Quarta-feira, 3 Outubro, 2018

JEAN COHEN-SOLAL Flûtes Libres LP

€ 23,95 LP (2018 reissue) Souffle Continu

OUVIR ÁLBUM COMPLETO / LISTEN TO FULL ALBUM:
Les Flûtes Libres

Primeiro álbum, editado em 1972, de Jean Cohen-Solal, colaborador ocasional de Bernard Parmegiani mas aqui numa outra trip. Mistura de referências psicadélicas, folk, até de algum prog mais conectado com a Natureza. Atravessando, como era procurado nesses tempos, uma ambiência indiana (em “Raga Du Matin”), Solal sela a conceptualização de um álbum que atinge plena forma na longa meditação que ocupa o lado B: “Quelqu’un”. Aqui ele parece tactear um certo desconhecido, desdobrando a flauta pelo Espaço, modulando cuidadosamente a progressão, conquistando território seguro antes do passo seguinte. Se no lado A o exercício é próximo do rock, em “Quelqu’un” Solal garante para si, e também para quem ouve, uma incrível liberdade de movimentos, baseada na incerteza do que aí vem, mantendo o espírito alerta e cada vez mais receptivo. Óptima experiência.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 21 Setembro, 2018

THE FIRST INTERNATIONAL SEX OPERA BAND Anita LP

€ 16,50 LP (2017 reissue) Golden Pavilion

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Terça-feira, 7 Agosto, 2018

COSMIC INVENTION Help Your Satori Mind 2LP

€ 21,50 2LP Drag City


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 7 Dezembro, 2017

PEARLS BEFORE SWINE One Nation Underground – 50th Anniversary CD / LP

€ 12,95 CD (2017 reissue) Drag City

€ 19,50 LP (2017 reissue) Drag City

[audio:http://www.flur.pt/mp3/DC659CD-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/DC659CD-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/DC659CD-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/DC659CD-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/DC659CD-5.mp3]

Primeiro álbum de uma das bandas mais iluminadas do folk psicadélico dos 1960s. Talvez mais conhecidos pelo também magnífico “Balaklava”, os Peals Before Swine iniciaram o seu desbravamento por um universo imenso com este “One Nation Underground”. Liderados por Tom Rapp, provavelmente o sopinha de massa mais importante da música popular, os Swine procuram aqui o seu lugar na folk numa altura em que era muito difícil não ser original dentro do género. O que os distingue dos demais é o genial distanciamento da realidade: as canções de “One Nation Underground” estão em constante luta umas com as outras, como um desejo de não pertença a um grupo. É essa disjunção, ou incoerência, que torna este álbum tão fascinante – e os Swine tão especiais -, um desejo natural de não estarem ligados a qualquer rótulo e comporem as suas canções de uma forma muito distanciada do momento em que viviam. Não estavam à frente do seu tempo, “One Nation Underground” pertence aos 1960s, mas ainda hoje é um disco desconcertante, sem qualquer ordem ou sentido de direcção. Está totalmente desorganizado, um caos belíssimo que agrupa canções que entram no maravilhoso bucólico ou no mais aterrador dos pesadelos (e não estranhem se acontecer tudo ao mesmo tempo). Cinquenta anos depois, é fantástico revisita-lo e uma revelação quando ouvido pela primeira vez.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 23 Novembro, 2017

EMMA DE ANGELIS Forgiveness / Trip / Plankton 7″

€ 8,50 7″ Finders Keepers

[audio:http://www.flur.pt/mp3/FKSP013-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/FKSP013-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/FKSP013-3.mp3]

Mais conhecida pelo seu trabalho audiovisual do que o musical, a italiana Emma de Angelis deu ao mundo uma curta e boa carreira musical no início da década de 1970. Sendo o material tão esparso, e sui generis, a Finders Keepers reuniu apenas três das maravilhosas composições que Emma nos deixou num robusto 7”. Três temas instrumentais que discursam em volta do rock psicadélico, com drama, emoção e tensão: o último, “Plankton”, é particularmente riquíssimo, com uma escala onírica e com camadas de instrumentos bem sobrepostas. Uma pequena delícia.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 5 Julho, 2017

MARIO GARCIA Sr. Cisne LP

€ 16,50 LP (2010 reissue) Golden Pavilion

OUVIR / LISTEN
Quando Cair O Super-Herói
Mergulho No Ar
Sr. Cisne
Era De Oro
Pés De Lotus


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Terça-feira, 15 Novembro, 2016

PEDRO SANTOS Krishnanda CD / LP

€ 13,95 CD (2016 reissue) Mr. Bongo

€ 23,50 LP (2016 reissue) Mr. Bongo

[audio:http://www.flur.pt/mp3/MRBLP139-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/MRBLP139-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/MRBLP139-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/MRBLP139-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/MRBLP139-5.mp3]


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 15 Abril, 2016

LIGHTSTORM Creation LP

€ 16,50 LP Drag City / Yoga Records

[audio:http://www.flur.pt/mp3/DC636-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/DC636-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/DC636-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/DC636-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/DC636-5.mp3]

É com certeza um lugar-comum depararmos com equipas marido-mulher, companheiro-companheira em viagens íntimas de freak out geralmente cósmico / interior, desde folk a paisagens ambientais ou, até, neste caso, algo mais próximo de psych-astral. Johnima e Kalassu Wintergate confessam a influência do seu falecido guru Sathya Sai Baba e as letras exprimem união com o Cosmos com todas as pausas para respiração como, por vezes, em regime pop/rock muito pouco usual neste universo de música. A Yoga Records dos Woo, em parceria com a Drag City, continua a assegurar que a luz no mundo não se apaga. As gravações podem ser do período 1973-1980, mas é agora que as escutamos.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 1 Outubro, 2015

DERADOORIAN The Expanding Flower Planet CD / LP

€ 12,50 CD Anticon

€ 21,95 LP (coloured vinyl + mp3) Anticon

[audio:http://www.flur.pt/mp3/ABR0152-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ABR0152-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ABR0152-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ABR0152-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ABR0152-5.mp3]

Que boa surpresa! Um EP de há uns anos não tinha deixado memória de grandes ideias – talvez o tamanho não tenha ajudado -, mas muitos anos depois, eis a estreia de Angel Deradoorian a solo, depois de ter abandonado os seus Dirty Projectors e de ter participado (com Jeremy Hyman dos Ponytail) na primeira encarnação dos Slasher Flicks de Avey Tare (dos Animal Collective). Pelo meio, foi voz convidada para pessoas como Björk ou Roots ou Flying Lotus ou Vampire Weekend ou tantos outros. E esta é uma boa surpresa porque as suas canções e composições conseguem ter dois mundos que nos agradam: primeiro, com alguma inevitabilidade, há um gene dos Dirty Projectors, que Deradoorian também ajudou a formar; depois, há ideias frescas que parecem abraçar o mundo inteiro como um verdadeiro disco de world pop music. Cada canção tem uma vida singular, deixando que as teorias que procuram unificar temas num álbum caiam por terra. Parece um manual enorme de viagens, com pop surreal dentro e onde vozes e instrumentação rara compõem quadros de delirante imaginação. Não é só um compêndio de ideias estranhas: tudo faz sentido, tudo está no sítio certo, mesmo quando são partituras dobradas pelas oitavas bizarras e pela notação pouco ocidental. Este Planeta parece continuamente em expansão e cega-nos de tantas cores, e por isso o título não podia ser melhor: “The Expanding Flower Planet” é um dos discos mais especiais deste ano. Fabuloso.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Segunda-feira, 24 Outubro, 2011

V/A Those Shocking Shaking Days CD / 3LP

€ 15,50 € 12,50 CD Now-Again

€ 26,50 3LP Now-Again

[audio:http://www.flur.pt/mp3/NA5065-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/NA5065-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/NA5065-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/NA5065-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/NA5065-5.mp3]

Indonesian Hard, Psychedelic, Progressive Rock and Funk: 1970-1978

A Now-Again dedica-se a uma área/país que foi explorada durante algum tempo por outras editoras mas depois foi sendo esquecida: a Indonésia. Nomes como Shark Move e os grandes Ariesta Birawa Group não serão estranhos a quem seguia com atenção o catálogo da Shadoks. “Those Shocking Shaking Days” não tem um centro como no caso da compilação da Finders Keepers (funk) é até mais virada para aquelas variações rock de muita folk local, que normalmente resultavam em boas experiências psicadélicas. E é curioso verificar que existem mais ligações destas bandas, deste psych-folk, com os contemporâneos sul-americanos do que propriamente com as tendências asiáticas da altura.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

CD: 01. Panbers “Haai” 02. Brims “Anti Gandja” 03. Rollies “Bad News” 04. Shark Move “Evil War” 05. Golden Wing “Hear Me” 06. AKA “Do What You Like” 07. Ivo’s Group “That Shocking Shaking Day” 08. Ariesta Birawa Group “Didunia Yang Lain” 09. Terenchem “Jeritan Cinta” 10. Soebarjda, Benny & Lizard “Candle Light” 11. Superkid “People” 12. Koes Plus “Mobil Tua” 13. Gang Of Harry Roesli “Don’t Talk About Freedom” 14. Black Brothers “Saman Doye” 15. Rasela “Pemain Bola” 16. Freedom Of Rhapsodia “Freedom” 17. Rhythm Kings ” The Promise 18. AKA “Shake Me” 19. Duo Kribo “Uang” 20. Murray “Pantun Lama”

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 24 Setembro, 2009

V/A Dirty French Psychedelics CD

€ 15,50 CD Dirty

A nocão de psicadelismos é aqui tomada em sentido lato, como explicado no site da editora. Ou seja, não é um documento de música psicadélica propriamente dita mas antes uma selecção de música tingida por tons psicadélicos, drogados, melancólicos e nebulosos. Pop francesa em estado de graça, carregada da sensualidade e aventura associada à década de 70, privilegiada neste disco. Clovis Goux e Guillaume Sorge fazem compilações excepcionais há alguns anos (as séries “Dirty Diamonds” e “Dirty Edits” – com Pilooski -, por exemplo), sempre com a preocupação de planear a sequência como se fosse uma mixtape, nunca um mero agregado de faixas ‘curiosas’. A riqueza sumptuosa da música que escutamos neste álbum aponta na direcção de uma criatividade excitante, desviada das normas vigentes mas integrada num universo pop que se permite ser excêntrico para fazer avançar consciências e sonoridades. Melancolia pastoral e viagens intergalácticas num piscar de olhos, estados alterados mas pacíficos. Correndo o mínimo de riscos, dizemos: tudo genial!

01. Christophe Ferber Endormi 02. Bernard Lavilliers Les Aventures Extraordinaires D’un Billet De Banque 03. Brigitte Fontaine Il Pleut 04. Dashiell Hedayat Long Song For Zelda 05. Cortex Cortex A 06. Nino Ferrer Looking For You 07. Jean Jacques Dexter Be Quiet 08. Alain Kan Speed My Speed 09. Francois De Roubaix La Frite Équatoriale 10. Cheval Fou La Fin De La Vie, Le Début De La Survivance 11. Christophe Sunny Road To Salina 12. Ilous & Decuyper Berceuse 13. Karl Heinz Schäfer & Arabian Utopia

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 31 Julho, 2009

MONKS Black Monk Time CD / 2LP

€ 16,50 € 12,95 CD (Reedição) Light In The Attic

€ 37,50 € 29,50 2LP (Reedição) Light In The Attic

No “Krautrocksampler” Julian Cope dedica-lhes as páginas iniciais e deixa claro que os Monks têm um lugar especial na génese do kraut. Em meados dos anos 60, os Monks eram um grupo de ex-militares americanos estacionados na Alemanha que, para ajudar a passar o tempo, decidiram formar uma banda de rock. Era 1964 e como The Five Torquays, davam os primeiros passos. Rebaptizaram-se como Monks pouco tempo depois. “Black Monk Time” é filho único, apareceu dez anos antes de 1976 mas antevê a revolução punk que estaria para vir. O título veio de “It’s Monk’s Time”, disco seminal do pianista Thelonious Monk, a crueza e a energia vieram das bandas de garagem americanas. Tudo cozinhado com guitarra em linha com um pedal de fuzz, banjo, órgão, baixo, bateria e vocalizações que chegam a tocar algo de tão improvável como o tirolês. As 36 páginas do luxuoso libreto contam a história de foma mais colorida, enquadrando-a com fotos e memorabilia. Em tempo extra há 6 bónus, que compreendem os dois singles editados, um inédito não antes disponível noutra reedição e um tema ao vivo. Sente-se o amor da editora por esta edição (num CD perfeito e num LP de luxo intenso e inebriante) e só nos resta retribuir. Obra-prima essencial e agora em edição (e preço!) imperdíveis.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Segunda-feira, 6 Julho, 2009

MONKS The Early Years 1964-1965 CD

€ 16,50 € 12,95 CD (Reedição) Light In The Attic


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 3 Julho, 2009

ZELIENOPLE His / Hers CD

€ 16,50 € 11,95 CD Type

Trio de Chicago, os Zelienople juntam Matt Christensen (guitarra e voz), Mike Weis (percussão) e Brian Harding (guitarra e clarinete). A editora e muitas das críticas apelidam o seu som como psych-rock. Na verdade, essa pode ser a primeira ideia quando se ouve rapidamente “His/Hers”, depois alguém também fala nos Boris (sim, é verdade), no shoegazing (há muito por lá também), no slow-core (é essa a velocidade de muita da música aqui) e noutros pontos de referência que apenas nos ajudam a localizar e a decidir quando é que nos apetece ouvir este disco. Agora?

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation


Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 22 Maio, 2009

PSYCHIC ILLS Mirror Eye CD

psychic_ills_mirror_eye_200

€ 14,50 € 12,95 CD The Social Registry  ENCOMENDAR

Quando poucos pensavam que iam ouvir falar em shoegaze outra vez, os Psychic Ills já tinham lançado “Dins”, álbum duro que remetia para os primórdios pesados da coisa (Spacemen 3 à cabeça) e menos para o seu lado idílico. Passaram-se alguns anos, saiu uma recolha de trabalhos anteriores (“Early Violence”) e o segundo lugar é uma longa travessia no deserto, herdeira, pois, dos momentos menos canção dos Spacemen 3, dos temas que se tornavam jams de uma hora ao vivo (“Suicide”). Ao invés de um discurso monocórdico, ao longo da sua duração é atravessado por diversas ideias, que tanto dão para a exploração de um som mais pesado – a lembrar “Dins” – como para uma massa sonora quente, perfeita para criar aquela sonolência ligeira depois de um bom almoço – e que é bastante agradável quando não temos que trabalhar a seguir : )

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 9 Abril, 2009

DEATH …For The Whole World To See CD

death-for-the-whole-world-to-see

€ 15,50 € 13,95 CD (Reedição) Drag City

Garage-psych feito em Detroit quando o punk ganhava estatuto de género do outro lado do Atlântico (1975). Único álbum gravado por Death, raro exemplo de banda de afro-americanos dedicada a este som. Rock em estado puro, logicamente pós-Stooges e MC5, pré-Bad Brains e Dead Kennedys: entusiasmo, energia, visceralidade e mensagem política e social, combinação aliciante quando se gosta de absorver a história conflituosa do rock mais empenhado. Por vezes na fronteira entre som de estádio lo-fi e punk-rock primário (“Where Do We Go From Here?”), Death ouviam Alice Cooper e Led Zeppelin depois de Iggy Pop e os Stooges terem mostrado caminho. Este álbum nunca foi editado até hoje, e parte da culpa é do nome simples e carismático da banda. Death não era uma palavra fácil de vender. Se a vossa coisa também passa por música veloz, significativa, teen, e gostam de sentir que estão no local onde as coisas começam a vibrar (sempre James Murphy e a afirmação “I was there!”), “…For The Whole World To See” contém a promessa de bom headbanging e air guitar quando ninguém está a olhar.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , / / Comentar: aqui »