Quarta-feira, 29 Outubro, 2014

RICK WILHITE The Godson EP 12″

€ 8,50 12″ (2014 repress) Rush Hour

[audio:http://www.flur.pt/mp3/RH-RW1-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RH-RW1-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RH-RW1-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RH-RW1-4.mp3]

+ Moodymann RMXS


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 29 Outubro, 2014

RICK WILHITE Soul Edge 12″

€ 8,50 12″ (2014 repress) Rush Hour

[audio:http://www.flur.pt/mp3/RH-RW2-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RH-RW2-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RH-RW2-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RH-RW2-4.mp3]

+ Theo Parrish, Moodymann RMXS


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 18 Setembro, 2014

V/A Rick Wilhite presents Vibes: New & Rare Music 2 CD

€ 14,95 CD Rush Hour

[audio:http://www.flur.pt/mp3/RHM010-1-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RHM010-1-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RHM010-1-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RHM010-2-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RHM010-2-2.mp3]

Parte 2 da série em que Rick Wilhite leva Detroit até ao mundo a partir da sua base, a loja (entretanto fechada) Vibes. A música seleccionada para estas compilações é-lhe entregue em mão, em vários casos, para opinião pessoal. reflecte a actualidade house na cidade e, nesse aspecto, reflecte a herança, porque há nomes clássicos a produzir coisas relevantes: Moodymann, Josh Milan (Blaze), Jovonn, Orlando Voorn, etc. O álbum transmitirá para a frente tudo o que foi acumulado de experiência até ao momento na fértil cena house de Detroit. Fixa mais um período (a última compilação saiu em 2011) e entrega música para dançar que não procura carisma forçado. Existe algures uma auto-estrada onde estas faixas se cruzam em constante movimento, o fluxo parece ininterrupto. House!

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

1.Josh Milan – “Electro Dreams” 2.Jovonn – “Ruff” 3.TJ Dumas – “Gin Gimlet 3 Cherries”
4.Gerald Mitchell – “It’s The Future” 5.Moodymann – “Momma” 6.Norm Talley & Rick Wilhite – “30 Years Later” 7.Orlando Voorn – “The Recipe” 8.Jon Easley – “Lemon Lime” 9.Dj Stingray – “Temporary Bond” 10.K Alexi – “I Am N Lust” 11.Rick & Calvin – “Memories Analia”

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 18 Setembro, 2014

V/A Rick Wilhite presents Vibes: New & Rare Music 2 (Part 2) 2LP

€ 16,95 2LP (part 2) Rush Hour

[audio:http://www.flur.pt/mp3/RHM010-2-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RHM010-2-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RHM010-2-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RHM010-2-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RHM010-2-5.mp3]


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 12 Junho, 2014

V/A Rick Wilhite presents Vibes: New & Rare Music 2 (Part 1) 2LP

€ 16,95 2LP (part 1) Rush Hour

[audio:http://www.flur.pt/mp3/RHM010-1-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RHM010-1-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RHM010-1-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RHM010-1-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RHM010-1-5.mp3]


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Segunda-feira, 13 Maio, 2013

RICK “THE GODSON” WILHITE Tribute & Respect / Techno Dust / Kinky 12″

€ 8,95 12″ Freedom School

[audio:http://www.flur.pt/mp3/FS004-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/FS004-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/FS004-3.mp3]

Freedom School, tomado à letra, é um local onde tudo pode acontecer, só que aqui ouvimos uma liberdade já conhecida. Isso não significa necessariamente território familiar, embora as três faixas neste maxi com design “descuidado” e fosco se reconheçam das cabeças estranhas que fazem música a partir de Detroit. Omar-S masteriza o disco (ui) e o proclamado “The Godson” faz a música em três tons diferentes: house panorâmica com vozes africanas, malha techno para aterrorizar subwoofers e prender gente ao chão e, no fim, “Kinky” lança vapor Chain Reaction numa inversão da lógica (beats em baixo, atmosfera em cima) e com uma voz super abafada a murmurar sabe-se lá o quê mas provavelmente impropérios eróticos. Hot shit!

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Terça-feira, 9 Abril, 2013

3 CHAIRS Demi Gods 12″

€ 17,50 12″ 3 Chairs

[audio:http://www.flur.pt/mp3/3CH07-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/3CH07-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/3CH07-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/3CH07-4.mp3]

Neura techno, ácido, jazz e suavidade de Detroit em regresso nunca menos que genial dos quatro (não são três) que ajudam a construir o sempre evolutivo núcleo duro da melhor música de dança: Theo Parrish, Rick Wilhite, Kenny Dixon Jr. e Marcellus Pittman. Não interessa o quanto andem pelo mundo em busca de comparação porque tudo fica a perder, neste nível. Pode perder por pouco, mas perde sempre. Ideias novas sempre na próxima esquina, pequenas acções de formação interna para os sons perceberem até onde podem ir, benção do deus da criatividade (e longevidade criativa) entregue a um quarteto de reis coroados e ciclicamente reinstituídos.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 5 Maio, 2011

RICK “THE GODSON” WILHITE Analog Aquarium CD / 2LP

rick+wilhite

€ 12,95 CD Still Music

€ 20,50 2LP Still Music

[audio:http://www.flur.pt/mp3/STILLMDLP004-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/STILLMDLP004-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/STILLMDLP004-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/STILLMDLP004-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/STILLMDLP004-5.mp3]

Um dos produtores responsáveis pela incrível fertilidade que a cena house tem mostrado nos últimos 5/6 anos. Como temos dito (repetindo o que outros já disseram), o amor pela house nunca deixou de gerar música importante desde que o género ganhou autonomia há quase 30 anos. “Analog Aquarium” é um dos mais recentes testemunhos do seu fôlego, originalidade (ainda possível) e compatibilidade com o formato álbum. Wilhite esteve no centro, em 2010, com a série “Vibes” na Rush Hour, mostrando essencialmente música de pessoas de quem gosta. Em 2011 renova o peso do seu próprio nome com um álbum em que, inevitavelmente, acolhe contribuições de Theo Parrish, Marcellus Pittman, Osunlade, Billy Love e outros. Os arranjos bizarros deslocam a música da pista de dança, transformam-na numa peça duradoura, elevada acima do solo, pronta a ser contemplada tanto quanto a ser incorporada numa noite de dança. Desde o muito tradicional “In The Rain” (tradicional no sentido em que a house de Detroit está associada a este género de base samplada a partir de malhas disco ou soul) ao contemplativo e espartano “Cosmic Jungle”, ainda espaço para um quase standard da Terra Paralela (“Blame It On The Boogie”) e um incrível erro da natureza como “Muzic Gonna Save the World”. De resto, quase nada falha. Talento e a sua aplicação prática – “Analog Aquarium” é um manifesto não escrito, sem teoria, apenas substãncia.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 26 Novembro, 2010

V/A Rick Wilhite presents Vibes: New & Rare Music CD

€ 13,50 CD Rush Hour

[audio:http://www.flur.pt/mp3/RH111CD-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RH111CD-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RH111CD-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RH111CD-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RH111CD-5.mp3]

Não nos odeiem por tentarmos lembrar regularmente que é importante olhar para as fontes eternas de onde muita criatividade brota. Em 2010, a cidade de Detroit parece ainda eterna, em termos de influência e importância na música dos últimos 50 anos. O efeito duradouro do melhor techno produzido na cidade desde os anos 80 tem precisamente a ver com a incorporação futurista da tradição, uma continuação, como Derrick May ou Kevin Saunderson tentaram, da soul de gerações anteriores.
Rick Wilhite e outros prolongam essa ligação umbilical, mas ele escolheu também ter uma loja de discos (que se chama Vibes) para solidificar essa tradição em produto que as pessoas possam ter. Este CD reúne música editada em vinil ao longo dos últimos meses, produções de históricos como Urban Tribe, Theo Parrish, Marcellus Pittman e The Godson ele próprio (Rick Wilhite) a par de nomes mais recentes ou emergentes como Kyle Hall, Vincent Halliburton, Marc King, Derwin Hall e Ricardo Miranda. Urban Tribe está mais próximo do que é considerada a origem da cena house (Disco), mas é Theo Parrish quem, logo na abertura, utiliza uma sample que, mais uma vez, recorda que o tambor está na génese de toda a música. Parrish exercita da melhor forma o seu tipo de jazz tribal clássico, se tal forma pode ser definida, e radicaliza uma expressão na qual muitos podem não reconhecer “soul”. Mas mesmo os mais cépticos podem, logo a seguir, baixar as barreiras com uma incrível produção deep house de Glenn Underground, mais próxima da história “oficial” de toda esta música. Tudo o resto em “Vibes…” mostra um cenário rico em detalhe, construção sentida e orgulho próprio plenamente justificado. Em referência óbvia a um dos grandes clássicos da cena, Marc King termina o disco com o título “Can U Feel It?” House.

CD: 01. Theo Parrish “When I’m Gone” 02. Glenn Underground “Ninja” 03. Ricardo Miranda “Urbanism” 04. Derwin Hall “Kaliedescope” 05. The Godson & Kyle Hall “Microburst” 06. The Godson “Analog Love” 07. Marcellus Pittman “In Due Time” 08. Kyle Hall “After All” 09. Urban Tribe “First Mistake” 10. Vincent Halliburton “Something I Feel” 11. Marc King “Can You Feel It”

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 1 Julho, 2010

V/A Rick Wilhite presents: Vibes New & Rare Music part C 12″

€ 8,50 12″ Rush Hour

[audio:http://www.flur.pt/mp3/RH111C-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RH111C-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RH111C-3.mp3]

Uma colectânea de talentos novos e antigos com ligação à loja de discos de Wilhite em Detroit, a Vibes. A parte C começa com um som atípico em Kyle Hall, uma manipulação de loops rítmicos em que parece que ouvimos os filtros e efeitos a ser mexidos em directo. Wilhite (ou Godson) faz uma cena meio Moodyman com “Analog Love” – lento, baixo pesado, hi-hat bem em cima, voz feminina mergulhada em efeito. No lado B, Hall e Wilhite, juntos, produzem o que podia ser um encontro entre 3 Chairs e Wolfgang Voigt, profundo, escuro e dramático, com beats em contra-mão como Voigt colocava no seu projecto M:I:5.

 

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 26 Março, 2010

V/A Rick Wilhite presents: Vibes New & Rare Music part A

€ 8,50 12″ Rush Hour  REMOVER

[audio:http://www.flur.pt/mp3/RH111A1-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RH111A1-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/RH111A1-3.mp3]

Seria muito fácil, em 2010, ter um disco da Rush Hour em destaque todas as semanas. Esta editora holandesa é, sem dúvida, das que mais respeito merece pela dedicação não só a sons novos mas a arqueologia inspiradora (Ron Hardy e Virgo são exemplos recentes), e o seu ritmo de lançamentos tem sido alucinante nestes primeiros meses do ano. Rick Wilhite é conhecido pela sua colaboração com Theo Parrish, Kenny Dixon Jr. e Marcelus Pittman no colectivo 3 Chairs mas o seu nome aparece aqui como dono de uma loja de discos em Detroit chamada Vibes. Este maxi é a primeira de quatro partes (mais tarde reunidas em CD) com música dos seus amigos e de pessoas em cujo talento acredita, é simultaneamente uma homenagem da Rush Hour ao seu trabalho de divulgador (a Rush Hour também é uma loja) e, com música que ascende a este nível, reafirma-se a actual preponderância estética da produção house americana em relação à europeia que, em demasiados dos seus melhores exemplos, mais não é do que uma tentativa (muito ou pouco honesta, confirme os casos) de se manter perto de um som original que vem do lado de lá do Atlântico. Marcelus Pittman, Glenn Underground e Vincent Halliburton espalham o seu cool em três faixas de dimensões complementares: Pittman parece sempre mais sério na sua austeridade rítmica, mas o seu groove tem de ser sentido com calma para se acreditar o quanto é bom; Glenn Underground soa ao mesmo tempo a 4Hero, Mr. Fingers e Ron Trent com inclinação espiritual, todos os elementos coexistem para formar a originalidade do som GU, um produtor suficientemente antigo e conhecido na cena deep house para merecer inteira reverência quando a sua produção é desta qualidade; Vincent Halliburton é, deste trio, aquele que mais de perto reproduz aquilo que ficou conhecido como a essência do techno de Detroit: sintetizador a abrir espaços, linha de baixo que não ficaria deslocada num disco de jazz, beat metronómico onde assenta toda a construção. Clássico em 1990 como em 2010, sempre igual, não vamos mentir. A parte B desta série sai daqui a um mês com Theo Parrish e Ricardo Miranda, fiquem atentos.

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 23 Outubro, 2009

3 CHAIRS Spectrum CD

3 chairs cd

€ 17,95 CD 3 Chairs

“Spectrum” junta integralmente as três primeiras edições de 3 Chairs, entre 1997 e 2003. Este colectivo de Rick Wilhite, Kenny Dixon Jr. (Moodymann), Theo Parrish e Marcelus Pittman (nos discos mais recentes) fez história, também individualmente, na música de dança e, em particular, na produção feita em Detroit. Embora várias das faixas que podemos ouvir aqui sigam o que era usual nos primórdios da house – fazer loops com antigos grooves disco ou funk e unir tudo com um beat novo – , é notória a sensibilidade muito pessoal de todos estes produtores para levarem as coisas até outra dimensão. O efeito narcótico em muita da música neste CD parte do som nebuloso cultivado especialmente por Theo Parrish, da característica mistura final que parece dar um som “ao vivo” e dos arranjos simplemente fora do normal que 3 Chairs executam como nenhum outro produtor nesta área. Tal como Daniel Wang (comentado noutro post recente neste blog), a fronteira entre originais e re-edits nem sempre é perceptível em 3 Chairs e, da mesma forma que Wang, sabe-se que o que é aproveitado do passado é feito com genuína vontade em transportar um certo espírito original para a actualidade. De toda essa confusão nasce uma estética verdadeiramente nova, e se já passaram 12 anos desde o primeiro 3 Chairs, muitos mais hão-de passar sem que se sinta uma data definida para esta música.

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , / / Comentar: aqui »