Quinta-feira, 10 Janeiro, 2019

ROTER STERN BELGRAD Massa EP 12″

€ 12,50 12″ TAL


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quarta-feira, 27 Junho, 2018

KONRAD KRAFT Arctica CD / LP

€ 12,50 CD (2018 reissue) TAL

€ 16,50 LP (2018 reissue) TAL

OUVIR / LISTEN:
CLIP1CLIP2CLIP3CLIP4CLIP5

De cassete (1987) para LP e CD, pela primeira vez, “Arctica” soa fresco e urgente, na sua amálgama de referências cósmicas, punk e jazz. Para entender o contexto, óptima entrevista em texto incluída na reedição, onde Konrad Kraft explica de onde vem e como abordava a música que fazia. Belíssima frieza tecnológica em todo o álbum, por vezes reminiscente de discos anteriores de Asmus Tietchens. “Arctica” manda um groove mecânico de qualidade, segurando com pulso a abstracção de cada faixa. A cassete foi o número 1 no catálogo da SDV (Stimme Des Volkes), editora influente num underground que nunca foi devidamente recuperado, apesar de ter editado um nome consagrado como Paul Schütze. Stefan Schneider (To Rococo Rot, ex-Kreidler) prossegue assim com total legitimidade a sua editora TAL, ele que, enquanto membro de Deux Baleines Blanches e Sons Of Care, gravou também para a SDV.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 4 Agosto, 2016

OGOYA NENGO On Mande CD / LP

€ 12,50 CD TAL

€ 15,95 LP TAL

[audio:http://www.flur.pt/mp3/TAL01-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/TAL01-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/TAL01-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/TAL01-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/TAL01-5.mp3]

Stefan Schneider (Kreidler) e Sven Kacirek fundaram a TAL para documentar música tradicional contemporânea não apenas de África (Quénia, no caso deste álbum) mas de outras paragens onde possam descobrir expressões autênticas que transportam cultura ancestral até aos nossos dias. Das suas viagens, pesquisa e gravação local resulta, para já, um segundo álbum “europeu” da cantora Ogoya Nengo (o primeiro saiu através da Honest Jon’s). O texto de imprensa realça que a música que ouvimos não representa a conservação fossilizada de música de outras eras mas sim a interpretação contemporânea, genuína, que os músicos vivos fazem dela. A diversidade que escutamos em “On Mande” é ampla e garante-nos uma viagem que parece relativamente completa por diferentes sensibilidades, mensagens, emoções, instrumentos e os sons que eles produzem. As faixas mais assentes em percussão não são sequer a âncora, aqui. Essa é a voz, ou antes, as vozes, a solo ou em coro, o seu tom naturalmente modificado pelo tipo de instrumentos que as acompanham. E em canções sustentadas apenas pela voz, como “Nyiero” ou “Chur”, a emoção sai fortalecida, tudo é mais comovente, mais claro. No final, o som produz a sua magia, não é necessário entender nada para além disso.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »