Sexta-feira, 6 Outubro, 2017

ISLAND PEOPLE Island People CD / 2LP

€ 16,50 € 14,95 (-10%) CD Raster

€ 23,95 2LP Raster

[audio:http://www.flur.pt/mp3/R-M174-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-M174-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-M174-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-M174-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-M174-5.mp3]

Um álbum da nova era, e essa nova era começou quando passou a ser possível enviar ficheiros digitais e trabalhar em grupo mas à distância. Assim aconteceu com o engenheiro de som Conor Dalton (Daft Punk, Carl Craig, Villalobos, etc.), o músico David Donaldson (colabora regularmente com Craig Armstrong) e o produtor/DJ Graeme Reedie (metade dos Silcone Soul). Ambientes e gravações de campo foram tomando forma e criando um espaço virtual entre os três envolvidos, uma espécie de ilha onde se desenvolveram estas ideias ambientais na mais nobre tradição espacial dos 90s. Uma diferença notória tem a ver com a definição sonora muito mais cristalina do que a média nessa época, aumentando a sensação física do som, não apenas da sua presença em torno de nós mas também da sua textura. Para colocar alguma tranquilidade no habitualmente mais intenso catálogo da raster-noton (agora apenas raster).

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 4 Dezembro, 2015

KANGDING RAY Cory Arcane CD / 2LP

€ 15,50 CD Raster-Noton

€ 21,50 2LP Raster-Noton

[audio:http://www.flur.pt/mp3/R-N167-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-N167-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-N167-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-N167-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-N167-5.mp3]

“Solens Arc”, em 2014, elevou bastante o perfil de Kangding Ray no circuito de electrónica. “Cory Arcane” vem com uma fantasia associada: uma personagem virtual mergulhada no consumo de informação digital e, em simultâneo, empenhada na conquista de mais liberdade. O aprumo sintético da música não implica uma narrativa estéril. O tom é pesado, traços de dubstep, industrial, nervos fortes nesta caminhada meio techno. Em momentos como “Bleu Oscillant” procuramos os óbvios links com a Ostgut Ton e como este som tem capacidade para ocupar uma pista de dança rija sem deixar centímetros sequer de margem. É um pouco, se acharem que a imagem serve, Burial aplicado ao Berghain. Empolgante durante todo o percurso, clássico na escolha dos sons mas a mancha que se observa após escutar todo o disco, já com perspectiva mais alargada do todo, é sem dúvida futurista. Um filme em si mesmo.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 15 Outubro, 2015

ATOM TM HD+ Video Works DVD

€ 22,50 DVD raster-noton

Talvez não haja ninguém no planeta que conheça toda a obra de Uwe Schmidt, como Atom Heart, Atom TM ou qualquer outro nome, mas basta tropeçar por um par de obras para se perceber alguns vectores essenciais da sua criação: electrónica, humor, subversão dos géneros, design apuro e imprevisível. E quem o vê ao vivo – agora, graças a deus, já longe do folclore de Señor Coconut (versão festival de música ao ar livre) – percebe que a imagem, outrora confinada ao design (por vezes hilariante) do CD, salta com sete vidas para o ecrã. É como se Atom TM descobrisse uma outra língua para voltar a dizer o que sempre disse. Se se lembram de “HD”, “HD+” é a extensão visual desse álbum, com alguns extras: reúne os vídeos, em DVD, dessa tempestade tropical, algures entre a hipnose estroboscópica, o design matemático da Raster-Noton, a memória do homem-máquina kraftwerkiano ou o digital como matéria plasticínica de eleição. Quase uma hora de ideias que, como devem adivinhar, não verão em mais lado nenhum. Alta resolução, alta definição, alta edição. Ninguém é tão fundamental tantas vezes quanto estes senhor!

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 10 Julho, 2015

DASHA RUSH Sleepstep: Sonar Poems For My Sleepless Friends

€ 15,95 € 13,95 CD Raster-Noton

€ 27,50 € 21,50 2LP Raster-Noton

[audio:http://www.flur.pt/mp3/R-N158CD-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-N158CD-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-N158CD-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-N158CD-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-N158CD-5.mp3]

Não é uma novidade, pois há muito que a música tenta ocupar esse espaço de vigília que antecede o sono. Muitos dirão que há música que faz isso sem grande conceptualização – e nós concordamos – mas há que tirar o chapéu a quem se dedica a esta pesquisa e propõe resultados práticos. Dasha Rush estreia-se na Raster-Noton sobre este tema, dando-nos um eloquente subtítulo: “sonar poems for my sleepless friends“. Pequenas estruturas musicais vão-se interligando a pequenos poemas para nos criarem um ambiente que nos convida a um certo relaxamento, como um daqueles discos new age que supostamente nos embalam. É claro que a natureza das composições é bem diferente desse campeonato e até de alguma da ressonância típica da Raster-Noton. Mas há um sopro electrónico quente e um turbilhão de sons que provam o detalhe da empreitada, ou não fosse Dasha uma hábil compositora electrónica que raramente abdica do lado acústico do som. Mas há também ritmo e poemas que se transformam em canções, o que nos deixa algo despertos, para nossa surpresa. Como gostamos de estar acordados quando o nosso leitor de CDs ou gira-discos está a funcionar, isso não é um problema, mas parece anular um pouco o propósito desta obra. Ainda assim, sobra o que interessa: a música. E “Sleepstep” é um dos discos recentes da Raster que mais nos oferece a ouvir: são 75 minutos de muitas músicas fechadas em pequenas caixinhas. Valente.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 4 Junho, 2015

ALVA NOTO Xerrox Vol. 3 CD / 2LP

€ 15,95 € 13,95 CD raster-noton

€ 18,95 2LP (gatefold) raster-noton

[audio:http://www.flur.pt/mp3/R-N159-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-N159-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-N159-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-N159-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-N159-5.mp3]

De repente, o volume 3 de “Xerrox” ganha vida própria e apresenta-se como uma banda sonora para um filme imaginário. Para quem conhece os discos anteriores, e até esta série, eis algo intrigante. Carsten Nicolai diz que é uma “emoção cinematográfica” e confessa que este é o álbum mais pessoal até à data. Isto porque apesar de não ter imagens reais, Alva Noto fez este volume procurando inspiração em filmes que foram referência para si: “Solaris”, essa obra que deixa sempre pouca gente indiferente, e “La Isla Misteriosa Y El Capitán Nemo”, uma série baseada na “Ilha Misteriosa” de Júlio Verne. Se carregam na memória as suas obras mais geométricas, feitas de bleeps dilacerantes e techno hipnótico, preparem-se para ficarem esmagados pela subtileza desde álbum, erguido como uma nuvem sem peso, ambiental e orquestral, como uma… bom… banda sonora muito especial. A relação mais directa é o seu trabalho com Sakamoto, os anteriores volumes de “Xerrox”, mas esta última parte parece ter um alcance monumental, onde novas formas, até aqui desconhecidas, nascem da sua música. Sentir vida orgânica na sua música é um deleite. Para quem segue Nicolai e tem alguns discos do alemão, só resta um conselho: este é mesmo para agarrar. Um disco belíssimo, e ultra-especial na discografia de Alva Noto.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 22 Maio, 2014

KYOKA Is (Is Superpowered) CD

€ 15,95 € 13,95 CD Raster-Noton

[audio:http://www.flur.pt/mp3/R-N153-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-N153-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-N153-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-N153-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-N153-5.mp3]

Electrónica do Japão, com a estreia de Kyoka na Raster-Noton. Embora tenha tido o abraço da editora de Berlim, o som e os ritmos da japonesa não são facilmente identificados com a electrónica digital e techno de Alva Noto e companhia. Techno fragmentado, quebrado, que quase nunca parece encaixar em definitivo. Talvez por isso tenha sido ajudada por Robert Lippock – To Rococo Rot – e o mais exploratório dos fundadores da Raster: Frank Bretschneider. É claro que “Rot Neu” parece mesmo To Rococo Rot & Raster, ou um qualquer motorik recente alemão: um círculo de sons percussivos que parecem apenas conviver por camadas justapostas. “New Energy Shuffle” é new energy viciante, que parece brincar aos clássicos. E, pasmemo-nos, a sua voz entra no meio disto tudo como um instrumento, maleável, sonoro, repetindo sons e palavras desrespeitando o seu significado, dando corpo e vibração às peças todas. O resultado é um alegre e sempre interessante choque de partículas. Quase todos os textos sobre “IS” falam disto, por isso: Kyoka é a primeira mulher na Raster. Cada um que tire as suas conclusões.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 16 Maio, 2014

KANGDING RAY Solens Arc CD / 2LP

€ 15,95 € 14,50 CD Raster-Noton

€ 15,95 € 14,50 2LP Raster-Noton

[audio:http://www.flur.pt/mp3/R-N154CD-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-N154CD-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-N154CD-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-N154CD-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-N154CD-5.mp3]

Não estávamos bem à espera que um novo álbum de Kangding Ray soasse assim, tão certeiro. Não sabemos o que aconteceu nas suas outras obras, mas talvez se chame a isto crescimento e evolução. De repente, o que parecia música adaptada a regras muito definidas, parece agora estar com vontade de questionar os seus limites. Ainda há techno sufocante e negro, embora agora se serpenteie por entre ambientes repletos de bits e oxigénio. De certa maneira, o digital dilui-se numa paisagem claramente mais orgânica, criando temas que não são apenas intervalos, são composições de gloriosa luminosidade, fazendo-nos lembrar o modo desenvolto com que Jon Hopkins encara os seus bê-pê-émes. Não são muitos os músicos que conseguem harmonizar um percurso que ora está em alta rotação por minuto, ora parece mover-se em super câmara lenta. Nem sempre é essencial que um álbum seja assim, mas “Solens Arc” mostra apuro, trabalho e horizontes abertos, até onde a nossa audição alcança. Seja escutando o vento ou rodopiando numa das mais esmagadoras versões IDM que o novo-século nos deu, este “novo” Kangding Ray obriga-nos a prestar toda a atenção. Que boa surpresa. Sobretudo para quem segue os passos da Raster Noton e, por exemplo, da Blackest Ever Black.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 16 Maio, 2014

RYOJI IKEDA Supercodex CD

€ 15,95 € 14,50 CD Raster-Noton

[audio:http://www.flur.pt/mp3/R-N150-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-N150-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-N150-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-N150-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-N150-5.mp3]

Em 2005 houve “Dataplex” e em 2008 “Test Pattern”, as duas partes que precisavam deste “Supercodex” para constituir a trilogia “Datamatics”. Olhe-se para as capas de todos estes discos para perceber um pouco a dimensão da empreitada: materialização da infinitude da informação. É este puzzle que tanto pode ser escutado como visto na suas arrebatadoras instalações “Dataplex”. E este puzzle traz aquilo que já conhecemos dos outros volumes e de outras obras: um detalhe sobre-humano para a arrumação sonora, fazendo-nos crer que é de um aparente caos que nasce uma nova ordem. Ikeda é um mestre nesta disciplina, a mãe de algumas das mais intensas correntes digitais, mas quantos conseguem dar-nos tratados desta magnitude? Desde “1000 Fragments” que percebemos como o japonês vê a realidade, mas agora talvez percebamos como ele vê para além dela. Com a necessária disponibilidade, este mundo “Datamatics” também nos albergará. Vida longa para Ikeda.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 15 Maio, 2014

EMPTYSET Recur CD / LP

€ 15,95 € 13,95 CD Raster-Noton

€ 16,50 LP Raster-Noton

[audio:http://www.flur.pt/mp3/R-N151-2-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-N151-2-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-N151-2-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-N151-2-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-N151-2-5.mp3]

Ouvir Emptyset dá-nos aquele entusiasmo dos aventureiros. Como se pudéssemos escutar o futuro disto tudo. Como é que todo um mundo que conhecemos bem – a electrónica, digital e analógica, o techno experimental, etc – consegue encontrar a Saída. No fundo, quer dizer que a música pode e deve quebrar as suas regras, mas Emptyset gostam, sobretudo, de as explorar, esticando conceitos como se pudessem ser maleáveis, como uma realidade paralela, como algo que se esconde para além das nossas próprias dimensões – bem-vinda sejas, Matemática. É por isso que James Ginzburg e Paul Purgas gostam tanto de arquitectura, de espaços, porque é isso que os limita e define o exacto local de trangressão. Tudo o resto vive e respira dentro desse espaço, ou regra ou limite. “Recur” pode ser ouvido, então, como som a embater nessas paredes, como um martelo que mais não faz do do que abanar violentamente as fundações. Não há nem um tema que não teste a solidez Emptyset. Não há nem um tema que não nos trepide o corpo. Já tinham provado muito, com os seus anteriores discos, mas este “Recur” consegue impor uma nova revolução. Para além de onde a nossa audição alcança. Poderoso e fulminante.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 16 Outubro, 2013

FRANK BRETSCHNEIDER SupperTrigger CD

€ 17,50 € 13,95 CD Raster-Noton

[audio:http://www.flur.pt/mp3/R-N149-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-N149-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-N149-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-N149-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-N149-5.mp3]

Bretschneider tem sido uma trave mestra do som da Raster-Noton enquanto entidade formatadora de um som identificável – há que lembrar do ‘super-grupo’ Signal, onde também estão os donos e senhores da editora, Olaf Bender e Carsten Nicolai. Mas talvez seja um dos que mais pratica revoluções que, se formos conservadores, atraiçoam alguns processos dogmáticos da Raster. Parece redundante acharmos que Bretschneider pareça mais interessado no Ritmo que os outros seu colegas, mas há sempre no seu olhar um interesse por padrões e estruturas que são exógenas ao techno digital com que geralmente convive. “Rhythm” já tinha sido elucidativo – se não o ouviram, fiquem-se pelo título que explica tudo, ou quase. O alemão parece voltar a dissecar o livro, deixando os esqueletos – na verdade, os seus zeros e uns – bem à vista de todos. Não é o único que faz autópsias desta qualidade, mas talvez seja o cientista da Raster-Noton que melhor se diverte – e nos diverte – a fazê-lo.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 16 Outubro, 2013

SENKING Capsize Recovery CD

€ 17,50 € 13,95 CD raster-Noton

[audio:http://www.flur.pt/mp3/R-N152-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-N152-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-N152-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-N152-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-N152-5.mp3]

Guardamos no coração alguns discos de Senking – o homónimo de estreia, em 1998, é ainda uma jóia muito peculiar da electrónica, mesmo assumindo alguma ingenuidade cativante -, e embora nada nos tenha desiludido, há muito que não tínhamos um disco tão finalizado como este “Capsize Recovery”. Composto em torno de um par de motivos sonoros – uma façanha conceptual que Jens Messel sempre fez nos seus discos -, estes oito temas parecem ser quase uma aproximação do seu som à super-bass music, numa versão muito livre, muito ‘rasterizada’, mergulhando nas águas negras, bem negras, num techno que consegue ser quase funk – ouçam “Cornered” – ou quase ‘carpenter’ – ouçam “Nightbeach”. Feito sem computadores – e possivelmente sem oxigénio -, “Capsize Recovery” é um disco para quem gosta de álbuns, para quem gosta de ouvir as ideias a decorrerem do princípio ao fim. E por isso é um grande disco. Que deverá ser ouvido com um sistema de som que ponha cá fora todos os demónios que possui dentro de si.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Segunda-feira, 27 Maio, 2013

ATOM TM HD CD

€ 17,50 € 13,95 CD Raster-Noton

[audio:http://www.flur.pt/mp3/R-N147-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-N147-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-N147-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-N147-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-N147-5.mp3]

As mais de duas décadas de edições de Uwe Schmidt viram o músico alemão a experimentar com sucesso todas as facetas da música electrónica contemporânea, do ambiente mais desertificado (mas rico em nutrientes crebrais) aos beats mais hardcore. Da mesma forma, sempre nos habituou a um conceptualismo estrito aliado a um impagável sentido de humor. Pegando na marca dos seus heróis, construiu não só uma carreira singular mas, especialmente na década de 90, foi facilmente o produtor mais consequente na música electrónica que na altura ainda tinha um relativamente vasto espaço de progressão. Chegamos a “HD” e as duas primeiras faixas são, de caras, inspiradas em Kraftwerk (a mensagem, a voz, a repetição), Atom TM brinca sem cessar com ideias pop e a História. “I Love You (Like I Love My Drum Machine)” tem a voz de Jamie Lidell com a proclamação romântica “I need you ’cause you feed my heartbeat”. Mais à frente, “Riding The Void” soa a ele próprio como Lassigue Bendthaus em “Render” (1994) e “Stop (Imperialist Pop)” transporta a mensagem mais forte do álbum: “Sonic invasion / From nation to nation / Gaga, Gomez, Timberlake / Give us a fucking break” mas tudo em modo ultra-ultra Kraftwerk. O que é que ele pretende aqui com algo tão óbvio? Uwe Schmidt já bricou com hip hop, cumbias, jazz, clássica, e em “HD” vampiriza The Who para a construção de “My Generation” numa manobra punk sem vergonha. Depois de reclamar a sua geração, encerra com “Ich Bin Meine Maschine” (Eu sou a minha máquina), declaração definitiva de que faz o que quer, como quer e quando quer. Kraftwerk deram a alma a este corpo irrequieto, como o monstro de Frankenstein escapa ao seu Criador para experimentar o Mundo.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Segunda-feira, 27 Maio, 2013

AOKI TAKAMASA Rv8 CD / LP

€ 17,50 € 13,95 CD Raster-Noton

€ 15,95 LP Raster-Noton

[audio:http://www.flur.pt/mp3/RN-148-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RN-148-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RN-148-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RN-148-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RN-148-5.mp3]

Numa linha reminiscente de Mark Fell e Sensate Focus na Mego, “RV8″ contribui também para distanciar a Raster-Noton de uma energia mais sisuda no cenário da electrónica contemporânea. O álbum é feito de grooves quebrados entre 2-step e bleep-house clássica, oferecendo toda a ciência de Alva Noto ou Frank Bretschneider e, por vezes, como na faixa #6 (são todas chamadas “Rhythm Variation”), algum outro produtor alemão de deep techno. Na faixa #8 poderia ser snd em bold. Depois termina. Masterizado por Yoshinori Sunahara para todos os corações que batem digital mas seguramente, sem defeitos.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 4 Abril, 2013

PIXEL Mantle CD

€ 17,50 € 13,95 CD Raster-Noton

[audio:http://www.flur.pt/mp3/R-N139-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-N139-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-N139-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-N139-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-N139-5.mp3]

Jon Egeskov é o homem que assina como Pixel, um nome um pouco óbvio mas que tem a vantagem de explicar rápida e eficazmente o que pode ser este projecto electrónico. Claro que estar na Raster ajuda a explicar o que possa ainda faltar nas entrelinhas: composição digital e techno-glitch envoltos em neblinas electro-estáticas. Há ainda um sentimento industrial que nos faz lembrar a arrumação rítmica de Pan Sonic – às vezes até é mais que isso, quando o batimento mostra secura ou quando o drone se electrifica para além dos valores normais de segurança. Jon Egeshov procura o som meticulosamente antes de procurar o melhor sítio para ele – e isso é uma espécie de degrau superior na escala Raster, onde muitas vezes é a narrativa que conta. Depois, há no seu amor pelos interstícios binários uma simpatia bonita pelo mundo de Ryoji Ikeda, e isso é muito bonito de ser ver. Um óptimo álbum para quem gosta de Som e se quer afastar um pouco do mundo techno da Raster.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 14 Dezembro, 2012

VLADISLAV DELAY Kuopio CD

€ 17,50 € 13,95 CD Raster-Noton   ENCOMENDAR

[audio:http://www.flur.pt/mp3/RN144CD-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RN144CD-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RN144CD-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RN144CD-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RN144CD-5.mp3]

Os primeiros sons de “Kuopio” parecem dizer que Delay ajustou as suas máquinas para a Raster-Noton. Uma ligeira batida exume algumas regras da casa de Alva Noto, mas o som simula também aquele bafo orgânico tão característico do finlandês. Mas se é verdade que o início parece dar-nos uma mudança de rumo, depressa o som de Delay impõe-se e voltamos a estar num terreno seguro e confortável. É incrível estarmos para aqui novamente a dizer maravilhas de um disco de Vladislav Delay – a sua face Luomo parece ser, nesta altura, a que menos nos entusiasma -, mas disco após disco – e já são muitos! -, somos deslumbrados pelo poder das suas ideias, e de como estas se podem explicar sempre de maneira diferente. Voltando ao álbum, a tensão rítmica é de tal modo inebriante que só pensamos na autoridade matricial do grande Mark Fell. Desse ponto de vista, este é um disco que não se perde – no bom sentido – em ambientalismos, procurando em vez disso definir novos padrões techno, menos derivativos e mais certeiros. Mais do que ser um excelente disco, “Kuopio” traz algumas óptimas novidades ao som de um dos nossos músicos favoritos. Essencial para quem se sente próximo da música de Vladislav Delay.


Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 25 Outubro, 2012

EMPTYSET Collapsed 12″

€ 11,95 12″ Raster-Noton  ENCOMENDAR

[audio:http://www.flur.pt/mp3/RASTERVYR116-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RASTERVYR116-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RASTERVYR116-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RASTERVYR116-4.mp3]

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , / / Comentar: aqui »

Terça-feira, 2 Outubro, 2012

GRISCHA LICHTENBERGER And IV (Inertia) CD

€ 17,50 € 13,95 CD Raster-Noton  ENCOMENDAR

[audio:http://www.flur.pt/mp3/RASTERCDR143-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RASTERCDR143-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RASTERCDR143-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RASTERCDR143-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RASTERCDR143-5.mp3]

Nem tudo nasce das máquinas no universo coeso e inderrubável da Raster-Noton, mesmo que os resultados pareçam indicar esta espécie de ciclo fechado – e, se o fosse, seria tão lógico como atraente. Mas o assepticismo sonoro não acontece em “And IV (Inertia)”, pois, para espanto de muitos de nós, os sons presentes aqui provêm de gravações de campo, retrabalhadas ao ponto de se tornarem apenas esqueletos irreconhecíveis prontos a ganhar carne e músculo. O resto é fruto de uma aprumada arrumação sonora, em que timbre, ritmo, arritmia, groove ou distorção obrigam a sequência certa dos acontecimentos. Ou seja, de novo o pormenor como metodologia de acção, algo tão caro para quase toda a família alemã. Sem abdicar de uma orientação-mãe fortíssima, esta estreia em formato longo de Grischa Lichtenberger parece tocar com mão delicada nalguns momentos de ouro da discografia da editora de Carsten Nicolai – fragmentação, caos organizado, bits e cliques em colisão frontal na nuvem de digitalia techno. Poderoso, como grande parte das operações deste género da Raster.

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 19 Abril, 2012

ATOM TM Winterreise CD

€ 17,50 € 13,95 CD Raster-Noton  ENCOMENDAR

[audio:http://www.flur.pt/mp3/R-N140-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-N140-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-N140-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-N140-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-N140-5.mp3]

Como uma carreira demasiado ampla (podíamos dar-vos tantos adjectivos quantos os seus álbuns), Uwe Schmidt dificilmente agradará a todos. Mas decerto terá algo que agradará a qualquer um. Para os fãs da sua electrónica mais original e essencial – feita no terreno da sua Rather Interesting durante a segunda metade dos anos 90 -, Atom ™ reapareceu do seu longo hiato mais experimental com “Liedgut” na sempre imponente e esclarecida Raster-Noton. Rapidamente escalou algumas listas dos melhores discos de 2009. “Winterreise” promete, pelas razões óbvias (design, editora e press-release), ser uma continuação de “Liedgut” – pelo meio ficou, por exemplo, “Music Is Better Than Pussy”. Uma continuação não no sentido sonoro, mas em termos de conceito, pois “Winterreise” inspira-se numa série de fotografias que, por sua vez, tinham sido inspiradas por… “Liedgut”. Musicalmente o afastamento da origem é maior, mas o resultado é absolutamente mágico e hipnotizador. Dividido por sectores, andamentos e diferentes partes, nada em “Winterreise” parece querer reinventar o que já conhecemos – dele e de outros -, mas Atom ™ repega na electrónica, nos clicks’n'cuts, na intrusão digital para reconfigurá-los com um esplendor que já nem nos lembrávamos que existia. Numa palavra: elegância. “Winterreise” é toda uma história da electrónica vista à lupa do design sonoro. Talvez não seja uma obra-prima, mas às vezes engana-nos bem. Depois de o termos visto ao vivo há poucas semanas no Lux, está reposto o amor incondicional pelas muitas vidas de Uwe Schmidt.

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 10 Fevereiro, 2012

VLADISLAV DELAY Vantaa CD

€ 17,50 € 13,95 CD raster-noton  ENCOMENDAR

[audio:http://www.flur.pt/mp3/RN136CD-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RN136CD-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RN136CD-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RN136CD-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RN136CD-5.mp3]

“Vantaa” recupera com luminosa glória um passado de Vladislav Delay que sempre nos encantou. Quando começou a eliminar o techno da sua música (apesar de, metaforicamente, ele estar sempre lá), todos os seus bits respiravam e tinham uma pulsação real, como algo em construção instantânea. Geralmente diz-se que a electrónica Delay é orgânica, pois o borbulhar do seu ambientalismo é fracturado, repleto de sons desarranjados, pequenas intromissões que parecem existir como contaminação não controlada. Mas tudo flui como um rio, imparável, entre ecos, choques, obstáculos, e é essa imprevisibilidade que torna a música de Delay mágica, atraente, melhor que quase todas as outras. Quem ouça os álbuns de Delay, em todas as encarnações, avance com um mau disco. Nem um. Todos especiais à sua maneira, todos alimento para a alma. “Vantaa” é um desses, especiais, que começa recolhendo as peças que interessam e acaba em convulsão cósmica electrizante. E até mesmo a raster-noton percebeu que, ao fazer uma caixa cartonada, muito diferente das habituais na editora, estava a fazer justiça à textura única da música de Delay. Um álbum fantástico, como seria de esperar, feito durante o sol da meia-noite.

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 9 Dezembro, 2011

BYETONE Symeta CD

€ 17,50 € 13,95 CD Raster-Noton

[audio:http://www.flur.pt/mp3/R-N130-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-N130-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-N130-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-N130-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/R-N130-5.mp3]

Olaf Bender, um dos directores da Raster-Noton, com Carsten Nicolai, volta a activar o seu projecto Byetone depois do conceptual “Death Of A Typographer”, em 2008. Sem se distanciar da pulsão digital da família Raster, Bender dá-nos um dos testemunhos techno mais vibrantes do ano, pondo igual ênfase tanto na tradicional organização reticular do som, como na construção da vertigem sonora em modo ascensional. Sentimos corrente eléctrica que nos percorre a medula, ritmo que nos tira do lugar, envolvência ambiental para nos deixar perdidos no tempo, padrões irregulares que nem sempre ouvimos na Raster. Há Pan Sonic, John Carpenter, Suicide, Detroit, e tudo aquilo que quisermos ver num dos mais universais álbuns da Raster-Noton nos últimos anos.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , / / Comentar: aqui »