Segunda-feira, 27 Novembro, 2017

POWELL New Beta Vol. 2 LP

€ 16,95 LP Diagonal

[audio:http://www.flur.pt/mp3/DIAG041LP-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/DIAG041LP-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/DIAG041LP-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/DIAG041LP-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/DIAG041LP-5.mp3]

Depois de ter lançado “Sport” (XL, 2016), Powell encontrou uma necessidade de explorar, cortar com o som que fechou um ciclo com o seu disco na XL: que é, na verdade, o seu primeiro, depois de imensos maxis e da compilação que os reunia. “Sport” fantasiava com o passado, era a maximização de uma fórmula que tinha de chegar ao seu fim antes de estagnar. Há uns meses Powell surgiu com “New Beta Vol. I”, uma revitalização no seu som, dado a um tipo de experimentação diferente mas com a abordagem quebra-regras/fronteiras de sempre. É um campo de testes, Powell anda a brincar com novo material, a criar pontos de abstração diferentes e a apontar para uma versão dos Autechre desta década. Os Autechre talvez seja a sua maior fonte de inspiração, o corte, o trabalho, a aproximação dos ritmos electrónicos a um fraseado de jazz chamam a referência, embora seja claro que o que os aproxima fica só aí: Powell tem um som de outra escola e está preocupado em renovar a música de dança do que a electrónica. “New Beta Vol. II” é mais um campo de testes, mais redondo do que o volume anterior e com alguns temas que são autênticos strobes de sons: o mais evidente é o magnífico “Rudeboy, Let’s Funk”. Estamos a adorar este novo som de Powell.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 23 Junho, 2017

POWELL New Beta Vol. 1 LP

€ 17,95 LP Diagonal

[audio:http://www.flur.pt/mp3/DIAG038-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/DIAG038-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/DIAG038-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/DIAG038-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/DIAG038-5.mp3]


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 19 Outubro, 2016

POWELL Sport CD / 2LP

€ 12,50 CD XL Recordings

€ 28,95 2LP XL Recordings

Desde 2011 que já muito aconteceu na vida de Powell. Cinco anos depois chega finalmente ao seu primeiro álbum (“11-14” era uma compilação dos seus 12”) e há um bom manifesto na capa do disco: a capa é mais colorida, há uma boa disposição, mas mantém o design de como Powell surgia nalgumas capas dos seus discos na sua Diagonal. Fica visível que Powell não descola do seu passado, agora numa editora que lhe dá maior visibilidade, e que mantém processos que fizeram a sua música até hoje: a insistência num certo método, na repetição, na exploração das mesmas ideias e nesse processo aprender, melhorar, refinar. Claro que perdeu o lado cru dos seus primeiros lançamentos, a desenvoltura que tornava os seus beats mais duros, com impacto, e estranhamente descendentes dos Suicide. O tempo, os lançamentos, os tais processos, ajudaram a que Powell tornasse o seu som mais redondo, que o limasse de uma forma tão perfeita que mantivesse a inocência e a força dos seus primeiros lançamentos com o cristalino das edições dos últimos dois anos. E é assim que se chega a “Sports”, um álbum de puro-Powell, fortíssimo e livre e a cumprir na casa das apostas. Já agora, o 12” “Sylvester Stallone”, que não está no álbum, também rebenta com as costuras.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 24 Dezembro, 2014

POWELL 11-14 2CD

€ 17,50 € 13,50 2CD Diagonal

[audio:http://www.flur.pt/mp3/DIAG018-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/DIAG018-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/DIAG018-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/DIAG018-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/DIAG018-5.mp3]

É quase embaraçoso dizê-lo mas é absolutamente lamentável como só escrevemos sobre este disco quase três meses depois de o termos recebido pela primeira vez. É como é, recebemos, esgotou, meteram-se outro tipo de obrigações pelo meio e só recentemente voltámos a recebê-lo. Esta compilação de Powell reúne todo o seu material editado até então. É, de certa forma, um dos discos mais importantes a saírem do Reino Unido nos últimos meses. Powell é uma força vigorosa numa certa cena de dança/electrónica que reina actualmente, o que o torna tão especial é a forma como procura tão pouco de novo naquilo que faz bem, apenas tenta construir mais e melhor dentro de um som que escolheu para si mesmo. É possível que mude (Powell está nessa idade), mas ter tido a experiência de ouvir os seus maxis à medida que foram saído foram uma das melhores satisfações dos últimos anos. A progressão nem sempre foi positiva, mas era positivo sentir que Powell ganhou uma certa obsessão em aperfeiçoar aquilo que se afeiçoou a fazer. Alguns temas poderiam não ser tão marcantes, mas formalmente e tecnicamente estavam cada vez melhores. Mais do mesmo não é mau quando se anda para a frente, ou quando se sabe aquilo que se faz. Powell reuniu as duas coisas nestes seus primeiros anos de carreira. Coisa rara. E agora está tudo enfiado numa edição em CD absolutamente obrigatória: aqui estão alguns dos melhores temas produzidos naquela ilha nos últimos cinco anos.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 31 Julho, 2014

POWELL The Ongoing Significance Of Steel & Flesh 12″

€ 10,95 12″ Diagonal

[audio:http://www.flur.pt/mp3/DIAG001-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/DIAG001-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/DIAG001-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/DIAG001-4.mp3]

Descobrimo-lo no ano passado, num maxi brilhante editado na The Death Of Rave. Desde então Powell tem andado nos nossos ouvidos, sempre atentos ao que de novo nos traz. Contudo, hoje apetece-nos ir atrás no tempo e redescobrir este “The Ongoing Significance Of Steel & Flesh”, o primeiro registo editado por Oscar Powell e, também, o primeiro lançamento da Diagonal, uma editora que ao longo do último ano tem ganho alguma – justa – visibilidade. O que se percebe neste maxi é que o som de Powell de 2011 não é muito distante do de Powell de agora, o britânico é um daqueles raros casos em que opta por não inventar e cingir-se a um som que tem desenvolvido e aperfeiçoado de maxi para maxi. Este na Diagonal é mais cru do que, por exemplo, o homónimo na The Death Of Rave, um esqueleto concentrado na tensão (“09” e a rmx de Regis para o tema são exemplo disso) e não tanto na ocupação do silêncio para uma reestruturação do punk rock: de certa forma, e sem maldade, Powell é mais original aqui do que nos maxis seguintes. “The Ongoing Significance Of Steel & Flesh” é um pilar na construção do seu som. Ouvimos “Club Music”, o seu último maxi, também na Diagonal, e conseguimos perceber que muito pouco mudou: continua igual, com mais disto, menos daquilo, mas com o mesmo espírito.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 11 Junho, 2014

POWELL Club Music 12″

€ 12,95 12″ Diagonal

[audio:http://www.flur.pt/mp3/DIAG009-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/DIAG009-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/DIAG009-3.mp3]

Faster, stronger. Às vezes continuar a fazer o mesmo é sinal de aperfeiçoamento, mesmo na vertigem da novidade e da renovação, ditas “essenciais” na cultura de consumo – a todos os níveis – da música de dança e não só. Mas cabeças esgotam ideias facilmente e às vezes é mesmo melhor ficarmos naquilo que somos bons. Powell, desde que surgiu em 2012, ainda não deu um passo em falso. Tem-se mantido fiel a raízes pós-punk e a um lado primário dos Suicide virados para a pista de dança. O seu maxi sem título na The Death Of Rave é um dos trabalhos mais bem conseguidos – na totalidade – que ouvimos no ano passado e apesar de “Fizz” ter ficado um bocado aquém, tudo volta a ficar lá em cima com este “Club Music”. A coisa estranha de “Club Music” é que não é nada de verdadeiramente novo, parece uma recapitulação das ideias do maxi da The Death Of Rave, revestidas com mais conhecimento, uma maior depuração do som, maior atenção ao detalhe e um afunilar intenso de energia. Em parte é como se tivéssemos multiplicado a qualidade desse maxi para qualquer coisa que vai além da nossa compreensão e que, apesar desse lado refinado, se mantém punk. É que nesta atitude, vindo de alguém novo, de uma geração que tem sempre a necessidade de saltar de espaços em espaços, há um grande fuck you.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 20 Junho, 2013

POWELL Fizz 12″

€ 9,95 12″ Liberation Technologies

[audio:http://www.flur.pt/mp3/LTECH004-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/LTECH004-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/LTECH004-3.mp3]

Powell é rock sem ser rock. O maxi que nos chegou às mãos via Death Of Rave é um dos melhores 12” que ouvimos nos últimos meses. Nova Iorque No Wave enclausurada em quatro canções, tudo prestes a rebentar. “Fizz” é o passo seguinte, a fórmula é quase a mesma mas ainda não está esgotada. Os sons são familiares, mas é a vertigem que Powell constrói que interessa. É música de tensão, sempre lá no ponto, com a corda a rebentar. Ouvir causa aquele nervoso crescente de que se gosta. Powell faz música de êxtase e faz a gestão com uma concordância inabalável. E mesmo quando não concretiza, isto é, quando não dá uma conclusão (fica sempre essa sensação na maior parte dos seus temas), a missão é cumprida. Sempre ritmo, vertigem, um estranho desejo histérico de rebentar. Mais um para os anais.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 28 Fevereiro, 2013

POWELL Untitled 12″

€ 11,95 12″ The Death Of Rave

[audio:http://www.flur.pt/mp3/RAVE002-12-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RAVE002-12-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RAVE002-12-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RAVE002-12-4.mp3]

Segunda edição da The Death Of Rave, editora associada à Boomkat e que em meados do ano passado lançou o magnífico “Fiorucci Made Me Hardcore” de Mark Leckey. Esta entrada é bem diferente, Powell é um elemento bem mais presente na contemporaneidade e a música que faz não é tanto um processo em volta da não-música de dança (como Leckey ou os lançamentos na Pan de Lee Gamble), mas um techno com imensas recordações do drum & bass, acid house e, algo fora do contexto, no wave (oiçam a apropriadamente chamada “Oh No New York” e “Rider” leva-nos directamente para um encontro entre Ike Yard e Suicide). Discreto e totalmente fora do panorama da música de dança/electrónica que se faz actualmente. Uma lufada de ar fresco.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »