Segunda-feira, 30 Julho, 2018

RP BOO I’ll Tell You What CD / 2LP

€ 12,50 CD Planet Mu

€ 20,50 2LP Planet Mu

Desde que o descobrimos via “Legacy” (2013) na Planet Mu; melhor, em “Bangs & Works Vol. 1”, compilação da mesma editora que lançou o roteiro do footwork e de Chicago para as “massas”, que RP Boo anda no radar e que há muito se esperava um disco de material novo. Até este “I’ll Tell You What!” que o que temos ouvido de RP Boo tem sido material de arquivo, já com algum tempo, reunido para compor uma espécie de álbum e continuar a dar a conhecer ao mundo esta música muito particular feita em Chicago. Juntamente com DJ Rashad e, noutro universo, Jlin, RP Boo é um dos nomes mais inspirados e influentes do footwork. Por isso, era vital que – finalmente – editasse algo de música presente, que efectivamente solidificasse a sua presença com um álbum realmente feito com esse propósito e não uma espécie de compilação com material de arquivo. A espera foi longa e aqui está “I’ll Tell You What!”, uma espécie de primeiro álbum na carreira de RP Boo, que reforça a vitalidade da sua música, bem como a importância para a métrica da dança do presente. Com o desaparecimento de DJ Rashad, o gospel está agora nas mãos de RP Boo, em transe-visionário, abstração e músculo. A ligação com o futuro está aqui.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 16 Julho, 2015

RP BOO Fingers, Bank Pads & Shoe Prints CD / 2LP

€ 12,50 CD Planet Mu

€ 19,95 2LP Planet Mu

[audio:http://www.flur.pt/mp3/ZIQ365CD-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ZIQ365CD-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ZIQ365CD-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ZIQ365CD-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ZIQ365CD-5.mp3]

De que forma o facto de RP Boo ser filho de um ex-baixista de Prince influencia o que se ouve? Difícil identificar pormenores, mas a ciência de Boo articula um tipo especial de groove que, mesmo no contexto complicado e frenético da cena footwork, dirige-nos com cabeça fria para um sítio melhor. A adrenalina ejectada desta música é contagiante, uma constante propulsão de beats sintéticos e vozes cortadas que repetem palavras de ordem até à exaustão: “Your favorite DJ / Motherfucker”. As faixas, apesar de genericamente curtas, adquirem assim uma qualidade hipnótica que planta expressões e, em muitos casos, meros fonemas que se plantam na cabeça. Melodia e ritmo são uma coisa só, nesta arquitectura erigida em bicos de pés, sempre aparentemente no limite. Um mundo inteiro de ficção científica através do som. A mensagem não é separada da música, é como se aqui se criasse uma entidade híbrida como Robocop era meio homem, meio máquina. Nada de revelador para quem se interessa por este som de Chicago mas RP Boo soa mais mecânico e, nessa qualidade, mais tribal e ritualista do que, por exemplo, Rashad. Exorcismo em nível poderoso para seres urbanos.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , / / Comentar: aqui »

Segunda-feira, 18 Maio, 2015

RP BOO Classics Vol. 1 12″

€ 8,50 12″ Planet Mu

[audio:http://www.flur.pt/mp3/ZIQ364-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ZIQ364-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ZIQ364-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ZIQ364-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ZIQ364-5.mp3]


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 16 Maio, 2013

RP BOO Legacy CD / 2LP

€ 15,50 € 12,50 CD Planet Mu

€ 18,50 € 16,95 2LP Planet Mu

[audio:http://www.flur.pt/mp3/ZIQ335CD-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ZIQ335CD-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ZIQ335CD-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ZIQ335CD-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/ZIQ335CD-5.mp3]

“Legacy” vai ao passado numa máquina do tempo para recolher pedaços e expô-los hoje numa épica viagem de pequenos mantras (mantra é incompatível com haiku? cremos que não) assentes em batidas orgânicas espaçadas e um ambiente meio paranóico de palavras de ordem que colocam a cabeça a marchar ao ritmo de RP Boo. Ele foi um dos primeiros nomes associados ao que agora se chama footwork, ainda nos 90s, cresceu na zona sul de Chicago onde muita da house mais importante do Mundo estava a ser produzida no final dos 80s / início dos 90s. “Legacy”, como outros bons exemplos do género, parece misturar e triturar house e hip hop de forma intuitiva e directa, notem o poder marcial de “Speakers R4 (Sounds)”: “What they do what they do what they do / Bang bang bang / That’s what the speakers are for”. Arrepiante, com as palmas sintéticas a reforçarem a chicotada. “Havoc Devastation” é o fim do mundo, com várias samples e estrelato para o “Aaa Aaa” provavelmente tirado do “Flash” dos Queen. Tudo em modo festivo com metais estridentes que parecem celebratórios. Cada faixa é uma história concisa. “See me burning the floor” em “No Return”, marcha de robots em “Robotbutizm”, tanta coisa mais… O álbum termina com “Area 72″, que é bem possível que seja em referência ao “Programa Espacial” da Nike inspirado numa fictícia Zona 72. Cultura pop em modo schizo. Bom!

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , , / / Comentar: aqui »