Sexta-feira, 10 Maio, 2013

MARCELUS Emerald EP 12″

€ 8,50 12″ Tresor

[audio:http://www.flur.pt/mp3/TRESOR261-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/TRESOR261-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/TRESOR261-3.mp3]


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 9 Maio, 2013

SLEEPARCHIVE A Man Dies In The Street Pt.1 12″

€ 9,95 € 8,50 12″ Tresor

[audio:http://www.flur.pt/mp3/TRESOR260-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/TRESOR260-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/TRESOR260-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/TRESOR260-4.mp3]

O “renascimento” da Tresor nos últimos meses tem servido para encontrarmos algum do melhor techno que se faz actualmente. Sem, propriamente, ideias novas ou estratégias que instituam a ideia de um “novo futuro”, mas ideias assentes em velhas bases que se concentram mais na qualidade do que propriamente em modas e em oportunidade. Também há algum tempo que não ouvíamos falar de Roger Semsroth, que como Sleeparchive abanou o mundo do techno minimal/electrónica há dez (!) anos. Passaram-se dois anos desde o seu último maxi e este “A Man Dies In The Street Pt. 1” tem uma sonoridade distante daquilo a que nos habituamos nele mas a estrutura continua muito semelhante: beats frios e secos enfiados num corpo com muito pouca roupa, onde pouco interessa a ideia de texturas, mas mais o impacto cru e feérico de um beat que soa vivo e que na sua repetição se torna incrivelmente hipnótico. Os temas acabam abruptamente, ou melhor, não acabam. Desligam-se como se Semsroth carregasse num interruptor e ligasse novamente o motor para o tema seguinte. Pouco usual, mas eficaz, e acima de tudo coerente com a integridade que tem mostrado ao longo da sua carreira. Grande regresso.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 28 Fevereiro, 2013

JUAN ATKINS 20 Years 1985-2005 2CD

€ 19,95 € 12,50 2CD Tresor

[audio:http://www.flur.pt/mp3/TRESOR216-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/TRESOR216-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/TRESOR216-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/TRESOR216-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/TRESOR216-5.mp3]

No Verão de 2005 recebemos esta edição pela primeira vez, dois CDs fundamentais para qualquer curso que se preze sobre Techno, as suas origens, derivações e evolução. Na altura escrevemos o texto abaixo, e mantemos o que dissemos:

Detroit é há muito palco de momentos fundamentais na história da música popular, mas talvez o mais significativo e reconhecível esteja relacionado com a produção techno que há 20 anos se instalou na cidade. A santa trilogia de que todos falam – Kevin Saunderson, Derrick May e Juan Atkins – seguiu entretanto rumos separados mas a base que construíram tornou-se num legado impressionante para ouvintes, DJs e produtores em todo o mundo. Techno de Detroit tornou-se, enfim, em género por direito próprio. Juan Atkins pre-datou toda a cena com os Cybotron, que acabaram depois de alguns singles quando Atkins e o vocalista Richard Davies começaram a divergir quanto à orientação musical. O primeiro preferia uma via mais electrónica enquanto o segundo favorecia guitarras e uma estrutura próxima do rock. O consumo de techno-pop europeu em Detroit no início da década de 80 e a forte herança funk da cidade (George Clinton como principal figura) possibilitou uma fusão ainda não testada e o híbrido que era Cybotron resultou, quando Atkins começou a produzir a solo, num som mais depurado e metronómico. KMS (Kevin Saunderson), Transmat (Derrick May) e Metroplex (Juan Atkins) foram as três editoras fundamentais para que tudo acontecesse. Inicialmente fundadas para editar música dos respectivos donos (a solo e em várias combinações entre si), rapidamente se tornaram essenciais para alimentar uma nova cultura e uma nova geração de produtores. A compilação que a Tresor agora apresenta percorre os vários alter-egos de Atkins, que espelhavam as diferenças estilísticas que o produtor optava por explorar. Cybotron é o mais puro e mecânico, com evocação directa de um futuro pessimista (Detroit cinzenta), o som abeira-se do industrial e a voz é monocórdica e sem esperança. Model 500, numa fase inicial, é o arquétipo do som de Detroit, limpo, com espaço, antes de uma certa aproximação à house, cujos pontos de referência não eram já tão distintos. Em 23 temas, «20 Years Metroplex: 1985-2005» é um compêndio fundamental para unir as pontas entre a produção actual e a génese do techno, seguindo a carreira de um dos seus mais influentes produtores para trás no tempo até à época em que o electro dominava o mundo pela primeira vez.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 21 Dezembro, 2012

V/A / DJ DEEP Kern Vol. 1 – Mixed By DJ Deep CD

€ 15,50 € 12,50 CD (misturado) Tresor

[audio:http://www.flur.pt/mp3/KERN001CD-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/KERN001CD-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/KERN001CD-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/KERN001CD-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/KERN001CD-5.mp3]

DJ Deep tem os pés bem assentes na cultura house. A sua editora chama-se Deeply Rooted House mas aqui ele grava para a Tresor um set que abre uma nova série chamada “Kern” (tradução será mais ou menos “Núcleo”). Não é um novo conceito, fazer chocar passado e presente, mostrar as origens e comparar com a produção actual, mas é garantidamente uma óptima maneira de apresentar música desconhecida para contextualizar o que se escuta agora. Não vale a pena mascarar: isto é house e techno e, se não vos tocam o coração, não é um disco transversal que vai puxar para dentro quem não está receptivo. O truque, como em todas as boas compilações misturadas, está puramente na selecção, e uma que tem no centro “Karn Evil” de Xperiment ganha logo atenção. Nova Iorque, Detroit, Paris, Berlim e outras paragens no circuito house/techno, unificando (como deve ser) uma cena global nascida com o intuito de juntar pessoas numa celebração que é suposto solidificar alguns laços comuns. A tendência geral não foi essa, com a fragmentação progressiva em múltiplas subculturas, mas este primeiro volume de “Kern” pode ajudar a recuperar o espírito. O CD está misturado, mas fizeram dois maxis a partir dele: um com algumas raridades, outro com material fresco e exclusivo.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 30 Novembro, 2012

V/A / DJ DEEP Kern Vol. 1
Mixed By DJ Deep – The Rarities 12″

€ 8,50 12″ Tresor  ENCOMENDAR

[audio:http://www.flur.pt/mp3/KERN002EP1-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/KERN002EP1-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/KERN002EP1-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/KERN002EP1-4.mp3]


Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 30 Novembro, 2012

V/A / DJ DEEP Kern Vol. 1
Mixed By DJ Deep – The Exclusives

€ 8,50 12″ Tresor  ENCOMENDAR

[audio:http://www.flur.pt/mp3/KERN001EP1-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/KERN001EP1-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/KERN001EP1-3.mp3]


Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 5 Julho, 2012

S_W_Z_K CD / 2LP

€ 15,50 € 12,50 CD Tresor  ENCOMENDAR

€ 17,50 € 15,50 2LP Tresor  ENCOMENDAR

[audio:http://www.flur.pt/mp3/TRESOR253-1.mp3.http://www.flur.pt/mp3/TRESOR253-2.mp3.http://www.flur.pt/mp3/TRESOR253-3.mp3.http://www.flur.pt/mp3/TRESOR253-4.mp3.http://www.flur.pt/mp3/TRESOR253-5.mp3]

Swayzak deixou cair algumas letras e, num acto de coordenação, a música também perdeu coisas voluntariamente. Ambiência e melodia são coisa antiga, e perdeu-se também James Taylor. Agora é apenas David Brown (com ajuda de Richard Davis) num formato bastante mais Monolake do que Swayzak antigos. A pedra lascada no centro da capa dá uma indicação da nova atitude não exactamente rudimentar mas espartana e dura. O que se faz consegue-se com o que está à mão. A editora Tresor continua a divulgar sons para servir a antiga cave do seu espaço mítico em Berlim.

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 28 Junho, 2012

INFINITI The Remixes Part 1/3 12″

€ 8,50 12″ Tresor

[audio:http://www.flur.pt/mp3/TRESOR250A-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/TRESOR250A-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/TRESOR250A-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/TRESOR250A-4.mp3]

Red vinyl. Thomas Fehlmann, TV Victor RMXS.


NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , / / Comentar: aqui »

Sexta-feira, 8 Junho, 2012

V/A SubBerlin CD+DVD

€ 17,50 € 13,50 CD+DVD Tresor  ENCOMENDAR

[audio:http://www.flur.pt/mp3/TRESOR247CD-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/TRESOR247CD-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/TRESOR247CD-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/TRESOR247CD-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/TRESOR247CD-5.mp3]

Tresor foi quase sempre sobre techno directo, a evolução do som que nasceu com o nome acid house e desceu a uma cave de um antigo edifício abandonado na terra de ninguém de Berlim Oriental depois da queda do Muro. O som que acabou por ser indelevelmente conotado com a cena alemã e que agora talvez esteja mais presente num clube como o Berghain nasceu no Tresor (primeiro clube, depois também editora) como manifesto de liberdade, possibilidade e felicidade, admitindo um bom grau de igualdade e uma certa fraternidade. Durante um tempo, como aconteceu aliás em Inglatrerra, toda a gente dançava junta. O Tresor aumentou a exposição de DJs e produtores de Detroit em modo de aliança Berlim-Detroit, fazendo com que efectivamente o som típico dessa cidade norte-americana contaminasse muitos aspirantes a produtores na Europa Central. A parte da felicidade reside muito no facto de se poder estar numa cave com iluminação mínima (e quase exclusivamente psicadélica), um óptimo sistema de som, drogas decentes (System 01 gravaram “Drugs Work”) e nenhuma outra possibilidade que não dançar. A intensa cena alemã deve boa parte das suas raízes ao que aconteceu no Tresor. A compilação percorre música solta dos anos 90 e 00 e representa bem o leque de produtores estrangeiros que vieram influenciar o som do tresor e dele por sua vez receberam influência: DJ T-1000, Scan 7, Infiniti, X-101, e depois Stewart Walker, James Ruskin, The Advent, por exemplo. A faixa de Scan 7 chama-se “Triple Darkness”, evoca o contrário do que a maioria das pessoas espera de uma pista de dança: luz e alegria. Sem a experiência iniciática é difícil compreender o absoluto imperativo de dançar ao som de música extremamente repetitiva, frequentemente tenebrosa, uma constante imagem das guerras do futuro em “Terminator” com o Céu a abrir de longe a longe para a necessária ventilação. Se a compilação, desligada do contexto, vos parece comunicar pouco, experimentem ouvi-la de novo após terem passado pelo documentário de 90 minutos. Origem, ascenção e queda do Tresor original, documentando a paixão dos mentores do projecto e DJs que lá tocaram. A História recente da Alemanha contada através de uma cápsula cultural que preservou durante quase década e meia uma utopia de escapismo que, no mundo exterior, degenerou genericamente em exagero, aproveitamento comercial e exposição em demasia à luz da superfície. Foi bonito, entre 1991 e 2005. O clube reabriu noutro local em 2007, ainda não sabemos o suficiente sobre esta segunda vida.

01. System 01 “Drugs Work” 02. Infiniti “Game One” 03. Savvas Ysatis “On The Hook” 04. Pacou “Phase Transition” 05. Hiroaki Iizuka “Tera”
06. Scan 7 “Triple Darkness” 07. The Advent “The Vault” 08. X101 “Sonic Destroyer” 09. James Ruskin “Detached” 10. Chrislo “Fils dO”
11. DJ T1000 “Jetset Lovelife” 12. Stewart Walker “Blisterpacks”


Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 26 Abril, 2012

TERRENCE DIXON From The Far Future Pt.2 CD

€ 17,50  € 13,50 CD Tresor  ENCOMENDAR

€ 19,95 2LP Tresor  ENCOMENDAR

[audio:http://www.flur.pt/mp3/TRESOR256-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/TRESOR256-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/TRESOR256-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/TRESOR256-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/TRESOR256-5.mp3]

Do futuro através do passado (12 anos passaram desde o álbum anterior de Terrence Dixon), eis um sério álbum techno em marcha para a glória. Sem depender em quase nada do classicismo de Detroit, “From The Far Future Pt.2″ poderia estar apenas mais próximo de coisas de Jeff Mills, mas quase em igual medida de Mika Vainio, Wolfgang Voigt ou Basic Channel, por exemplo. No fundo, honra absolutamente o espírito intercontinental da Tresor, é possivelmente produto de tudo o que o clube e a editora fizeram desde a queda do Muro de Berlim. Algumas imagens de laboratório em faixas como “Fountains Of Life” ou “Tone” não anulam o músculo trabalhado por Dixon em outras zonas do disco, como “Auto Factory”, “Navigate” ou “Horizon”. Tudo bastante clássico, no sentido de recuperação de uma mecânica familiar da construção do Futuro através da música.

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , / / Comentar: aqui »