álbuns na mítica Chain Reaction, e agora, graças à Type, voltamos a sentir que a História faz justiça aos seus intervenientes. Com mais de 15 anos de distância, achamos seguro rotular “Biokinetics” como uma obra-prima. Mas achamos que tal nem era preciso dizer.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »