Quinta-feira, 11 Abril, 2019

WEYES BLOOD Titanic Rising CD / LP

€ 14,95 CD Sub Pop

€ 21,95 LP Sub Pop

Temos acompanhado a carreira de Weyes Blood praticamente desde o início. Melhor, desde que nos tem sido permitido acompanhar, uma vez que os seus primeiros discos eram difíceis de obter. Mas estávamos lá quando surgiu com “The Outside Room” numa muito viva – na altura – Not Not Fun. Ver o seu percurso até “Titanic Rising” foi um prazer. Porque foi sempre mudando, arriscando, tentando perceber como o seu crescer, enquanto artista e pessoa, se poderia adaptar à sua música. Como fazer isso acontecer quando mundo está a mudar tão depressa? E, pior, quando o mundo é assim e estamos a fazer o caminho entre os 20 e os 30? A música de Weyes Blood, em retrospectiva, conta uma belíssima história sobre isso. É assim que se chega a “Titanic Rising”, sem se saber bem o que se está à espera. Não sabemos até que ponto Natalie Mering é fã dos Carpenters, mas digamos que fez isso funcionar em 2019. Acreditem, isso é um grande elogio. A tragédia insolúvel dos Carpenters está – obviamente – ausente, mas Natalie trabalha isso a partir da ideia de que vivemos num mundo que se está a afundar, que precisa de soluções. Soluções que podem não ser para os problemas de hoje, mas para os de sempre, que se vivem agora: parecendo que não, isso é bem diferente. É do amor, das relações e das expectativas de hoje que “Titanic Rising” fala. Natalie musicou essas coisas basilares com o encadeamento de uma pop sinfónica, com uma mentalidade de estúdio costa oeste dos 1960/1970, sem querer viver nesse tempo. O seu quarto álbum é música de um presente reencontrado, Natalie diz-nos o que há para lá da nostalgia. É frágil de bonito e bonito de frágil. É tão bom ainda se fazerem discos assim. Apetece dizer obrigado. Mas mais vale agradecer ouvindo a música que Weyes Blood criou para nós. 2019 a tocar no céu.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , / / Comentar: aqui »

Quinta-feira, 3 Novembro, 2016

WEYES BLOOD Front Row Seat To Earth CD / LP

€ 16,95 CD Mexican Summer

€ 22,50 LP (+ mp3) Mexican Summer

[audio:http://www.flur.pt/mp3/MEX228-1.mp3,http://www.flur.pt/mp3/MEX228-2.mp3,http://www.flur.pt/mp3/MEX228-3.mp3,http://www.flur.pt/mp3/MEX228-4.mp3,http://www.flur.pt/mp3/MEX228-5.mp3]

Ao longo da sua carreira, Weyes Blood foi sempre uma espécie de alienígena às vontades da indústria. Apareceu nos nossos ouvidos ainda muito nova e foi crescendo. E, consigo, a sua música também. A música não só cresceu, como mudou, e é interessante a sua característica mutante. É inevitável falar da capa e do título, concretizam bem essa ideia de outro ser: na capa, Weyes Blood expõe-se como se fosse um ser único na terra, acabado de chegar, carregado de exotismo numa paisagem que esmorece na figura de Weyes Blood. E, sim, está na fila da frente. A sua voz inconfundível provou sempre isso, mesmo em álbuns menos conseguidos, a sua voz impunha-se e afirmava a força de uma artista que por mais tropeções que desse, fazia-o com a convicção de que um dia encontraria o lugar certo. “Front Row Seat To Earth” é a primeira certeza desse caminho certo. É disco carregado de um romantismo – no sentido literário – singular e de ambientes que promovem uma nova vida. Tal como Angel Olsen procurou os Fleetwood Mac em “My Woman”, Weyes Blood também os consegue ver de perto, embora esteja mais preocupada em ser Stevie Nicks: não é, mas encontra-a de forma sublime.

NOTA: Artigo sempre sujeito a confirmação de stock e preço

PLEASE NOTE: Item always subject to stock and price confirmation

Artigos relacionados


/ / Etiquetas: , , , , , , / / Comentar: aqui »