Terça-feira, 13 Outubro, 2015

STARS OF THE LID Stars Of The Lid & Their Refinement Of The Decline 3LP

€ 44,95 3LP (gatefold, 2015 reissue) Kranky

[audio:http://www.flur.pt/mp3/KRANK100LP-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/KRANK100LP-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/KRANK100LP-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/KRANK100LP-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/KRANK100LP-5.mp3]

É Ivo Watts-Russel, fundador da 4AD, que o diz: “Simplesmente sinto que fazem a música mais importante do século XXI”. É uma afirmação arrojada, até porque hoje, longe do tempo em que os Stars Of The Lid existiam, dá-se menos importância a essas coisas. Talvez, também, porque não redefiniram a música electrónica ambiental e o rasto que deixaram é pouco palpável: simplesmente porque são inimitáveis. Seis anos depois de “Tired Sounds Of Stars Of The Lid” apareceu este “Stars Of The Lid And Their Refinement Of The Decline”, uma continuação monstruosa daquilo que deixaram para trás. Talvez as grandes diferenças entre um e outro álbum sejam as distâncias que existem dentro de si: aqui há uma clara separação entre uma e outra metade do disco (que em CD acaba por fazer mais sentido, entre o primeiro e o segundo). Mas essa separação não é sinónimo da quase redefinição que fizeram da música clássica neste disco através da electrónica, por via do drone e de uma procura singular da música ambiental. É essa singularidade que define a sua importância, uma procura extensa de uma redefinição de som e a procura de sons que obedeçam a estruturas de outro tempo e desenhem uma nova ordem. Há ambição, sim, mas não é uma que a música procurasse cegamente, apenas fazia por existir como o duo Brian McBride e Adam Wiltzie a imaginava. E se em “The Tired Sounds Of Stars Of The Lid” há um encontro com um não-espaço e não-tempo, aqui claramente há uma visão do eterno, do infinito do universo. É algo de puro e imensamente satisfatório e independente daquilo que se procura na música. É um mundo diferente. E se já sabíamos disso com o álbum anterior, este solidificou a presença dos Stars Of The Lid na música das últimas décadas. E é algo para ficar para a posteridade.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Terça-feira, 13 Outubro, 2015

STARS OF THE LID The Tired Sounds Of Stars Of The Lid 3LP

€ 44,95 3LP (gatefold, 2015 reissue) Kranky

[audio:http://www.flur.pt/mp3/KRANK050-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/KRANK050-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/KRANK050-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/KRANK050-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/KRANK050-5.mp3]

Brian McBride e Adam Wiltzie (agora metade dos A Winged Victory For The Sullen, que brevemente tocarão em Lisboa, Braga e Madeira) conheceram-se em Austin, Texas, no início dos 1990, década em que começaram a fazer música (o tempo passa, já vão mais de duas décadas desde o seu primeiro disco). Sem descurar a sua carreira antes deste “Tired Sounds Of Stars Of The Lid”, este disco em 2001 foi um marco na música electrónica/ambiente na altura e para a sua carreira. Foi um disco arriscado, duplo em CD e triplo em LP, que no enquadramento de então soava – e ainda soa – a algo verdadeiramente distinto do que se fazia dentro do género. Há algo de especial nos Stars Of The Lid, um entendimento do tempo e de como o suspender. E isso, até então, nunca tinha sido tão expresso como aconteceu neste disco. É um dos grandes discos deste século – sem brincadeiras. A sua duração é algo que se prolonga para lá daquilo que é material nos discos. Ou seja, o seu tempo não se confina aos temas aqui presentes, é algo que se estende para além disso, como se o que aqui concretizassem fosse uma matéria de ritual que anulasse essas coisas de tempo e espaço. É som primordial no sentido de honestidade e beleza, que não procura nada, simplesmente oferece. Poucos discos dentro do género conseguem suspender as coisas assim e ainda menos serem tão coerentes na sua totalidade.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 23 Setembro, 2011

A WINGED VICTORY FOR THE SULLEN A Winged Victory For The Sullen CD / LP

€ 15,50 € 12,50 CD Erased Tapes

€ 18,95 € 14,50 LP Erased Tapes

O piano de Dustin O’Halloran e as paisagens de Adam Wiltzie (Stars Of The Lid) encontram-se neste novo projecto editado pela Erased Tapes. “A Winged Victory For The Sullen” é um disco belíssimo, melódico e que consegue equilibrar-se na sempre difícil fronteira da composição minimal e uma doce sensibilidade pop. A presença de Wiltzie é determinante aqui, habituadíssimo a trabalhar nesse limbo, quer seja nos Stars Of The Lid como nos Dead Texan, onde o drone vai assumindo um papel sonoro mais relevante ao longo dos temas, atingindo um estado próximo da sinfonia, mesmo que o som real não esteja próximo disso, mas a sensação está lá toda. E é sobre isso, sensação, este “A Winged Victory For The Sullen”. Belíssimo.

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »