Sexta-feira, 3 Outubro, 2014

THE WIRE #368 (October 2014) REVISTA

€ 6,50 € 1 REVISTA The Wire

Óptima foto, cheia de mistério e alguma magia, de um dos senhores da música. Robert Fripp está na capa da Wire numa altura em que se prevê que os seus King Crimson voltem a ocupar um lugar luminoso nas lojas e na memória de todos. A posse do catálogo voltou a estar nas suas mãos e com isso a hipótese de se celebrar à grande o seu espólio. Fripp conta o tormento dos tribunais e os planos da festa. Mas há outros assuntos na Wire: Mdou Moctar e as suas lições tuaregs, recordações das noites Low End Theory de LA em formato documentário, as improvisações de Jeremiah Cymerman, as ginásticas electro de Gazelle Twin, um viagem a Darmstadt, a colagens de Adam Bohman, uma jukebox invisível nas mãos dos Grumbling Fur (Daniel O’Sullivan e Alexander Tucker), as múltiplas vidas e artes de Bruce Lacey, a tormenta sonora de Margaret Chardiet, ou seja, Pharmakon, mais discos – Oren Ambarchi & Eli Keszler, Aphex Twin, Grouper, Steve Gunn, Felix Kubin, Negativland ou Scott Walker & Sunn O))) -, e uma tonelada de outros assuntos musicais em muitos outros formatos.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 4 Setembro, 2014

THE WIRE #367 (September 2014) REVISTA

€ 6,50 € 1 REVISTA The Wire

Desde os anos Hype Williams que Dean Blunt está sempre no nosso radar. Antes e depois da mudança – a saída de Inga Copeland, apesar de Hype Williams ter oficialmente muitos mais colaboradores -, a música nunca deixou de quebrar limites e empurrar-nos para um mundo novo, contagiante e intrigante. Pouco dado a conversas (claras), muito menos aparecer em palco ou em público, esta aparição na Wire pode trazer-nos revelações que aumentam o mistério – confiem em David Keenan para a aventura. Na mesma não ficamos, por isso, confiem naquela mão impossível que se ampara nas suas costas. No resto das páginas da revista de Setembro, há ainda Drew Mulholland dos Mount Vernon Arts Labs, Catherine Lamb, uma ida a Singapura, o mundo mágico e futurista de Sarah Angliss, o jogo dos discos invisíveis com Justin Broadrick, um mergulho nos 50 anos de música e conquistas tecnológicas de David Rosenboom, um primer de categoria sobre Pharoah Sanders, críticas e mais críticas, concertos, livros. O nosso mês não cabe em tanta coisa; e o vosso?

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 3 Julho, 2014

THE WIRE #365 (July 2014) REVISTA

€ 6,50 € 1 REVISTA The Wire

Entrada no Verão com a Wire, sempre fresquinha. Na capa – a propósito do seu novo álbum; vejam também o disco como novidade na nossa loja -, Yoshimi P-We, a senhora dos Boredoms: ritualística como sempre, até nas palavras. Destaques a DJ Taye, da trupe Teklife, de Chicago; Karen Gwyer e os seus sintetizadores; os berlinenses The International Nothing; Sofia Jernberg, que vibrou o ar à volta dos Fire! Orchestra – novo álbum também por aqui; Mattin e Xabier Erkizia foram onde muitos gostariam de ir – Lagos -, registar sons, imagens e algum inevitável diggin’; a malta da Butterz entra no jogo da Invisible Jukebox tentando ligar os pontos dentro e fora do grime; Alan Courtis, ex-Reynols, documenta as suas viagens à volta do mundo; uma ida fantástica à história do famoso estúdio sueco EMS, entre músicos e fios e botões lendários; críticas a muitos discos (de todos os formatos); a capa dos Police escolhida por King Britt; as letras de Ariel Pink em livro; os filmes, os dvds, os concertos, as exposições, os anúncios e a epifania. Ah, e este mês há um marcador de livros (ou revistas) oferecido.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation


/ / Etiquetas: , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 27 Março, 2014

THE WIRE #362 (April 2014) REVISTA + CD

€ 6,50 € 1 REVISTA + CD The Wire

Ocasião sempre especial, quando a revista inclui CD da celebrada série Tapper. Este é o número 34, um apanhado de nova música que dificilmente encontramos reunida desta forma em qualquer outro sítio. A capa é entregue ao colectivo punk / DIY / improv The Ex, com 35 anos de activismo na cena musical, social e política. Artigo de fundo sobre o saxofonista japonês Akira Sakata; um pouco da história britânica na construção de sintetizadores, com base nas populares revistas de electrónica publicadas sobretudo na década de 70; Global Ear no Rio de Janeiro; Invisible Jukebox com Marissa Nadler; música, design e cinema na Rússia dos anos 80; destaque aos Slint por Drew Daniel dos Matmos; Mais discos, capas de discos, música ao vivo, livros, Cevdet Erek — quem? Isso mesmo. É preciso ler a Wire.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation


/ / Etiquetas: , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 13 Março, 2014

THE WIRE #361 (March 2014) REVISTA

€ 6,50 € 1 REVISTA The Wire

Na capa, este mês, um verdadeiro senhor. Em poucos anos – que na música não são assim tão poucos -, Actress tornou-se um timoneiro da electrónica, de como o dubstep saiu da sua zona de conforto, e como as heranças americanas do techno acabariam por ser trucidadas pela fantástica máquina deste inglês que, com mais um disco, mostra como tudo tem de ser feito daqui para a frente. Portanto, ei-lo de volta à capa. Mas este número também tem um repetente. E faz sentido, pois a Wire de Fevereiro, com Jandek, tinha de deixar muita coisa de fora. Em Março, David Keenan volta ao assunto com um Jandek Redux. Mas há outro gigante para sabermos mais do que interessa: Steve Lacy tem direito a um Primer enciclopédico. Outro histórico da música sem fronteiras, Ellen Fullman sujeita-se ao jogo do Invisible Jukebox. Gnod, Specter, Beatriz Ferreyra são outros destacados. Jim Haynes fala sobre a recuperação do projecto Arcadia de William Basinski, Paul Jamrozy (Test Department) elege a sua capa de disco favorita, e Carla Bozulich explica-nos a sua epifania com Billie Holiday. E, claro, aquele monte de críticas a discos, de todos os formatos e feitos e géneros. Música não pára um mês sequer, não é?

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation


/ / Etiquetas: , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 6 Fevereiro, 2014

THE WIRE #360 (February 2014) REVISTA

€ 6,50 € 1 REVISTA The Wire

A edição de Fevereiro da Wire é um acontecimento. Na capa, Jandek mostra-se, e nas páginas interiores lemos uma conversa do músico norte-americano com David Keenan. Mais de trinta anos depois, quase uma centena de discos depois, Sterling “Jandek” Smith sai da penumbra onde sempre caminhou para dar a sua primeira entrevista cara-a-cara, sem os habituais jogos de ilusão. Leitura essencial para se entender alguém muito especial. Especial também é a música experimental dos anos 60 que David Grubbs recupera, atribuindo-lhe uma maior importância nos nossos dias do que na altura da sua criação. Na secção “Global Ear”, a Wire visitou a movida da Madeira em torno das novas linguagens – falando do Madeiradig e do Multimadeira. O terrorista Russell Haswell responde às provocações de Invisible Jukebox, Stefan Jaworzyn fala sobre os seus projectos, críticas aos grandes de discos de Éliane Radigue, Hobocombo, Mike Reed, Eiko Ishibashi e Moodymann, entre muitos outros. E ainda, ao livro “Punk 45″ de Jon Savage e Stuart Baker. E muito mais para além do que destacamos aqui.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation


/ / Etiquetas: , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 21 Novembro, 2013

THE WIRE #358 (December 2013) REVISTA

€ 6,50 € 1 REVISTA The Wire

Depois de terem espalhado o seu perfume pela Modern Love nos últimos anos, os Demdike Stare continuam a merecer as capa e os destaques, agora pela banda sonora ao vivo de “Haxan: Witchcraft Through The Ages” – o círculo fecha-se, pois o nome do duo vem de uma lenda em torno de bruxas, no século XVII, em Inglaterra. Depois de terem actuado no Unsound, com a Sinfonietta Cracowia, os ambientes sombrios de Demsdike Stare estarão no BFI, em Londres, em meados de Dezembro. Como nem todos os que lêem estas linhas vão lá estar… ficam as palavras.”I Dream Of Wires”, o fantástico documentário sobre sintetizadores modulares, tem também um destaque, bem como Esmerine, a editora Diskotopia, uma vista à Rússia, a Invisible Jukebox com Maria Chavez, as vidas solitárias de Luke Younger e Steven Warwick como Heatsick e Helm, e em duo como Birds Of Delay, as reedições fantásticas de Laraaji, e aquele monte grande de críticas a discos, revistas, concertos, livros, exposições e por aí fora. Leitura essencial para se estar a par, bem antes dos melhores do ano na próxima edição.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation


/ / Etiquetas: , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 27 Junho, 2013

THE WIRE #353 (July 2013) REVISTA

€ 6,50 € 1 REVISTA The Wire

Os eternos Dead C recusam-se a morrer e conseguem estar na capa deste número da Wire. David Keenan traz um dos mais inconformados grupos de rock das últimas décadas da Nova Zelândia até nós. Ainda há mais palavras nesta revista para Paul Metzer e Ryoko Akama, para os skills de Rashad Becker da Dubplates & Mastering, agora na Pan. Mais: um primer sumarento em torno de Don Cherry – Brian Morton percorre trinta álbuns de um dos nomes mais invencíveis do trompete jazzístico. Pangea, um novo nome forte do dubstep, faz o teste do Invisible Jukebox, descobrindo Bjork, Mala, Xenakis, Aphex Twin ou Zoviet France. Críticas para o novo Boards Of Canada, para o novo livro da Dust To Digital – chega esta semana! – sobre música grega do início do “outro” século, para o novo álbum da Okkyung Lee na Ideologic Organ – também chega esta semana -, e as habituais secções de pequenas críticas que tanto uso dão. Para terminar, Stellar OM Source escolhe a capa da vida dela, experimentação sonora russa em livro, Anne Teresa De Keersmaeker também, Tim Hecker & Daniel Lopatin ao vivo, Victoriaville, e os Boredoms oferecem mais uma momento de epifania.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation


/ / Etiquetas: , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 13 Dezembro, 2012

THE WIRE #347 (January 2013) REVISTA

€ 6,25 € 1 REVISTA

O final do ano faz-se anunciar sobretudo pelo devido e indispensável exame da esquadra de elite da Wire e dos seus artistas convidados (desta vez, Oren Ambarchi, Mark Fell, Pauline Oliveros Julia Holter,…) sobre o que fica do que passa, através das institucionais listas, reflexões e análises. E Laurel Halo com o seu “Quarantine” fica como o corolário de 2012, partilhando o pódio com Sun Araw & M Geddes Grengras meet The Congos (2º lugar) e Actress (3º lugar). Também sobre discos, nomes e tendências que escaparam ao radar é incidido novo foco, não descurando os raios de luz que deixam entrever o que trará 2013 e o que os resquícios deste ano ainda nos oferecem (como novo álbum de Bryan Ferry, protagonista da ‘Invisble Jukebox’, e porque não destacar o que nos é próximo?: Manuel Mota). Ainda Brian Eno, Michael Chapman, Jon Mueller, Aki Onda, Pere Ubu, Michael Pisaro, Folke Rabe, Alasdair Roberts, Keith Rowe, Silver Pyre, Slomo, The Sonic Catering,… Apressem-se. Wire esgotada é tradição por aqui.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation



TOP 20 THE WIRE:

01 LAUREL HALO Quarantine (Hyperdub)
02 SUN ARAW & M GEDDES GENGRAS MEET THE CONGOS Icon Give Thank (RVNG)
03 ACTRESS R.I.P. (Honest Jon’s)
04 JAKOB ULLMANN Fremde Zeit Addendum (Edition RZ)
05 JASON LESCALLEET Songs About Nothing (Erstwhile)
06 CC HENDRIX & THE CHORA(S)SAN TIME-COURT MIRAGE Live at the Grimm Museum 1(Important)
07 BOB DYLAN Tempest (Sony)
08 JULIA HOLTER Ekstasis (RVNG)
09 CARTER TUTTI VOID Transverse (Mute)
10 RICARDO VILLALOBOS Dependent and Happy (Perlon)
11 SCOTT WALKER Bish Bosch (4AD)
12 JOSEPHINE FOSTER Blood Rushing (Fire)
13 FUSHITSUSHA Mabushii Itazura Na Inori (Heartfast)
14 HAINO / O’ROURKE / AMBARCHI Imikuzushi (Black Truffle)
15 DEATH GRIPS The Money Store (Epic)
16 EMPTYSET Medium (Subtext)
17 DEAN BLUNT & INGA COPELAND Black is Beautiful (Hyperdub)
18 ANDY STOTT Luxury Problems (Modern Love)
19 V/A Wandelweiser und so Weiter (Another Timbre)
20 MORTON FELDMAN Crippled Symmetry: At June in Buffalo (Frozen Reeds)


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation


/ / Etiquetas: , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 16 Novembro, 2012

THE WIRE #346 (December 2012) REVISTA

€ 6,25 € 1 REVISTA

Aparentemente imune à passagem do tempo, Scott Walker surge em alta definição na Wire #346 sem rugas, privilégio talvez de quem tem inscrito em si o cromossoma do “clássico”. Entrevista rara, focada sobretudo no seu novo álbum. “Bish Bosch” é verdadeiro motivo de júbilo para quem ainda tem “Mathilde” em loop na cabeça. A não perder também a segunda parte do sumarento artigo sobre Peter Brötzmann, destaque de Novembro. O chefe da Tectonic, Rob Ellis, aka Pinch, é desta vez o examinando em “Invisible Jukebox”, o percurso de mais de 60 anos do cineasta Jonas Mekas é revisto e apreciado em “Cross Platform”, William Parker e Steven Joerg recordam o saxofonista David S Ware, David Byrne discorre sobre “How Music Works” (crítica ao livro em “Print Run”). Como se não faltassem motivos para folhear a Wire de Dezembro, ainda Baby Dee & Little Annie, John Cage, Clubsound Witches, Loren Connors & Suzanne Langille, Cults Percussion Ensemble, Cut Hands, Death Grips, Kevin Drumm, Lawrence English, Matthew Friedberger, Girls Girls Girls, Felix Kubin, Ricardo Villalobos, Neil Young. E tanto, tanto mais.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation


/ / Etiquetas: , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 26 Outubro, 2012

THE WIRE #345 (November 2012) REVISTA

€ 6,25 € 1 REVISTA

A nossa atenção é quase centrifugada por Peter Brötzmann, destaque de capa e motivo para (ainda mais) longo e denso artigo nas páginas centrais com direito a entrevista na sua casa em Wuppertal, Alemanha. Aos 71 anos e com 50 de carreira, o visionário saxofonista e artista visual continua a mover as bases da música de improviso, sempre atento a todos os elementos que o circundam e que, em dialéctica, se transfiguram em música e arte. Quase centrifugada porque nas páginas finais encontramos dois nomes bem próximos: Filipe Felizardo e Pão (Pedro Sousa, Tiago Sousa e Travassos). É ler a crítica da Wire na secção “Soundcheck A-Z”. Em entrevista rara, encontramos aquele que é apontado como um dos principais responsáveis pela revolução do raggae jaimaicano, Winston Holness, conhecido como Niney The Observer. “I’m The One” de Anette Peacock, “Devil Got My Woman” de Skip James ou “This Year’s Kisses” de Lester Young & Billie Holiday são alguns dos álbuns-mistério da “Invisble Jukebox” que testa desta vez os ouvidos de Loren Connors & Suzanne Langille. As habituais secções “The Inner Sleeve”, “On Screen”, “On Site”, “Bitstream” e muito mais: Lindstrom, Emeralds, Harry Pussy, Lambchop, Lightning Bolt, Ital, Pet Shop Boys, Max Richter, 200 Years, Terror Danjah, Silent Servant, Sonic Youth, etc.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation


/ / Etiquetas: , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 23 Agosto, 2012

THE WIRE #343 (September 2012)

€ 6,25 REVISTA

Josephine Foster é como um vulto que se transfigura continuamente e que surge em diversas paisagens sonoras que vão da opera ao folk, mas parece ter sido em Cádiz, Espanha, que encontrou o seu topos musical. Para já, é na capa da Wire de Setembro que ela figura em grande destaque e com a correspondente entrevista nas páginas centrais. Detroit é outro dos pontos mapeados nesta edição da Wire a pretexto de artigo sobre Robert Hood, um dos magos do techno a quem é questionado “What next for the future music from the city with no future?”. Terror Denjah protagoniza a “Invisible Jukebox”, Terence Dwyer, de 90 anos, percussor da música electrónica britânica, parece desiludido com as suas experimentações iniciais. Ian Helliwell lamenta discordar. Ainda Penny Rimbaud & Gee Vaucher, Animal Collective, Ariel Pink’s Haunted Graffiti, Deerhoof, Matthew Friedberger, Glacial,  Stefan Goldmann, Hapsburg Braganza,  JJ Doom,  Land Observations,  Samara Lubelski, Mala, Magda Mayas & Christine Abdelnour e mais. Indispensável.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation


/ / Etiquetas: , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 25 Maio, 2012

THE WIRE #340 (June 2012)

€ 6,25 REVISTA

Os cabelos brancos de R. Stevie Moore fazem jus à longa e rica cronologia que tem como alfa e omega o lo-fi. 35 anos e mais de 400 lançamentos salpicam um percurso devidamente analisado e apreciado no principal artigo do número de Junho da Wire, numa altura em que vai começar uma digressão de mês e meio pela europa. Atenta ao ambiente, a música de Annea Lockwood incorpora os quatro elementos e faz surgir um quinto (saber mais nas páginas centrais). Jan Jelinek aceita o teste da Invisible Jukebox, Nik Colk Void, guitarrista dos The Factory Floor, põe mãos ao trabalho com diversos materiais sonoros, Ruth Ewan faz o seu protesto político através de uma contestatária jukebox (‘Cross Platform’) e Brian Shimkovitz questiona os trilhos digitais que conectam música africana e ouvintes do ocidente. Ainda Atom™, Bass Clef, Marcia Bassett & Samara Lubelski, Black Music Disaster, Blues Control, Hildur Guðnadóttir, Laurel Halo, Neneh Cherry & The Thing, Joe Colley, Comus, Dakim, Philippe D’Aram. E mais. Claro.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation


/ / Etiquetas: , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 27 Abril, 2012

THE WIRE #339 (May 2012)

€ 6,25 € 1 REVISTA

Discos em várias editoras (Raster-Noton, Sähkö, Mule Musiq) sucedem-se quase em catadupa, atestando a infinita torrente criativa do multifacetado Uwe Schmidt, mais conhecido por Atom tm. Música conjurada em sistema binário é o epicentro da conversa com Dan Barrow, que merece destaque de capa (em modo romântico). Num registo mais analógico, encontramos Scott Walker ou Sean McCann e, de volta ao digital, Lauren Halo. Ainda a guitarrista Mary Halvorson, escolhida para o teste da “Invisible Jukebox”, Akke Phallus Duo, Syed Kamran Ali & Pascal Nichols, Eleh, Geoff Barrow & Ben Salisbury, Batida, Francis Bebey, John Bischoff, Bobby Browser, John Cale, Gareth Davis & Frances-Marie Uitti, entre tantos outros. Claro, as secções de sempre: “On Location”, “On Site”, “The Inner Sleeve” ou “Cross Platform”.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation


/ / Etiquetas: , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 11 Novembro, 2011

THE WIRE #333 (November 2011)

€ 6,25 € 1 REVISTA

A sua versão da banda sonora de “Shining” é um dos tópicos da conversa de DJ / Rupture com Peter Shapiro, incluída na edição #333 da Wire e destacada na capa. Além de David Lynch, também em modo entrevista para a secção “Cross Platform”, a não perder a análise de “The Smile Sessions”, dos Beach Boys, por David Toop, a abordagem de Drew Daniel (Matmos) ao “queer sound” e a “Invisible Jukebox” com os Gang Gang Dance. Ainda Christoph Heemann, Radu Malfatti, Bonnie ‘Prince’ Billy, Corrupted, James Ferraro, Jack Ruby, Legowelt,  Theo Parrish, Grace Jones, entre outros.
Este número é complementado por mais uma compilação da serie Wire Tapper e ainda uma outra intitulada “Estonian Music Now 2011″.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation


/ / Etiquetas: , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 29 Julho, 2011

THE WIRE #330 (August 2011)

€ 6,25 € 1 REVISTA

Um dos nomes mais relevantes do bass inglês. Porém, um dos mais encobertos e misteriosos. Avesso a entrevistas presenciais, Zomby cede ao convite da Wire e desvenda alguns dos  pontos do seu processo criativo. Só não desvenda o rosto para a capa. Também britânica e com vértebra pioneira (fundou o workshop radiofónico da BBC e desenhou novos instrumentos), Daphne Oram merece destaque. Assim como o multifacetado Jim O’Rourke, cuja discografia é detalhadamente percorrida e apreciada. A ponte entre artes plásticas e o som é erguida nesta edição pelas mãos de Seb Patane, artista focado nas fronteiras ténues que unem e dividem pessoas e sítios, política e cultura, som e música. Ainda Luo Chao Yun, tocadora de pipa, Jan Anderzén (Invisible jukebox), Balam Acab, DJ Diamond, Laurel Halo, Jack Harris, Xander Harris, Hecker, Hey Colossus, Seth Horvitz, Jean Michel Jarre, Coseph Jonrad, La Ligne Claire, John Maus, Charlie Morrow, Ratcliffe, Gus Coma e muito mais.
Com este número, chega-nos o último CD de uma série de compilações de música underground e experimental com faixas raras ou nunca antes editadas de Tirudel Zenebe, Joe Morris Wildlife, Anne James Chaton & Andy Moor, Walter Schnaffs, Wooden Kimono e outros.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation


/ / Etiquetas: , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 21 Abril, 2011

THE WIRE #327 (May 2011)

€ 6,25 € 1 REVISTA

Not Not Fun, a editora que alberga artistas como Umberto, Weyes Blood, Wet Hair, Dylan Ettinger, Sun Araw ou Pedro Magina, vê-se representada na capa da Wire #327 pelos seus dois fundadores, Britt (Robedoor) e Amanda Brown (Pocahaunted / LA VAmpires), que servem de cicerones pelo underground de LA. Tendências a despontar no rap, que têm no conforto e resguardo dos quartos e laptops dos novos rappers o seu ambiente embrionário (contraste curisoso com a origem nas ruas do hip hop), justificam quatro páginas sobre Odd Future, Lil B, Clams Casino, NRK, Pyramid Vritra. A gradação para um tom mais sentimental e soulful faz-se sentir ao virar de página, no artigo sobre Marvin Gaye, Sly Stone, The Chi-Lites ou Teddy Pendergrass. Por falar em gradação de tom, vejamos como este último número da Wire espande o seu espectro de áreas e géneros temáticos ao dar também atenção à abordagem analógica ao som de Ekoplekz ou ao trabalho de Herbert Distel com a rádio, instalações eróticas e… ovos. Como sempre, o novo é circundado pelas secções já conhecidas: em “Invisible Jukebox” encontramos Daniel Miller, no “Soundcheck”, Black Devil Disco Club, Burial, Deaf Senter, The Feelies, James Ferraro, James Pants, “On Location” Lux Aeterna ou Eesti Fest. E tanto mais.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation


/ / Etiquetas: , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 28 Janeiro, 2011

THE WIRE #324 (February 2011)

€ 6,25 € 1 REVISTA

A capa é de Deerhoof, mas é a memória de Captain Beefheart que domina o número 324 da Wire, ou não fosse a sua morte motivo para celebrar um percurso cheio, que lançou achas sobre o novo – aqui personificado pela banda de Satomi Matsuzaki, que lançará em breve o muito aguardado “Deerhoof vs Evil”. É em torno da ascendênica beefartheana do colectivo que se desenrola a conversa com os seus quatro membros. A linha que separa o som intencional e o acidental serve, páginas antes, de mote para o artigo sobre Vanessa Rossetto, e páginas depois, encontramos na primeira voz o fundador da Tri Angle Records (que acolhe nomes como Balam Acab ou How To Dress Well). A “Invisible Jukebox” testa o ouvido de Hype Williams; “On Location” traz-nos o report de Shift Festival Of Electronic Arts Basel ou o Festival Of Experimental Middle Eastern Music London; no “Soundcheck” , destaque para Toro Y Moi e o seu “Underneath The Pine”, Brian Eno, Martin Arnold, Bryce Beverlin II, John Coltrane, Miles Davis, N*E*R*D, Theo Parrish, Seefeel, Six Organs Of Admittance. Outros nomes na carteira: Matthew Shipp, Martin Kippenberger, Tape Crackers, The A Band…


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation


/ / Etiquetas: , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 17 Dezembro, 2010

THE WIRE #323 (January 2010)

€ 6,25 € 1 REVISTA

Final de ano. Inevitável: restrospectivas, balanços e, claro, o institucional top 50 da revista. Apesar de se tratar de uma edição especial, com o ano de 2010 como protagonista, nem só de balanços e flashbacks se faz este número da Wire, nele brotam também ideias sobre o que será o futuro. Entretanto, o presente e o habitual arranjam também lugar nas secções que tão bem conhecemos – Scanner (Inivisble Jukebox), Antoine Beuger, Terje Isungset’s Ice Music (Bites), Theoretical Music e Maryanne Amacher em Nova Iorque (On Site), Excepter, Mark Fell, Foetus, Mats Gustafsson, Basil Kirchin, Felix Kubin & Ensemble Intégrales (Soundchek) e ainda Stefan Helmreich, Giuseppe Ielasi, Lichens, Pat Maherr, Peter Christopherson, Toshiya Tsunoda e tanto mais


TOP 20 THE WIRE:

01 “Splazsh”, Actress (Honest Jon’s)
02 “Returnal”, Oneohtrix Point Never (Editions Mego)
03 “My Father Will Guide Me Up A Rope To The Sky”, Swans (Young God)
04 “Have One On Me”, Joanna Newsom (Drag City)
05 “The Electric Harpsichord”, Catherine Christer Hennix (Die Schachtel)
06 “Suburban Tours”, Rangers (Olde English Spelling Bee)
07 “Before Today”, Ariel Pink’s Haunted Graffitti (4AD)
08 “Last Daylight”, John Tilbury & Sebastian Lexer (Another Timbre)
09 “Disingenuity / Disigenuousness”, Keith Fullerton Whitman (Pan)
10 “Necro Acoustic”, Kevin Drumm (Pica Disk)
11 “Funeral Mariachi”, Sun City Girls (Abduction)
12 “Motubachii”, Annette Krebs & Taku Unami (Erstwhile)
13 “On Patrol”, Sun Araw (Not Not Fun)
14 “A Sufi And A Killer”, Gonjasufi (Warp)
15 “Sir Lucious Left Foot: The Son Of Chico Dusty” (Big Boi)
16 “Disasters Of Self”, Joe Colley (Crippled Intellect Productions)
17 “Landings”, Richard Skeleton (Type)
18 “Does It Look Like I’m Here”, Emeralds (Editions Mego)
19 “Location Momentum”, Eleh (Touch)
20 “Oversteps”, Autechre (Warp)
etc.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation


/ / Etiquetas: , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 26 Novembro, 2010

THE WIRE #322 (December 2010)

€ 6,25 REVISTA

Depois de nos ter deixado “Soundboy’s Suicide Note” (2008), eis que o fundador da Skull Disco renasce para anunciar o “beat apocalyspe”, abrindo-se agora a novos mundos (a partir da sua sede em Berlim). É a esse desvio (do caminho desenhado pela sua editora) que a capa do último número da Wire alude, remetendo-nos para seis páginas de conversa com Shackleton.
Por falar em novos mundos e caminhos, fica também a sugestão do artigo sobre Nam Jun Paik, reconhecido pelo seu arrojo e experimentalismo sonoro, de que é exemplo “The Penis Symphony” ou a sua proposta de ouvir música com a boca. Em discurso directo, encontramos também Scientist, William Bennet (Invisible Jukebox), Jon Mueller ou Shabazz Palaces. Além das últimas novidades On Screen, On Site e On Location, destaque no Soundcheck para os mais recentes trabalhos de Derek Baliley, Brian Eno, Darkstar, Exploding Star Orchestra, Christoph Gallio, Lou Harrison, Suzanne Langille & Neel Murgai, MF Doom, Gang Gang Dance e muito mais.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation


/ / Etiquetas: , , / / Comentar: aqui »